Após meses de espera pela reabertura das inscrições do Concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (Concurso CLDF 2018), os concurseiros podem se animar, pois a espera está chegando ao fim…

O edital pode sair a qualquer momento!

Mas antes, vamos relembrar os acontecimentos que envolveram o Concurso CLDF 2018 nos últimos meses?

 

Edital publicado em Agosto

 

Nos dias 21 e 28 de Agosto do ano passado (2017), foram publicados 03 editais para o tão esperado Concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal, porém no dia 31 do mesmo mês os concurseiros foram pegos de surpresa com a suspensão do Concurso.

 

Suspensão do Concurso CLDF

 

Em 31 de agosto foi concedida medida cautelar pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal, suspendendo temporariamente o Concurso Público da Câmara Legislativa do Distrito Federal, organizado pela banca FCC – Fundação Carlos Chagas.

A suspensão temporária se deu através de uma denúncia apresentada pelo Instituto Quadrix e pela Funrio, alegando irregularidades na contratação da Banca, e consequentemente, solicitando apuração nos fatos relacionados à contratação da mesma.

 

Parecer do Tribunal de Contas do Distrito Federal

 

No início de outubro de 2017 o TCDF publicou uma declaração referente aos boatos que circulavam pela internet a respeito do Concurso. Confira a declaração:

A respeito de informações que têm circulado sobre o Processo 17107/2017, que trata do concurso da Câmara Legislativa do Distrito Federal, o Tribunal de Contas do DF esclarece que:

– Não é verídica a informação veiculada nesta terça-feira, dia 3 de outubro, em redes sociais e blogs, de que o TCDF teria considerado procedentes as denúncias protocoladas no Tribunal sobre supostas irregularidades na escolha da banca. O processo está em fase de instrução e ainda não houve decisão de mérito do Plenário da Corte sobre as referidas representações.

– O TCDF orienta aos candidatos que busquem informações diretamente das fontes oficiais, sob pena de serem induzidos a erro por informações equivocadas divulgadas por terceiros.

– O Tribunal também repudia afirmações de que há demora ou morosidade desta Corte em analisar o caso. A garantia da ampla defesa e do contraditório, bem como a rigorosa análise técnica de todas as informações, devem ser cumpridas independentemente do clamor da mídia e da opinião pública. Uma análise açodada poderia trazer mais prejuízos à segurança jurídica e aos próprios candidatos do que um eventual atraso no cronograma do concurso.

– Cabe à CLDF, assim como a outras instituições, decidir sobre o melhor momento para seleção e provimento de seus próprios cargos efetivos, conforme prevê a legislação e segundo suas condições orçamentárias, financeiras e administrativas. No entanto, há que se deixar claro que esta Corte não pode deixar de exigir o cumprimento de requisitos legais na realização do certame apenas porque nos aproximamos de ano eleitoral, o que pode interferir nas nomeações dos aprovados. Da mesma forma, a existência de um calendário definido pela banca para as etapas de seleção não é motivo para apressar indevidamente a análise técnica a ser feita por este Tribunal.

– Quanto ao andamento do processo, embora o Regimento Interno do TCDF estabeleça prazos elásticos para a adequada instrução dos autos, todas as fases processuais foram cumpridas em período bem menor do que o previsto.

 

Anulação do Contrato e Escolha da Nova Banca

 

Entre novembro e dezembro de 2017 o contrato entre as partes foi anulado e a Câmara Legislativa reiniciou todo o processo de organização do Concurso, analisando as propostas de diversas organizadoras.

Foi publicada a solicitação de propostas de serviços técnico-especializados a todas as instituições que já participaram do processo (FCC, IADES, FGV, QUADRIX, IDECAN, CESPE/ CEBRASPE, IDIB), bem como à Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência à Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro, ao Hospital Universitário Gaffrée e Guinle, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (FUNRIO), além de outras instituições que pudessem se interessar.

