Quanto ganha um Técnico do INSSO concurso INSS deve finalmente sair em 2019 e já vem movimentando os concurseiros. Quer saber quanto ganha um Técnico do INSS? Neste artigo você encontra essa e outras respostas importantes para quem pretende encarar o desafio.

Com mais de 7 mil cargos vagos, o órgão deve lançar um edital com um número bastante alto de vagas — só para técnicos são esperadas quase 4 mil!

Aproveite para saber tudo sobre a carreira de Técnico do INSS, suas atribuições, salário, benefícios, chances de crescimento e muito mais.

Leia agora!

 

Saiba tudo sobre a carreira de Técnico do INSS

 

Quais as atribuições de um Técnico do INSS?

 

O Técnico do INSS é o responsável por atender, orientar, agendar perícias e encaminhar pedidos dos segurados da Previdência Social nas agências. Também dá suporte técnico a atividades internas e análises dos pedidos de concessão e revisão de benefícios, processos e recursos administrativos.

É fundamental que, além das qualificações técnicas, o servidor que ocupa o cargo entenda que, para atender ao público, é preciso atuar com respeito e eficiência.

Veja abaixo quais são as principais atribuições da carreira de Técnico do INSS, segundo o último edital do concurso INSS.

 

Técnico do Seguro Social

 

  • Realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica;
  • Coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres
  • Exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS.
  • Atender ao público; assessorar os superiores hierárquicos em processos administrativos;
  • Realizar atividades inerentes ao reconhecimento de direitos previdenciários, direitos vinculados à Lei nº 8.742/1993 e outros sob a responsabilidade do INSS;
  • Realizar atividades inerentes à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos;
  • Realizar estudos, pesquisas e levantamentos de informações; elaborar minutas de editais, contratos, convênios e demais atos administrativos e normativos; avaliar processos administrativos, oferecendo subsídios à gestão nos aspectos preventivos e para as tomadas de decisão;
  • Participar do planejamento estratégico institucional, de comissões, grupos e equipes de trabalho e dos planos de sua unidade de lotação;
  • Atuar na gestão de contratos, quando formalmente designado; controlar dados e informações, executar a atualização em sistemas;
  • Executar atividades de orientação, informação e conscientização previdenciária;
  • Realizar atividades de gestão do patrimônio do INSS; subsidiar os superiores hierárquicos com dados e informações relacionadas à sua área de atuação, atuar no acompanhamento e avaliação da eficácia das ações desenvolvidas e na identificação e proposição de soluções para o aprimoramento dos processos de trabalho desenvolvidos; 
  • Atuar em atividades de planejamento, supervisão e coordenação de projetos e programas de natureza técnica e administrativa.  

 

 

Qual o nível de formação exigido?

 

Para concorrer a uma vaga de Técnico do INSS, é preciso ter formação de Nível Médio completo, com apresentação de certificado reconhecido por instituição de ensino credenciada no Ministério da Educação (MEC).

Além disso, a lista de requisitos para ocupar o cargo é a seguinte:

  • Ser brasileiro ou gozar das prerrogativas previstas no artigo 12 da Constituição Federal;
  • Ter pleno exercício de seus direitos civis e políticos;
  • Comprovar idade mínima de 18 anos;
  • Ter prova de quitação com as obrigações eleitorais;
  • Ter prova de quitação com as obrigações militares (para indivíduos do sexo masculino);
  • Ter aptidão física e mental para o exercício do cargo.

 

Quanto ganha um Técnico do INSS?

 

A remuneração inicial bruta de um Técnico do INSS é de R$ 5.447,70.

Esse valor é composto por:

  • Vencimento básico: R$ 712,61.
  • Gratificação de Atividade Executiva (GAE): R$ 1.140,18 (160 % sobre o vencimento básico).
  • Gratificação de Desempenho de Atividade do Seguro Social (GDASS): R$ 3.595,00 (referentes a 80 pontos do desempenho institucional e 20 pontos da avaliação individual, realizadas a cada seis meses).

