Provas do TJ RSQuer dar aquele gás nos estudos para o concurso do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul? O ideal é conferir as provas do TJ RS aplicadas em edições anteriores! 

Neste post você fica sabendo mais detalhes e onde acessar o material para garantir a tão sonhada vaga no serviço público. 

O edital da próxima seleção do órgão deverá ser lançado em breve e irá ofertar 2 vagas imediatas mais cadastro reserva para o cargo de Oficial de Justiça classe O, que exige apenas formação de Nível Médio e tem ganhos de até R$ 9 mil. 

Saiba mais agora! 

Principais informações sobre as provas do TJ RS

 

Como são as provas?

As provas objetivas do concurso TJ RS costumam ser de múltipla escolha (cinco alternativas e a apenas uma correta). 

A prova do concurso de 2009 para o cargo de Oficial de Justiça classe O, contou com 70 questões, nas seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa  – 36 questões com peso 1,5 (pontuação mínima de 27 pontos)
  • Legislação – 10 questões com peso 1 (pontuação mínima de 5 pontos)
  • Conhecimentos Específicos – 24 questões com peso 1,5 (pontuação mínima de 18 pontos)

  Provas Anteriores Concurso TJ RS 

Qual o conteúdo programático?

Confira os tópicos solicitados em cada uma das disciplinas dos concursos TJ RS:

 

Oficial de Justiça PJ-O

Língua Portuguesa

Ortografia – Sistema oficial. Morfologia – Estrutura e formação de palavras. Classes de palavras, seu emprego e seus valores semânticos. Flexão nominal e verbal. Emprego de tempos e modos verbais. Sintaxe – Processos de coordenação e subordinação. Equivalência e transformação de estruturas. Uso de nexos. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Crase. Pontuação e outros recursos específicos da língua escrita. Leitura e Interpretação de Texto – Estruturação do texto: relações entre idéias e recursos de coesão. Compreensão global do texto. Significação contextual de palavras e expressões. Informações literais e inferências possíveis. Ponto de vista do autor.

Legislação

MATÉRIA CONSTITUCIONAL – Constituição Federal Dos direitos e deveres individuais e coletivos e dos direitos sociais: arts. 5o a 10. Da administração pública: arts. 37, § 6o , e 39 a 41. Do Poder Judiciário: arts. 92 a 126 – Constituição Estadual Dos servidores públicos civis: arts. 29 a 45. Do Poder Judiciário: arts. 91 a 103 Matéria Administrativa e de Organização Judiciária – Estatuto dos Servidores da Justiça (Lei nº 5.256/66 e alterações). Dos deveres, das responsabilidades e limitações: arts. 743 a 751 Do direito de petição: arts. 793 e 794 – Estatuto e Regime Jurídico Único dos Servidores Civis do Estado do Rio Grande do Sul (Lei Complementar no 10.098/94 e alterações). Das vantagens, concessões e licenças: arts. 85 a 157. Do direito de petição: arts. 167 a 176. 

Dos deveres e das proibições: arts. 177 e 178 – Código de Organização Judiciária do Estado Noções gerais de organização judiciária: arts. 99 a 101, 118, 119, 155, 156 e 170 a 184 – Regimento Interno do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul Das Disposições Iniciais: arts. 1º e 2º. Do Tribunal de Justiça e seu Funcionamento: arts. 3º e 4º Da Composição e Competência (arts. 5º a 45). Do Tribunal Pleno: arts. 5º e 6º – Do Órgão Especial: arts. 7º e 8º Da Seção Cível (arts. 9º a 19). Das Turmas: arts. 10 a 13- Dos Grupos Cíveis: arts. 14 a 16. Das Câmaras Cíveis Separadas: arts. 17 a 19 Da Seção Criminal (arts. 20 a 24).

Legislação

Dos Grupos Criminais: arts. 21 e 22.Das Câmaras Criminais Separadas: arts. 23 e 24 Das Câmaras Especiais: arts. 25 a 29. Do Plantão Jurisdicional: arts. 36 a 40 .Da Presidência do Tribunal: art. 42 Das 1ª e 2ª Vice-Presidências do Tribunal: arts. 43 a 45. Do Funcionamento do Tribunal (arts. 149 a 193). Das Sessões: arts. 149 a 163. Das Audiências: arts. 164 a 168 – Do Relator: arts. 169 a 171. Do Revisor: arts. 172 e 173 Do Julgamento (arts. 174 a 193). Da Pauta: arts. 174 a 176 – Da Ordem dos Trabalhos: arts. 177 a 193 – Consolidação Normativa Judicial. Da ação disciplinar: arts. 53 a 100.

