Concurso ANACCom o fim da vigência do último concurso ANAC, realizado em 2015, é aguardada uma nova seleção para o segundo semestre do próximo ano. A expectativa é de que até o fim de 2019 seja lançado um edital com vagas para Técnicos e Analistas da Agência Nacional de Aviação Civil.

Por isso, é importante ficar de olho nas notícias e ir se preparando.

O concurso ANAC tem oportunidades para níveis Médio e Superior, com remunerações iniciais de até R$ 12 mil.

Interessou?

Neste artigo estão reunidas todas as informações sobre carreiras, salários, benefícios, chances de crescimento, conteúdo das provas e dicas de estudo.

Para saber, leia já!

Principais informações sobre o Concurso ANAC

 

Quais as carreiras e atribuições?

O concurso ANAC deve ofertar vagas para os cargos de Analista Administrativo, Especialista em Regulação de Aviação Civil, Técnico Administrativo e Técnico em Regulação de Aviação Civil.

Veja as principais atribuições de cada uma das carreiras:

Analista Administrativo: atribuições de nível superior, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da ANAC, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

Especialista em Regulação de Aviação Civil: atribuições de nível superior, voltadas para o exercício de atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da aviação civil, dos serviços aéreos, dos serviços auxiliares da infraestrutura aeroportuária civil e dos demais sistemas que compõem a infraestrutura aeronáutica, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Técnico Administrativo: atribuições voltadas para as atividades administrativas e logísticas de nível intermediário relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da ANAC, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

Técnico em Regulação de Aviação Civil: atribuições voltadas ao suporte e ao apoio técnico especializado às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle da aviação civil, dos serviços aéreos, dos serviços auxiliares, da infraestrutura aeroportuária civil e dos demais sistemas que compõem a infraestrutura aeronáutica, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

 

Qual o nível de formação exigido?

Para o cargo de Analista Administrativo é exigida formação de Nível Superior em qualquer área de atuação. Já para assumir um cargo de Especialista em Regulação de Aviação Civil é possível preciso ter formação de Nível Superior em qualquer área ou em áreas específicas, de acordo com a área escolhida.

Veja os requisitos para cada área:

  • Área 1: formação em qualquer área de atuação
  • Área 2: formação em Engenharia Mecânica ou Engenharia Aeronáutica ou Engenharia de Produção, além de registro no respectivo órgão de classe
  • Área 3: formação em Economia ou Ciências Contábeis, além de registro no respectivo órgão de classe
  • Área 4:  formação em Engenharia Civil ou Engenharia de Produção ou Arquitetura, além de registro no respectivo órgão de classe
  • Área 5: formação em qualquer área de atuação, acrescido de licença de piloto de linha aérea ou de piloto de linha de helicóptero, com Certificado Médico Aeronáutico (CMA) válido ou Certificado de Capacitação Física (CCF) válido e Certificado de Habilitação Técnica (CHT)

Os cargos de Técnico Administrativo e Técnico em Regulação de Aviação Civil solicitam apenas formação de Nível Médio.

 

Qual o período de inscrição e valor da taxa?

Ainda não se tem informações sobre datas e valores em um próximo concurso ANAC.

 

Qual o salário?

No último concurso ANAC, cujo edital foi lançado no fim de 2015, as remunerações iniciais para os cargos de Técnico Administrativo e Técnico em Regulação de Aviação Civil eram, respectivamente, R$ 6.062,52 e R$ 6.330,52, nesta ordem.

Já o salário inicial para aos cargos de Analista Administrativo e Especialista em Regulação de Aviação civil eram, respectivamente, R$ 11.444,29 e R$ 12.347,29, respectivamente.

 

Quais os benefícios?

Os servidores da ANAC têm direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte e auxílio-saúde.

 

Qual a lotação?

Os candidatos aprovados no concurso ANAC serão lotados na Agência Nacional de Aviação Civil e terão exercício em Brasília (DF).

 

Qual a jornada de trabalho?

A jornada de trabalho dos servidores da ANAC é de 40 horas semanais.

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

Os servidores da ANAC se desenvolvem na carreira em classes (A, B e Especial) e padrões (I ao V), por meio de progressão e promoção.

A progressão é a passagem do servidor para o padrão de vencimento imediatamente superior dentro de uma mesma classe. Já a promoção é a passagem do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe imediatamente superior.

Ambas as movimentações precisam respeitar critérios pré-estabelecidos, como tempo de serviço, qualificação e avaliação de desempenho.

 

Quantas são as vagas?

Ainda não se tem informações sobre o número de vagas em um próximo concurso ANAC.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

O último concurso ANAC, cujo edital foi lançado no fim de 2015, ofereceu 150 vagas em cargos dos níveis Médio e Superior. Na ocasião, houve um total de 144.403 inscritos, conforme tabela abaixo:

De fato, um número bastante alto.

No entanto, é importante lembrar que a concorrência real em um concurso é muito menor do que os números divulgados. Isso porque apenas cerca de 10% dos candidatos estão realmente preparados para as provas, tendo estudado com dedicação, baseados nas exigências do edital.

