Concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal

 

Você já sabe que já saiu um concurso para a Câmara Legislativa do Distrito Federal, não é mesmo?

E provavelmente se encantou com a remuneração e está em busca de informações que possam te guiar nesta jornada de preparação.

E foi justamente para te ajudar que elaboramos esse artigo.

Quer saber como?

Reunimos as principais informações que você precisa saber para que o sucesso seja uma consequência certa do seu esforço e dedicação.

Sabe quais informações são essas?

São informações relevantes sobre os cargos, como as funções, jornadas de trabalho, salários e cargos em comissão.

Além disso, vamos apresentar te mostrar como se preparar de forma adequada para o concurso!

Isso mesmo que você entendeu, iremos revelar como estudar mesmo antes do conteúdo programático ter sido disponibilizado através do edital.

Dessa forma, suas chances de sucesso aumentam e você consegue se destacar entre os candidatos, mesmo em um concurso tão concorrido.

Também iremos apresentar como foram as provas do último concurso, quantidade de vagas, informações sobre a banca organizadora entre muitas outras coisas acerca do certame.

Resumindo, aqui encontrará realmente tudo que precisa de informações sobre o concurso da CLDF.

Pronto para se surpreender?

Então vamos lá!

Para aqueles que querem ir diretamente pra uma dúvida específica, colocamos abaixo os principais links, é só clicar:

 

Saiu o Edital!

 

Foi publicado  três editais dos Concursos da Câmara Legislativa do Distrito Federal, destinados à candidatos com Níveis Médio e Superior, para diversas funções.

 

Vagas

 

Serão disponibilizadas 81 vagas distribuídas de acordo com os seguintes cargos:

 

  • Nível Superior
  • (Edital 1) Consultor Legislativo nas área de:

 

Constituição e Justiça 05
Desenvolvimento Urbano 02
Direitos Humanos e Cidadania 01
Educação, Cultura e Desporto 01
Finanças Públicas 01
Meio Ambiente 01
Regulação Econômica 02
Saúde 02
Tributação 01
Redação Parlamentar 01

 

  • (Edital 2) Consultor Técnico Legislativo nas especialidades:

 

Administrador 04
Arquiteto 01
Arquivista 01
Assistente Social 01
Bibliotecário 01
Contador 04
Economista 01
Enfermeiro 02
Engenheiro Civil 01
Engenheiro Eletricista 01
Médico – Ambulatorial/Perito 02
Médico do Trabalho 01
Odontologista – Perito 01
Pedagogo 01
Psicólogo – Área Organizacional 01
Psicólogo – Área Clínico/Perito 01
Revisor de Texto 01
Técnico em Comunicação Social – Jornalista 01
Técnico em Comunicação Social – Relações Públicas 02
Técnico em Comunicação Social – Publicitário 01
Técnico em Comunicação Social – Produtor de Multimídia 01
Analista de Sistemas – Área 1 01
Analista de Sistemas – Área 2 01
Analista de Sistemas – Área 3 01
Analista de Sistemas – Área 4 03
Taquígrafo – Especialista 01

 

  • (Edital 3) – Nível Médio

 

Técnico Legislativo 20
Técnico de Arquivo e Biblioteca 01
Secretário 01
Fotógrafo 01
Técnico de Enfermagem 02
Técnico em Manutenção e Operação de Equipamentos Visuais 02

 

Remuneração

 

As remunerações iniciais são de R$ 10.650,18 para os cargos de nível médio e de R$ 15.879,40 para os cargos de nível superior.

 

Etapas

 

Os concursos serão compostos pelas seguintes etapas:

 

Para os cargos de Técnico Legislativo:

  • Provas Objetivas
  • Provas Discursivas ou Provas Práticas

 

Para os cargos de Consultor Legislativo e Consultor Técnico-Legislativo:

  • Provas Objetivas;
  • Provas Discursivas;
  • Provas de Títulos.

 

Inscrições

 

As inscrições deverão ser realizadas por internet, através do endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br, das 10h00 do dia 14 de setembro de 2017 às 14h00 do dia 16 de outubro de 2017.

Os valores das taxas de inscrições são:

  • R$ 63,00 – para os cargos de Nível Médio
  • R$ 88,00 – para os cargos de Nível Superior

O que é a Câmara Legislativa do Distrito Federal?

