Está aguardando o concurso CNPq? Pois saiba que, recentemente, o Conselho Nacional para Desenvolvimento Científico e Tecnológico reenviou seu requerimento para uma seleção pública ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPGO).

Isso quer dizer que em breve deve haver novidades sobre a publicação de um edital para preenchimento de vagas na agência de fomento à pesquisa ligada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Estima-se que serão oferecidas quase 300 vagas para os cargos de Assistente e Analista, para níveis Médio e Superior, respectivamente. Com salários entre R$ 2.800 e R$ 5.200, além de gratificações.

Se você busca informações sobre o concurso CNPq, chegou ao lugar certo! Neste artigo reunimos tudo que o concurseiro precisa saber sobre a seleção: quais as carreiras, suas atribuições, salário e benefícios, conteúdo das provas, estilo da banca, etc.

E mais dicas de estudo que vão ajudar a agilizar a aprovação!

Confira agora!

 

Principais informações sobre o Concurso CNPq

 

Quais as carreiras e atribuições?

O concurso CNPq que está por vir deve ofertar vagas para as carreiras de Assistente em Ciência e Tecnologia e Analista em Ciência e Tecnologia. Veja as principais atribuições de cada uma delas.

Assistente em Ciência e Tecnologia: programar, elaborar, organizar e/ou executar atividades de manutenção de bibliotecas, centros de documentação e arquivos, bem como dar suporte técnico às áreas de gestão, planejamento e infraestrutura.

Analista em Ciência e Tecnologia: analisar, desenvolver, coordenar, orientar, executar, acompanhar, avaliar e/ou divulgar estudos, programas, planos, projetos, sistemas e correlatos, nas áreas de gestão, planejamento e infraestrutura em ciência e tecnologia, bem como realizar atividades inerentes à área de administração.

 

Qual o nível de formação exigido?

A formação exigida no concurso CNPq é a seguinte:

  • Assistente em Ciência e Tecnologia: Nível Médio e, no mínimo 1 ano experiência em tarefas inerentes à classe.  
  • Analista em Ciência e Tecnologia: Nível Superior em qualquer área de formação.

 

Qual o período de inscrição e valor da taxa?

Ainda não há informações consolidadas sobre datas e valores no concurso CNPq 2018.

 

Qual o salário?

Os salários iniciais previstos para o concurso CNPq 2018 são:

  • Assistente em Ciência e Tecnologia: R$ 2.866,00
  • Analista em Ciência e Tecnologia: R$ 5.206,16

 

Quais os benefícios?

Além da remuneração mensal, os servidores do CNPq têm direito aos seguintes benefícios:

  • Auxílio-alimentação
  • Auxílio-transporte
  • Convênio Médico
  • Gratificações

 

Qual a lotação?

Os aprovados no concurso CNPq 2018 serão lotados na sede da agência, em Brasília (DF).

 

Qual a jornada de trabalho?

A jornada de trabalho dos servidores do CNPq é de 40 horas semanais (8 horas semanais).

 

Como é o dia a dia da função?

As funções exercidas tanto pelo Analista quanto pelo Assistente são vitais a evolução dos estudos realizados pelo CNPq e o bom funcionamento da agência. Suas tarefas buscam apoiar o trabalho de pesquisadores para o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia no país. Ou seja, são carreiras bastante gratificantes e enriquecedoras pessoal e culturalmente.

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

A carreira de Analista em Ciência e Tecnologia é constituída de 5 classes (I, II, III, IV e V), cuja progressão é feita mediante qualificação, tempo de atuação e o preenchimento de requisitos de avaliação interna.

Já a carreira de Assistente em Ciência e Tecnologia tem apenas 3 classes (I, II e III) e a progressão é feita mediante tempo de atuação e preenchimento de requisitos de avaliação interna.

 

Quantas são as vagas?

