%

Probabilidade Concurso

Atenção concurseiros do Rio de Janeiro…

 

 

No mês de agosto foram assinadas portarias alterando a comissão organizadora no concurso, as informações foram publicadas em Diário Oficial no dia 29 de setembro.

A nova comissão é composta pelos seguintes membros:

  • Peterson Barroso Simão
  • Eunice Bittencourt Haddad
  • Gustavo Quintanilha Telles de Menezes
  • Gabriel Albuquerque Pinto
  • Alessandro Borges Valente

 

Após a suspensão temporária do concurso devido às medidas de enfrentamento e combate ao coronavírus, o Concurso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (Concurso TJ RJ) deve ser retomado ainda no segundo semestre.

As inscrições deverão ser reabertas de acordo com novo cronograma a ser publicado pelo órgão. Vale lembrar que as inscrições já efetuadas permanecerão válidas.

No mês de fevereiro foi publicado o tão esperado edital do Concurso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (Concurso TJ RJ).

Estão sendo ofertadas 160 vagas para os cargos de Técnico de Atividade Judiciária e Analista Judiciário.

No início de janeiro foi definida a banca organizadora, o Cebraspe é o responsável pela organização do concurso.

 

Concurso TJ RJ

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro publicou no início de novembro a autorização e o regulamento do concurso TJ RJ para Técnico Judiciário e Analista Judiciário. Atualmente o órgão conta com uma carência de 3,5 mil servidores Técnicos e Analistas.

Embora o concurso esteja suspenso devido à pandemia do coronavírus, é bem provável que ele ocorra.

Pois, o Poder Judiciário possui orçamento para a realização do concurso e o Programa de Incentivo à Aposentadoria foi estendido até 31 de dezembro de 2020.

Ou seja, mais vagas estarão disponíveis até o final do ano.

É hora de acelerar os estudos, não é mesmo? Então fique por aqui e confira as principais informações do concurso, além de valiosas dicas de preparação:

Quais as vagas e atribuições?

 

As 160 vagas estão distribuídas entre os seguintes cargos:

 

Técnico de Atividade Judiciária – Sem especialidade 85 vagas
Analista Judiciário – Especialidade Contador  2 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Judicial – Especialidade: Comissário de Justiça da Infância, da Juventude e do Idoso

 5 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Assistencial – Especialidade: Assistente Social

5 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Assistencial – Especialidade: Médico Psiquiatra

1 vaga + CR

Analista Judiciário

Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Segurança da Informação

2 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Negócios

2 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Gestão de TIC

1 vaga

Analista Judiciário

Sem especialidade

 31 vagas + CR

Analista Judiciário

Especialidade Execução de Mandados

10 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Assistencial – Especialidade: Psicólogo

5 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Assistencial – Especialidade: Médico

6 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Infraestrutura TIC

2 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Sistemas

2 vagas + CR

Analista Judiciário

Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Projetos

1 vaga + CR

 

Veja a seguir as atribuições dos cargos:

Técnico de Atividade Judiciária
Praticar os atos necessários ao impulsionamento oficial dos processos judiciais e administrativos, observando os comandos e rotinas automatizadas, disponibilizados pelos sistemas e a normatização interna do Poder Judiciário.

Analista Judiciário – Execução de Mandados
Realizar diligências externas relacionadas com a prática de atos de comunicação processual e de execução, tais como: cumprir pessoalmente as ordens de citação, intimação, prisão, penhora, arresto e demais diligências próprias de seu ofício, certificando no mandado o ocorrido, com menção de lugar, dia e hora, na presença de duas testemunhas, sempre que possível; executar as ordens do magistrado a que estiver subordinado; entregar o mandado, depois de cumprido, na serventia, dentro do prazo estabelecido.