 

Confira a publicação:

 

A Câmara Legislativa do Distrito Federal recebeu 6 (seis) propostas de empresas candidatas à organização do Concurso CLDF.

No dia 26 de janeiro (sexta-feira) foi publicado em Diário Oficial, a ata da Comissão Organizadora do concurso, informando que 4 das 6 propostas recebidas foram rejeitadas por conta de irregularidades. Foram elas:

 

Houve prazo para eventual recurso e ficou suspensa a classificação das propostas até a fluência do prazo recursal.

 

Em 05 de Fevereiro a comissão do Concurso decidiu dar um prazo de mais 10 dias para interposição de recursos e dar vista e cópia do conteúdo do Envelope 01 (documentação das instituições) para todas as organizadoras. Nessa mesma reunião a Comissão também reconsiderou a proposta do IDIB (que havia sido rejeitada), após comprovação de documentos.

 

Concurso CLDF                              Concurso CLDF

 

Em março foi publicada ata da reunião realizada pela Comissão do Concurso Câmara Legislativa DF. 

Na ata constam a eliminação da Banca Quadrix, por não arcar com todos os custos do concurso e um novo prazo de 10 dias para recurso da Banca Cespe / Cebraspe. As demais bancas continuaram no processo.

 

Concurso CLDF

 

No final do mesmo mês foi publicado pela Comissão responsável, o andamento do processo de escolha da banca organizadora. Através dos critérios de avaliação Experiência, Capacidade Técnica e Infraestrutura de Logística, a FCC – Fundação Carlos Chagas recebeu maior pontuação:

  1. FCC 
  2. Instituto AOCP
  3. Cespe / Cebraspe
  4. IDIB
  5. Funrio

 

No mês seguinte veio a confirmação: a FCC – Fundação Carlos Chagas seria definida novamente como a organizadora do Concurso. Em maio o contrato foi assinado entre as partes.

 

Publicação do edital do Concurso CLDF 2018

 

E agora estamos aguardando pela publicação do novo edital, não é mesmo?

E foi justamente para te ajudar que elaboramos esse artigo.

Quer saber como?

Reunimos as principais informações que você precisa saber para que o sucesso seja uma consequência certa do seu esforço e dedicação.

Sabe quais informações são essas?

São informações relevantes sobre os cargos, como as funções, jornadas de trabalho, salários e cargos em comissão.

 

 

Além disso, vamos te auxiliar com dicas de como se preparar de forma adequada para o concurso!

Dessa forma, suas chances de sucesso aumentam e você consegue se destacar entre os candidatos, mesmo em um concurso tão concorrido.

Então vamos lá!

Para aqueles que querem ir diretamente pra uma dúvida específica, colocamos abaixo os principais links, é só clicar:

 

Vá direto para o assunto de seu interesse:

 

O que é a Câmara Legislativa do Distrito Federal?

 

É o órgão que representa o Poder Legislativo de Brasília através de 24 deputados distritais. Apresenta uma peculiaridade, uma vez que o DF absorve as funções de Estado e de Município, a Casa Legislativa segue do mesmo modo, atuando como um misto de Assembleia Estadual e Câmara Municipal.

Cabe à Câmara Legislativa, com a sanção do Governador, dispor sobre todas as matérias de competência do Distrito Federal.

 

Quais os cargos disponíveis e áreas de atuação?

 

Os servidores da CLDF estão divididos em 4 cargos:

Técnico Legislativo: Para assumir este cargo é necessário ter concluído o ensino médio.

Consultor Legislativo: Para assumir este cargo é necessário ter concluído qualquer curso de nível superior, independente da área.

Consultor Técnico Legislativo Para assumir este cargo é necessário ter concluído um curso de nível superior em uma área específica, de acordo com a área de atuação desejada.

Procurador: Para assumir este cargo, é necessário ser Bacharel em Direito com inscrição ativa na OAB.

Além disso, também existem alguns cargos para o nível fundamental. Entretanto, como não será disponibilizado vagas inferior ao nível médio no próximo concurso, não será abordado neste artigo.

