A prova objetiva com questões de múltipla escolha é o modelo utilizado na primeira fase de praticamente todos os processos seletivos brasileiros – de concursos públicos a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), passando por vestibulares e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

No entanto, apesar de corriqueiro, muita gente ainda acha complicado e tem dificuldades nesse estilo de exame.

De fato,

as provas com questões de múltipla escolha podem, por vezes, trazer pegadinhas e confundir em assuntos considerados simples.

No entanto, para quem se prepara adequadamente, não há mistérios!

Mas, claro, há também alguns truques que podem facilitar o entendimento do modelo de questões de múltipla escolha. Com eles, você pode diminuir seu tempo de resposta, garantir melhores resultados e agilizar a aprovação.

Vamos a eles?

 

Confira 10 dicas para a prova de questões de múltipla escolha

 

1 – Antes de começar, dê uma verificada geral na prova

 

É bem normal que, ao receber a prova, o candidato tenha o impulso de sair respondendo as questões logo de cara, na intenção de livrar-se de uma vez ou tentar agilizar o processo. No entanto, essa normalmente não é a melhor estratégia. Especialmente em disciplinas que você tenha dificuldade com o conteúdo.

Por isso, o ideal é respirar fundo e usar os minutos iniciais para dar aquela conferida geral na prova.

Leia todas as questões e as alternativas.

Isso vai lhe acalmar e fazer com que rememore alguns pontos do que foi estudado.

Essa leitura pode, ao contrário do que se imagina, até lhe ajudar a solucionar as questões de forma mais rápida. Explicamos: algumas vezes, a resposta de uma pergunta está no enunciado de outra.

Ou seja,

fazendo uma “vistoria” você pode responder corretamente uma questão na qual, talvez, acabasse perdendo muito mais tempo se não tivesse essa “ajuda inesperada”.

 

2 – Faça uma leitura atenta dos enunciados

 

É fundamental que você tenha atenção total na hora de interpretar os enunciados das questões.

Leia toda a pergunta e suas alternativas antes de assinalar a correta. Uma situação recorrente em concursos é o candidato responder a questão sem chegar ao fim e depois se dar conta de que era uma pegadinha.

Algumas respostas, ainda, podem trazer ambiguidades ou alternativas muito semelhantes, de modo a confundí-lo. Então, não esqueça: leia a questão na íntegra antes de apontar a opção correta.

 

3 – Se não sabe a resposta, dê um tempo

 

Um truque muito conhecido e utilizado desde sempre. Afinal, quem nunca tentou fazer algo, não conseguiu, desistiu e, ao retomar a tarefa, teve sucesso?

Com questões de múltipla escolha também acontece esse pequeno “milagre”. Você não sabe a resposta, pula para a próxima e ao retornar à pergunta a resposta vem a sua mente.

Isso tem explicação!

Mesmo seguindo adiante, nosso subconsciente segue trabalhando no problema inicial e quando você retorna a ele, acontecem insights que facilitam o entendimento e podem trazer com eles a resposta correta, que estava lá no seu cérebro o tempo todo.  

4 – Elimine as respostas erradas em cada questão

 

Em cada uma das questões de múltipla escolha há, na maioria dos casos, uma ou duas alternativas que estão obviamente erradas ou que não fazem o menor sentido.

Em uma primeira leitura, normalmente, você já consegue identificá-las e descartá-las.

Separando as alternativas claramente incorretas, você pode focar os esforços de entendimento nas demais e, assim, suas chances de escolher a resposta correta aumentam.

Mas, reforçamos: faça isso com a máxima atenção para não se perder nos detalhes e acabar deixando para trás a alternativa certa!

 

5 – Fique atento a palavras que podem confundir

 

Algumas palavras podem mudar totalmente a ideia do enunciado ou ainda confundir os candidatos mais desatentos.

“Sempre”, “nunca”, “todos” e “ninguém” são termos muito absolutos e é provável que estejam em alternativas incorretas. Especialmente em disciplinas da área de Humanas.