 

É o órgão que representa o Poder Legislativo de Brasília através de 24 deputados distritais.

Apresenta uma peculiaridade, uma vez que o DF absorve as funções de Estado e de Município, a Casa Legislativa segue do mesmo modo, atuando como um misto de Assembleia Estadual e Câmara Municipal.

 

Quais os cargos disponíveis e área de atuação?

 

A grosso modo, os servidores da CLDF estão divididos em 4 cargos:

Técnico Legislativo: Para assumir este cargo é necessário ter concluído o ensino médio.

Consultor Legislativo: Para assumir este cargo é necessário ter concluído qualquer curso de nível superior, independente da área.

Consultor Técnico Legislativo Para assumir este cargo é necessário ter concluído um curso de nível superior em uma área específica, de acordo com a área de atuação desejada.

Procurador: Para assumir este cargo, é necessário ser Bacharel em Direito com inscrição ativa na OAB.

Além disso, também existem alguns cargos para o nível fundamental. Entretanto, como não será disponibilizado vagas inferior ao nível médio no próximo concurso, não será abordado neste artigo.

Sobre as áreas de atuação e especialização, existe uma grande diversidade.

Mas falaremos melhor sobre isso logo mais.

 

Qual o salário inicial e final de um servidor da CLDF?

 

Em outubro de 2016 houve um aumento de 8% no valor da remuneração, sendo que em outubro de 2017 haverá outro reajuste de 5% e, por fim, mais 5% de reajuste em outubro de 2018.

Sendo assim, confira abaixo a remuneração inicial e final de cada cargo que será fixada em 2018. A remuneração informada corresponde ao somatório do vencimento com o GAL (Gratificação de Atividade Legislativa).

Técnico Legislativo
Remuneração inicial: R$ 11.182,69
Remuneração final: : R$ 20.612,14

Consultor Legislativo
Remuneração inicial: R$ 16.673,35
Remuneração final: : R$ 30.732,64.

Consultor Técnico Legislativo
Remuneração inicial: R$ 16.673,35
Remuneração final: : R$ 30.732,64.

Procurador
Remuneração inicial: R$ 16.673,35
Remuneração final: : R$ 30.732,64.

Achou o salário tentador?

Acredite, isso não é nada perto do que você pode alcançar ao ocupar um dos cargos em comissão.

Curioso para descobrir quais são esses cargos, certo?

Não se preocupe que logo iremos explicar detalhadamente cada cargo que você pode conquistar.

 

Qual os benefícios de um servidor da CLDF?

 

Além do plano de saúde, o servidor da Câmara Legislativa do Distrito Federal conta com um auxílio pré-escolar com um valor máximo R$ 753,71 e um auxílio-alimentação fixado em R$ 1.184,92.

O servidor da CLDF também recebe um adicional de qualificação, que pode aumentar até 15% do valor total da remuneração recebida.

E como funciona o adicional de qualificação?

Esse adicional é oferecido para pessoas que apresentam qualificações superiores as que o cargo exige. As duas principais situações em que isso ocorre são as seguintes:

1- O servidor que ocupar um cargo de nível médio, mas apresente formação de nível superior terá direito de receber esse adicional.

2- O servidor que possuir duas ou mais graduações diferentes ou possuir mestrado ou doutorado, também terá direito a receber essa bonificação que, como já informado, pode variar de acordo os títulos adicionais que o servidor apresentar.

E mesmo que você ainda não possua nenhuma qualificação adicional, pode conquistar no decorrer da sua carreira, uma vez que terá direito ao afastamento remunerado de até 04 anos para realizar um doutorado e de até 03 anos para realizar um mestrado.

Ser servidor da Câmara Legislativa do Distrito Federal é ter a certeza que poderá, em qualquer momento, avançar e se aprimorar em sua área de atuação sem precisar abrir mão da remuneração recebida em seu cargo.

Outro grande benefício é a licença prêmio, recebida a cada 05 anos de exercício da profissão que lhe dará direito de uma licença remunerada de 03 meses.

Também existe o direito ao abono de ponto anual, que garante o direito de 5 dias de abono. Em geral esse benefício é usado próximos de feriados ou no final do ano.

Por fim, como sabemos, os deputados interrompem suas atividades durante o mês de julho e no final do ano, do dia 16 de dezembro até 31 de janeiro.