 

Qual o quantitativo de cargos na CLDF?

 

Confira o demonstrativo do quantitativo de pessoal da CLDF, com números baseados em dezembro de 2017. As informações foram retiradas do próprio site do órgão:

 

Quantitativo dos Cargos de Provimento Efetivo

  • Número de cargos efetivos existentes: 1.056
  • Número de cargos efetivos ocupados: 595
  • Número de cargos efetivos vagos: 461
  • Número de servidores efetivos que ocupam cargos em comissão: 148
  • Número  de   servidores   efetivos   em   exercício  em  outros   órgãos   ou   entidades  da administração pública distrital, federal, estadual ou municipal:  4
    • sem ônus remuneratório para a CLDF: 2
    • com ônus remuneratório para a CLDF: 2
  • Número de servidores efetivos em licença sem remuneração: 2
  • Número de servidores efetivos em disponibilidade: 0

 

Quantidade de Inativos e Pensionistas

  • Inativos: 272
  • Pensionistas: 42

 

Quantitativo de cargos em comissão

  • Número de cargos em comissão existentes: 1.151 (número máximo considerando o desdobramento permitido de cargos)
    • nos Gabinetes  Parlamentares, Lideranças de Partido e Liderança do Governo: 872 (número máximo considerando o desdobramento permitido de cargos)
    • na Estrutura Administrativa: 279

 

  • Número cargos em comissão ocupados por servidor efetivo: 148
    • na Estrutura Administrativa: 143
    • nos Gabinetes Parlamentares e Lideranças de Partido: 5

 

  • Número cargos em comissão ocupados por servidor requisitado: 71
    • na Estrutura Administrativa: 7
    • nos Gabinetes Parlamentares, Lideranças de Partido e Liderança do Governo: 64
    • sem ônus remuneratório para a CLDF: 56
    • com ônus remuneratório para a CLDF: 15

 

  • Número de cargos em comissão ocupados por servidor sem vínculo efetivo com a administração pública: 883
    • na Estrutura Administrativa: 126
    • nos Gabinetes Parlamentares, Lideranças de Partido e Liderança do Governo: 757

 

  • Número de cargos em comissão vagos na Estrutura Administrativa: 3
    • privativos de servidor efetivo: 3
    • não privativos de servidor efetivo: 0

 

Qual o salário inicial e final de um servidor da CLDF?

 

Em outubro de 2016 houve um aumento de 8% no valor da remuneração. Confira a tabela da remuneração dos cargos efetivos da CLDF, com vigência desde agosto de 2017.

 

 

Quais os benefícios de um servidor da CLDF?

 

Além do plano de saúde, o servidor da Câmara Legislativa do Distrito Federal conta com um auxílio pré-escolar com um valor máximo R$ 753,71 e um auxílio-alimentação fixado em R$ 1.184,92.

O servidor da CLDF também recebe um adicional de qualificação, que pode aumentar até 15% do valor total da remuneração recebida.

E como funciona o adicional de qualificação?

Esse adicional é oferecido para pessoas que apresentam qualificações superiores as que o cargo exige. As duas principais situações em que isso ocorre são as seguintes:

1- O servidor que ocupar um cargo de nível médio, mas apresente formação de nível superior terá direito de receber esse adicional.

2- O servidor que possuir duas ou mais graduações diferentes ou possuir mestrado ou doutorado, também terá direito a receber essa bonificação que, como já informado, pode variar de acordo os títulos adicionais que o servidor apresentar.

E mesmo que você ainda não possua nenhuma qualificação adicional, pode conquistar no decorrer da sua carreira, uma vez que terá direito ao afastamento remunerado de até 04 anos para realizar um doutorado e de até 03 anos para realizar um mestrado.

Ser servidor da Câmara Legislativa do Distrito Federal é ter a certeza que poderá, em qualquer momento, avançar e se aprimorar em sua área de atuação sem precisar abrir mão da remuneração recebida em seu cargo.

