Imagina só conseguir relaxar nos dias antes da prova do concurso porque já conseguiu estudar e revisar tudo?!

 

Ou então…

 

Que  sensação boa a de ir para a prova sabendo que está preparado para estar entre os melhores e conquistar a tão sonhada vaga?

 

Será que isso tudo é fantasia?

Doideira total?

Irreal?

 

Bem, para alguns pode até ser…

 

Mas para aqueles que utilizam boas estratégias é um caminho totalmente possível.

 

Quer saber como?

 

Tudo vai depender de:

 

  1. Sua caminhada antes e depois do edital e
  2. Quais estratégias tomará após o edital.

 

Para facilitar sua vida, preparamos aqui as melhores estratégias para você ir tranquilo e pronto para conseguir a melhor preparação pós-edital e conseguir chegar na prova tranquilo, sabendo que está preparado e entre os melhores.

 

O ponto de partida para saber o melhor caminho é saber onde você está, vamos lá?

 

Escolha a estratégia adequada para a fase de estudo adequada

 

Cada fase de estudo precisa de uma estratégia diferente no pós-edital.


Então, nosso primeiro passo é descobrir a fase que você está e a estratégia adequada para essa fase:

 

É seu primeiro concurso e você nunca estudou nada antes?

 

Se saiu o edital e você é um concurseiro iniciante, seu foco deve estar em aprender o máximo de conteúdo no menor tempo possível.

 

Ao adotar uma estratégia de iniciante, você precisa entender “onde está se metendo: a maioria dos que são aprovados  possuem anos de estudo, principalmente nos concursos com melhores salários.

 

Então, talvez você esteja entrando em uma “briga de cachorro grande” sem estar muito bem preparado.

 

Caso não seja aprovado, entenda que não é um problema ou deficiência sua, aproveite a oportunidade para iniciar uma caminhada mais longa de estudo para as próximas oportunidades que se abrirão.

 

Se o seu concurso for de nível médio ou oferecer muitas vagas, a quantidade de candidatos bem preparados diminui. Então, vá com tudo sem olhar para trás!

 

Se você é como eu, quando entra numa luta, mesmo que seja de “cachorro grande”, entra para ganhar, independente das “probabilidades”, então, pegue toda essa garra e força e estudo o máximo que puder… entre na luta para ganhar!

 

A estratégia para aqueles que iniciaram o estudo depois do edital é achar um material conciso e bom e estudar somente aquilo que tem muita chance de cair na prova. O estudo por questões anteriores também pode ser uma boa estratégia, pois ele é mais acelerado.

 

Tenha em mente que muito provavelmente você não conseguirá estudar tudo até o edital. Então, escolha os conteúdos mais importantes.

 

Você já estuda há algum tempo mas não conseguiu ver todo o conteúdo antes do edital?

 

Você é um concurseiro experiente, apenas não conseguiu finalizar seus estudos seja por mudanças no edital, uma oportunidade nova de concurso ou falta de tempo mesmo.

 

Antes de tudo, entenda que você está junto com a maioria dos que são aprovados em concursos.

Infelizmente as bancas gostam de inovar nos editais e adicionar conteúdos de última hora. Se esse é o caso, o primeiro ponto a se entender é que, se ficou “difícil para você” ficou também pra todo mundo.

 

A análise principal a ser feita é se você vai conseguir estudar tudo até o dia da prova, caso não consiga, precisará de uma estratégia de escolha do conteúdo mais provável de cair na prova para estudar,  talvez um bom curso preparatório  ajudará nessa tarefa, principalmente aqueles que sintetizam os pontos mais importantes na reta final.

 

Mas, preciso fazer um alerta. Mesmo que tenha muito conteúdo você deverá  organizar seus estudos para o concurso, sem esquecer da resolução de questões de provas anteriores, para uma melhor intimidade com a banca, e das revisões periódicas.

 

Você já conseguiu ver todo o conteúdo antes do edital?

 

Se você é um desses sortudos (e raros) que conseguiram estudar tudo antes da prova: parabéns. Saiba que suas chances são muito boas, pois você poderá dedicar seu tempo apenas para revisar e fixar o conteúdo, enquanto os outros terão que gastar tempo aprendendo.

 

As estratégias no pós edital para aqueles que já estão bem preparados são:

  1. Utilizar a totalidade do seu tempo para treinar ao máximo as questões de concursos anteriores, principalmente da banca do edital.
  2. Revisar os pontos que você costuma ter mais dificuldade de memorizar e entender.
  3. Verificar as últimas novidades legislativas sobre o concurso.
  4. Não esquecer de ter uma boa organização e equilíbrio.

 

Não esqueça que você está entre os que têm mais chance de serem aprovados, então, força total nessa fase!

 

Suspenda sua vida

 

Para conseguir revisar e estudar tudo até o dia da prova você precisa dar um pause no resto da vida.

Nesse período pós-edital, você terá que abrir mão de todos os compromissos não essenciais e praticamente sumir da vida social.

Sim, seus amigos e familiares vão reclamar.

Sim, em muitos momentos você se sentirá só e que está perdendo tempo em algo que “nem sabe se vai dar certo”.