Analista Judiciário – Comissário de Justiça da Infância, da Juventude e do Idoso
Exercer funções de fiscalização, de garantia, de cunho sócio-educativo em geral e de proteção dos direitos da criança, do adolescente e do idoso, desenvolver trabalhos de prevenção, aconselhamento, orientação, acompanhamento técnico à criança, ao adolescente e ao idoso, fornecer subsídios para instruir processos, judiciais e administrativos, que auxiliem na tomada de decisões.

Analista Judiciário – Psicólogo
Diagnóstico psicológico; a elaboração estudo psicológico em processos judiciais e administrativos, com vistas a subsidiar decisões, prestação de orientação e acompanhamento do jurisdicionado e/ou servidor, nos limites dos feitos judiciais ou administrativos.

Analista Judiciário – Assistente Social
Coordenar, elaborar, executar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos na área de Serviço Social; prestar assessoria e consultoria; realizar vistorias, perícias técnicas, laudos periciais, informações e pareceres sobre a matéria de Serviço Social; fornecer subsídios às decisões judiciais e administrativas que envolvam matéria de sua esfera de competência, prestar orientação social aos envolvidos nos feitos judiciais e administrativos, dentro dos limites dos processos.

 

Qual o nível de formação exigido?

 

Para se candidatar ao cargo de Técnico Judiciário no concurso TJ RJ, é preciso ter formação de Nível Médio. Para as funções que exigem especialidade, é necessário portar certificado de curso técnico e registro válido no órgão de classe.

Para o cargo de Analista Judiciário, é exigida formação de Nível Superior em qualquer área ou em áreas de atuação específica. Igualmente, o candidato deve apresentar diploma de graduação emitido por instituição de ensino certificada pelo Ministério da Educação (MEC) e registro de classe válido.

Mas, é importante você saber que não serão aceitos alguns cursos dependendo do cargo.

 

Confere na tabela a seguir:

 

Curso Cargos que não será aceito Cargos que será aceito
Cursos Superiores de tecnologia (tecnólogo)

Analista Judiciário – Sem especialidade;

Analista Judiciário – Grupo: Assistencial

Analista Judiciário – Grupo: Gestão

Analista Judicário – Grupo: Judiciário

Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação
Cursos Sequenciais por campos de saber

Analista Judiciário – Sem especialidade;

Analista Judiciário – Grupo: Assistencial

Analista Judiciário – Grupo: Gestão

Analista Judicário – Grupo: Judiciário

Cursos de extensão ou equivalentes

Analista Judiciário – Sem especialidade;

Analista Judiciário – Grupo: Assistencial

Analista Judiciário – Grupo: Gestão

Analista Judicário – Grupo: Judiciário

 

 Quais os requisitos?

 

Confira os requisitos exigidos para cada cargo:

  • Técnico de Atividades Judiciária – Sem especialidade
    Ensino médio ou curso técnico equivalente.
  • Analista Judiciário – Grupo: Assistencial – Especialidade: Assistente Social
    Curso de graduação em Serviço Social e registro no órgão de classe.
  • Analista Judiciário- Grupo: Assistencial – Especialidade: Médico
    Curso de graduação em Medicina mais diploma fornecido pela Comissão Nacional de Residência Médica (CNMR) ou pelo MEC, de conclusão de residência médica em Medicina de Emergência, Medicina Intensiva ou Cardiologia; ou de título de Especialista em Medicina de Emergência, Medicina Intensiva ou Cardiologia, e registro no Conselho Regional de Medicina.
  • Analista Judiciário – Grupo: Assistencial – Especialidade: Médico Psiquiatra
    Curso de graduação em Medicina mais diploma, fornecido pela CNMR ou pelo MEC, de residência Médica em Psiquiatria, ou de título de Especialista em Psiquiatria, expedido pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), e registro no Conselho Regional de Medicina.
  • Analista Judiciário – Grupo: Assistencial – Especialidade: Psicólogo
    Curso de graduação em Psicologia e registro no órgão de classe. Não serão aceitos os diplomas de bacharelado em Psicologia e de licenciatura em Psicologia, nos termos da Lei Federal nº 4.119, de 27 de agosto de 1962.
  • Analista Judiciário – Grupo: Gestão – Especialidade: Contador
    Curso de graduação em Ciências Contábeis  e registro no órgão de classe.
  • Analista Judiciário- Grupo: Judicial – Especialidade: Comissário de Justiça da Infância, da Juventude e do Idoso
    Curso de graduação em Direito, Administração, Serviço Social, Sociologia, Psicologia ou Pedagogia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no órgão de classe, quando for o caso.
  • Analista Judiciário – Grupo: Judicial – Especialidade: Execução de Mandado
    Curso de graduação em Direito.
  • Analista Judiciário – Sem especialidade
    Curso de graduação em Administração, Direito ou Economia e registro no órgão de classe, quando for o caso.
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Gestão de TIC
    Curso de nível superior em Ciência da Computação, Engenharia da Computação, em Sistemas de Informação, em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em Análise de Processos, em Gestão em Tecnologia da Informação, em Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Software, em Redes de Computadores, Engenharia de Redes e Telecomunicações, em Engenharia de Telecomunicações, em Banco de Dados, em Engenharia de Banco de Dados ou em Gestão em Banco de Dados.
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Infraestrutura de TIC
    Curso de nível superior em Ciência da Computação, em Engenharia da Computação, em Sistemas de Informação, em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em Análise de Processos, em Gestão em Tecnologia da Informação, em Engenharia de Controle e Automação, em Engenharia de Software, em redes de Computadores, em Engenharia de Redes e Telecomunicações, em Engenharia de Telecomunicações, em Banco de Dados, em Engenharia de Banco de Dados ou em Gestão em Banco de Dados.
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Negócios
    Curso de graduação em Administração ou em Engenharia de Produção, fornecido por instituição de ensino superior e registro no órgão de classe, quando for o caso.
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Projetos
    Curso de nível superior em Ciência da Computação, em Engenharia da Computação, em Sistemas de Informação, em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em Análise de Processos, em Tecnologia da Informação, em Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Software, em Redes de Computadores, em Engenharia de Redes e Telecomunicações, Engenharia de Telecomunicações, em Banco de Dados, em Engenharia de Banco de Dados ou em Gestão em Banco de Dados.
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Segurança da Informação
    Curso de nível superior em Ciência da Computação, em Engenharia da Computação, em Sistemas de Informação, em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em Análise de Processos, em Tecnologia da Informação, em Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Software, em Redes de Computadores, em Engenharia de Redes e Telecomunicações, em Engenharia de Telecomunicações, em Banco de Dados, em Engenharia de Banco de Dados ou em Gestão em Banco de Dados, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Sistemas
    Curso de nível superior em Ciência da computação, em Engenharia da computação, em sistemas de informação, em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em Análise de Processos, Gestão em Tecnologia da Informação, em Engenharia de Controle e Automação, em Engenharia de Software, em Redes de Computadores, em Engenharia de Redes e Telecomunicações, em Engenharia de Telecomunicações, em Banco de Dados, em Engenharia de Banco de Dados ou em Gestão em Banco de Dados.

 

Qual o salário?

 

A remuneração inicial para o cargo de Técnico Judiciário é de R$ 3.870,06 e final R$ 6.373,89 e para o cargo de Analista Judiciário inicial é de R$ 6.373,89 e final de R$ 9.560,88 . Somando benefícios e gratificações o salário para Técnico fica em torno de R$ 5,5 mil e para Analista R$ 8,5 mil.

 

Quais os benefícios?

 

Além do salário mensal, os servidores do TJ RJ têm direito a uma série de benefícios, como

 

  • Plano de saúde pago integralmente
  • Auxílio-transporte
  • Auxílio-creche (R$1.231,11)
  • Auxílio-educação (R$1.231,11)
  • Auxílio-alimentação (R$1.290)
  • Auxílio-saúde (R$268)
  • Auxílio-doença
  • Adicional por tempo de serviço

 

Qual a jornada de trabalho?

