O concurso SEFAZ BA 2018 está em fase de escolha da banca examinadora e seu edital deve ser lançado, no máximo, até dezembro! A seleção, de acordo com o pedido autorizado pelo MPOG no início do ano, prevê o preenchimento de 60 vagas para o cargo de Auditor Fiscal.

O cargo exige formação de Nível Superior em qualquer área e o salário inicial é de R$ 8.456,19.

Há 14 anos sem realizar um concurso, o órgão está com o quadro de servidores bastante defasado, o que tornou a abertura de um edital mais urgente.

Interessado?

Aproveite para acompanhar nossa análise completa, com tudo sobre o órgão e todos os detalhes da carreira (atribuições, salários, benefícios, chances de crescimento, etc) e das provas (disciplinas, conteúdo programático, número de questões).

Além disso, neste artigo você vai encontrar dicas de preparação que vão lhe deixar ainda mais perto da tão sonhada vaga no serviço público!

Saiba mais!

Principais informações sobre o Concurso SEFAZ BA

 

O que é a SEFAZ?

A SEFAZ é um órgão da administração direta. E tem por finalidade arrecadar os tributos de competência estadual e controlar as atividades de fiscalização das operações geradoras de tributos, sempre em consonância com a legislação.

 

Quais as carreiras e atribuições?

o concurso SEFAZ BA 2018 deve contemplar vagas para o cargo de Auditor Fiscal, em diversas especialidades. Veja quais as principais atribuições da carreira:

  • Constituir, privativamente, créditos tributários por meio de lançamentos de ofício com lavratura de autos de infração;
  • Fiscalizar receitas estaduais em estabelecimentos e no trânsito de mercadorias;
  • Efetuar revisões fiscais e contábeis;
  • Julgar, no âmbito administrativo, processos de impugnação de lançamentos de créditos tributários;
  • Elaborar e divulgar atos normativos, de elaboração de pareceres sobre a interpretação e a aplicação da legislação tributária e de orientação aos contribuintes e aos servidores do Grupo Ocupacional Fisco;
  • Estudos econômicos e políticas de administração tributária, financeira, contábil e previdenciária em âmbito estadual;
  • Controle interno no âmbito do Poder Executivo Estadual;
  • Orientar os demais órgãos e entidades do Estado no tocante à legislação tributária, financeira, contábil e previdenciária;
  • Participar da elaboração das propostas do plano plurianual, das diretrizes orçamentárias e dos orçamentos anuais;
  • Elaborar a programação financeira do Estado;
  • planejar, coordenar e executar as atividades de captação, guarda e distribuição dos recursos públicos estaduais;
  • Aplicações no mercado financeiro dos recursos disponíveis na Conta Única do Tesouro do Estado;
  • Atividades relativas à administração da dívida pública estadual;
  • Gerir o patrimônio de títulos mobiliários do Estado;
  • Gerir a contabilidade geral do Estado;
  • Atividades relativas ao sistema financeiro e de contabilidade;
  • Execução orçamentária, financeira, patrimonial e contábil do Estado;
  • Elaborar, analisar e assinar Demonstrativos Contábeis do Balanço Geral do Estado, bem como os exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal;
  • Atividades relativas à administração do Fundo de Custeio da Previdência Social dos Servidores Públicos do Estado da Bahia;
  • Atividades de alta complexidade inerentes ao funcionamento da Secretaria da Fazenda nas áreas tributária, financeira, contábil, orçamentária, patrimonial, previdenciária, tecnológica, de recursos humanos e de administração geral.

 

Qual o nível de formação exigido?

Para concorrer a uma das vagas de Auditor Fiscal no concurso SEFAZ BA é necessário formação de Nível Superior em uma das seguintes áreas:

  • Administração.
  • Ciências Econômicas.
  • Ciências Contábeis.
  • Direito.
  • Engenharia.
  • Informática.
  • Sistemas de Informação.
  • Ciência da Computação.
  • Processamento de Dados.

 

Qual o período de inscrição e valor da taxa?

