fbpx

Quer saber como funciona o Enem?

Como funciona o ENEMIsso é muito importante, afinal, as inscrições para as provas do Enem 2019 já estão abertas no site do Inep.

Isso significa que essa pode ser a sua chance de ingressar em uma universidade pública, fator essencial para uma ótima formação e, claro, para um belo de um diferencial no currículo.

Nesse artigo, nós vamos esclarecer por que você deve fazer o exame, qual a relação dele com outros programas do governo, como Sisu, Prouni e Fies, como funcionam as provas e até as mudanças que aconteceram de 2017 para cá.

Então, se quer mesmo saber como funciona o Enem, é só ficar atento a esse texto e aproveitar as suas diversas informações!

Afinal, como funciona o Enem?

Vamos entender de uma vez como funciona o Enem?

Trata-se do Exame Nacional do Ensino Médio, o mais importante para quem quer ingressar em um curso superior.

Basicamente, são provas que selecionam estudantes tanto para as instituições federais quanto para outros programas do governo, como Prouni, Sisu, e Fies, oferecendo bolsas de estudo integrais por meio da nota obtida no exame.

A ideia é facilitar a vida de quem quer estudar em uma universidade pública ou precisa da ajuda do governo para pagar a mensalidade da particular.

O Enem, que acontece todos os anos, é aplicado pelo Ministério da Educação em parceria com o Inep e desde 2017 tem sido realizado em dois domingos consecutivos. Antes era em um único final de semana.

A mudança veio para ajudar os estudantes a terem mais tempo para se preparar, além de aproveitarem um bom descanso depois de um dia trabalhoso de prova.

Ah, e falando nela, esse ano a primeira ocorrerá no dia 3 de novembro e a segunda no dia 10.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até 17/05 no link https://enem.inep.gov.br/participante/#!/. Então corra para garantir a sua vaga!

Mas antes é importante você ler o edital para conhecer o conteúdo programático, os locais e os horários dos exames, os documentos que devem ser levados e muito mais.

Acesse o site do Inep para conferir o cronograma completo do Enem 2019.

Por que você deve fazer o Enem 2019?

O motivo principal de realizar o Enem 2019 é o fato dele ser a porta de entrada para as universidades federais. Simples assim!

Mas é importante você saber que a classificação vai depender de cada instituição.

Algumas utilizam a inscrição no Sisu, o Sistema de Seleção Unificado, como único critério enquanto outras apostam na nota do Enem e do vestibular.

No final das contas, o exame é a peça-chave tanto para o Sisu quanto para o Sisutec, o Prouni e o Fies.

Vamos entender isso melhor?

Sisu

Diversas faculdades utilizam o Sisu como única forma de ingresso e é por isso que você deve ficar atento.

Mas como funciona?

São duas edições por ano, uma em cada início de período letivo.

Basicamente, as universidades participantes permitem que você utilize a sua nota do Enem para concorrer com outras pessoas.

São quatro dias de concorrência por meio de um sistema online.

Basta entrar no site ao final de cada dia para ver a nota de corte do curso que pretende fazer e a sua posição a partir do número de vagas oferecidas.

Sisutec

Funciona como o Sisu, com exceção de um ponto: serve apenas para quem terminou o ensino médio e pretende iniciar um curso técnico em instituições municipais, estaduais ou federais.

Prouni

O Prouni é o Programa Universidade Para Todos, implantado pelo Governo Federal com o intuito de oferecer bolsas de estudo para pessoas com baixa renda terem a chance de estudar em universidades privadas.

Para participar você precisa fazer no mínimo 450 pontos na média das notas das provas, não zerar a redação do Enem, possuir renda familiar de até três salários mínimos e ter ao menos uma das seguintes condições:

  • Cursado o ensino médio em escola pública.
  • Cursado ao menos parte do ensino médio em escola particular com bolsa integral.
  • Ser portador de deficiência física.
  • Ser professor de ensino básico da rede pública e estar concorrendo ao curso de pedagogia normal, superior ou licenciatura. Neste caso a renda familiar não é levada em consideração.

Fies

O Fies é o Fundo de Financiamento Estudantil que funciona como uma espécie de empréstimo do governo.

Ele é útil para quem pretende ingressar em uma faculdade privada ou até já está estudando, mas não pode arcar com o valor integral das mensalidades.

Como funciona?

Em poucas palavras, você recebe a bolsa e depois que se formar deve pagar a dívida ao governo com juros baixos.

Porém, para solicitar o Fies é necessário que tenha realizado a prova do Enem.

Além desses programas, você também pode utilizar a sua nota do Enem para estudar no exterior, mais especificamente em Portugal.

Isso porque algumas faculdades do país passaram a aceitar o resultado do exame nos seus processos seletivos.

Interessante, não?

Como funcionam as provas do Enem?

Vamos entender melhor sobre as provas do Enem 2019?

Lembre-se de que os conteúdos solicitados são aqueles aprendidos no ensino médio e que o exame acontece em dois domingos consecutivos.