Com isso, a carga de trabalho diminui de maneira significativa e não se faz necessário todo o quadro de servidores para o desempenho das poucas funções existentes nesse período.

Sendo assim, é comum os servidores se alinharem para trabalhar em turnos nesse período, usufruindo de um descanso adicional além das férias.

Além de todos esses benefícios, ainda existem cargos em comissão, como veremos agora.

 

Quais os cargos em comissão da CLDF?

 

Dentre todas as câmaras de deputados da união, não existe remuneração tão gratificante como as oferecidas pela CLDF.

Abaixo mencionaremos os todos os cargos em comissão que você poderá ocupar, desde cargos de topos de carreira, até os disponíveis para quem acabou de ingressar.

É importante mencionar que os cargos estão disponíveis tanto para os cargos de nível superior quanto de nível médio.

Nível: Cne-02
Remuneração: R$ 15,150,65
Cargos: Secretário Geral, Secretário Executivo e Procurador Geral.

Nível: Cne-01
Remuneração: R$ 14.203,77
Cargos: Chefe de Gabinete de Membro de Mesa, Diretor, Secretário Legislativo, Assessor de Regulação de Trabalhos Legislativos e Chefe de Assessoria.

Nível: CL-15
Remuneração: R$ 12.097,97
Cargos: Chefe de Divisão, Coordenador, Assessor Especial e Gerente-Coordenador.

Nível: CL-14
Remuneração: R$ 10.888,16
Cargos: Chefe de Unidade, Presidente (CPL), Assessor de Membro da Mesa Diretora, Assessor Chefe de Gabinete, Secretário de Comissão, Assessor Especial, Assessor de diretor, Assessor de Gabinete da Mesa Diretora e Assessor da Procuradoria Geral

Nível: CL-13
Remuneração: R$ 9.799,34
Cargos: Diretor, Chefe de Setor, Chefe de Seção e Coordenador.

Nível: CL-12
Remuneração: R$ 8.819,40
Cargos: Membro Titular, Assessor de Coordenadoria, Assessor Jurídico e Assessor.

Nível: CL-11
Remuneração: R$ 7.937,45
Cargos: Assessor de Comissão e Assessor.

Nível: CL-10
Remuneração: R$ 7.143,70
Cargos: Assessor e Assessor de Chefe de Setor.

Nível: CL-06
Remuneração: R$ 4.686,96
Cargos: Assessor.

Nível: CL-04
Remuneração: R$ 3.796,42
Cargos: Assessor de Distribuição de Proposições, Assessor de Apoio as Atividades de Plenário, Assessor de Cerimonial e Assessor de Acompanhamento de Obras e Serviços.

Nível: CL-03
Remuneração: R$ 3.416,77
Cargos: Assessor, Assessor de Manutenção, Chefe de Núcleo e Cargo em Comissão de Supervisão.

Nível: CL-02
Remuneração: R$ 3.075,10
Cargos: Chefe do Núcleo de Apoio Administrativo e Cargo em Comissão de Assessoramento.

Nível: CL-01
Remuneração: R$ 2.767,59
Cargos: Assessor e Cargo em Comissão de Assistência.

Como mencionamos, é impressionante a quantidade e remunerações dos cargos em comissão. E acredite, conseguir um pode ser muito mais simples do que você pensa.

Basta executar de forma satisfatória suas atividades e funções referentes ao cargo para se destacar e conquistar um dos cargos acima, cada qual ao seu tempo de exercício da profissão.

 

Qual a jornada de trabalho?

 

Apesar das 40 horas semanais informadas no edital, o servidor da CLDF apresenta uma flexibilidade em determinar seu horário de trabalho, sendo possível fazer um horário corrido ou mesmo trabalhar apenas em determinado período.

O servidor do DF consegue ter uma qualidade maior de vida, uma vez que é possível perfeitamente conciliar seu trabalho com outras atividades.

 

Qual o plano de carreira?

 

Os servidores da Câmara Legislativa do Distrito Federal são classificados em quatro classes: Classe A, Classe B, Classe C e Classe Especial.

Cada classe é composta por 6 subdivisões, sendo que a progressão da carreira ocorre anualmente, ou seja, todo ano você avança uma subdivisão até chegar a Classe Especial.

