fbpx

Concurso do Banco do BrasilQuer saber tudo sobre o concurso do Banco do Brasil?

Explicamos nesse artigo como se preparar para a prova de Escriturário do Banco do Brasil!

Como você já deve saber, o concurso para Escriturário do Banco do Brasil é muito concorrido. Como são oferecidos ótimos salários, plano de carreira e muitos benefícios, muitos concurseiros almejam passar neste concurso.

Mas será que isso é motivo para desistir do concurso?

De forma alguma!

 

Com dedicação e estudo, é possível passar no concurso para Escriturário do Banco do Brasil e conquistar um ótimo cargo. Apesar de concorrido, muitas pessoas são aprovadas no concurso do Banco do Brasil por estudarem e se prepararem de maneira eficiente.

 

E você pode ser uma delas!

 

Conhecido por ser um dos maiores bancos públicos do país, o Banco do Brasil tem um número imenso de agências em todo o Brasil. Segundo informações do próprio banco, existem mais de 5.000 agências somente no Brasil. Isso significa que existe praticamente uma agência para cada cidade do país.

 

Muita coisa, não é mesmo?

 

Em nosso artigo, você descobrirá:

  1. As principais informações a respeito do concurso do Banco do Brasil
  2. Falaremos do processo seletivo
  3. Analisaremos as principais disciplinas exigidas
  4. Daremos dicas do material de estudo a ser utilizado
  5. Informaremos a rotina do Escriturário do Banco do Brasil
  6. E também descobriremos os salários que esse profissional pode conquistar

 

Você confere agora todas as informações para se preparar para o concurso de Escriturário do Banco do Brasil. Aproveite!

 

Qual a formação exigida para o cargo?

 

 

A carreira de Escriturário do Banco do Brasil é a porta de entrada na hierarquia do banco. É por ela que você fará sua carreira no Banco do Brasil, sendo que o cargo exige apenas formação de Nível Médio. Com apresentação de certificado de conclusão ou diploma expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretarias ou Conselhos Estaduais de Educação.

 

Quais as atribuições de um Escriturário do Banco do Brasil?

 

Como Escriturário é um cargo de entrada no Banco do Brasil, é bastante comum que as atribuições e responsabilidades variem de acordo com a agência e com as necessidades e aptidões de cada profissional.

 

As principais atribuições que você terá como Escriturário do Banco do Brasil serão as seguintes:

  • Atuar no atendimento direto ou no caixa das agências bancárias, se necessário
  • Comercializar serviços e produtos oferecidos pelo Banco do Brasil
  • Realizar atendimento ao público
  • Conferir e produzir relatórios e documentos
  • Realizar contato com clientes
  • Inserção e manutenção de dados em sistema de controle informatizado
  • Dentre diversas outras possibilidades

 

Como você pode perceber, o cargo de Escriturário do Banco do Brasil é muito versátil e oferece grande possibilidade de aprendizado. Além disso, o cargo também permite que você receba novas atribuições e responsabilidades; passe a contar com novos horários e jornadas; e também passe a ganhar melhor.

 

Quanto eu irei ganhar como Escriturário do Banco do Brasil?

 

Se você está interessado no concurso para Escriturário do Banco do Brasil, certamente deve ter se perguntado a respeito do salário, não é mesmo?

Como é comum em concursos públicos, o salário da carreira de Escriturário apresenta um valor muito interessante desde o começo, aumentando conforme você evolui dentro da carreira na instituição financeira.

Atualmente, o salário inicial do Escriturário do Banco do Brasil é de R$ 4.036,56. Esse vencimento inclui o valor do auxílio-alimentação e do vale-refeição.

 

Qual a jornada de trabalho?

 

A jornada de trabalho para o cargo de Escriturário do Banco do Brasil é de 30 horas semanais

Ou seja: você irá trabalhar seis horas por dia!

Isso significa que é possível ter mais qualidade de vida, trabalhando menos horas por dia. Ou mesmo continuar estudando para prestar outros concursos, caso você esteja pensando em uma carreira em outro órgão público.