Outro grande benefício é a licença prêmio, recebida a cada 05 anos de exercício da profissão que lhe dará direito de uma licença remunerada de 03 meses.

Também existe o direito ao abono de ponto anual, que garante o direito de 5 dias de abono. Em geral esse benefício é usado próximos de feriados ou no final do ano.

Por fim, como sabemos, os deputados interrompem suas atividades durante o mês de julho e no final do ano, do dia 16 de dezembro até 31 de janeiro.

Com isso, a carga de trabalho diminui de maneira significativa e não se faz necessário todo o quadro de servidores para o desempenho das poucas funções existentes nesse período.

Sendo assim, é comum os servidores se alinharem para trabalhar em turnos nesse período, usufruindo de um descanso adicional além das férias.

Além de todos esses benefícios, ainda existem cargos em comissão, como veremos agora.

 

Quais os cargos em comissão da CLDF?

 

Dentre todas as câmaras de deputados da União, não existe remuneração tão gratificante como as oferecidas pela CLDF.

Abaixo mencionaremos os todos os cargos em comissão que você poderá ocupar, desde cargos de topos de carreira, até os disponíveis para quem acabou de ingressar.

É importante mencionar que os cargos estão disponíveis tanto para os cargos de nível superior quanto de nível médio.

Nível: Cne-02
Remuneração: R$ 15,150,65
Cargos: Secretário Geral, Secretário Executivo e Procurador Geral.

Nível: Cne-01
Remuneração: R$ 14.203,77
Cargos: Chefe de Gabinete de Membro de Mesa, Diretor, Secretário Legislativo, Assessor de Regulação de Trabalhos Legislativos e Chefe de Assessoria.

Nível: CL-15
Remuneração: R$ 12.097,97
Cargos: Chefe de Divisão, Coordenador, Assessor Especial e Gerente-Coordenador.

Nível: CL-14
Remuneração: R$ 10.888,16
Cargos: Chefe de Unidade, Presidente (CPL), Assessor de Membro da Mesa Diretora, Assessor Chefe de Gabinete, Secretário de Comissão, Assessor Especial, Assessor de diretor, Assessor de Gabinete da Mesa Diretora e Assessor da Procuradoria Geral

Nível: CL-13
Remuneração: R$ 9.799,34
Cargos: Diretor, Chefe de Setor, Chefe de Seção e Coordenador.

Nível: CL-12
Remuneração: R$ 8.819,40
Cargos: Membro Titular, Assessor de Coordenadoria, Assessor Jurídico e Assessor.

Nível: CL-11
Remuneração: R$ 7.937,45
Cargos: Assessor de Comissão e Assessor.

Nível: CL-10
Remuneração: R$ 7.143,70
Cargos: Assessor e Assessor de Chefe de Setor.

Nível: CL-06
Remuneração: R$ 4.686,96
Cargos: Assessor.

Nível: CL-04
Remuneração: R$ 3.796,42
Cargos: Assessor de Distribuição de Proposições, Assessor de Apoio as Atividades de Plenário, Assessor de Cerimonial e Assessor de Acompanhamento de Obras e Serviços.

Nível: CL-03
Remuneração: R$ 3.416,77
Cargos: Assessor, Assessor de Manutenção, Chefe de Núcleo e Cargo em Comissão de Supervisão.

Nível: CL-02
Remuneração: R$ 3.075,10
Cargos: Chefe do Núcleo de Apoio Administrativo e Cargo em Comissão de Assessoramento.

Nível: CL-01
Remuneração: R$ 2.767,59
Cargos: Assessor e Cargo em Comissão de Assistência.

Como mencionamos, é impressionante a quantidade e remunerações dos cargos em comissão. E acredite, conseguir um pode ser muito mais simples do que você pensa.

Basta executar de forma satisfatória suas atividades e funções referentes ao cargo para se destacar e conquistar um dos cargos acima, cada qual ao seu tempo de exercício da profissão.