Estima-se que, no concurso CNPq 2018, serão oferecidas 299 vagas para os cargos de Assistente em Ciência e Tecnologia e Analista em Ciência e Tecnologia.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

O último concurso CNPq foi realizado em 2010, quando ofereceu 95 vagas — 49 para Assistente em Ciência e Tecnologia e 46 para Analista em Ciência e Tecnologia.

Na ocasião, houve um total de 12.270 inscritos: 7.234 para Assistente e 5.036 para Analista — uma média de 147,63 e 109,48 candidatos por vaga, respectivamente.

Aqui é importante lembrar que o número de inscritos, na verdade, passa longe da concorrência real, que é formada pelos candidatos realmente aptos a disputar uma vaga, que se prepararam adequadamente, com foco no edital.

E sabemos que estes, na maioria dos casos, representam, no máximo, 10% do total de inscrito.

É preciso considerar, ainda, o índice de abstenção (candidatos que não comparecem no dia da prova), que costuma chegar a 30% do total.

Então, não se assuste, pois você estará disputando com um montante muito menor de candidatos do que imagina. Além disso, para quem está bem preparado, não há desafio que não possa ser superado!

 

Quais as etapas do edital?

O edital do último concurso CNPq, em 2010, teve três etapas:

 

Como são as provas?

A prova objetiva do concurso CNPq contou com 50 questões de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos.  As questões foram constituídas de itens para julgamento de Certo e Errado, de acordo com os comandos a que se refere o item.

A prova de Conhecimentos Básicos versou sobre as seguintes disciplinas:

Já a prova de Conhecimentos Específicos trouxe questões sobre temas pertinentes às atividades desempenhadas por cada uma das carreiras.

A prova discursiva consistiu em uma redação dissertativa de até 30 linhas sobre um tema proposto pela banca examinadora e constante do conteúdo programático de Conhecimentos Específicos.

A avaliação de títulos, aplicada apenas para cargos de Nível Superior, seguiu o quadro de atribuição de pontos abaixo:

 

Qual o conteúdo programático?

Confira todos os tópicos solicitados no último concurso CNPq para os cargos de Assistente em Ciência e Tecnologia e Analista em Ciência e Tecnologia.

 

Conhecimentos Básicos

 

Língua Portuguesa (para todos os cargos)

Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. Domínio da ortografia oficial: emprego das letras; emprego da acentuação gráfica. Domínio dos mecanismos de coesão textual: emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual; emprego/correlação de tempos e modos verbais. Domínio da estrutura morfossintática do período: relações de coordenação entre orações e entre termos da oração; relações de subordinação entre orações e entre termos da oração; emprego dos sinais de pontuação; concordância verbal e nominal; emprego do sinal indicativo de crase; colocação dos pronomes átonos. Reescritura de frases e parágrafos do texto: substituição de palavras ou de trechos de texto; retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade. Correspondência oficial: adequação da linguagem ao tipo de documento; adequação do formato do texto ao gênero.

 

Conhecimentos de Informática (para todos os cargos)

Conceitos básicos de informática, componentes funcionais de computadores (hardware e software), periféricos e dispositivos de entrada, saída e armazenamento de dados. Conceitos básicos e características do sistema operacional Windows. Noções dos ambientes Microsoft Office, BR Office e software livre. Conceitos relacionados a intranet e à Internet. Navegadores. Correio eletrônico. Conceitos e funções de aplicativos de editores de texto, planilhas eletrônicas e apresentações. Conceitos de organização e de gerenciamento de arquivos e pastas. Segurança da informação (comportamento do usuário). Atualidades (para todos os cargos): Tópicos relevantes e atuais de diversas áreas, tais como segurança, transportes, política, economia, sociedade, educação, saúde, cultura, ciência, tecnologia, inovação, energia, relações internacionais, desenvolvimento sustentável e ecologia, suas inter-relações e suas vinculações históricas.

 

Língua Inglesa (apenas para o cargo de Analista)

Compreensão de texto escrito em língua inglesa. Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.