 

A jornada de trabalho tanto para técnicos quanto para analistas no concurso TJ RJ é de 40 horas semanais.

 

Qual a lotação?

 

Os candidatos aprovados no concurso TJ RJ não poderão escolher a comarca, sendo lotados em qualquer uma que forme a região para a qual concorre, conforme demanda do órgão.

Essas são as 11 comarcas do estado:

– Rio de Janeiro

– Petrópolis

– Duque de Caxias

– Volta Redonda

– Campo dos Goytacazes

– Vassouras

– Itaguaí

– Nova Friburgo

– Itaperuna

– Cabo Frio

 

Já conhece o perfil da banca Cebraspe?

 

Antes de mais nada, conhecer o perfil da banca é essencial para que você consiga sair na frente dos concorrentes. Como fazer isso?

 

Preparamos um artigo com todas as características dessa banca:

 

Como estudar para as provas da banca Cebraspe

 

Quais as etapas do concurso?

 

O concurso será composto pelas seguintes etapas:

 

Os candidatos ao cargo de Técnico Judiciário serão avaliados através de Prova Objetiva.

 

Concurso TJ RJ

 

Já os candidatos ao cargo de Analista serão avaliados através de Prova Objetiva, Prova Discursiva e Avaliação de Títulos.

 

Concurso TJ RJ

 

Como são as provas?

As provas objetivas são 60 questões de múltipla escolha

Os candidatos para o cargo de Analista Tributário realizam as provas no turno da manhã com duração de 5 horas. E, os candidatos do cargo de Técnico Judiciário realizam a prova no turno da tarde com duração de 4 horas.

A nota mínima para não ser reprovado na prova objetiva é de 10 pontos em conhecimentos gerais e 20 pontos em conhecimentos específicos.

 

Essas são as disciplinas cobradas de acordo com o cargo:

  • Técnico de Atividade Judiciária – Sem Especialidade
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Noções de Direito Processual Civil
    Noções de Direito Processual Penal
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Assistencial – Especialidade: Assistente Social
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Serviço Social
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação
  • Analista Judiciário- Grupo: Assistencial – Especialidade: Médico
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Medicina
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
  • Analista Judiciário – Grupo: Assistencial – Especialidade: Médico Psiquiatra
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Medicina Psiquiátrica
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
  • Analista Judiciário – Grupo: Assistencial – Especialidade: Psicólogo
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Psicologia
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Gestão – Especialidade: Contador
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Contabilidade Geral
    Contabilidade Pública
    Administração Orçamentária e Financeira e Orçamento Público
    Noções de Direito Administração
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação
    Matemática Financeira
  • Analista Judiciário- Grupo: Judicial – Especialidade: Comissário de Justiça da Infância, da Juventude e do Idoso
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Comissário de Justiça da Infância, da Juventude e do Idoso
    Direito Administrativo
    Direito Constitucional
    Direito Civil
    Direito Processual Civil
    Direito Processual Penal
    Direito da Infância e da Juventude
    Direito do Idoso
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Judicial – Especialidade: Execução de Mandado
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Direito Administrativo
    Direito Constitucional
    Direito Civil
    Direito Processual Civil
    Direito Penal
    Direito Processual Penal
    Direito Penal
    Legislação
  • Analista Judiciário – Sem especialidade
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Direito Administrativo
    Direito Constitucional
    Direito Civil
    Direito Processual Civil
    Direito Penal
    Direito Processual Penal
    Direito Penal
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Gestão de TIC
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Gestão de TIC
    Língua Inglesa
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Infraestrutura de TIC
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Infraestrutura
    Língua Inglesa
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Negócios
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Análise de negócios
    Língua Inglesa
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Noções de Direito Civil
    Noções de Direito Processual Civil
    Noções de Direito Penal
    Noções de Direito Processual Penal
    Noções de Direito do Consumidor
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Projetos
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Análise de projetos
    Língua Inglesa
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Segurança da Informação
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Segurança da Informação
    Língua Inglesa
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação
  • Analista Judiciário – Grupo: Tecnologia da Informação – Especialidade: Analista de Sistemas
    Língua Portuguesa
    Legislação Especial
    Noções dos Direitos das Pessoas com Deficiência
    Ética no Serviço Público
    Análise de sistemas
    Língua Inglesa
    Noções de Direito Administrativo
    Noções de Direito Constitucional
    Legislação