 

Qual a concorrência do último concurso?

 

O último concurso foi realizado em 2005 e contou com 75.741 candidatos para 120 vagas, ou seja, 631 candidatos por vaga.

O cargo de técnico administrativo com atribuição em técnico legislativo foi o mais procurado, com 21 mil inscritos, seguido pela atribuição de policial legislativo, com mais de 19 mil candidatos.

Pode parecer um número absurdo e que garantir uma vaga é missão impossível, mas a realidade não é assim.

Se você começar desde já a intensificar seus estudos, existem chances reais de conquistar uma vaga nesse concurso.

A grande maioria das pessoas esperam o lançamento do edital para darem início a maratona de estudos e essa é a razão pela qual o concurso conta com um grande número de candidatos despreparados e que só servem para as estatísticas.

 

Quando será realizado o concurso?

 

No dia 14 de julho de 2016 foi autorizado a realização do concurso. Entretanto o edital ainda não foi lançado, mas acredita-se que esteja disponível ainda no primeiro semestre de 2017.

Outro detalhe é que, por lei, os concursos do DF são obrigados a aguardar um período mínimo de 90 dias para a realização da prova após a publicação do edital.

É claro que este período não é suficiente para absorver de maneira satisfatória todo o conteúdo, mas pode ser um diferencial para aprimorar matérias mais específicas que resolva deixar para essa fase final.

De qualquer forma, se quiser ter reais chances, você deve começar desde já a sua programação de estudos, caso contrário poderá ser tarde demais para você.

 

Qual a quantidade de vagas que serão ofertadas?

 

Foi autorizado o preenchimento de 70 vagas, sendo 40 para o nível médio e 30 para o nível superior.

Apesar disso, é possível que a quantidade de vagas disponibilizadas seja inferior a quantidade de vagas autorizadas.

O número exato só será realmente conhecido após a publicação do edital.

 

Para quais áreas serão ofertadas essas vagas?

 

Não é possível informar quais as áreas serão disponibilizadas dentro das vagas disponíveis.

Apesar disso, de acordo com um levantamento realizado pela Câmara Legislativa em 2016, é possível termos uma noção das categorias mais prováveis.

As tabelas abaixo mostram todas as categorias e vagas disponíveis:

TÉCNICO LEGISLATIVO  
CATEGORIANº CARGOSVAGAS ABERTAS
Técnico Legislativo12885
Agente de Polícia Legislativa9248
Secretário3815
Técnico Arquivo e Biblioteca3410
Técnico de Enfermagem83
Gráfico (Impressor)72
Técnico Gráfico52
Técnico Higiene Dental22
Técnico de Contabilidade101
Técnico Informática / Manutenção41
Taquígrafo300
Técnico Informática / Programação80
Desenhista50
Fotógrafo40
Locutor30
Téc. Manut. e Operação de Equip. Audiovisuais20
Técnico Custos Gráficos e Editoriais10
Técnico Segurança do Trabalho10
CONSULTOR TÉCNICO LEGISLATIVO  
CATEGORIANº CARGOSVAGAS ABERTAS
Administrador3024
Traquígrafo Especialista3017
Téc. Comunicação Social / Jornalismo1810
Analista de Sistema219
Revisor de Texto158
Psicólogo96
Economista115
Bibliotecário95
Arquivista75
Médico164
Enfermeiro74
Pedagogo52
Engenheiro Civil42
Odontologista32
Inspetor de Polícia Legislativa32
Revisor Traquigráfico151
Estatítico81
Assistente Social71
Contador61
Médico do Trabalho21
Sociólogo21
Arquiteto21
Téc. Comunicação Social / Rel. Públicas21
Engenheiro de Transportes11
Engenheiro Eletricista11
Engenheiro Agrônomo10
Médico Sanitarista10
Ecólogo10
PROCURADOR LEGISLATIVO  
CATEGORIANº CARGOSVAGAS ABERTAS
Procurador Legislativo2917
Consultor Legislativo  
CATEGORIANº CARGOSVAGAS ABERTAS
Área sem Especificação3030
Processo Legislativo200
Constituição e Justiça50
Desenvolvimento Urbano40
Finanças Públicas30
Direitos Humanos e Cidadania20
Economia, Orçamento e Finanças20
Meio Ambiente20
Redaçãp Parlamentar20
Saúde20
Tributação e Orçamento Público20
Assuntos Sociais10
Sociedade e Minorias10
Educação, Cultura e Desporto00

Mesmo que não haja vagas em sua área, não desanime, pois existem vagas sem especificação de curso disponíveis.