Veja a divisão:

  • Primeiro domingo

São 90 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens, além da redação dissertativa-argumentativa.

O tema geralmente é relacionado a assuntos atuais e o tempo de duração da prova é de cinco horas e meia, o que equivale, em média, a três minutos para cada questão e uma hora para a redação.

 

  • Segundo domingo

São 90 questões de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias e o tempo de prova é de cinco horas.

 

 

 

Vamos entender melhor as matérias que caem em cada área de conhecimento?

  • Matemática e suas Tecnologias

Você precisará utilizar o raciocínio e a lógica em questões de matemática contextualizadas no seu dia a dia.

  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

Aqui entram as questões de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira (inglês ou espanhol) e Literatura.

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias

Tratam-se das questões de Geografia, História, Sociologia e Filosofia, utilizando atualidades.

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias

São as questões de Biologia, Química e Física aplicadas em temas cotidianos.

  • Redação

Você deve fazer uma dissertação-argumentativa de até 30 linhas.

Dicas para as provas do Enem 2019

Bom, é claro que você precisa entender a fundo todas as áreas de conhecimento descritas no tópico anterior para ter a chance de se dar bem na prova do Enem 2019, certo?

Isso significa que é necessário colocar em prática tudo aquilo que aprendeu no ensino médio, porém, com um algo a mais.

E o que seria?

Responder questões incorporando situações reais do dia a dia, resolvendo problemas de maneira ética e cidadã.

Isso porque os critérios da prova do Enem envolvem habilidades e competências.

Como assim?

Basicamente, você precisa ter capacidade suficiente para fazer associações entre as áreas de conhecimento, entregando propostas de intervenção que auxiliem em diversas questões sociais.

Em outras palavras, você vai explicar o que deve ser feito e como deve ser feito!

Portanto, não basta conhecer as disciplinas que vão cair, mas também ter habilidade para entender as ações estratégicas que podem ser realizadas por meio delas em prol do bem comum.

Calma, isso realmente não é simples e ninguém está dizendo que você precisa ter essa capacidade da noite para o dia.

Mas existe sim uma luz no fim do túnel: um curso online preparatório para o Enem.

O Descomplica é uma ótima alternativa. Preparamos uma análise completa sobre ele, basta acessar:

Isso porque a plataforma já vem prontinha, com tudo que você precisa para aprimorar essas competências e se dar muito bem no exame de uma vez por todas!

Mas como?

Você vai receber um plano de estudo semanal ou mensal, que facilitará a organização das matérias e de todas as suas tarefas, aulas gravadas e ao vivo com conteúdo completo, material de apoio, 3 monitorias por semana, 2 redações corrigidas por mês, guia do estudo perfeito (para você estudar da forma certa), listas de exercícios e simulados e muito mais.

A ideia é proporcionar um estudo completo, com tudo aquilo que é preciso para a conquista de uma ótima pontuação.

Em outras palavras, a plataforma te dá tudo. Você só tem que fazer a sua parte!

Quais são as mudanças que aconteceram no Enem a partir de 2017?

Você certamente deve ter ouvido falar nas diversas mudanças que o Enem passou de 2017 para cá.

Isso aconteceu depois que o MEC realizou, neste mesmo ano, uma pesquisa para entender a opinião das pessoas com relação ao exame.

Foi assim que o Ministério da Educação conseguiu entender tudo que precisava ser melhorado.

Conheça as mudanças:

Provas em dois domingos consecutivos

Desde 2009 o Enem era aplicado em um único final de semana, com provas no sábado e no domingo.

Agora elas acontecem em dois domingos consecutivos.

Assim você tem mais uma semana para revisar a matéria e ainda por cima pode descansar bastante entre uma prova e outra.

Ordem das provas

No sábado eram realizadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas tecnologias, e no domingo a Redação e as provas de Matemática e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.

A partir de 2017 essa ordem foi alterada.

No primeiro domingo são feitas a Redação e as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e no segundo as de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Cadernos personalizados

Os cadernos das provas eram separados por cores com uma mesma frase na capa, que deveria ser transcrita para o cartão de respostas.

Agora os cadernos são personalizados com o nome do candidato e o número de inscrição impresso.

Taxa de inscrição

Se antes apenas os alunos do terceiro ano do ensino médio de escolas públicas ficavam isentos da taxa de inscrição, agora os cadastrados no CadÚnico, que reúne famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, e os participantes do Encceja também ficam livres da pagamento.

Conclusão do ensino médio

Recentemente o Enem deixou de valer como exame para obter o certificado de conclusão do ensino médio e deu espaço para o Encceja, o Exame Nacional para Competências de Jovens e Adultos, que é gratuito.

Portanto, quem não terminar o ensino médio em idade regular deve realizar esse exame.

Tempo de prova

O primeiro dia de prova continua tendo cinco horas e meia de duração, mas o segundo passou de quatro horas e meia para cinco horas.

Redação

Até 2017 as redações que desrespeitassem os direitos humanos eram anuladas.