No entanto, em estágio final de carreira, um Técnico do INSS pode receber até R$ 9.099,25, mais benefícios.

 

Quais os benefícios?

 

Além da remuneração mensal, os servidores do INSS têm direito a uma série de benefícios, como:

  • Auxílio-alimentação: R$ 458,00.
  • Auxílio pre-escolar: R$ 321,00 (para filhos entre 0 e 5 anos de idade).
  • Auxílio-saúde: R$ 210,00.
  • Ressarcimento do plano de saúde: entre R$ 101,56 e R$ 205,63 (para cada titular e cada dependente, de acordo com a idade e a faixa salarial do servidor).
  • Adicional de insolubilidade: 5%. 10% ou 20% de acordo com laudo pericial.

 

Qual a lotação?

 

Por se tratar de um concurso federal, as possíveis lotações abrangem todos os estados brasileiros. Portanto, para se saber em que estados e cidades haverá vagas é preciso esperar a liberação do edital.

O processo de lotação ocorre da seguinte forma: no ato da inscrição os candidatos deverão escolher a Gerência-Executiva em que pretendem ser lotados. Sendo que ao ser convocado o candidato deverá escolher uma Agência da Previdência Social que faça parte da Gerência-Executiva escolhida.

 

Qual a jornada de trabalho?

 

A jornada de trabalho dos servidores do INSS pode variar de acordo com o tipo de agência e cargo:

  • Agências qualificáveis: 30 horas semanais (dois turnos, sem redução da remuneração).
  • Agências não qualificáveis: 40 horas semanais (sem redução da remuneração) ou 30 horas semanais (om redução proporcional).
  • Cargos em comissão ou função de confiança: 40 horas semanais.

 

Como é o dia a dia da função?

 

A rotina dos servidores do INSS é, via de regra, bastante corrida, uma vez que as agências têm um fluxo intenso de atendimentos diários.

As atividades desenvolvidas são muito importantes para a população, pois são referentes aos benefícios previdenciários, como aposentadoria, salário-maternidade, auxílio-doença, seguro-desemprego, etc.

De maneira, geral,  técnicos atuam mais próximos do público, ficando a cargo da orientação aos segurados e andamento dos recursos.

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

 

Os técnicos do INSS podem se desenvolver na carreira por cinco classes (A, B, C , D e Especial). A classe A é dividida em cinco padrões e as demais classes em quatro padrões (I, II, III, IV e V)

O ingresso na carreira ocorre na classe A, padrão I. Ao final da carreira, o servidor estará na classe Especial, padrão IV.

O crescimento ocorre por meio da progressão funcional ou promoção.

A progressão funcional é é a passagem do servidor para o padrão de vencimento imediatamente superior dentro de uma mesma classe. Já a promoção é a passagem do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe imediatamente superior.

Essa mudança é realizada mediante alguns critérios pré-estabelecidos, como tempo mínimo de permanência em cada uma das classes ou padrões, avaliação de desempenho e capacitações.

 

Quantas são as vagas?

 

A previsão é de que sejam ofertadas pelo menos 7.580 vagas na abertura do próximo concurso INSS, distribuídas entre os seguintes cargos:

 

Técnico do Seguro Social 3.941
Analista do Seguro Social 1.493
Perito Médico 2.146

 

 

Como foi a concorrência do último concurso?

 

No último concurso INSS, em 2015, foram abertas 800 vagas para o cargo de Técnico do Serviço Social e 150 vagas para o cargo de Analista do Serviço Social. Foram inscritos 43.982 candidatos para o cargo de Analista e 1.043.807 candidatos para o cargo de Técnico.

Para conferir a relação completa de vagas e inscritos para cada Gerência-Executiva, você pode clicar aqui:

 

 

O concurso de 2012 contou com 375 vagas para o cargo de Perito Médico e 1.500 vagas para o cargo de Técnico do Seguro Social. O número de inscritos para o cargo de Perito Médico foi de 11.760, já para o cargo de Técnico foi de 903.515 candidatos.

