%

Probabilidade Concurso

Concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região 2018

 

 

O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região deve demorar a lançar novo concurso público, pois em 2016 o órgão realizou seu último concurso para provimento de cargos de nível médio e de nível superior. A banca responsável pelo último concurso foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). O concurso tem validade de dois anos, mas pode ser prorrogado por igual período, ou seja, é possível que só depois de 2020 o órgão realize novo processo seletivo para ingresso de novos servidores.

 

 

 

O cargo de Técnico Judiciário que exige apenas formação de nível médio completo possui remuneração inicial de R$ 5.000,00. Os candidatos que tinham formação em curso de Técnico em Informática, podiam concorrer ao cargo de Técnico em TI.  Para quem tinha nível superior nas áreas administrativa, contabilidade, arquitetura, enfermagem, engenharia civil, engenharia elétrica, judiciária, medicina do trabalho, odontologia, oficial de justiça avaliador federal, psicologia, serviço social e tecnologia da informação, concorreu ao cargo de Analista Judiciário, com remuneração inicial de R$ 8.800,00. Já a remuneração inicial do Oficial de Justiça foi de R$ 10.425,00.

 

 

 

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT 8) faz parte da Justiça do Trabalho no Brasil, em conjunto com as Varas do Trabalho e com o Tribunal Superior do Trabalho. Usualmente, corresponde à segunda instância na tramitação de um processo trabalhista, apreciando recursos ordinários e agravos de petição, mas detêm competências originárias de julgamento, em casos de dissídios coletivos, ações rescisórias, mandados de segurança, entre outros. O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, com sede em Belém, Estado do Pará, é um órgão da Justiça do Trabalho, pertencente ao Poder Judiciário da República Federativa do Brasil, o qual exerce jurisdição em todo território dos Estados do Pará e Amapá.

[Total: 1    Média: 4/5]