 

A prova discursiva é aplicada somente no cargo de Analista Tributário e é composta por uma redação dissertativa de 30 linhas.

 

Qual o conteúdo programático?

 

Segue o conteúdo programático conforme os cargos:

 

Técnico Judiciário:

CONHECIMENTOS GERAIS

LÍNGUA PORTUGUESA:

1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.

2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais.

3 Domínio da ortografia oficial.

3.1 Emprego das letras.

3.2 Emprego da acentuação gráfica.

4 Domínio dos mecanismos de coesão textual.

4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual.

4.2 Emprego/correlação de tempos e modos verbais.

5 Domínio da estrutura morfossintática do período.

5.1 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração.

5.2 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração.

5.3 Emprego dos sinais de pontuação.

5.4 Concordância verbal e nominal.

5.5 Emprego do sinal 25 indicativo de crase.

5.6 Colocação dos pronomes átonos.

6 Reescritura de frases e parágrafos do texto.

6.1 Substituição de palavras ou de trechos de texto.

6.2 Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

 

LEGISLAÇÃO ESPECIAL:

1 Lei Estadual nº 6.956/2015.

2 Decreto-Lei nº 220/1975 e suas alterações (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro).

3 Decreto nº 2.479/1979 e suas alterações (Regulamenta o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro).

4 Lei Estadual nº 4.620/2005 e suas alterações (Dispõe sobre a unificação e a reestruturação dos Quadros de Pessoal e institui a carreira de serventuário do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro).

5 Consolidação Normativa da Corregedoria Geral da Justiça, parte judicial: Livro I – Parte Geral.

5.1 Da Corregedoria Geral da Justiça.

5.1.1 Da Estrutura e do funcionamento: dos Atos Normativos; dos meios de comunicação entre os serviços judiciários.

5.1.2 Da função correicional: das correições, fiscalizações e inspeções: da responsabilidade disciplinar.

5.1.3 Dos Recursos.

5.1.4 Dos Deveres: dos deveres dos Responsáveis pelo gerenciamento das Serventias; do horário de trabalho; da ausência do Chefe de Serventia e da vacância da função; da utilização do sistema de processamento de dados; da expedição de certidões.

5.1.5 Das Custas Judiciais: disposições gerais; do recolhimento das custas e a certificação pelas serventias judiciais.

6 Regimento Interno do TJRJ.

6.1 Da competência.

6.1.1 Do Tribunal Pleno e do Órgão Especial.

6.1.2 Do Conselho da Magistratura.

7 Resolução Órgão Especial nº 01/2017; Anexo Consolidado: Anexo XXXIX Da Estrutura Organizacional do Poder Judiciário, Título I Da Administração Superior; Capítulo I Da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro; Seção I Do Gabinete dos Juízes Auxiliares da Presidência do Tribunal de Justiça; Seção II Do Gabinete da Presidência; Seção III Dos Núcleos Regionais; Capítulo II Da Secretaria do Tribunal Pleno e do Órgão Especial; Capítulo III Do Conselho da Magistratura; Seção I Da Secretaria do Conselho da Magistratura; Capítulo IV Da Corregedoria-Geral da Justiça.