 

Qual a jornada de trabalho?

 

São 40 horas semanais, porém o servidor da CLDF apresenta uma flexibilidade em determinar seu horário de trabalho, sendo possível fazer um horário corrido ou mesmo trabalhar apenas em determinado período.

 

Qual o plano de carreira?

 

Os servidores da Câmara Legislativa do Distrito Federal são classificados em quatro classes: Classe A, Classe B, Classe C e Classe Especial.

Cada classe é composta por 6 subdivisões, sendo que a progressão da carreira ocorre anualmente, ou seja, todo ano você avança uma subdivisão até chegar a Classe Especial.

 

 

Qual a concorrência do último concurso?

 

O último concurso foi realizado em 2005 e contou com 75.741 candidatos para 120 vagas, ou seja, 631 candidatos por vaga.

O cargo de técnico administrativo com atribuição em técnico legislativo foi o mais procurado, com 21 mil inscritos, seguido pela atribuição de policial legislativo, com mais de 19 mil candidatos.

Pode parecer um número absurdo e que garantir uma vaga é missão impossível, mas a realidade não é assim.

Se você manter o foco e intensificar seus estudos, existem chances reais de conquistar uma vaga nesse concurso.

A grande maioria das pessoas esperam o lançamento do edital para darem início a maratona de estudos e essa é a razão pela qual o concurso conta com um grande número de candidatos despreparados e que só servem para as estatísticas.

 

Quantas vagas serão ofertadas no Concurso?

 

Serão 86 vagas distribuídas entre os seguintes cargos:

 

  • Consultor Legislativo nas áreas de:
Constituição e Justiça 05
Desenvolvimento Urbano 02
Direitos Humanos e Cidadania 01
Educação, Cultura e Desporto 01
Finanças Públicas 01
Meio Ambiente 01
Regulação Econômica 02
Saúde 02
Tributação 01
Redação Parlamentar 01

 

  • Consultor Técnico Legislativo nas especialidades:
Administrador 04
Arquiteto 01
Arquivista 01
Assistente Social 01
Bibliotecário 01
Contador 04
Economista 01
Enfermeiro 02
Engenheiro Civil 01
Engenheiro Eletricista 01
Médico – Ambulatorial/Perito 02
Médico do Trabalho 01
Odontologista – Perito 01
Pedagogo 01
Psicólogo – Área Organizacional 01
Psicólogo – Área Clínico/Perito 01
Revisor de Texto 01
Técnico em Comunicação Social – Jornalista 01
Técnico em Comunicação Social – Relações Públicas 02
Técnico em Comunicação Social – Publicitário 01
Técnico em Comunicação Social – Produtor de Multimídia 01
Analista de Sistemas – Área 1 01
Analista de Sistemas – Área 2 01
Analista de Sistemas – Área 3 01
Analista de Sistemas – Área 4 03
Taquígrafo – Especialista 01

 

  • Técnico Legislativo
Técnico Legislativo 20
Técnico de Arquivo e Biblioteca 01
Secretário 01
Fotógrafo 01
Técnico de Enfermagem 02
Técnico em Manutenção e Operação de Equipamentos Visuais 02
Técnico Legislativo – Agente de Polícia Legislativa 03
Consultor Técnico Legislativo – Inspetor de Polícia Legislativa 01

 

Procurador Legislativo ( Privativo de Advogado ) 01

 

Como foi a última prova realizada?

 

As provas foram aplicadas de acordo com o cargo pretendido:

 

Foram aplicadas provas objetivas para todos os cargos – 120 questões, divididas entre 70 questões específicas e 50 questões básicas.

 

Consultor Legislativo – Todos as áreas com exceção da Redação Parlamentar

Prova discursiva: Minuta de proposição com justificação

Prova prática: 2 Pareceres:
– 1 Voto em parecer de mérito
– 1 Voto em parecer de admissibilidade

É provável que as provas práticas sejam substituídas por provas discursivas mais elaboradas, ou seja, no lugar de um parecer verbal é provável que seja exigido um parecer escrito.