Além destes, há aqueles que se somarão ao índice de abstenção: não aparecerão no dia da prova, seja por desistência ou qualquer outro problema.

Ou seja, a concorrência em um concurso público, na verdade, não é tão assustadora quanto pode parecer e o candidato bem preparado não tem porque temê-la ou pensar em desistir caso o número de inscritos por vaga seja alto.

 

Como são as provas?

A prova objetiva do último concurso ANAC continha 80 questões de múltipla escolha para os cargos de Nível Médio e 130 questões para os cargos de Nível Superior, divididas em Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Direito Administrativo, Direito Constitucional e de Informática Básica) e Conhecimentos Específicos.

A prova discursiva para os cargos de Nível Superior consistiu na elaboração de uma dissertação entre 45 e 60 linhas a respeito de pontos constantes das matérias integrantes do conteúdo programático de Conhecimentos Específicos das respectivas áreas

A prova discursiva para os cargos de Nível Médio consistiu na redação de texto dissertativo entre 15 e 30 linhas abordando temas relacionados aos conhecimentos específicos de cada cargo.

Foi aprovado quem obteve, no mínimo, 40% dos pontos em cada uma das provas objetivas; no mínimo, 50% do somatório dos pontos totais de todas as provas objetivas; e não tenha obtido nota zero em nenhuma das disciplinas.

 

Qual o conteúdo programático?

Veja os tópicos solicitados nas disciplinas básicas para todos dos cargos no concurso ANAC:

 

Língua Portuguesa

Compreensão Textual. Ortografia. Semântica. Morfologia. Sintaxe. Pontuação.

 

Língua Inglesa

Compreensão e interpretação de textos. Compreensão geral do texto. Reconhecimento de informações específicas. Capacidade de análise e síntese. Inferência e predição. Coesão e coerência. Falsos cognatos. Itens gramaticais relevantes para a compreensão de conteúdos semânticos. Verbos. Preposições. Conjunções. Pronomes. Coordenação e subordinação.
Discurso direto e indireto. Voz passiva.

 


Raciocínio Lógico Quantitativo e Estatística


Raciocínio Lógico Quantitativo: estruturas Lógicas. Lógica de Argumentação. Diagramas Lógicos e Sequência Lógica. Funções: Polinomial, Racional, Exponenciais, Logarítmicas e Trigonométricas. Geometria Analítica: Ponto, Reta e planos. Estatística: medidas de posição: média, moda, mediana e percentis. Medidas de dispersão: variância, desvio-padrão, coeficiente de variação, assimetria e curtose. Análise combinatória e Probabilidade. Variável aleatória discreta: esperança (média), variância, desvio-padrão, coeficiente de variação e distribuição binomial. Distribuição normal.

 


Direito Administrativo

Direito administrativo como direito público. Objeto do direito administrativo. Conceito de administração pública sob os aspectos orgânico, formal e material. Fontes do
direito administrativo: doutrina e jurisprudência na formação do direito administrativo. Lei formal. Regulamentos administrativos, estatutos e regimentos; instruções; princípios gerais; tratados internacionais; costume. Ausência de competência: agente de fato. Hierarquia. Poder hierárquico e suas manifestações. Centralização e Descentralização da atividade administrativa do Estado. Administração pública direta e indireta. Terceiro setor (Leis 8.958/94, 9.790/1999 e 13.019/2014 e respectivas alterações.). Fatos da administração pública: atos da
administração pública e fatos administrativos. Formação do ato administrativo: elementos; procedimento administrativo. Ato administrativo: validade, eficácia e autoexecutoriedade. Classificação. Mérito do ato administrativo: discricionariedade. Teoria das nulidades no direito administrativo. Vícios do ato administrativo. Ato administrativo nulo, anulável e inexistente. Teoria dos motivos determinantes. Revogação, anulação e convalidação do ato administrativo. Licitações, contratos e convênios. Lei nº 8.666, de 21/06/1993. Instrução
Normativa SLTI/MPOG nº 2/2008 e alterações posteriores. Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 4/2014 da SLTI/MPOG e alterações posteriores. Lei nº 10.520, de 17/07/2002 e demais disposições normativas relativas ao pregão. Decreto nº 6.170, de 25/07/2007 e alterações. Portaria Interministerial nº 507, de 24/11/2011. Contratações sustentáveis (Decreto n 7.746/2012). Sistema de Registro de Preços. Poder de polícia: conceito; polícia judiciária e polícia administrativa; liberdades públicas e poder de polícia. Ciclo de Polícia. Serviços públicos: conceito, princípios, formas de prestação, classificação; concessão, permissão e autorização
(Lei nº 8.987, de 13/02/1995). Controle jurisdicional da administração pública no direito brasileiro. Responsabilidade civil do Estado e dos prestadores de serviços públicos: evolução, conceito e teorias. Ação e omissão. Responsabilidade civil, penal e administrativa do servidor. Agentes públicos: classificação; preceitos constitucionais. Regime jurídico: servidor público estatutário, empregado público e ocupante de cargo em comissão. Direitos, deveres e responsabilidades dos servidores públicos civis 19. Contratação Temporária. Lei
nº 8.112, de 11/12/1990 e alterações. Improbidade administrativa. Procedimento administrativo. Instância administrativa. Representação e reclamação administrativas. Pedido de reconsideração e recurso hierárquico próprio e impróprio. Prescrição administrativa. (Lei 9.784/99). 23. Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal (Decreto nº 1.171, de 22/06/1994 e Decreto nº 6.029, de 01/02/2007). Acesso à informação no âmbito da Administração Pública (Lei nº 12.527/2011 e Decreto nº 7.724/2012).