 

NOÇÕES DOS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA:

1 Inclusão, direitos e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015).

2 Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000).

3 Prioridade de atendimento às pessoas com deficiência (Lei nº 10.048/2000).

 

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO:

1 Ética e moral.

2 Ética, princípios e valores.

3 Ética e democracia: exercício da cidadania.

4 Ética e função pública.

5 Ética no setor público.

6 Lei nº 8.429/1992 e suas alterações.

6.1 Disposições gerais.

6.2 Atos de improbidade administrativa.

7 Lei nº 12.846/2013 e suas alterações.

 

Analista Judiciário

 

CONHECIMENTOS GERAIS LÍNGUA PORTUGUESA:

1 Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.

2 Reconhecimento de tipos e gêneros textuais.

3 Domínio da ortografia oficial.

3.1 Emprego das letras.

3.2 Emprego da acentuação gráfica.

4 Domínio dos mecanismos de coesão textual.

4.1 Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual.

4.2 Emprego/correlação de tempos e modos verbais.

5 Domínio da estrutura morfossintática do período.

5.1 Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração.

5.2 Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração.

5.3 Emprego dos sinais de pontuação.

5.4 Concordância verbal e nominal.

5.5 Emprego do sinal 33 indicativo de crase.

5.6 Colocação dos pronomes átonos.

6 Reescritura de frases e parágrafos do texto.

6.1 Substituição de palavras ou de trechos de texto.

6.2 Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

 

LEGISLAÇÃO ESPECIAL:

1 Lei Estadual nº 6.956/2015.

2 Decreto-Lei nº 220/1975 e suas alterações (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro).

3 Decreto nº 2.479/1979 e suas alterações (Regulamenta o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo do Estado do Rio de Janeiro).

4 Lei Estadual nº 4.620/2005 e suas alterações (Dispõe sobre a unificação e a reestruturação dos Quadros de Pessoal e institui a carreira de serventuário do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro).

5 Consolidação Normativa da Corregedoria Geral da Justiça, parte judicial: Livro I – Parte Geral.

5.1 Da Corregedoria Geral da Justiça.

5.1.1 Da Estrutura e do funcionamento: dos Atos Normativos; dos meios de comunicação entre os serviços judiciários.

5.1.2 Da função correicional: das correições, fiscalizações e inspeções: da responsabilidade disciplinar.

5.1.3 Dos Recursos.

5.1.4 Dos Deveres: dos deveres dos Responsáveis pelo gerenciamento das Serventias; do horário de trabalho; da ausência do Chefe de Serventia e da vacância da função; da utilização do sistema de processamento de dados; da expedição de certidões.

5.1.5 Das Custas Judiciais: disposições gerais; do recolhimento das custas e a certificação pelas serventias judiciais.

6 Regimento Interno do TJRJ.

6.1 Da competência.

6.1.1 Do Tribunal Pleno e do Órgão Especial.

6.1.2 Do Conselho da Magistratura. 7 Resolução Órgão Especial nº 01/2017; Anexo Consolidado: Anexo XXXIX Da Estrutura Organizacional do Poder Judiciário, Título I Da Administração Superior; Capítulo I Da Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro; Seção I Do Gabinete dos Juízes Auxiliares da Presidência do Tribunal de Justiça; Seção II Do Gabinete da Presidência; Seção III Dos Núcleos Regionais; Capítulo II Da Secretaria do Tribunal Pleno e do Órgão Especial; Capítulo III Do Conselho da Magistratura; Seção I Da Secretaria do Conselho da Magistratura; Capítulo IV Da Corregedoria-Geral da Justiça.

 

NOÇÕES DOS DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA:

1 Inclusão, direitos e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015).

2 Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000).

3 Prioridade de atendimento às pessoas com deficiência (Lei nº 10.048/2000).

 

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO:

1 Ética e moral.

2 Ética, princípios e valores.