Ainda não há informações consolidadas sobre datas e valores do concurso SEFAZ BA 2018.

 

Qual o salário?

A remuneração inicial de um Auditor Fiscal na SEFAZ BA é de R$ R$ 8.456,19. No entanto, com os benefícios previstos em lei, o salário pode ultrapassar os R$ 13 mil ainda no início da carreira. Já no fim da carreira, o valor pode ser superior a R$ 40 mil.

 

Quais os benefícios?

Além do salário base, os auditores da SEFAZ BA têm uma série de benefícios, fixos e variáveis. São eles:

  • Gratificação de Atividade Fiscal.
  • Prêmio por Desempenho Fazendário.
  • Auxílio-combustível.
  • Auxílio-alimentação.
  • Convênio médico.
  • Diárias.

 

Qual a lotação?

Os aprovados no concurso SEFAZ BA 2018 poderão ser lotados em qualquer unidade da autarquia no estado, de acordo com a demanda por servidores, considerando a ordem de classificação dos candidatos.

 

Qual a jornada de trabalho?

A jornada de trabalho para o cargo de Auditor Fiscal foi oficialmente alterada em maio deste ano, passando de 30 para 40 horas semanais.

 

Como é o dia a dia da função?

A rotina de um Auditor Fiscal do estado é intensa, pelo volume de trabalho, no entanto, bastante tranquila, sendo voltada para atividades técnicas e administrativas correlatas ao cargo. Não representa nenhum risco à integridade física do servidor, uma vez que o expediente é quase que unicamente interno.

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

O crescimento na carreira do servidor da SEFAZ BA se dá em classes, por meio do tempo de serviço, nível de capacitação e resultados em avaliação de desempenho, conforme a tabela abaixo.

 

Quantas são as vagas?

Estima-se que sejam oferecidas 60 vagas para o cargo de Auditor Fiscal no concurso SEFAZ BA 2018.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

O último concurso SEFAZ BA para o cargo de Auditor Fiscal foi realizado em 2004, ou seja, há 14 anos! Na ocasião, foram ofertadas 63 vagas para as área de Administração, Finanças, Controle Interno e Tecnologia da Informação. O total de inscritos chegou próximo dos 10 mil, deixando a relação de candidato por vaga em torno de 160.

No entanto, como reforçamos sempre, os números divulgados não devem ser considerados um empecilho para quem realmente almeja uma carreira pública.

Isso porque a concorrência real é muito menor, uma vez que apenas entre 8% e 10% dos candidatos estão realmente aptos a disputar uma vaga. Os demais não se prepararam o suficiente e estão praticamente fora da jogada.

Além disso, é importante considerar o número de abstenções, que costuma ser alto, próximo dos 30% do total de inscritos.

Sendo assim, lembre-se que deve focar nos estudos e que a principal barreira a ser vencida é o medo. Afinal, estar bem preparado é seu verdadeiro diferencial!

 

Quais as etapas do edital?

O último concurso SEFAZ BA foi composto de três etapas, o que deve se repetir em uma seleção futura. Foram elas:

 

Como são as provas?

As provas objetivas escritas do concurso SEFAZ BA são de múltipla escolha, com cinco alternativas e apenas uma correta, de caráter eliminatório e classificatório. As disciplinas estão divididas em Conhecimentos Gerais e Conhecimentos Específicos.

A prova dissertativa, também de caráter eliminatório e classificatório, aborda temas atuais referentes às disciplinas de Conhecimentos Específicos de cada área.

 

 

Qual o conteúdo programático?

Como o último concurso SEFAZ foi realizado há mais de 10 anos, é preciso considerar que o conteúdo programático deve passar por atualizações, especialmente em Língua Portuguesa, com o Novo Acordo Ortográfico, e disciplinas que tratam da legislação.

No entanto, é importante conferir o que foi solicitado na última seleção para ter uma ideia do grau de dificuldade das provas em cada matéria de Conhecimentos Básicos.

