Já foi autorizada a realização do concurso ISS Curitiba para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos Municipais. E a expectativa é que o edital seja publicado ainda neste segundo semestre de 2018!

De acordo com o Portal da Transparência da prefeitura da capital paranaense, o salário inicial para o cargo é de R$ 8.619,01.

Além das oportunidades para Auditor, são esperadas vagas para outros cargos em diversas áreas de atuação, como Engenharia, Nutrição e Pedagogia.

Ficou interessado?

Acompanhe neste artigo tudo que você precisa saber sobre o concurso ISS Curitiba 2018 para Auditor Fiscal: atribuições, remuneração, benefícios, chances de crescimento, conteúdo das provas, estilo da banca, dicas de estudo e muito mais!

Confira já!

 

Principais informações sobre o concurso ISS Curitiba

 

Quais as carreiras e atribuições?

Até agora, a informação confirmada é de que o concurso ISS Curitiba 2018 terá vagas para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos Municipais.

As principais atribuições na função são: fiscalizar os registros contábeis das empresas, a fim de verificar a adequação tributária municipal. Efetuar vistorias apurando características gerais e a utilização de imóveis no município para subsidiar processos administrativos e judiciais. Proceder estudos sócio-econômicos para análise de capacidades contributivas, realizando pesquisa no mercado imobiliário. Supervisionar as atividades de orientação aos contribuintes no que se refere aos tributos municipais.

 

Qual o nível de formação exigido?

Para se candidatar a uma vaga de Auditor Fiscal na prefeitura de Curitiba é preciso ter formação de Nível Superior em uma das seguintes áreas:

  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Ciências Econômicas
  • Direito
  • Tecnólogo em Gestão Pública
  • Tecnólogo em Gestão Tributária
  • Tecnólogo em Gestão Financeira

Aos aprovados, será solicitada a apresentação do diploma expedido por instituição de ensino cadastrada no Ministério da Educação (MEC), histórico escolar e registro nos respectivos conselhos regionais do Paraná ou OAB do Paraná.

No último edital para o cargo, em 2011, além do Ensino Superior, era necessário ter carteira de habilitação.

 

Qual o período de inscrição e valor da taxa?

Ainda não se tem informações consolidadas sobre datas e valores no concurso ISS Curitiba.

 

Qual o salário?

A remuneração inicial para a carreira de Auditor Fiscal de Tributos Municipais, conforme a última atualização da tabela de remunerações da prefeitura de Curitiba, é de R$8.619,01. No entanto, pode chegar a R$ 22.657,74.

Confira a tabela de remuneração disponibilizada em fevereiro de 2017:

 

Quais os benefícios?

Os auditores municipais de Curitiba têm direito a uma série de benefícios, entre eles:

  • Adicional por tempo de serviço.
  • Adicional de função tributária.
  • Gratificação de representação pelo exercício de cargo em comissão.
  • Gratificação pelo exercício de função de confiança.

 

Qual a lotação?

Os aprovados no concurso ISS Curitiba 2018 serão lotados na capital paranaense, conforme a necessidade da administração municipal.

 

Qual a jornada de trabalho?

A jornada de trabalho de um auditor Fiscal de Tributos Municipais em Curitiba é de 40 horas semanais (8 horas diárias).

 

Como é o dia a dia da função?

A rotina de um Auditor Fiscal de Tributos Municipais é intensa, já que o servidor pode atuar em diversas frentes, como fiscalização externa, assessoramento, supervisão, inteligência, julgamento, revisão, etc. De maneira geral, o dia a dia não envolve qualquer risco, porém é bastante burocrática.

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

O plano de carreira de um Auditor Fiscal na prefeitura de Curitiba se dá em níveis (I, II e III) e padrões de referência, por meio dos chamados Crescimento Horizontal e Crescimento Vertical por Merecimento.

O Crescimento Horizontal consiste na passagem de uma referência para a seguinte, dentro de um mesmo nível.

