Se você nunca utilizou resumos para concursos na hora de estudar, está perdendo uma grande oportunidade de turbinar sua memorização e seu aprendizado, além de suas chances de alcançar a tão sonhada vaga em um cargo público em menos tempo.

A simplicidade dos resumos e sua importância para solidificação do conhecimento são pontos muito importantes para todo aquele que realmente quer ser aprovado!

As grandes vantagens do estudo por meio de resumos são a praticidade e a possibilidade de estudar sem grandes esforços. Explico: você muitas vezes está cansado demais para aprender algo novo, mas rever um resumo cansa bem menos, pois você apenas revisa algo que já conhece. E é o tipo de material que dá para levar para a sala do dentista enquanto aguarda a consulta, por exemplo.

É importante você sempre ter um resumo com você para aproveitar toda e qualquer oportunidade que aparecer e dar uma olhadinha nele.

Resumos e revisões

Resumos só fazem sentido juntamente com as revisões. Por isso, preparamos um artigo especial sobre revisões, para você entender um pouco melhor o que são e como fazer revisões para concurso.

Antes da prova, o ideal é que você leia os resumos diversas vezes. Como o tempo, perceberá que já sabe vários de cor e não precisará mais relê-los.

No entanto, é importante ter em mente que para realmente turbinar seu aprendizado, você precisa elaborar os resumos de forma correta. E é isso o que ensinaremos aqui e agora!

Há três tipos de resumos: os normais (ou fichamento), os flash cards e os mapas mentais. Iremos abordar cada um deles em artigos diferentes, nesse artigo focaremos apenas nos resumos tradicionais.

Clique na imagem abaixo para ir para os artigos sobre flash cards e mapas mentais:

como fazer mapas mentais

como-fazer-flashcards-para-concursos

Como começar um resumo?

Primeiro, quero que você esqueça aqueles resuminhos que seu colega fazia para colar na prova, ou aquele resumo que você fazia na escola e faculdade. Você aprenderá aqui um método realmente eficiente de fazer resumo que é bem diferente do que você está acostumado.

Você precisa ter em mente que o resumo serve apenas para guardar informações que você corre o risco de esquecer. Então, antes de começar o resumo você deve ler o texto, entender, grifar, anotar, sublinhar e desenhar. Ou seja, destrinchar o conteúdo. O resumo será feito em cima das partes grifadas e o resumo.

como-fazer-resumos-para-concursos

Como fazer um bons resumos para concursos?

Na hora de escrever

  • Escreva à mão: apesar de alguns não gostarem, os resumos realmente eficientes são feitos, pelo menos em um primeiro momento, à mão. Assim, você já estará memorizando de forma mais efetiva o conteúdo. Se prefere digitar, faça isso numa segunda fase.
  • Escreva com suas palavras: você irá fixar melhor o resumo se o escrever com suas próprias palavras, não copie diretamente a frase da aula ou do livro. Primeiro entenda o assunto e depois faça o resumo sem consultar o material do estudo.
  • Desdobre o material: não tente compilar toda a matéria em apenas um resumo. Faça vários deles com pouca informação em cada um. Deixe cada folha com pouca escrita.

Recursos visuais

  • Use muitas cores: não fique com medo do carnaval de cores! Faça de seu resumo algo colorido e chamativo. Certamente sua memória ficará mais ativa. Use caneta hidrocor, coloque post it e tudo mais. Deixe a cor vermelha para negações, ela já é comumente associada a isso.
  • Fique de olho no tamanho: apesar de não haver regra, o ideal é que você faça seu resumo em fichas ou na metade de uma folha de ofício. Se você deixar a folha muito grande, vai escrever mais que o necessário.
  • Faça desenhos, abreviaturas e símbolos: use siglas, símbolos, desenhos, gráficos, árvores, tabelas e tudo mais que possa deixar seu resumo mais enxuto. Em vez de escrever Lei Complementar, escreva LC. Em vez de alíquota, use %. E assim por diante.

Dicas gerais

  • Priorize o conteúdo, não a aparência: você não está em um concurso de beleza, então não se preocupe com a estética do resumo. Foque na informação concisa e de fácil leitura.
  • Organize sua papelada: para não se perder, coloque títulos e organize seus resumos. Por exemplo: se for o quinto resumo de Direito Tributário, chame ele de DT05 e anote no título. Quando você for fazer um calendário de revisão, essa informação será muito útil.
  • Seja seletivo: não faça resumo de tudo. A maioria dos concurseiros cai nesse erro. Resuma apenas os assuntos mais importantes. Por isso, sua revisão deverá ser combinada com exercícios e leituras das partes sublinhadas dos livros e apostilas.
  • Atente à regra de ouro dos resumos: “isso eu posso esquecer”. Se pensar nessa frase ao ler um conteúdo, ele deve constar no seu resumo. Afinal, um resumo é a síntese de informações que você corre o risco de esquecer. Se você já sabe uma informação e pouco provavelmente esquecerá dela, não a coloque no resumo.

Passo a passo para seus resumos

Fase 1: marque no texto as informações importantes.

resumo-de-livro-sublinhado

Fase 2: faça a anotação, com suas próprias palavras, de tudo aquilo que é importantes mas você corre o risco de esquecer.

exemplo de resumo

Fase 3: organize seu resumo

Até você memorizar e realmente aprender a informação, precisará organizar o resumo. É interessante desenvolver uma forma de organização para rever seu resumo de tempos em tempos. Uma boa opção é colocar ele na sua agenda pessoal do Google (ou na agenda física).

exemplo de agendamento de resumos

Modelo de resumos para concursosmodelo-de-resumon-3 modelo-de-resumo-portuges

Resumo do Resumo

A revisão é um dos passos mais importantes para quem quer realmente passar em um concurso e de uma forma mais rápida. Ela é realizada por meio de questões e resumos (tradicionais, mapas mentais e flash cards) e você deve ter em mente que todos os dias é necessário rever a matéria aprendida.

Agora que você já aprendeu a fazer resumos para concurso, mãos à obra e bons estudos! e que Deus te abençoe em sua preparação!

[Total: 1    Média: 2/5]