Mas são “só” essas as vantagens de ser Escriturário do Banco do Brasil? NÃO!

 

Qual a lotação?

 

Os aprovados no concurso do Banco do Brasil poderão ser lotados em qualquer unidade dos estados/cidades indicados no edital, conforme demanda da instituição financeira.

O concurso de 2015 ofereceu vagas para dependências situadas nos estados do Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Já o concurso de 2018 tinha vagas para as cidades de Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

 

 

Quais são os benefícios no concurso do Banco do Brasil?

 

Além de contar com um rendimento interessante e jornada de trabalho de seis horas, os funcionários também tem outros benefícios.

É oferecida participação nos lucros; participação em planos assistenciais e previdenciários complementares; plano de saúde com vasta cobertura no território nacional; vale-transporte; auxílio-creche; ajuda alimentação/refeição; auxílio a filho com deficiência; além da obtenção facilitada de crédito para compra de casa própria, carro ou moto, dentre outros bens, a taxas bem abaixo do praticado no mercado.

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

 

O Banco do Brasil implantou, em março de 2011, um novo modelo de Plano de Carreira e Remuneração, no qual estão previstas duas formas de promoção para os funcionários: por antiguidade (tabela A, em 12 níveis) e por mérito (tabela M, em 25 níveis).

A movimentação do servidor ocorre da seguinte forma:

Promoção por antiguidade: é alcançada a cada três anos, exceto no caso do A1 para o A2, cujo intervalo é de 90 dias. A cada promoção, o valor do vencimento padrão é reajustado em 3%.

Promoção por mérito: o parâmetro é o exercício de comissões. Todos os funcionários terão uma pontuação diária, de acordo com a comissão exercida, e a cada 1.095 pontos avançam um nível na tabela de mérito. A pontuação diária de cada comissão é definida de acordo com o Valor de Referência (VR) da comissão. São consideradas todas as comissões exercidas em caráter efetivo ou de substituição, descontadas as ausências e afastamentos.

concurso para escriturário do banco do brasil

 

Quais são as etapas do concurso do Banco do Brasil?

 

O concurso do Banco do Brasil, de maneira geral, é composto pelas seguintes etapas:

  • 1ª etapa: avaliação de conhecimentos, mediante a aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e
    classificatório
  • 2ª etapa: prova de redação, de caráter eliminatório
  • 3ª etapa: aferição da veracidade da autodeclaração prestada por candidatos(as) pretos(as) ou pardos(as)
  • 4ª etapa: perícias médicas e procedimentos admissionais, de caráter eliminatório

 

Como é a prova para Escriturário do Banco do Brasil?

 

Até agora falamos do que você irá fazer e quanto irá ganhar quando se tornar Escriturário do Banco do Brasil. Mas tudo isso só acontecerá se você estiver bem preparado e estudar de forma correta para a prova do concurso do Banco do Brasil, não é mesmo?

Para lhe ajudar nessa tarefa e garantir que você consiga sua aprovação de maneira mais fácil e descomplicada, iremos falar agora da estrutura da prova do concurso para Escriturário do Banco do Brasil; os conhecimentos exigidos em cada área de estudo; a estrutura geral da prova; e também a divisão de conteúdos dentro de cada uma das fases.

 

Vamos lá?

 

A prova do concurso do Banco do Brasil para Escriturário costuma ser realizada pela Fundação Cesgranrio, sendo aplicada em diversas cidades em todo o país, de acordo com a necessidade de contratação do banco. As duas últimas provas aplicadas no país foram divididas em: uma prova objetiva, com questões de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos, e prova subjetiva, composta de redação.

 

Como foi a prova objetiva no último concurso?

 

Concurso do Banco do Brasil 2015

 

Na prova realizada para o cargo de Escriturário no concurso do Banco do Brasil de 2015 foram exigidas 70 questões objetivas de múltipla escolha (cinco alternativas e apenas uma correta). Nesta prova, 25 questões exigiram Conhecimentos Básicos e 45 questões foram de Conhecimentos Específicos.