 

Língua Portuguesa

Ortografia oficial. Acentuação gráfica. Flexão nominal e verbal. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Emprego de tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência de crase. Pontuação. Redação (confronto e reconhecimento de frases corretas e incorretas). Intelecção de texto.

 

Direito Constitucional

Constituição: conceito, origens, conteúdo, estrutura e classificação. Supremacia da Constituição. Poder Constituinte. Interpretação e Aplicabilidade das normas Constitucionais. Princípios Constitucionais. Normas constitucionais e inconstitucionais. Emenda, reforma e revisão Constitucional. Hierarquia das normas jurídicas. Ação direta de declaração de inconstitucionalidade, ação direta de constitucionalidade e argüição de descumprimento de preceito fundamental. Constituição Brasileira: princípios fundamentais e características, direitos e deveres individuais e coletivos e direitos sociais, organização federal brasileira, Administração Pública (disposições gerais) e do processo legislativo brasileiro. Constituição do Estado da Bahia: Da organização do Estado: competência, administração pública estadual e participação popular na administração. Poder Legislativo do Estado: da Assembleia Legislativa e suas competências, do processo legislativo, das leis e dos deputados. Poder Executivo do Estado: Estrutura e funções, governador e secretário de Estado. Poder Judiciário do Estado: Órgãos, competência e controle de constitucionalidade. Das funções essenciais à Justiça: Ministério Público, das Procuradorias e da Defensoria Pública.

 

Direito Administrativo

Atos Administrativos: Conceito e requisitos; Perfeição, validade e eficácia; Atributos do ato administrativo. O silêncio no Direito Administrativo; Vinculação e discricionariedade; Invalidade dos atos administrativos. Controle da Administração Pública. Domínio público. Regime Jurídico da Licitação e dos Contratos Administrativos: Art. 37, XXI, da Constituição Federal; Lei Federal n.º 8.666, de 21/06/93, e suas alterações posteriores. Organização administrativa do Estado. Princípios Constitucionais do Direito Administrativo Brasileiro: Princípio da Supremacia do interesse público sobre o privado; Princípio da legalidade; Princípio da finalidade; Princípio da razoabilidade; Princípio da proporcionalidade; Princípio da motivação; Princípio da impessoalidade; Princípio da publicidade; Princípio do devido processo legal e da ampla defesa; Princípio da moralidade administrativa; Princípio do controle judicial dos atos administrativos; Princípio da responsabilidade do Estado por atos administrativos; Princípio da eficiência. Regime Jurídico dos Serviços Públicos: conceito, natureza e classificação; competências para prestação do serviço; serviços delegados a particulares; concessões, permissões e autorizações; convênios e consórcios administrativos. Servidores Públicos do Estado da Bahia: direitos, vantagens, deveres, classificação, responsabilidades, lotação, redistribuição, sindicância e processo administrativo disciplinar (Constituições Federal e Estadual e Lei Estadual n.º 6.677, de 26/09/94).

 

Direito Tributário

Normas Gerais de Direito Tributário. Tributo. Conceito. Natureza Jurídica e Espécies. Competência Tributária. Legislação Tributária. Leis Complementares. Leis Ordinárias. Medidas Provisórias. Leis Delegadas. Tratados e Convenções Internacionais. Decretos Legislativos do Congresso Nacional. Resoluções do Senado Federal. Decretos. Normas Complementares. Limitações do direito de tributar. Vigência. Aplicação. Interpretação e Integração da Legislação Tributária. Relação Jurídica Tributária: Elementos Estruturais. Obrigação Tributária Principal e Acessória. Fato Gerador. Sujeição Ativa e Passiva. Solidariedade. Capacidade Tributária. Domicílio Tributário. Responsabilidade Tributária: Conceito. Responsabilidade dos Sucessores, de Terceiros e por Infrações. Crédito Tributário. Conceito. Constituição. Lançamento: Modalidades. Hipóteses de Alteração. Suspensão da Exigibilidade do Crédito Tributário: Modalidades. Extinção do Crédito Tributário: Modalidades. Pagamento Indevido. Exclusão do Crédito Tributário: Isenção e Anistia. Garantias e Privilégios do Crédito Tributário. Administração Tributária: Fiscalização. Dívida Ativa. Certidões Negativas.