O Crescimento Vertical por Merecimento consiste na passagem de um nível para outro imediatamente superior.

Ambos os movimentos são condicionados a uma série de requisitos, regulamentações e disponibilidades financeiras da administração pública.

 

Quantas são as vagas?

Especula-se que serão mais de 100 vagas para diversos cargos na prefeitura de Curitiba, no entanto, não há confirmação de quantas oportunidades serão destinadas a Auditor Fiscal ou qual serão as demais carreiras.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

O último concurso da prefeitura de Curitiba foi realizado em 2011. Na ocasião, foram oferecidas 10 vagas para o cargo de Auditor Fiscal e outras quatro para os cargos de Odontólogo, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo e Assistente Social (uma para cada).

Houve um total de 6.507 inscritos. Apenas para o cargo de Auditor Fiscal foram 3.150, ou seja, 315 candidatos por vaga.

No entanto, embora os candidatos sempre estejam atrás dessas informações, é bom lembrar que a real concorrência é outra. Ou seja, o número total de inscritos não representa o número de pessoas que vão estar, de fato, na disputa por uma vaga.

Explica-se: apenas cerca de 10% dos candidatos estão realmente aptos para a disputa de uma vaga no concurso, tendo estudado o suficiente, seguindo o edital e os conteúdos exigidos. Além disso, o índice de abstenção chega, em média, a 30% do total.

Sendo assim, no dia da prova, a concorrência será muito menor.

E lembre-se: para o candidato bem preparado, não há barreiras. Afinal, esse é o verdadeiro diferencial na caminhada até a aprovação.

 

Quais as etapas do edital?

O último edital do concurso ISS Curitiba para o cargo de Auditor Fiscal, realizado em 2011, contou com três etapas simples:

  • Prova objetiva
  • Avaliação psicológica
  • Exame médico admissional

 

Como são as provas?

A prova objetiva para o cargo de Auditor Fiscal no último concurso ISS curitiba, em 2011, contou com 40 questões de múltipla escolha (cinco alternativas e apenas uma correta). Foram solicitados conhecimentos nas seguintes disciplinas:

A prova teve duração de três horas.

 

Qual o conteúdo programático?

Confira quais os tópicos solicitados em cada uma das disciplinas no concurso ISS Curitiba:

 

Direito Administrativo

Regime jurídico administrativo. A Administração Pública: conceito, poderes e deveres do administrador público, uso e abuso do poder. Administração Pública direta e indireta. Autarquias, Fundações Públicas, Empresas Públicas, Sociedades de Economia Mista. Entidades paraestatais. Organizações sociais. Contratos de Gestão. Atos Administrativos: Conceitos e requisitos, atributos, classificação, motivação, invalidação. Serviços Públicos: conceitos, classificação, regulamentação, controle, permissão, concessão e autorização. Servidores públicos. Regime Estatutário: direitos, deveres e responsabilidade. Improbidade administrativa.

 

Direito Civil

Das pessoas naturais e jurídicas. Do domicílio. Dos atos jurídicos lícitos e ilícitos. Da prescrição e decadência. Da transmissão das obrigações. Do direito de empresa: do empresário, da sociedade, do estabelecimento, do registro, do nome empresarial, dos prepostos, da escrituração. Da empresa individual (EIRELI).

 

Direito Constitucional

Constituição: conceito. Autonomia dos Municípios. Princípios fundamentais. Organização do Estado: organização político-administrativa da União, Estados, Distrito Federal, Municípios, territórios, repartição de competências; e intervenção nas esferas de poder. Administração pública: princípios constitucionais; servidores públicos e militares e responsabilidade civil da administração. Poder Executivo – atribuições e responsabilidades; Do Sistema tributário nacional. Hierarquia das leis.

