O concurso TRT MG deve ser realizado apenas em 2019, mas já começa a movimentar os concurseiros.

Embora sem maiores definições após a prorrogação do prazo de validade da última seleção, espera-se que o órgão lance novo edital em um futuro próximo para técnicos, analistas e oficiais de Justiça, com salários entre R$ 5 e R$ 10 mil.

No último concurso TRT MG foram oferecidas apenas vagas de níveis Médio e Superior em diversas áreas apenas para formação de cadastro reserva.

Enquanto não há novidades sobre o concurso TRT MG, é bom ir se preparando. Não deixe para começar os estudos apenas quando o edital for lançado. Assim você já sai na frente e fica ainda mais perto da tão sonhada vaga no serviço público.

Interessado?

Então acompanhe este artigo que traz tudo sobre carreiras, salários, benefícios, conteúdo das provas, estilo da banca e dicas de arrasar!

Leia agora!

 

Principais informações sobre o Concurso TRT MG

 

Quais as carreiras e atribuições?

Espera-se que o concurso TRT MG oferte vagas para Técnico Judiciário e Analista Judiciário em diversas áreas de atuação, além de oportunidades para a carreira de Oficial de Justiça Avaliador Federal.

Veja as principais atribuições de cada uma delas:

Técnico Judiciário (apoio especializado): atividades de apoio técnico à área jurídica conforme área de atuação específica de Nível Médio; executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário (apoio especializado): atividades de apoio especializado à área Jurídica conforme área de atuação específica de Nível Superior; executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Oficial de Justiça Avaliador Federal: executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

 

Qual o nível de formação exigido?

Para o cargo de Técnico Judiciário é exigida formação de Nível Médio, Normal ou Técnico.

Para o cargo de Analista Judiciário é preciso ter formação de Nível Superior (em diversas áreas de atuação, conforme edital).

Já para o cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal é necessário ter formação de Nível Superior em Direito.

Todos os aprovados, para qualquer um dos cargos, devem apresentar certificado de conclusão expedido por instituição credenciada no Ministério da Cultura (MEC).

 

Qual o período de inscrição e valor da taxa?

Ainda não há informações consolidadas sobre datas e valores no próximo concurso TRT MG.

 

Qual o salário?

De acordo com o último edital do TRT MG, lançado em 2015, a remuneração inicial para os cargos era a seguinte:

  • Técnico Judiciário: R$ 5.425,79
  • Analista Judiciário: R$ 8.863,84
  • Oficial de Justiça Avaliador Federal: R$ 10.485,62

O valor da remuneração mensal inclui o vencimento básico, a Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ) e a Vantagem Pecuniária Individual (VPI) para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário.

Já o salário para o cargo de Oficial de Justiça Avaliador Federal é composto de vencimento básico, Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ), Vantagem Pecuniária Individual e Gratificação de Atividade Externa (GAE).     

 

Quais os benefícios?

Além da remuneração mensal fixa, os aprovados no concurso TRT MG terão direito aos seguintes benefícios:

  • Auxílio-alimentação
  • Auxílio-saúde
  • Assistência pré-escolar
  • Assistência Médica e Odontológica

 

Qual a lotação?

Os aprovados no concurso TRT MG poderão ser lotados em qualquer uma das cidades integrantes da sub-região pela qual optou no ato da inscrição, conforme demanda do órgão e classificação do candidato.

 

Qual a jornada de trabalho?

A jornada de trabalho dos servidores do TRT MG é de 40 horas semanais (8 horas diárias).

 

Como é o dia a dia na função?

O TRT da 3ª Região, no qual está inserido o TRT MG, oferece ao servidor a possibilidade de executar suas atividades sob o regime de teletrabalho.

Teletrabalho é como os órgãos públicos chamam o trabalho remoto — quando é realizado fora das dependências oficiais, em um home office ou coworking, por exemplo, em alguns dias da semana.

No entanto, é importante salientar que nem todas as funções estão aptas a essa modalidade e ela depende de uma série de aprovações prévias para que seja viável.  

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

O plano de carreira do TRT MG envolve classes e padrões. E o crescimento se dá por progressão funcional ou por promoção.

Na progressão funcional o servidor muda de padrão dentro de uma mesma classe no período de um ano, desde que atenda pré-requisitos estabelecidos por área.

Na promoção o servidor passa do último padrão de uma classe para a outra, respeitando o período mínimo de um ano desde a última mudança de padrão. Nesse caso, são considerados os resultados da avaliação formal de desempenho e a participação em cursos de capacitação profissional.

 

Quantas são as vagas?

Ainda não há informações consolidadas sobre o número de vagas no próximo concurso TRT MG.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

O último concurso TRT MG, realizado em 2015, ofereceu apenas vagas para cadastro reserva em diversas áreas para técnicos e analistas. Na ocasião, houve um total de 134.270 inscritos — com destaque para a carreira de Oficial de Justiça Avaliador Federal, com 25.987 inscrições.

De qualquer maneira, mesmo em uma seleção apenas para cadastro reserva, o candidato não deve desanimar. Isso porque os concursos de 2015 e 2009 do TRT MG acabaram nomeando números bastante expressivos de servidores, muito além do esperado inicialmente.  