 

Língua Espanhola (apenas para o cargo de Analista)

Compreensão de texto escrito em língua espanhola. Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.  

 

Conhecimentos Específicos

 

Analista em Ciência e Tecnologia

Análise, coordenação e acompanhamento de projetos de pesquisa e desenvolvimento em ciência e tecnologia. Políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação. Políticas de incentivos fiscais. Fiscalização e auditoria de empresas. Política de incentivos em ciência e tecnologia e inovação tecnológica. Legislação empresarial. Análise e prospecção de mercado em ciência, tecnologia e inovação. Metodologias de planejamento e avaliação de projetos de pesquisa e desenvolvimento. Dimensões política, social, econômica, epistemológica das atividades de ciência e tecnologia. Implicações sociais da ciência e da tecnologia. Capacitação tecnológica e competitividade. Organização institucional e dinâmica do Sistema de Ciência e Tecnologia no Brasil (incluindo os programas de desenvolvimento regional). Planejamento estratégico e gestão de ciência e tecnologia. Critérios, mecanismos e procedimentos de fomento à ciência, à tecnologia e à inovação. Questões da atualidade em ciência, tecnologia e inovação. Lei nº  8.666/1993: licitação — princípios, modalidades, dispensa e inexigibilidade.

 

Noções de Direito Administrativo

Regime jurídico dos servidores públicos civis da União (Lei nº 8.112/1990 e alterações) — disposições preliminares, provimento, vacância, direitos e vantagens, regime disciplinar. Lei nº 9.784/1999. Lei nº 11.416/2006. Lei Complementar nº 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal) — disposições preliminares (arts. 1º e 2º), despesa pública (arts. 15 a 24), relatório resumido da execução orçamentária (arts. 52 e 53), relatório de gestão fiscal (arts. 54 e 55), prestação de contas (arts. 56 e 57). Decreto nº 6.170/1997 e Portaria nº 127/2008 (transferências de recursos na administração pública).

 

Noções de Direito Constitucional

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, emendas constitucionais e emendas constitucionais de revisão. Princípios fundamentais. Direitos e garantias fundamentais. Organização do Estado. Seção III, Capítulo IV: Da Ciência e Tecnologia.

 

Noções de Administração Pública

Estrutura e estratégia organizacional. Administração pública: do modelo racional legal ao paradigma pós-burocrático. Empreendedorismo governamental e novas lideranças no setor público. Convergências e diferenças entre a gestão pública e a gestão privada. Novas tecnologias gerenciais: gestão da qualidade, impactos sobre a configuração das organizações públicas e sobre os processos de gestão. Excelência nos serviços públicos. Gestão de resultados na produção de serviços públicos. Gestão de programas e projetos em ciência, tecnologia e inovação. Ferramentas de acompanhamento e avaliação: construção de indicadores, prospecção e avaliação de cenários. O paradigma do cliente na gestão pública. Gestão estratégica. Tecnologia da informação, organização e cidadania. Comunicação na gestão pública e gestão de redes organizacionais. Planejamento estratégico. Noções de administração de material. Funções e objetivos da administração de materiais. Classificação e especificação de materiais. Compras. Registros. Cadastro de fornecedores. Acompanhamento de pedidos. Licitações: conceito, objeto, finalidades, princípios, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, vedação, modalidades, procedimentos, fases, revogação, invalidação, desistência e controle. Princípios de programação orçamentária.

 

Noções de Contabilidade Pública

Noções de organização e métodos. Propriedade industrial e intelectual. Noções de estatística. Redação de pareceres, notas técnicas, termos de referência e instrumentos editalícios. Noções das áreas do conhecimento conforme classificação do CNPq.

 

Ética no Serviço Público

Comportamento profissional, atitudes no serviço, organização do trabalho, prioridade em serviço.