Mas…

Depois de aprovado, esses mesmos amigos e familiares vão concordar que valeu a pena e toda a sensação de tempo perdido será substituída pela alegria da comemoração.

Não temos como conseguir revisar e estudar tudo que é necessário depois do edital tendo uma vida social intensa, por mais nobre que seja a atividade.

Mas você deve estar se perguntando: devo estudar 24 horas por dia?

Claro que não, é preciso fazer pausas estratégicas e de descanso… e sim…

É óbvio que nesse período você pode ter compromissos saudáveis como uma saidinha, um cinema, um esporte… mas sem exageros e apenas para recarregar as energias e continuar na luta.

Utilize o tempo com sabedoria e lembre-se de que serão apenas poucas semanas. Tenha em mente que dentro de pouco tempo sua agenda ficará mais tranquila e você poderá “curtir a vida” depois da aprovação.

 

Descubra quem é seu amigo de verdade

 

Se você tiver o apoio dos mais próximos, a aprovação certamente ficará mais fácil.

Com a proximidade da prova, você precisará da compreensão dos amigos e familiares em dobro, principalmente daqueles que moram e convivem muito tempo com você.

Peça apoio para não ser interrompido no tempo de estudo, peça a compreensão quando você não estiver presente . Lembre eles que será por pouco tempo, em poucas semanas você estará livre para ajudar e conviver com todo mundo.

Mas, e se os “próximos” não forem tão legais? Se eles interromperem seus estudos?

Primeiro, é importante que você perceba que esse amigo não é tão amigo. Perceba que “esse familiar” não está pensando em você e em seus sonhos ao te interromper… ou seja, não tá sendo uma pessoa muito legal.

Caso você tenha pessoas interrompendo seus estudos, a melhor estratégia é achar um local isolado para estudar, pode ser uma biblioteca, casa de um amigo ou até um Café. O importante é você garantir que achará um local adequado para sua concentração nos estudos.

Mas, tenho certeza que uma explicação sincera de seu sonho e o pedido de compreensão será suficiente para a maioria das pessoas que realmente se importam com você entenderem e te apoiarem no projeto.

 

Não confie no que os outros falam sobre o edital

 

Após o edital você encontrará vários concurseiros surtados tirando as conclusões mais malucas e sem nexo. Esqueça esse povo!

 

Minha recomendação: leia TODO O EDITAL você mesmo, não confie nos resumos dos outros.

 

Faça um resumo das informações mais importantes pois, acredite, vai bater uma dúvida em poucos minutos, e com o resumo a informação estará lá pronta para ser usada.

 

Durante essa leitura procure basicamente pelos seguintes aspectos:

 

  • Dividir o conteúdo em assuntos que domina, os que precisa melhorar e os que nunca estudou
  • Análise do tempo de prova (se vai dar para fazer todas as questões ou vai ter que pular alguma)
  • Análise do peso de cada disciplina e se há nota mínima por disciplina
  • Análise dos requisitos para saber se você se encaixa em todos (muitos concursos exigem CNH ou alguma experiência em determinado assunto)
  • Verificação dos critérios e recursos
  • Análise das vagas (se for preciso escolher lotação)

 

O edital é seu mapa para a prova, você precisa entender tudo sobre ela para estar preparado e fazer a prova sem surpresas.

 

É tempo de revisar

 

Após o edital a tarefa mais importante é a revisão.  

Como você sabe, é muito difícil guardar tanta informação e, infelizmente, a maioria dos concursos mede tão somente nossa capacidade de memorizar.

Se você está familiarizado com a curva do esquecimento,  sabe que sem revisar, após 21 dias você lembra apenas 8% do que estudou.

Então, concentre a maior parte (talvez a totalidade) do seu tempo pós edital para revisar os assuntos mais importantes da prova, principalmente aqueles que possuem mais peso, têm mais chance de cair e que você não domina.

Entendeu?

Se você quer entender melhor sobre revisão, veja o artigo que preparamos sobre revisão para concursos públicos.

 

Seja íntimo da banca

 

Não sei se você sabe um dos principais segredos do mundo dos concursos: as bancas costumam repetir as questões.

Mesmo que não repitam, elas costumam ter um “estilo próprio” e acabam fazendo questões muito parecidas, seja em estilo, seja em cobrança de conteúdo.

Então, você precisa analisar com profundidade as últimas provas da banca e identificar esse estilo e tendência.

 

Claro que um bom curso preparatório já faz isso para você, talvez seja interessante ver essa possibilidade também.

 

De qualquer forma, independente da fase de estudo que você está, faça muitas questões anteriores da banca que irá prestar o concurso, você verá seu rendimento e velocidade exponenciar!

 

E um cursinho? Vale a pena?

 

A maioria dos bons cursos preparatórios oferecem cursos rápidos de revisão após o edital. Infelizmente, a um custo bastante elevado.

Mas será que esses custos valem a pena?

Um bom curso vale a pena sim, mas somente se você tiver tempo para se dedicar a aula e a revisão.

Caso seu tempo seja escasso, eu gastaria com revisões próprias e questões de concursos anteriores.