Desde 2018, porém, o Inep retirou do edital essa determinação.

Remarcação

A partir de agora, os candidatos que tiverem dificuldades logísticas poderão solicitar a reaplicação da prova em até cinco dias úteis depois do último dia de exame.

As solicitações serão analisadas pela Comissão de Demandas e a decisão comunicada por SMS ou e-mail.

Dúvidas frequentes sobre o Enem

As dúvidas são bastante comuns, porém, nem todas são encontradas facilmente.

Confira algumas e aproveite para esclarecê-las agora mesmo!

Como calcular a renda familiar per capita?

Para saber a renda familiar per capita e assim ter a chance de concorrer à bolsa parcial ou integral, você precisa: somar a renda bruta mensal da sua família (uma ou mais pessoas que residem no mesmo domicílio) e dividir esse valor pelo número de pessoas que moram com você.

Mas atenção: é necessário incluir na conta outras pessoas que contribuam para a renda familiar ou tenham despesas pagas por ela.

Qual o peso de cada área de conhecimento do Enem?

Os pesos são definidos pelas universidades e os valores podem ser diferentes para cada curso.

Portanto, é importante consultar a faculdade que pretende ingressar para obter a informação.

É possível alterar os dados de inscrição?

Sim, mas isso só pode ser feito durante os períodos de inscrição.

Então, se você mudar de estado ou cidade, o local que indicou para a realização do exame não poderá ser alterado.

Como funciona o Enem para treineiros que ainda não terminaram o ensino médio?

Sim, mas você deve se inscrever na categoria treineiro.

A diferença é que a sua nota na prova não valerá para entrar na universidade, porém, é possível obter a avaliação do seu desempenho, ótima alternativa como um treino para quando se formar.

Mas fique atento porque o resultado é divulgado em uma data diferente daquela determinada para os candidatos oficiais.

O MEC entra em contato com o estudante para fornecer informações sobre a inscrição?

Não espere por isso.

A partir do momento que se inscreve no Enem, você passa a ser o responsável pela obtenção de todas as informações.

Mas não se preocupe, porque no sistema do Inep é possível ter acesso a todas elas.

E fica a dica: é importante sempre checar se os dados da sua inscrição estão corretos e se ela foi realizada com sucesso.

Com relação à confirmação, antigamente o MEC enviava o cartão pelos Correios, mas isso já mudou graças ao avanço da tecnologia.

Agora, você mesmo precisa confirmá-la pela internet.

Portanto, é essencial que acompanhe o status da sua inscrição diretamente no site do Inep.

Para isso, utilize o número dela (que é gerado quando é realizada) e a sua senha.

E em caso de qualquer problema, é necessário entrar em contato com o Inep para que tudo possa ser resolvido antes do dia da prova.

E não se esqueça de consultar o local de realização do exame com antecedência para se programar.

Como as pessoas com necessidades especiais podem pedir atendimento diferenciado no Enem?

As pessoas com necessidades especiais ou aquelas em situações específicas, como cegueira, baixa visão, deficiência auditiva, física ou intelectual, surdo-cegueira, dislexia, autismo, déficit de atenção, entre outras, devem pedir atendimento diferenciado no momento da inscrição, solicitando o devido auxílio no dia da prova.

As opções disponíveis são prova em braile, tradutor-intérprete de língua brasileira de sinais (libras), prova com letra ampliada, guia-intérprete para surdo-cego, auxílio para transcrição, auxílio para leitura, leitura labial, sala de fácil acesso e mobiliário acessível.

Existe também o atendimento diferenciado para gestantes, idosos, lactantes e estudantes que recebem aulas na condição de internado para tratamento. Ele também deve ser solicitado durante a inscrição.

Todas as faculdades privadas oferecem a bolsa de estudo por meio da nota do Enem?

Nem todas.

Portanto, consulte a política de bolsas de estudo da universidade que tem interesse em ingressar para ter certeza se ela oferece ou não.

De qualquer forma, você pode conseguir uma bolsa por meio do Fies, do Prouni, caso tenha todos os requisitos do programa e preste o Enem, e de projetos da Secretaria Estadual do seu estado.

É possível também verificar se a própria instituição disponibiliza descontos ou bolsas de acordo com seus critérios internos, que podem estar relacionados à nota que obteve no vestibular ou à renda familiar.

Nesse artigo você com certeza obteve a resposta para a pergunta “Como funciona o Enem?”, certo?

Além de entender mais sobre as provas, as mudanças desde 2017, as dúvidas mais frequentes e muito mais, você ainda ficou por dentro de dicas primordiais para atingir uma ótima nota.

Gostou?

Então faça a sua inscrição no site do Inep e conquiste uma vaga na universidade!!!

ASSINATURA ILIMITADA DO GRANCOM MAIS DE 80% DE DESCONTO
(pouco tempo!)

CLIQUE AQUI PARA PEGAR SEU CUPOM

Prontinho, agora você tem acesso a todo material grátis.