 

Assistente em Ciência e Tecnologia

 

Noções de Direito Constitucional

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, emendas constitucionais e emendas constitucionais de revisão. Princípios fundamentais.  Direitos e garantias fundamentais. Organização do Estado. Seção III, Capítulo IV: Da Ciência e Tecnologia. Noções de direito administrativo. Regime jurídico dos servidores públicos civis da União (Lei nº 8.112/1990 e alterações): disposições preliminares, provimento, vacância, direitos e vantagens, regime disciplinar.  Licitação: princípios, modalidades, dispensa e inexigibilidade.

 

Noções de Arquivologia

Conceitos fundamentais de arquivo: arquivos correntes, intermediários e permanentes, protocolo, código de classificação, tabela de temporalidade. Noções básicas de conservação e preservação de documentos. Noções de pesquisa na Internet. Noções de métodos de arquivamento. Relacionamento interpessoal e comportamento profissional.

 

Ética no serviço público

Comportamento profissional, atitudes no serviço, organização do trabalho, prioridade em serviço.

 

Noções de Orçamento e Contabilidade Pública

Noções de administração de material. Funções e objetivos da administração de materiais. Classificação e especificação de materiais. Compras. Registros. Cadastro de fornecedores. Acompanhamento de pedidos. Licitações: conceito, objeto, finalidades, princípios, obrigatoriedade, dispensa, inexigibilidade, vedação, modalidades, procedimentos, fases, revogação, invalidação, desistência, controle, sistema de cadastramento de fornecedor (SICAF), regularidade fiscal. Lei Complementar nº 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal) — disposições preliminares (arts. 1º e 2º), despesa pública (arts. 15 a 24), relatório resumido da execução orçamentária (arts. 52 e 53), relatório de gestão fiscal (arts. 54 e 55), prestação de contas (arts. 56 e 57). Decreto nº 6.170/1997 e Portaria nº 127/2008 (transferências de recursos na administração pública).  

 

Qual a data da prova objetiva?

Ainda não há informações consolidadas sobre datas e provas no concurso CNPq 2018.

 

Qual a banca?

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

O último concurso CNPq, realizado em 2010, foi organizado pela Cespe/Cebraspe (à época, Cespe/UnB). No entanto, não se sabe ainda qual instituição ficará a frente de uma futura seleção. Por isso, aproveite para saber mais sobre as principais do país:

 

Como se preparar?

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais as melhores apostilas?

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendido, tanto melhor!

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para o, com todos os conteúdos solicitados em todas as disciplinas do concurso CNPq.

Outra ótima opção é o Gran Cursos Online. Igualmente, tem material vasto para download, totalmente direcionado para o concurso CNPq. No Gran você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem um curso direcionado para o concurso CNPq. Além disso, o Estratégia tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha.

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

Curso Gran para concurso CNPq

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

Provas anteriores concurso SNPqEdital anterior concurso CNPq

 

Qual a previsão de próximo concurso?

Para acompanhar a evolução do edital do concurso CNPq, acesse nossa seção de concursos previstos. E para ler as notícias sobre os principais editais do país em andamento, fique de olho na seção de concursos abertos.

Não perca sua chance!

 

Checklist do candidato

Para saber se você tem mesmo o perfil do candidato para o concurso CNPq, faça uma rápida checklist:

  • Ter formação de níveis Médio ou Superior.
  • Ter disponibilidade para morar em Brasília (DF).
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

Ficou interessado no concurso CNPq 2018? Tem os requisitos necessários? Está pronto para o desafio? Então o melhor é começar já sua preparação para não ser pego de surpresa pelo lançamento do edital.

Acesse nossas redes sociais para ter mais dicas de estudo e notícias sobre o mundo concurseiro: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Conte com a gente e bons estudos!

Planilha de Estudos

Planilha de Estudos

Com essa planilha você vai poder calcular automaticamente seu tempo ideal de estudos.

Ela foi criada com base no Método PQF para calcular o quanto você tem que estudar, levando em conta o peso de cada matéria, quantidade de horas necessárias e facilidade que você tem sobre cada uma.

Parabéns! agora você tem acesso a Planilha de Estudos!