Do estágio probatório: arts. 103 e 104. Dos impedimentos e incompatibilidades: arts. 115 e 116. Das atribuições do oficial de justiça e do oficial de proteção da infância e da juventude: arts. 244 a 246b. Das audiências: arts. 380, 381 e 388. Das citações, notificações e intimações cíveis e criminais e outras diligências: arts. 582 a 597, 599, 600, 667 a 669, 708 a 715. Da penhora: arts. 601 a 617. Dos mandados em processos cautelares: arts. 618 a 621 Da busca e apreensão: arts. 740 a 743.

Legislação

MATÉRIA CÍVEL E PROCESSUAL – Código Civil Brasileiro Das pessoas naturais: arts. 1o a 5o. Das pessoas jurídicas: arts. 40 a 45. Do domicílio: arts. 70 a 78. Dos bens: arts. 79 a 84. Dos atos lícitos e ilícitos: arts. 185 a 188. Da tutela e curatela: arts. 1.728 e 1.767 – Código de Processo Civil do serventuário e do oficial de justiça: arts. 140, 143 e 144. Dos atos processuais: arts. 154 a 157 e 172 a 17.

Dos prazos processuais: arts. 177 a 192. Das citações e intimações: arts. 200, 201 e 213 a 242. Das nulidades: arts. 243 a 250. Da audiência: arts. 444 e 445. Da ordem dos processos no Tribunal: arts. 547 a 565. Do processo de execução: arts. 649 e 652 a 685. Dos processos e procedimentos cautelares: arts. 796, 802, 813, 822, 839 a 843 e 867 – Lei no 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente): arts. 2º, 98 a 107, 131 e 132, 141 a 144 – Lei no 8.245/91 (Lei do Inquilinato): arts. 58, 63 e 65

Legislação

MATÉRIA CRIMINAL E PROCESSUAL- Código Penal. Dos crimes praticados por funcionário público contra a administração: arts. 312 a 314, 316, 317, 319, 320, 322, 323, 325 e 327 – Código de Processo Pena.l Das citações e intimações: arts. 351 a 362 e 370. Do processo e do julgamento dos recursos em sentido estrito e das apelações nos Tribunais de Apelação: arts. 609 a 631.

Conhecimentos Específicos

Testes objetivos sobre atos, diligências e procedimentos referentes às atribuições do cargo, constantes do programa proposto para as questões de Tópicos de Legislação, tais como: citações, notificações, intimações, penhora, depósito, sequestro, arresto, busca e apreensão de pessoas ou de coisas; atos processuais – forma, tempo, lugar, prazos e nulidades.

Qual a banca?

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

A organizadora do próximo concurso do TJ RS já foi escolhida e é a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Para saber todos os detalhes sobre a banca, acesse o post com a análise completa, clicando aqui.

 

Quer dicas de estudos para concursos?

Para otimizar ou iniciar sua preparação, indicamos a nossa Seção de Dicas para passar em Concurso Público. Nela você encontrará artigos com valiosas dicas para colocá-lo mais próximo da sua aprovação, como por exemplo:  

Prefere dicas em vídeo? Acesse nossa seção com dicas de concursos, melhores cursos preparatórios, guia do primeiro concurso e muito mais!

 

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. 

É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação. Preparamos um artigo com as melhores opções:

 

Melhores Cursos Online para Agilizar sua Aprovação!

 

Para saber mais sobre as provas do TJ RS e acompanhar as novidades sobre o lançamento do edital, acesse também nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Conte com a gente! 

Bons estudos!

Gostou do artigo?
[Total: 0 Average: 0]

Planilha de Estudos

Inscreva-se agora para baixar gratuitamente a Planilha definitiva de Estudos!

Confirme seu e-mail e baixe a planilha!

Desconto de 30% no Gran Cursos Online

É só CLICAR AQUI para receber o desconto

E se quiser receber outras dicas de concurso, é só assinar nossa newsletter abaixo:

Você acabou de se inscrever em nossa lista.