 

Direito Tributário

Competência Tributária. Limitações Constitucionais do Poder de Tributar. Imunidades. Isenção. Princípios Constitucionais Tributários. Conceito e Classificação dos Tributos. Espécies Tributárias. Tributos de Competência da União. Tributos de Competência dos Estados. Tributos de Competência dos Municípios. Simples Nacional. Microempreendedor Individual. Vigência da Legislação Tributária. Aplicação da Legislação Tributária. Interpretação e Integração da Legislação Tributária. Obrigação Tributária Principal e Acessória. Fato Gerador da Obrigação Tributária. Hipótese de incidência. Sujeição Ativa e Passiva. Solidariedade. Capacidade Tributária. Domicílio Tributário. Responsabilidade Tributária. Denúncia Espontânea. Crédito Tributário. Constituição do Crédito Tributário. Lançamento. Modalidades de Lançamento. Hipóteses de alteração do lançamento. Suspensão da Exigibilidade do Crédito Tributário. Modalidades. Extinção do Crédito Tributário. Administração Tributária. Fiscalização. Dívida Ativa. Certidões Negativas. Cobrança judicial da Dívida Ativa – Lei nº 6.830/1980.

 

Contabilidade Geral

Contabilidade. Princípios e Normas Brasileiras de Contabilidade emanadas pelo CFC – Conselho Federal de Contabilidade. Livros contábeis obrigatórios e documentação contábil; Variação do patrimônio líquido – receita, despesa, ganhos e perdas; Apuração dos resultados; Regimes de apuração – caixa e competência; Escrituração contábil – lançamentos contábeis; contas patrimoniais, resultado. Fatos contábeis – permutativos, modificativos e mistos. Itens Patrimoniais. Demonstrações contábeis – Balanço patrimonial, Demonstração do resultado do exercício, demonstração de lucros ou prejuízos acumulados, demonstração das mutações do patrimônio líquido, demonstração dos fluxos de caixa e demonstração do valor adicionado; Notas explicativas às demonstrações contábeis – conteúdo, forma de apresentação e exigências legais de informações. Tratamento contábil dos tributos incidentes em operações de compras e vendas de bens e serviços.

 

Legislação Tributária

Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU)/ Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis por Atos Intervivos (ITBI). Lei Complementar nº 40, de 18 de dezembro de 2001. Lei nº9806, de 03 de janeiro de 2000. Lei Complementar nº 06, de 17 de março de 1993. Lei Complementar nº 07, de 17 de março de 1993. Lei Complementar nº 10, de 14 de dezembro de 1994. Lei Complementar nº 14, de 05 de junho de 1997. Lei Complementar nº 41,de 26 de março de 2002. Lei Complementar nº 44, de 19 de dezembro de 2002. Lei Complementar nº 52, de 10 de novembro de 2004. Lei Complementar nº 55, de 31 de março de 2005. Lei Complementar nº 57, de 08 de dezembro de 2005. Lei Complementar nº 60, de 18 de junho de 2007. Lei Complementar nº 64, de 18 de dezembro de 2007. Lei Complementar nº 68, de 01 de julho de 2008. Lei Complementar nº 69, 21 de novembro de 2008. Lei Complementar nº 71 , de 17 de junho de 2009. Lei Complementar n° 72 , de 17 de agosto de 2009. Lei Complementar n° 74 , de 16 de dezembro de 2009. Lei Complementar n° 81 , de 21 de junho de .Decreto nº 662, de 19 de setembro de 2002. Decreto nº 270, de 20 de março de 2003. Decreto nº 824, de 02 de setembro de 2003. Decreto nº 201, de 15 de março de 2004. Decreto nº 1503, de 12 de dezembro de 2006. Decreto nº 1123, de 22 de outubro de 2007. Imposto Sobre Serviços (ISS).