Ou seja, não existem desculpas para você não iniciar, desde já, seus estudos.

 

Qual será a banca organizadora?

 

Não existe um padrão de banca organizadora, sendo que o último certame foi realizado pela Cespe/UnB.

Entretanto, por se tratar de um concurso local, existem outras fortes bancas concorrentes, como a Fundação Universa, Iades ou Instituto Quadrix.

De qualquer forma, não se fixe a esse detalhe, pois para um candidato bem preparado nenhuma banca será empecilho para o triunfo na missão em tomar posse como servidor da CLDF.

Ou seja, neste momento, preocupe-se em começar imediatamente, caso ainda não tenha feito, seus estudos.

 

Como foi a última prova realizada?

 

A prova objetiva de todos os cargos e áreas de atuação contou com 120 questões, divididas entre 70 questões específicas e 50 questões básicas.

Outro fator comum em todas as áreas é a avaliação de títulos, de caráter classificatório.

Com relação a outras fases, houve diferenças entre cada cargo, como verá a seguir:

Consultor Legislativo – Todos as áreas com exceção da Redação Parlamentar

Prova discursiva: Minuta de proposição com justificação

Prova prática: 2 Pareceres:
– 1 Voto em parecer de mérito
– 1 Voto em parecer de admissibilidade

É provável que as provas práticas sejam substituídas por provas discursivas mais elaboradas, ou seja, no lugar de um parecer verbal é provável que seja exigido um parecer escrito.

Afinal, atualmente existe uma preocupação cada vez mais crescente com o nível do conhecimento do candidato acerca da língua portuguesa.

Consultor Legislativo – Redação Parlamentar

Prova discursiva: Redação

Prova prática: 2 Discursos:
– 1 Discurso favorável
– 1 Discurso contrário

Como já mencionado, é provável que a prova prática deixe de existir e dê lugar a provas discursivas mais elaboradas.

Consultor Técnico Legislativo – Inspetor de Polícia

Prova discursiva: Redação

Demais fases eliminatórias: Avaliação psicológica, TAF, inspeção de saúde e avaliação de conduta e idoneidade moral.

Última etapa Treinamento com duração de 400 horas de carácter classificatório e eliminatório.

Consultor Técnico Legislativo – Revisor de Texto

Prova prática: Revisão de 4 documentos
– Revisão de 1 documento sem original
– Revisão de 3 documentos com original

Consultor Técnico Legislativo – Demais Áreas

Prova discursiva: Redação

Técnico Legislativo – Com exceção de Policial Legislativo

Prova discursiva: Redação Oficial

Prática de informática: Como atualmente a informática é bem difundida, ou seja, qualquer pessoa domina as técnicas básicas, é provável que não haja mais a necessidade de prática de informática no próximo concurso.

Técnico Legislativo – Policial Legislativo

Prova discursiva: Redação

Demais fases eliminatórias: Avaliação psicológica, TAF, inspeção de saúde e avaliação de conduta e idoneidade moral.

Última etapa Treinamento com duração de 00 horas de carácter classificatório e eliminatório.

 

Quais matérias devo estudar?

 

Cada área dentro de um cargo apresenta uma prova de conhecimentos específicos, de acordo com a especialização. Sendo assim, é complicado mencionar cada área específica e, portanto, iremos abordar as áreas abrangente de todas as categorias.

Se você quiser direcionar desde já seus estudos para uma área específica, clique aqui e consulte o conteúdo programático da sua área no edital do último concurso.

Apesar de termos uma ideia das vagas que serão disponibilizadas de acordo com o déficit de servidores, não é possível afirmar com certeza quais as categorias serão disponibilizadas.

Mas isso jamais poderá ser razão para você aguardar o edital para iniciar seus estudos pois como já mencionado, três meses não é tempo suficiente para tal.

Sendo assim, iremos indicar as matérias que caíram em todas as provas do último concordo e é quase certo que cairá no próximo.

Todas as matérias a seguir servem tanto para o nível médio quanto para o superior.