 

Quais as etapas do edital?

O edital do último concurso TRT MG, em 2015, contou com provas escritas objetivas e prova discursiva (redação ou estudo de caso, conforme cargo em disputa).

 

Como são as provas?

A prova objetiva do concurso TRT MG é composta por questões de múltipla escolha (com cinco alternativas  apenas uma correta) em Conhecimentos Básicos (20 questões, peso 1)  e Conhecimentos Específicos (40 questões, peso 3).

Conhecimentos Básicos, comum a todos os cargos, versa sobre as disciplinas de:

Conhecimentos Específicos trata de temas relativos à área de atuação de cada cargo.

Já a prova dissertativa pode ser uma redação ou um estudo de caso com até duas questões (peso 1).

 

Qual o conteúdo programático?

Veja quais os tópicos solicitados na prova de Conhecimentos Básicos, que é comum a todos os cargos.

 

Conhecimentos Básicos – Nível Médio e Nível Superior (exigência de acordo com o grau de formação)

 

Língua Portuguesa

Domínio da ortografia oficial. Emprego da acentuação gráfica. Emprego dos sinais de pontuação. Flexão nominal e verbal. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. Domínio dos mecanismos de coesão textual. Emprego de tempos e modos verbais. Vozes do verbo. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Sintaxe. Redação (confronto e reconhecimento de frases corretas e incorretas). Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. Adequação da linguagem ao tipo de documento. Adequação do formato do texto ao gênero.

 

Regimento Interno do TRT da 3ª Região

Título I – Do Tribunal: Capítulo I – Disposições Preliminares; Capítulo II – Da Organização do Tribunal; Capítulo III – Do Tribunal Pleno; Capítulo IV – Do Órgão Especial; Capítulo V – Do Presidente do Tribunal; Capítulo VI – Das 1ª e 2ª Vice-Presidências; Capítulo VII – Da Corregedoria: Seção I – Da Secretaria da Corregedoria, Seção II – Da Competência do Corregedor e do Vice – Corregedor. Título II – Da Ordem de Serviço no Tribunal: Capítulo I – Do Cadastramento e da Distribuição de Processos; Capítulo II – Do Relator e do Revisor; Capítulo III – Das Pautas de Julgamento; Capítulo IV – Das Sessões; Capítulo V – Dos Acórdãos; Capítulo VI – Da Execução contra a Fazenda Pública. Título IV – Das Comissões: Capítulo I – Das Disposições Gerais; Capítulo II – Da Comissão de Regimento Interno; Capítulo III – Da Comissão de Jurisprudência; Capítulo IV – Da Comissão de Informática; Capítulo V – Da Comissão de Planejamento Estratégico. Título V – Dos Serviços Administrativos.

 

Qual a data da prova objetiva?

Ainda não há informações consolidadas sobre a data das provas no próximo concurso TRT MG.

 

Qual a banca?

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

O último concurso TRT MG, em 2015, foi organizado pela Fundação Carlos Chagas  (FCC). Você pode acessar a análise completa do estilo da instituição e de outras importantes bancas do país, clicando no nome:

 

Como se preparar?

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais as melhores apostilas?

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendido, tanto melhor!

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para o, com todos os conteúdos solicitados em todas as disciplinas do concurso TRT MG.

Outra ótima opção é o Gran Cursos Online. Igualmente, tem material vasto para download, totalmente direcionado para o concurso TRT MG. No Gran você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem um curso direcionado para o concurso TRT MG. Além disso, o Estratégia tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha.

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

Curso Gran para concurso TRT MG

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

Provas anteriores concurso TRT MGEdital anterior concurso TRT MG

 

Qual a previsão de próximo concurso?

Para acompanhar a evolução do edital do concurso TRT MG, acesse nossa seção de concursos previstos. E para ler as notícias sobre os principais editais do país em andamento, fique de olho na seção de concursos abertos.

Não perca sua chance!

 

Checklist do candidato

Para saber se você tem mesmo o perfil do candidato para o concurso TRT MG, faça uma rápida checklist:

  • Ter formação de níveis Médio ou Superior (de acordo com a vaga pretendida).
  • Ter disponibilidade para mudar de cidade.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

Mesmo com previsão apenas para o próximo ano, é bom você já começar a preparação para o concurso TRT MG. Aproveite esse tempo para estudar com vontade! Acesse o post Como estudar para Concursos de Tribunais e saiba mais.

Acompanhe também nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube. Por lá você vai descobrir como agilizar a sua aprovação, além de ficar por dentro de todas as novidades do mundo dos concursos.

Conte com a gente e bons estudos!

 

Planilha de Estudos

Planilha de Estudos

Com essa planilha você vai poder calcular automaticamente seu tempo ideal de estudos.

Ela foi criada com base no Método PQF para calcular o quanto você tem que estudar, levando em conta o peso de cada matéria, quantidade de horas necessárias e facilidade que você tem sobre cada uma.

Parabéns! agora você tem acesso a Planilha de Estudos!