 

Leis e decretos

Federal: Lei Complementar Federal Nº 116, de 31 de Julho de 2003. Lei Complementar Federal Nº 123, de 14 de Dezembro de 2006. Lei Complementar Federal Nº 128, de 19 de Dezembro de 2008. Lei nº 6.830/1980. Municipal: Lei Complementar nº 39, de 18 de dezembro de 2001. Lei Complementar nº 40 , de 18 de dezembro de 2001. Lei Complementar nº 41,de 26 de março de 2002. Lei Complementar nº 48, de 09 de dezembro de 2003. Lei Complementar nº 52, de 10 de novembro de 2004. Lei Complementar nº 58, de 22 de dezembro de 2005. Lei nº 12274, de 18 de junho de 2007. Lei Complementar nº 62, de 06 de novembro de 2007. Lei Complementar nº 64, de 18 de dezembro de 2007. Lei Complementar nº 65, de 18 de dezembro de 2007. Lei Complementar nº 66, de 18 de dezembro de 2007. Lei Complementar n° 73 , de 10 de dezembro de 2009. Lei Complementar n° 74 , de 16 de dezembro de 2009. Lei Complementar nº 76, de 24 de maio de 2010. Lei Complementar nº 80, de 21 de junho de 2011. Decreto nº 067 , de 27 de fevereiro de 1981. Decreto nº 1188 , de 18 de dezembro de 1997. Decreto nº 1100, de 22 de novembro de 2001. Decreto nº 824, de 04 de novembro de 2002. Decreto nº 544, de 18 de maio de 2006. Decreto nº 1398, de 13 de dezembro de 2007. Decreto nº 1442, de 17 de dezembro de 2007. Decreto nº 1359, de 15 de dezembro de 2008. Decreto nº 1363, de 15 de dezembro de 2008. Decreto nº 1443, de 23 de dezembro de 2008. Decreto nº 1261, de 8 de outubro de 2009. Decreto nº 1575, de 15 de dezembro de 2009. Decreto n° 230/2010, de 4 de março de 2010. Decreto nº 622/2010, de 25 de maio de 2010. Decreto nº 774, de 1º de julho de 2010. Decreto nº 1676, de 29 de novembro de 2010. Decreto nº 615, de 17 de março de 2011.

 

Qual a data da prova objetiva?

Ainda não se tem informações consolidadas sobre datas e provas no concurso ISS Curitiba.

 

Qual a banca?

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

O último concurso ISS curitiba para o cargo de Auditor Fiscal de Tributos Municipais foi realizado em 2011. Na ocasião, a banca examinadora foi a Associação Paranaense de Cultura (APC).

No entanto, não se sabe ainda qual instituição ficará a cargo do novo edital. Aproveite para acessar a análise completa das principais bancas examinadoras do país.

 

Como se preparar?

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais as melhores apostilas?

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendido, tanto melhor!

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para o, com todos os conteúdos solicitados em todas as disciplinas do concurso ISS Curitiba.

Outra ótima opção é o Gran Cursos Online. Igualmente, tem material vasto para download, totalmente direcionado para o concurso ISS Curitiba. No Gran você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem um curso direcionado para o concurso ISS Curitiba. Além disso, o Estratégia tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha.

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios paa concursos.

Curso Estratégia para concurso ISS CuritibaCurso Gran para concurso ISS Curitiba

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

Edital anterior concurso ISS Curitiba

 

Qual a previsão de próximo concurso?

Para acompanhar a evolução do edital do concurso ISS Curitiba, acesse nossa seção de concursos previstos. E para ler as notícias sobre os principais editais do país em andamento, fique de olho na seção de concursos abertos.

Não perca sua chance!

 

Checklist do candidato

Para saber se você tem mesmo o perfil do candidato para o concurso ISS Curitiba, faça uma rápida checklist:

  • Ter formação de Nível Superior em uma das áreas solicitadas.
  • Ter afinidade com a área de fiscalização e tributos.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

Se você está aguardando o edital do concurso ISS Curitiba, é bom dar aquele gás na preparação, pois em breve ele deve ser lançado. Até lá, aproveite para conhecer as melhores dicas de estudos acessando também as nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Já sabe: conte com a gente na caminhada até a aprovação!

Bons estudos!

[Total: 0    Média: 0/5]