Português é uma matéria indispensável em qualquer concurso e não seria diferente neste. No último concurso 20 das 50 questões básicas eram relacionadas ao português.

Além disso, acredita-se que a discursiva terá um nível mais elevado que no último concurso, logo o pleno conhecimento acerca da Língua Portuguesa se tornar ainda mais fundamental.

O Direito Constitucional é outra matéria que certamente será cobrada, principalmente com foco no Poder Legislativo e Processo Legislativo.

É claro que não irá se focar apenas nesses dois itens, mas se trata de um concurso para o legislativo, logo é certo que esses conteúdos serão mais cobrados que os demais.

No Direito administrativo, assim como o direito constitucional, o foco maior também deverá ser no Poder Legislativo e Processo Legislativo.

A Lei Orgânica do DF cai em todos os concursos do Distrito Federal, então muito provavelmente não ficará fora deste.

O Regimento Interno da CLDF é de extrema importância, afinal é onde está disciplinado todo o processo legislativo.

A Lei complementar nº 13/1996 define o processo legislativo e foi cobrada nas provas de todas as áreas no último concurso.

A Lei Complementar nº 40/2011 obviamente não caiu no último concurso, afinal ela é posterior ao edital, mas por ser o estatuto dos servidores do DF é cobrada em quase todos os concursos do DF, o que também deverá ocorrer no concurso da CLDF.

Um cronograma de estudo comprometido e organizado fará toda a diferença em sua preparação e desde ser iniciado desde já.

Se você se preparar bem nessas matérias e aguardar o edital apenas para se focar nas matérias específicas da área escolhida, pode acreditar que estará se destacando dentre tantos candidatos.

É um concurso com uma remuneração excelente, como já foi amplamente mencionado. E com isso irá trazer muitos candidatos, principalmente aventureiros.

Se você não quer ser apenas mais um número nas estatísticas, foco e dedicação serão necessários para garantir uma das vagas.

 

Existe um cadastro de reserva?

 

O certame apresenta uma validade de 2 anos e pode ser prorrogado por mais dois.

Como vimos, existe atualmente 389 vagas abertas, o que significa que existe grande probabilidade da convocação além das vagas imediatas.

Sendo assim, se você não iniciou seus estudos, não perca tempo e comece já. Somente os mais preparados irão garantir sua vaga e esperar o edital ser lançado para iniciar os estudos por ser a razão do seu fracasso.

Depois de tudo que apresentamos, você certamente entendeu a razão do concurso apresentar uma concorrência tão elevada, afinal quem não sonha com todos os benefícios apresentados para o servidor da CLDF?

Mas nunca use a concorrência como fator desmotivador, mas sim como motivo para se jogar de cabeça nos estudos, afinal, com dedicação, esse cargo pode sair dos seus mundos dos sonhos para se tornar realidade.

Quem nos acompanha, sabe que deixamos claro a importância de optar, nessa fase de estudos, por um curso preparatório com professores qualificados que irão te orientar a seguir no caminho certo.

Não falamos sempre isso com o intuito de vender cursos, mas realmente seguir esse caminho sozinho pode te levar a pegar estradas erradas, já que o conteúdo, sem ser direcionado, pode ser extenso ao ponto de levar anos para conseguir absorver de forma satisfatória.

Sendo assim, optar por um curso preparatório é ter alguém para pegar na sua mão e te guiar por atalhos que você chegue até o sucesso de maneira mais rápida.

Na internet existem diversas opções, algumas muito boas, outras de qualidade duvidosa. Nós, do Próximos Concursos, gostamos de indicar o Estratégia Concursos, pelo reconhecimento que possui no segmento e o grande número de alunos aprovados.

E se quiser comprovar por si mesmo o que estamos falando, clique aqui agora e conheça os cursos do Estratégia. Se em 30 dias você perceber que não é o que você esperava, não terá nenhum gasto referente a esse período.

Mesmo que opte por outro curso preparatório, não há problema. O importante é que você comece desde já a correr atrás do seu sucesso.

Se restou qualquer dúvida sobre o concurso, deixe nos comentários, uma vez que nossa equipe está totalmente a disposição para te ajudar nessa fase.

O teu sucesso é o que realmente importa para a gente.

Boa Sorte!

[Total: 0    Média: 0/5]