A grande vantagem dos cursos preparatórios é que eles conseguem mapear a banca e revisar com profundidade os assuntos mais cobrados e o estila da banca, o que é uma grande vantagem competitiva para quem quer acelerar os estudos.

Minha sugestão é: tenha cuidado e veja se vai ser uma vantagem e se realmente precisa.

Veja o artigo que preparamos sobre cursos preparatórios para concursos.

 

É necessário estudar todas as disciplinas?

 

Uma dúvida comum entre os concurseiros é se é necessário estudar todas as disciplinas.

Então…

Depende do edital.

As bancas muitas vezes são “ordinárias” e colocam novidades impossíveis de ser estudadas no pós edital.

Caso não haja nota mínima por disciplina e você constate que o peso da disciplina é baixo, a melhor estratégia é não estudar MESMO!

Já vi bancas colocarem o conteúdo inteiro de Economia como novidade no concurso com um peso muito baixo e sem nota mínima. Em poucas semanas é impossível aprender uma faculdade inteira de conceitos… nesse concurso a maioria dos que foram aprovados nem abriram um livro de economia e os que abriram só “olharam por cima” os principais conceitos.

Outro fato muito comum é a banca fazer provas impossíveis de responder todas as questões no tempo dado (de propósito).

Ou seja, a banca já sabia que questões deveriam ser deixadas em branco por todos os candidatos. Nesses casos se não houver nota mínima por disciplina o certo a fazer é deixar a disciplina de lado.

Para descobrir se é necessário estudar todas as disciplinas, você terá que analisar o edital e ver se o estudo das disciplinas é essencial, ou seja, a matéria possui nota mínima, peso relevante e existe tempo para responder todas as questões da prova.

 

Não deixe a ansiedade bagunçar sua vida

 

A certeza que você conseguirá estudar tudo até a data da prova e estar bem preparado vai depender de sua organização.

Então, nada de sair estudando “que nem louco” sem antes respirar fundo e organizar a estratégia e o material.

Como a ansiedade é grande e o tempo é curto, muitos candidatos acham que algumas horinhas gastas em organização é “perda de tempo”.

Não podiam estar mais enganados.

Com uma boa organização você irá conseguir otimizar seu tempo e saber a melhor estratégia a ser adotada.

Mas você deve estar se pensando, organizar o quê?

Vamos lá:

 

Plano de estudo

 

Mesmo que você escolha um bom curso preparatório, você precisará de uma organização de seu tempo e estudo.

Tanto faz se em ciclo, pomodoro, planilha, papel, agenda ou qualquer outra ferramenta. Para ajudá-lo nessa tarefa desenvolvemos uma planilha de estudos que calcula automaticamente o tempo ideal de estudo para cada matéria.

Você também pode ver o artigo que elaboramos sobre aplicativos para concursos.

 

Materiais

 

Você terá muito material para organizar após o edital. Uma quantidade imensa de resumos, apostilas, livros, videoaulas, anotações, etc.

Enfim, crie um método para achar rapidamente os arquivos físicos e virtuais e não perca muito tempo para acessá-los.

 

E na semana da prova?

 

A semana da prova é outra polêmica entre os concurseiros.

 

Alguns preferem relaxar e recarregar as energias nos dias próximos as provas.

Outros, nem conseguem pensar nisso, pois querem revisar tudo que podem.

 

A situação é muito pessoal, se você realmente conseguir, o ideal é relaxar ou revisar de forma bem light nos últimos dias próximos a prova, se você conseguir isso pode ser que seu desempenho melhor.


Se não conseguir relaxar: estude, mas sem se esgotar e sem ver novos conteúdos.

Aceite que não é o momento para aprender coisas muito complexas, e sim, relembrar o que já aprendeu.

 

Tenha cuidado com alimentação e o uso de álcool, principalmente na proximidade da prova. Ninguém quer fazer uma prova de ressaca ou com indigestão, não é?

 

Outra coisa importante é evitar situações de desgaste emocional, até porque você não conseguirá lidar com elas de forma saudável. Então, evite pessoas e problemas que podem alterar seu emocional e prejudicar sua saúde mental.

 

É importante que você faça um checklist para o dia da prova com tudo que você precisará levar (caneta, identidade, lápis, borracha, passagens, reservas, etc). Nossa mente muitas vezes nos sabota e não é incomum candidatos bem preparados perderem provas por bobagens como esquecer o RG.

 

Cuide do seu coraçãozinho  

 

Bem, após o edital você provavelmente sentirá uma montanha russa de sentimentos: medo, euforia, cansaço, falta de ânimo, pessimismo, otimismo. São tantos sentimentos que muitas vezes não temos maturidade de lidar.

 

Mas, quero sugerir que você faça uma higiene emocional. Cuide  para que você tenha em mente situações positivas e de esperança. Não deixe com que os outros ou sua própria mente te engane e faça você tirar o foco.

 

Lembre-se de constantemente trazer a sua mente aquilo que te dá esperança!

 

E o que precisar, conte conosco.

 

Se gostou do artigo, peço que agradeça nos comentários abaixo.

 

Bons estudos!!!

[Total: 1    Média: 5/5]