Afinal, atualmente existe uma preocupação cada vez mais crescente com o nível do conhecimento do candidato acerca da língua portuguesa.

Consultor Legislativo – Redação Parlamentar

Prova discursiva: Redação

Prova prática: 2 Discursos:
– 1 Discurso favorável
– 1 Discurso contrário

Como já mencionado, é provável que a prova prática deixe de existir e dê lugar a provas discursivas mais elaboradas.

Consultor Técnico Legislativo – Inspetor de Polícia

Prova discursiva: Redação

Demais fases eliminatórias: Avaliação psicológica, TAF, inspeção de saúde e avaliação de conduta e idoneidade moral.

Última etapa: Treinamento com duração de 400 horas de carácter classificatório e eliminatório.

Consultor Técnico Legislativo – Revisor de Texto

Prova prática: Revisão de 4 documentos
– Revisão de 1 documento sem original
– Revisão de 3 documentos com original

Consultor Técnico Legislativo – Demais Áreas

Prova discursiva: Redação

Técnico Legislativo – Com exceção de Policial Legislativo

Prova discursiva: Redação Oficial

Prática de informática: Como atualmente a informática é bem difundida, ou seja, qualquer pessoa domina as técnicas básicas, é provável que não haja mais a necessidade de prática de informática no próximo concurso.

Técnico Legislativo – Policial Legislativo

Prova discursiva: Redação

Demais fases eliminatórias:  Avaliação psicológica, TAF, inspeção de saúde e avaliação de conduta e idoneidade moral.

 

Vale lembrar que há também Avaliação de Títulos para determinados cargos.

 

 

Quais matérias devo estudar?

 

Para auxiliar nos estudos, acesse as provas dos concursos anteriores.

Cada área dentro de um cargo apresenta uma prova de conhecimentos específicos, de acordo com a especialização. Sendo assim, vamos abordar algumas das matérias abrangentes de todas as categorias.

Todas as matérias a seguir servem tanto para cargos de nível médio, quanto para nível superior.

Português é uma matéria indispensável em qualquer concurso e não seria diferente neste. No último concurso 20 das 50 questões básicas eram relacionadas ao português.

O Direito Constitucional é outra matéria que certamente será cobrada, principalmente com foco no Poder Legislativo e Processo Legislativo.

No Direito administrativo, assim como o direito constitucional, o foco maior também deverá ser no Poder Legislativo e Processo Legislativo.

A Lei Orgânica do DF cai em todos os concursos do Distrito Federal, então muito provavelmente não ficará fora deste.

O Regimento Interno da CLDF é de extrema importância, afinal é onde está disciplinado todo o processo legislativo.

A Lei complementar nº 13/1996 define o processo legislativo e foi cobrada nas provas de todas as áreas no último concurso.

A Lei Complementar nº 40/2011 obviamente não caiu no último concurso, afinal ela é posterior ao edital, mas por ser o estatuto dos servidores do DF é cobrada em quase todos os concursos do DF, o que também deverá ocorrer no concurso da CLDF.

 

Como me preparar para esse concurso?

 

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

 

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais as melhores apostilas?

 

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendidos, tanto melhor!

 

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. Outra ótima opção é o Gran Cursos Online. Igualmente, tem material vasto para download e você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma.

 

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

 

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

 

O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

 

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha. 

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

 

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

 

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

 

De todas a técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação! 

Para saber mais, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

 

Aproveite também para seguir o Próximos Concursos nas redes sociais:  Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.  Por lá você vai encontrar tudo sobre o universo concurseiro, discussões de qualidade, troca de experiências e dicas imbatíveis.

 

E lembre-se: conte com a gente na caminhada até a aprovação!

 

Bons estudos!

[Total: 3    Média: 2.3/5]