Neste concurso, no entanto, foram nomeados mais de 5.000 candidatos, o que não é um número pequeno.

Além disso, é muito importante lembrar que a concorrência real é muito diferente do número de inscritos. Isso porque é sabido que apenas cerca de 10% dos candidatos estão, de fato, aptos a disputar uma vaga, tendo se preparado de acordo, com foco no edital.

Há também que se considerar o índice de abstenções, que pode chegar a 30%! Portanto, não desanime com a concorrência, o importante é investir na sua preparação desde já para sair na frente dos outros candidatos.

 

Como são as provas?

 

A prova do último concurso INSS para Técnico foi composta de 50 questões de Conhecimentos Básicos e 70 questões de Conhecimentos Específicos para ambos os cargos. As questões foram de múltipla escolha.

As questões de Conhecimentos Básicos estavam distribuídas entre as disciplinas de:

 

Foram eliminados os candidatos que não obtiveram, no mínimo, cumulativamente:

 

  • 30% de acertos na prova de Conhecimentos Básicos;
  • 30% de acertos na prova de Conhecimentos Específicos;
  • 40% de acertos no total de ambas as provas.

 

Já a prova de Conhecimentos Específicos foi composta de questões na disciplina de:

  • Seguridade Social

 

As provas do último concurso INSS foram aplicadas em todos os estados brasileiros mais o distrito Federal. Na maioria dos estados, em mais de uma cidade.

 

Qual o conteúdo programático?

 

Veja quais, provavelmente, serão os tópicos de cada uma das disciplinas para a carreira de Técnico do INSS no concurso INSS 2019.

 

Conhecimentos Básicos (Técnico do Seguro Social)

 

 

Conhecimentos Específicos (Técnico do Seguro Social)

 

 

Qual a banca?

 

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

Ainda não se sabe qual será a banca do concurso INSS. Por isso, é bom entender como cada uma delas funciona. Clique no nome da instituição e saiba mais:

 

 

Como se preparar?

 

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais as melhores apostilas?

 

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendido, tanto melhor!

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para o concurso INSS, com todos os conteúdos solicitados em todas as disciplinas.

Outras ótimas opções são Gran Cursos Online e o Exponencial, ambos  também com material vasto para download, além de ótimo custo/benefício.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

Temos três opções interessantes para você:

 

  • O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem um curso direcionado para o concurso INSS. Além disso, o Estratégia tem os melhores índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados. 

 

 

 

  • O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha.  No Gran você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma, o que o torna um excelente custo/benefício para os concurseiros. 

 

 

 

  • O Exponencial é um curso voltado para o aprendizado acelerado, que ainda oferece serviço de coaching 100% especializado.

 

 

 

 

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

 

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

 

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

 

Qual a previsão de próximo concurso?

 

Para acompanhar a evolução do edital do concurso INSS, acesse nossa seção de concursos previstos. E para ler as notícias sobre os principais editais do país em andamento, fique de olho na seção de concursos abertos.

Não perca sua chance!

 

Checklist do candidato

 

Para saber se você tem mesmo o perfil do candidato a Técnico do INSS, faça uma rápida checklist:

  • Ter formação de Nível Médio.
  • Ter afinidade com área de Seguridade Social.
  • Ter disponibilidade para mudar de cidade.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

Vai encarar o desafio do concurso INSS? Fique esperto, além de saber quanto ganha um Técnico do INSS, é preciso estar por dentro das atribuições do cargo e ter certeza de que é para você.

Acesse também nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

 

Quer saber mais sobre o Concurso INSS 2019?

 

Preparamos um artigo com todas as informações do Concurso. Acesse o link abaixo e bons estudos!!!

 

 

Gostou do artigo?
[Total: 2 Average: 5]

Planilha de Estudos

Inscreva-se agora para baixar gratuitamente a Planilha definitiva de Estudos!

Confirme seu e-mail e baixe a planilha!