A prova de Conhecimentos Básicos, com valor total de 30,0 pontos, incluiu as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa: 10 questões com valor de 1,0 ponto, subtotalizando 10,0 pontos;
  • Raciocínio Lógico-Matemático: 10 questões com valor de 1,5 ponto, subtotalizando 15,0 pontos; e
  • Atualidades do Mercado Financeiro: 5 questões com valor de 1,0 ponto, subtotalizando 5,0 pontos.

 

A prova de Conhecimentos Específicos, com valor total de 70,0 pontos, incluiu as seguintes disciplinas

 

  • Cultura Organizacional: 5 questões com valor de 1,5 ponto, subtotalizando 7,5 pontos;
  • Técnicas de Vendas: 10 questões, sendo 5 com valor de 1,5 ponto e 5 com valor de 2,0 pontos, subtotalizando 17,5
    pontos;
  • Atendimento: 10 questões, sendo 5 com valor de 1,5 ponto e 5 com valor de 2,0 pontos, subtotalizando 17,5 pontos;
  • Domínio Produtivo da Informática: 5 questões com valor de 1,5 ponto, subtotalizando 7,5 pontos;
  • Conhecimentos Bancários: 10 questões com valor de 1,5 ponto, subtotalizando 15,0 pontos; e
  • Língua Inglesa: 5 questões com valor de 1,0 ponto, subtotalizando 5,0 pontos.

 

A prova de redação consistiu na realização de um texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo, entre 25 e 30 linhas, sobre um tema proposto pela banca organizadora. A redação valeu 100 pontos e os candidatos que não atingiram o mínimo de 70 pontos foram eliminados.

Confira abaixo os gráficos com a divisão das questões de conhecimentos básicos e conhecimentos específicos no concurso do Banco do Brasil 2015:

conhecimentos básicos escriturário do banco do brasil

conhecimentos específicos escriturário do banco do brasil

 

Concurso do Banco do Brasil 2018

 

Já no concurso de 2018 a prova foi um pouco diferente. Também com um total de 70 questões objetivas de múltipla escolha (cinco alternativas e apenas uma correta), mas divididas em 20 questões de Conhecimentos Básicos e 50 de Conhecimentos Específicos.

A prova de Conhecimentos Básicos, com valor total de 25,0 pontos, incluiu as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa: 5 questões com valor de 1,0 ponto cada, subtotalizando 5,0 pontos;
  • Língua Inglesa: 5 questões com valor de 1,0 ponto cada, subtotalizando 5,0 pontos;
  • Matemática: 5 questões com valor de 2,0 pontos cada, subtotalizando 10,0 pontos;
  • Atualidades do Mercado Financeiro: 5 questões com valor de 1,0 ponto cada, subtotalizando 5,0 pontos.

 

A prova de Conhecimentos Específicos, com valor total de 75,0 pontos, incluiu as seguintes disciplinas:

 

  • Probabilidade e Estatística: 20 questões com valor de 1,5 ponto cada, subtotalizando 30,0 pontos;
  • Conhecimentos Bancários: 5 questões com valor de 1,5 ponto cada, subtotalizando 7,5 pontos;
  • Conhecimentos de Informática: 25 questões com valor de 1,5 ponto cada, subtotalizando 37,5 pontos.

 

A prova de redação consistiu na realização de um texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo, entre 25 e 30 linhas, sobre um tema proposto pela banca organizadora. A redação valeu 100 pontos e os candidatos que não atingiram o mínimo de 70 pontos foram eliminados.

 

O concurso realizado em 2018 causou polêmica quanto ao verdadeiro objetivo da função por conta do conteúdo cobrado. Muitos concurseiros questionaram se as oportunidades oferecidas eram mesmo para atendimento ou seriam para a área de Tecnologia da Informação. Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUF), ainda há um déficit de mais de 10 mil escriturários no Banco do Brasil em todo o país.