Da mesma forma, a palavra “não” pode aparecer como uma pegadinha, contrariando uma ideia inicial que seria a correta.

Sendo assim, todo cuidado é pouco em questões de múltipla escolha que utilizem esses termos.

6 – Cuidado com “todas as alternativas estão corretas/incorretas”

 

Em provas com questões de múltipla escolha, é recorrente o uso da opção “todas as alternativas estão corretas/incorretas”.

Muito cuidado!

Na maioria das vezes esse tipo de frase vem para confundir. Em um momento de muita ansiedade, como em um concurso, esses detalhes podem fazer toda a diferença.

 

7 – Faça pequenas revisões a cada página

 

A revisão é amiga do concurseiro não apenas durante a preparação, mas até mesmo na hora da prova.

Normalmente, a pessoa deixa para dar uma conferida geral ao fim do exame. No entanto, mais eficaz é fazer pequenas revisões a cada página.

Ou seja,

terminou de responder uma sequência, é hora de voltar atrás e reler com atenção.

Verifique se nenhuma questão de múltipla escolha ficou sem resposta e se você sinalizou corretamente na folha de respostas.   

 

8 – Não deixe questões sem resposta

 

Reforçamos o que já expusemos no item anterior: não deixe questões de múltipla escolha em branco.

Se no seu edital não houver penalização por alternativa errada – alguns anulam uma certa em caso de uma ou duas incorretas – responda a todas. Mesmo as que ainda causarem dúvidas depois de toda a análise.

A razão é simples: mesmo sem ter 100% de certeza, você ainda tem a possibilidade de ter adivinhado corretamente.

O que nos leva ao truque seguinte.

 

9 – Use as probabilidades a seu favor

 

Não, não é preciso pular essa dica porque não é bom com probabilidades.

Não estamos falando de teorias e cálculos complexos. Mas, apenas um movimento lógico que pode lhe ajudar muito na resolução de questões de múltipla escolha das quais você não tem a menor ideia da resposta.

Na verdade, estamos falando de um velho conhecido: o chute.

Isso mesmo!

Observe a quantidade de questões que tem certeza absoluta, as que está em dúvida e as que não sabe responder.

Depois descubra quantas vezes você assinalou cada uma das alternativas (no caso de 5, seria o montante de vezes que marcou A, B , C, D e E, por exemplo).  

A partir disso, pode avaliar qual letra marcou menos vezes e arriscar chutes que podem, eventualmente, ser mais certeiros.

Afinal, estatisticamente, quando não se faz a mínima ideia da resposta, temos a mesma chance de acerto para todas as alternativas.

E as provas costumam ter uma média semelhante de alternativas certas por letra.

 

10 – Não mude sua resposta

 

Alerta!

Depois de responder uma questão, não mude a resposta.

A não ser, claro, que tenha certeza absoluta que cometeu um erro. Isso porque estudos apontam que a primeira escolha é geralmente a correta.

Sendo assim, não se deixe levar pelo nervosismo na revisão e confie no seu cérebro.

 

Como responder provas de múltipla escolha?

 

  1. Antes de começar, dê uma verificada geral na prova
  2. Faça uma leitura atenta dos enunciados
  3. Se não sabe a resposta, dê um tempo
  4. Elimine as respostas erradas em cada questão
  5. Fique atento a palavras que podem confundir
  6. Cuidado com “todas as alternativas estão corretas/incorretas”
  7. Faça pequenas revisões a cada página
  8. Não deixe questões sem resposta
  9. Use as probabilidades a seu favor
  10. Não mude sua resposta

 

Esperamos que esses truques sobre questões de múltipla escolha sejam úteis na hora da prova e que sua aprovação chegue rápido.

Confiamos no seu potencial!

Para conhecer mais dicas e ter acesso a conteúdo de qualidade, além de notícias sobre o mundo dos concursos, acesse nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

 

Bons estudos!

[Total: 4    Média: 4/5]