 

Direito Constitucional

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Princípios constitucionais. Aplicabilidade das normas constitucionais. Normas de eficácia plena, contida e limitada.
Normas programáticas. Constitucionalismo e neoconstitucionalismo: características e evolução histórica. Direito constitucional contemporâneo: conceitos fundamentais e a construção do novo modelo. Novos paradigmas de interpretação e a mutação constitucional. Direitos e garantias fundamentais. Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais.  Organização político-administrativa do Estado. Estado federal brasileiro, União. Administração pública. Disposições gerais, servidores públicos. Regras de organização do Estado na CF/88. Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário na Constituição. Atribuições e responsabilidades do presidente da República. Ordem Social na CF/88.

 

Legislação do Sistema de Aviação Civil (Especialista em Regulação de Aviação Civil)

Lei nº 7.565/1986. 2. Lei nº 10.871/2004. 3. Lei nº 11.182/2005. 4. Decreto nº 5.731, de 20 de março de 2006. 5. Lei nº 12.462/2011. 6. Decreto nº 65.144/1969.

 

Administração Pública

Administração Pública: teorias das organizações e da administração pública. Estrutura e função da administração pública. Eficiência, eficácia e efetividade na administração pública. Convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada. A evolução da Administração Pública e a reforma do Estado. Excelência nos serviços públicos. Ética no serviço público. Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal.

 

Informática Básica (para técnicos)

Fundamentos de sistemas operacionais e pacotes (família Windows). Conceitos e modos de utilização de ferramentas e aplicativos de navegação de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados à internet e intranet. Conceitos básicos de segurança da informação. Pacote Microsoft Office 2013.

 

Como funciona o curso de formação?

O curso de formação é exclusividade do cargo de Especialista em Regulação de Aviação Civil. O curso será ministrado em Brasília (DF), inclusive aos sábados, domingos, feriados ou em horário noturno, com duração mínima de 160 horas presenciais em tempo integral. Será regido por Edital e Regulamento próprios, que estabelecerão a frequência e o rendimento mínimos a serem exigidos e demais condições de aprovação. 

 

Qual a data da prova objetiva?

Ainda não se tem informações sobre datas de provas em um próximo concurso ANAC.

 

Qual a banca?

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

A banca responsável pelo último concurso ANAC foi a ESAF (Escola de Administração Fazendária). Para saber sobre essa e outras importantes instituições de todo o país, clique abaixo e acesse a análise completa de cada uma delas:

 

Como se preparar?

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais as melhores apostilas?

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendido, tanto melhor!

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para o concurso ANAC, com todos os conteúdos solicitados em todas as disciplinas.

Outra ótima opção é o Gran Cursos Online. Igualmente, tem material vasto para download, totalmente direcionado para o concurso ANAC. No Gran você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem um curso direcionado para o concurso ANAC. Além disso, o Estratégia tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha.

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

Curso Gran concurso ANAC

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

Provas anteriores concurso ANAC

 

Qual a previsão de próximo concurso?

Para acompanhar a evolução do edital do concurso ANAC, acesse nossa seção de concursos previstos. E para ler as notícias sobre os principais editais do país em andamento, fique de olho na seção de concursos abertos.

Não perca sua chance!

 

Checklist do candidato

Para saber se você tem mesmo o perfil do candidato para o concurso ANAC, faça uma rápida checklist:

  • Ter formação de Nível Médio ou Nível Superior.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

Se você está interessado em participar do concurso ANAC, turbine já seus estudos para sair na frente da concorrência. em breve deve haver novidades sobre a seleção da agência!

Para acompanhar todas as notícias do mundo dos concursos, acessar manuais e análises completas, além das melhores dicas de estudo, visite também nossas redes sociais.

Estamos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube. Curta e compartilhe conteúdo de qualidade com seus contatos!

Conte com a gente e bons estudos!

Planilha de Estudos

Planilha de Estudos

Com essa planilha você vai poder calcular automaticamente seu tempo ideal de estudos.

Ela foi criada com base no Método PQF para calcular o quanto você tem que estudar, levando em conta o peso de cada matéria, quantidade de horas necessárias e facilidade que você tem sobre cada uma.

Parabéns! agora você tem acesso a Planilha de Estudos!