 

Provas anteriores concurso do Banco do Brasil

Editais anteriores concurso do Banco do Brasil

 

O que cai no concurso do Banco do Brasil?

 

Concurso do Banco do Brasil 2015

Confira o conteúdo programático solicitado aos candidatos ao cargo de Escriturário do Banco do Brasil nos anos de 2015 e 2018.

 

Conhecimentos Básicos

 

Língua Portuguesa

Emprego do acento indicativo de crase; Concordância verbal e nominal; Regência verbal e nominal; Colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos (próclise, mesóclise e ênclise); Emprego dos sinais indicativos de pontuação: vírgula, ponto, ponto e vírgula, dois-pontos, reticências, aspas, travessão e parênteses.

Língua Inglesa

Conhecimento de um vocabulário fundamental e dos aspectos gramaticais básicos para a interpretação de textos técnicos.

Matemática

Lógica proposicional; Noções de conjuntos; Relações e funções; Funções polinomiais; Funções exponenciais e logarítmicas; Matrizes; Determinantes; Sistemas lineares; Sequências; Progressões aritméticas e progressões geométricas; Matemática financeira.

Atualidades do Mercado Financeiro

Sistema Financeiro Nacional. Dinâmica do mercado. Mercado bancário.

 

Conhecimentos Específicos

 

Probabilidade e Estatística

Análise combinatória; Noções de probabilidade; Teorema de Bayes; Probabilidade condicional; Noções de estatística; População e amostra; Análise e interpretação de tabelas e gráficos; Regressão, tendências, extrapolações e interpolações; Tabelas de distribuição empírica de variáveis e histogramas; Estatística descritiva (média, mediana, variância, desvio padrão, percentis, quartis, outliers, covariância).

Conhecimentos Bancários

Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: Conselho Monetário Nacional; COPOM – Comitê de Política Monetária. Banco Central do Brasil; Comissão de Valores Mobiliários. Produtos Bancários: Noções de cartões de crédito e débito, crédito direto ao consumidor, crédito rural, caderneta de poupança, capitalização, Previdência, investimentos e seguros. Noções de Mercado de capitais. Noções de Mercado Câmbio: Instituições autorizadas a operar e operações básicas. Garantias do Sistema Financeiro Nacional: aval; fiança; penhor mercantil; alienação fiduciária; hipoteca; fianças bancárias. Crime de lavagem de dinheiro: conceito e etapas. Prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro:Lei nº 9.613/98 e suas alterações, Circular Bacen 3.461/2009 e suas alterações e Carta-Circular Bacen 3.542/12. Autorregulação Bancária. 

Conhecimentos da Informática

Linguagens de programação: Java (SE 8 e EE 7), Phyton 3.6, JavaScript/EcmaScript 6, Scala 2.12 e Pig 0.16; Estruturas de dados e algoritmos: busca sequencial e busca binária sobre arrays, ordenação (métodos da bolha, ordenação por seleção, ordenação por inserção, lista encadeada, pilha, fila, noções sobre árvore binária), noções de algoritmos de aprendizado supervisionados e não supervisionados; Banco de dados: conceitos de banco de dados e sistemas gerenciadores de bancos de dados (SGBD), modelagem conceitual de dados (a abordagem entidaderelacionamento), modelo relacional de dados (conceitos básicos, normalização), banco de dados SQL (linguagem SQL (SQL2008), linguagem HiveQL (Hive 2.2.0)), banco de dados NoSQL (conceitos básicos, bancos orientados a grafos, colunas, chave/valor e documentos), data Warehouse (modelagem conceitual para data warehouses, dados multidimensionais); Tecnologias web: HTML 5, CSS 3, XML 1.1, Json (ECMA-404), Angular.js 1.6.x, Node.js 6.11.3, REST; Manipulação e visualização de dados: linguagem R 3.4.2 e R Studio 5.1, OLAP, MS Excel 2013; Sistema de arquivos e ingestão de dados: conceitos de MapReduce, HDFS/Hadoop/YARN 2.7.4, Ferramentas de ingestão de dados (Sqoop 1.4.6, Flume 1.7.0, NiFi 1.3.0 e Kafka 0.11.0).