3 Ética e democracia: exercício da cidadania.

4 Ética e função pública.

5 Ética no setor público.

6 Lei nº 8.429/1992 e suas alterações.

6.1 Disposições gerais.

6.2 Atos de improbidade administrativa.

7 Lei nº 12.846/2013 e suas alterações.

 

Para ter acesso ao conteúdo programático específico de cada cargo, acesso aos editais logo abaixo:

 

 

Acesse os editais:

 

Concurso TJ RJ – Técnico Judiciário

 

Concurso TJ RJ – Analista Judiciário

 

Último Concurso TJ RJ

 

O último Concurso TJ RJ foi realizado em 2014 pela banca FGV e foram ofertadas as seguintes vagas:

  • Técnico de Atividade Judiciária sem especialidade – 90 vagas
  • Analista Judiciário – Execução de Mandados – 34 vagas
  • Analista Judiciário – Comissário de Justiça da Infância, da Juventude e do Idoso – 23 vagas
  • Analista Judiciário – Especialidade Psicólogo – 15 vagas
  • Analista Judiciário – Especialidade Assistente Social – 46 vagas

 

Como foi a concorrência?

 

Veja na tabela a seguir a concorrência do último concurso:

Cargo Inscritos Vagas
Técnico Judiciário 65.093 90
Analista Judiciário – Psicólogo 2.449 15
Analista Judiciário – Assistente Social 3.873 46
Analista Judiciário – Comissário de Justiça da infância, da juventude e do Idoso 9.747 23
Analista Judiciário – Execução de Mandado 16.719 34

 

Como foi a nota de corte?

 

A nota de corte do último concurso variou de acordo com a região de comarca e cargo:

  • Analista Judiciário – Execução de Mandado: variou de 85 a 97
  • Analista Judiciário – Comissário de Justiça da infância, da juventude e do Idoso: variou de 84 a 112
  • Técnico Judiciário: variou de 69 a 75

 

Provas do último concurso TJ RJ

 

As provas foram compostas pelas seguintes matérias / disciplinas:

 

 

 

Quer dicas para passar em Concurso Público?

 

Para otimizar ou iniciar sua preparação, indicamos a nossa Seção de Dicas para passar em Concurso Público. Nela você encontrará artigos com valiosas dicas para colocá-lo mais próximo da sua aprovação, como por exemplo:

 

 

Prefere dicas em vídeo? Acesse nossa seção com dicas de concursos, melhores cursos preparatórios, guia do primeiro concurso e muito mais!

 

 

 Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades.

É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação. Veja algumas opções realmente boas:

 

Gran Cursos onlineO Gran Cursos Online está muito bem avaliado.

Tem material completo com videoaulas, além de professores de primeira linha.

Se você quer um curso com bom histórico de aprovação, além da possibilidade de estudar para mais de um concurso, o Gran Cursos certamente é uma ótima opção.

 

Curso Gran Concurso TJ RJ

 

Concursos EstratégiaO Estratégia Concursos tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

Se você quer ter a certeza que está estudando pelo melhor material e não se importa em pagar pela qualidade, o Estratégia Concursos é certamente sua melhor opção.

 

Curso Estratégia Concurso TJ RJ

 

Concurso Exponencial

O Exponencial é mais uma excelente opção. O curso é voltado para o aprendizado acelerado e também oferece serviço de coaching 100% especializado.

 

Curso Exponencial Concurso TJ RJ

 

Quer conhecer outras opções? Confira no link a seguir:

 

Melhores Cursos Online para Agilizar sua Aprovação!

 

Se você está interessado em participar do Concurso TJ RJ, é bom já dar aquele gás na preparação.  E para não perder as principais notícias do mundo concurseiros, tenha acesso a outras notícias e artigos. Curta nosso site no FacebookTwitterInstagram e Youtube!

 

Conte com a gente e bons estudos!!!

 

You have Successfully Subscribed!