 

Contabilidade Geral

Legislação básica (Lei Federal n.º 6.404, de 15/12/76). Funções contábeis típicas. Ativo: forma de apresentação, conteúdo, classificação, critério de avaliação e provisões. Passivo: conceitos, avaliação, classificação e critérios contábeis. Patrimônio Líquido: capital social, reservas e lucros acumulados. Representação gráfica do patrimônio. Método das partidas dobradas. Variações patrimoniais. Apuração de resultados. Levantamento do balanço patrimonial. Demonstração do resultado do exercício: estrutura, características e elaboração. Destinação do lucro. Demonstração de lucros e prejuízos acumulados. Demonstração das origens e aplicação de recursos. Análise de Balanços: índices de liquidez, rotatividade, patrimoniais, estruturais e rentabilidade.

 

Contabilidade Pública

Legislação básica (Lei Federal n.º 4.320, de 17/03/64). Conceito, objeto e princípios fundamentais. Regimes contábeis. Campo de aplicação. Receita e despesa orçamentária: conceito, classificação e estágios. Créditos adicionais. Receitas e Despesas extraorçamentárias: restos a pagar, depósitos, serviços da dívida a pagar e débitos de tesouraria. Adiantamento, Balanços financeiro, patrimonial e orçamentário e demonstrativo das variações patrimoniais. Inventário na administração pública.

 

Estatística

População. Censo. Amostra. Experimento aleatório. Variáveis e atributos. variáveis aleatórias discretas e contínuas. Normas para apresentação tabular de dados. Quadros e tabelas. Distribuição de frequências. Intervalos de classe. Ponto médio. Frequências absolutas e relativas. Frequências acumuladas. Gráficos: barras, colunas, histogramas e polígonos de frequências. Média aritmética. Propriedades da média. Cálculo simplificado da média. Mediana. Moda. Média geométrica. Média harmônica. Amplitude. Desvio médio. Variância absoluta. Cálculo simplificado da variância. Desvio Padrão. Variância relativa e coeficiente de variação.

 

Qual a data da prova objetiva?

Ainda não há informações consolidadas sobre as provas do concurso SEFAZ BA 2018.

 

Qual a banca?

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

O último concurso SEFAZ BA, realizado em 2013, foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), uma das mais conhecidas do país, e esta mesma banca será a organizadora do concurso SEFAZ BA 2018. A informação foi confirmada pela Secretaria da Administração do Estado da Bahia através de nota divulgada no dia 08 de agosto.

Acesse a análise completa com o perfil da banca:

 

Como se preparar?

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem um curso direcionado para o concurso SEFAZ BA. Além disso, o Estratégia tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha.

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

Acesse curso Gran para concurso SEFAZ BAAcesse curso Estratégia para concurso SEFAZ BA

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

Acesse edital anterior do concurso SEFAZ BA

 

Qual a previsão de próximo concurso?

Para acompanhar a evolução do edital do concurso SEFAZ BA, acompanhe nossa seção de concursos previstos. E para ler as notícias sobre os principais editais do país em andamento, acesse a seção de concursos abertos.

Não perca sua chance!

 

Checklist do candidato

Que tal fazer uma rápida checklist para saber se você tem mesmo o perfil do candidato no concurso SEFAZ BA 2018? Confira:

  • Ter formação de Nível Superior nas áreas ofertadas.
  • Ter disponibilidade para mudar de cidade.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

Se você está interessado em participar do concurso SEFAZ BA 2018, é hora de dar aquele gás nos estudos, pois logo o edital deve ser lançado. Lembre-se sempre que o diferencial do candidato é a boa preparação.

Precisa de ajuda? Acesse também nas redes sociais do Próximos Concursos: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube. Por lá você vai encontrar manuais e análises completas, notícias do mundo concurseiros e dicas para agilizar a sua aprovação.

Conte com a gente e bons estudos!

[Total: 0    Média: 0/5]