 

Concurso do Branco do Brasil 2018

 

Conhecimentos Básicos

 

Língua Portuguesa

Ortografia oficial. Pontuação. Emprego das classes de palavras. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Crase. Construção frasal. Emprego de conectores. Compreensão de textos.

Raciocínio Lógico-matemático

Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Frações e operações com frações. Números e grandezas proporcionais: razões e proporções; divisão em partes proporcionais; regra de três; porcentagem e problemas. Estatística descritiva; distribuição de probabilidade discreta. Juros simples e compostos: capitalização e descontos. Taxas de juros: nominal, efetiva, equivalentes, proporcionais, real e aparente. Planos ou Sistemas de Amortização de Empréstimos e Financiamentos. Cálculo financeiro: custo real efetivo de operações de financiamento, empréstimo e investimento. Taxas de Retorno.

Atualidades do Mercado Financeiro

Sistema financeiro nacional. Dinâmica do mercado. Mercado bancário.

 

Conhecimentos Específicos

 

Cultura Organizacional

Conceito de Cultura Organizacional. Preceitos da Cultura Organizacional. Vantagens e desvantagens da Cultura Organizacional. Características da Cultura Organizacional. Cultura Empresarial. Ética aplicada: ética, moral, valores e virtudes; noções de ética empresarial e profissional. A gestão da ética nas empresas públicas e privadas. Código de Ética do Banco do Brasil (disponível no sítio do BB na internet). Código de conduta da alta administração pública. Gestão da Sustentabilidade. Essência BB: Crença, Missão, Valores e Visão. Estatuto Social do Banco.

Técnicas de Vendas

Noções de administração de vendas: planejamento, estratégias, objetivos; análise do mercado, metas. Técnicas de vendas de Produtos e Serviços financeiros no setor bancário: planejamento, técnicas; motivação para vendas; Produto, Preço, Praça, Promoção; Vantagem competitiva; Como lidar com a concorrência; Noções de Imaterialidade ou intangibilidade, Inseparabilidade e Variabilidade dos produtos bancários. Manejo de carteira de Pessoa Física e de Pessoa Jurídica. Noções de Marketing de Relacionamento. Código de Proteção e Defesa do Consumidor: Lei nº 8.078/1990 (versão atualizada).

Atendimento - Focado em Vendas

Marketing em empresas de serviços; Satisfação e retenção de clientes; Valor percebido pelo cliente; Telemarketing; Etiqueta empresarial: comportamento, aparência, cuidados no atendimento pessoal e telefônico; Interação entre vendedor e cliente; Qualidade no atendimento a clientes; Resolução CMN nº 4.433, de 23/07/15 – Dispõe sobre a constituição e o funcionamento de componente organizacional de ouvidoria pelas instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Domínio Produtivo da Informática

Microsoft Windows 7 em português: Conhecimentos básicos. Criação de pastas (diretórios), arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de arquivos e pastas. Processador de texto (MS Word e BrOffice.org Writer). Edição e formatação de textos (operações do menu: Formatar, Inserir tabelas, Exibir-cabeçalho e rodapé, Arquivo-configurar página e impressão, Ferramentas-ortografia e gramática. Planilhas eletrônicas (MS Excel e BrOffice.org Calc). Edição e formatação de células, manipulação de fórmulas matemáticas elementares, filtros, seleções e ordenação. Editor de Apresentações (MS PowerPoint e BrOffice.org Impress). Uso de slide mestre, formatação e transição de slides, inserção de objetos (som, imagem, links). Conceitos básicos de tecnologias relacionadas à Internet e Intranet, World Wide Web, Navegador Internet (Internet Explorer e Mozilla Firefox), busca e pesquisa na Web. Conceitos básicos de tecnologias e ferramentas de colaboração, correio eletrônico, grupos de discussão, fóruns e wikis. Conceitos básicos de proteção e segurança, realização de cópias de segurança (backup), vírus e ataques a computadores. Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Conhecimentos gerais sobre redes sociais (twitter, facebook, linkedin).

Conhecimentos Bancários

Estrutura do Sistema Financeiro Nacional: Conselho Monetário Nacional; COPOM – Comitê de Política Monetária. Banco Central do Brasil; Comissão de Valores Mobiliários. Produtos Bancários: Noções de cartões de crédito e débito, crédito direto ao consumidor, crédito rural, caderneta de poupança, capitalização, previdência, investimentos e seguros. Noções do Mercado de capitais e de Câmbio. Garantias do Sistema Financeiro Nacional: aval; fiança; penhor mercantil; alienação fiduciária; hipoteca; fianças bancárias; Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Crime de lavagem de dinheiro: conceito e etapas. Prevenção e combate ao crime de lavagem de dinheiro: Lei nº 9.613/98 e suas alterações, Circular Bacen 3.461/2009 e suas alterações e Carta-Circular Bacen 3.542/12. Autorregulação Bancária.

Língua Inglesa

Conhecimento de um vocabulário fundamental e dos aspectos gramaticais básicos para a interpretação de textos técnicos.

 

Qual é a banca organizadora do concurso do Banco do Brasil?

 

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

Os concursos do Banco do Brasil são, costumeiramente, organizados pela Fundação Cesgranrio, que tem a fama de ser uma banca metódica, muito objetiva nos enunciados das questões, que têm, em média, de duas a três linhas. De maneira geral, a prova traz perguntas de múltipla escolha com cinco alternativas cada e apenas uma correta. Em alguns exames, as questões têm pontuações diferentes. Fique atento!

A Cesgranrio costuma abordar temas atuais e ainda utilizar ainda muitas imagens, charges e gráficos em praticamente todas as disciplinas, sejam de interpretação ou de raciocínio lógico. A banca também é conhecida por repetir perguntas. Ou seja, é bem importante estudar as provas recentes de outros concursos organizados por ela.

Confira a análise completa que fizemos da instituição no post Cesgranrio Concursos: 7 Macetes para Detonar a Banca

 

Vagas no último concurso para Escriturário do Banco do Brasil

 

Como o Banco do Brasil é um dos maiores bancos públicos do país, seus concursos sempre trazem um grande número de vagas para cada uma das regiões do país. No concurso realizado em 2015 para Escriturário, foram oferecidas 860 vagas, com enfoque na região Nordeste do país.

Com 153.286 inscritos, a relação de candidatos foi de 178,23 por vaga.

Já o concurso realizado em 2018 ofereceu 60 vagas (efetivas e cadastro reserva) para o mesmo cargo em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, tendo um total de 150.172 inscritos (127.304 de ampla concorrência; 662 pela cota de pessoas com deficiência e 22.206 na cota racial). Ou seja, um total geral de 2.502,86 candidatos por oportunidade.

Como você pode ver, são números bastante altos!

No entanto, apesar do grande número de pessoas, você não deve desistir do concurso. 

Afinal, é sabido que apenas cerca de 10% dos inscritos em concursos públicos estão realmente aptos a disputar uma vaga, tendo se preparado com qualidade e foco. Além disso, é preciso considerar o grande índice de abstenção no dia da prova, que pode chegar a 30% do total!

Sendo assim, com preparação e estudos, você pode, sim, passar no concurso do Banco do Brasil!

 

Expectativa de vagas para o próximo concurso do Banco do Brasil

 

Segundo estimativas não oficiais, o Banco do Brasil tem, hoje, um déficit de pessoal de mais de 4.000 pessoas. Apesar da situação financeira delicada nos órgãos públicos, o Banco do Brasil teve lucro elevado nos anos de 2015 e 2016, o que deve favorecer a abertura e aprovação de concurso público para as diversas carreiras do órgão, como a carreira de Escriturário do Banco do Brasil.

Como o concurso para Escriturário do Banco do Brasil é um dos mais concorridos, vale a pena ficar ligado no anúncio do próximo edital e conferir o edital do concurso anterior. Também é bacana começar a se preparar desde já, caso esse seja o seu objetivo!

Se você quiser mais informações, veja o vídeo abaixo e não deixe de visitar o site concursobancodobrasil.org

 

 

Como passar no concurso do Banco do Brasil?

 

O primeiro passo para ser aprovado em qualquer concurso público é obter todas as informações sobre ele (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

Dito isso, é fundamental você manter em mente que a preparação é a parte mais importante na sua jornada até a aprovação. Existem inúmeros métodos de estudos, porém é necessário encontrar um que se adeque melhor à sua rotina.

Contando com a experiência de mais de 20 anos em concursos, trazemos, na sequência, uma breve análise dos principais cursos preparatórios, das principais apostilas e as técnicas mais eficazes. Para saber mais, é só acessar os links sugeridos.

Aproveite as dicas para turbinar sua preparação e chegar mais rápido ao seu objetivo.

 

Melhor apostila para o Banco do Brasil

 

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendido, tanto melhor!

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para o concurso Detran, com todos os conteúdos solicitados em todas as disciplinas.

Outras ótimas opções sã o Gran Cursos Online e o Exponencial, ambos  também com material vasto para download, totalmente direcionado para o concurso Detran.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

Temos  opções interessantes para você:

  • O Estratégia Concursos tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados. Se você quer ter a certeza que está estudando pelo melhor material e não se importa em pagar pela qualidade, o Estratégia Concursos é certamente sua melhor opção. Dentre muitos outros cursos, o Estratégia oferece um específico para o concurso do Banco do Brasil: 

 

Curso Estratégia concurso do Banco do Brasil  

 

  • O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Tem material completo com videoaulas, além de professores de primeira linha. Se você quer um curso com bom histórico de aprovação, além da possibilidade de estudar para mais de um concurso, o Gran Cursos certamente é uma ótima opção. Conta também com um curso específico para o concurso do Banco do Brasil:

 

Curso Gran concurso do Banco do Brasil  

 

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

Melhores cursos preparatórios para concursos

 

Quais as melhores técnicas de estudo para passar mais rápido?

 

Há diversos métodos conhecidos (e que funcionam de verdade quando bem aplicados!) que podem potencializar seu aprendizado e lhe ajudar a passar mais rápido no concurso público, como a técnica pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada um deles e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

 

De todas a técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

 

Checklist do candidato no concurso do Banco do Brasil

 

Ainda está em dúvida se tem mesmo o perfil do candidato para o concurso do Banco do Brasil? Faça agora uma rápida checklist para conferir:

  • Ter formação de Nível Médio.
  • Ter disponibilidade para mudar de cidade.
  • Ter afinidade com a área Financeira.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

Está interessado no concurso do Banco do Brasil 2019? Acompanhe por aqui todas novidades sobre o lançamento do edital para saber se haverá vagas para sua cidade ou estado!

Aproveite também para seguir o Próximos Concursos nas redes sociais:  Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.  Por lá você vai encontrar tudo sobre o universo concurseiro, discussões de qualidade, troca de experiências e dicas imbatíveis.

E lembre-se: conte com a gente na caminhada até a aprovação!

Bons estudos!

Pontuação geral
[Total: 0 Average: 0]
Planilha de Estudos

Planilha de Estudos

Com essa planilha você vai poder calcular automaticamente seu tempo ideal de estudos.

Ela foi criada com base no Método PQF para calcular o quanto você tem que estudar, levando em conta o peso de cada matéria, quantidade de horas necessárias e facilidade que você tem sobre cada uma.

Parabéns! agora você tem acesso a Planilha de Estudos!