Concurso Mapa 2017

Foi confirmada pela Assessoria de Comunicação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) a solicitação de 1.675 vagas para um novo Concurso MAPA e 69 para processo seletivo simplificado.

 

A solicitação está na Divisão de Concursos Públicos do Ministério da Economia.

 

Como o último concurso do órgão foi realizado em 2017, a expectativa é de que esse novo concurso seja realizado em 2020.

 

Distribuição das Vagas

 

A previsão é de que sejam ofertadas as seguintes vagas:

 

  • 69 para Processo Seletivo Simplificado para profissionais da área de Tecnologia da Informação – TI no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
  • 242 vagas para a Carreira de Ciência e Tecnologia – CIT do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)
  • 380 para a Carreira de Auditor Fiscal Agropecuário – AFFA e do Plano de Carreira dos Cargos de Atividades Técnicas e Auxiliares de Fiscalização Federal Agropecuária – PCTAF
  • 1.053 vagas para cargos do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo (PGPE)

 

A necessidade do concurso se reforça com as 625 aposentadorias confirmadas no ano de 2018, além da Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, no primeiro dia de seu mandato, atribuindo ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento as funções antes coordenadas pela Fundação Nacional do Índio, a Funai.

 

O MAPA passou a ser responsável pela “identificação, delimitação, demarcação e registros das terras tradicionalmente ocupadas por indígenas, assim como a “titulação das terras ocupadas pelos remanescentes das comunidades dos quilombos”.

 

O MAPA também é responsável pela “reforma agrária, regularização fundiária de áreas rurais, Amazônia Legal, terras indígenas e quilombolas”.

 

 

Informações sobre as carreiras no Ministério

 

Veja abaixo algumas informações sobre as carreiras no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Qual o salário de quem trabalha no MAPA?

 

O salário inicial para o cargo de  Auditor Fiscal Agropecuário em 2017 era de R$ 14.584,71.

Já para os cargos de Agente de Atividades Agropecuárias, Técnico de Laboratório e Agente de Inspeção Sanitária e Industrial de Produtos de Origem Animal, o salário, já somando a gratificação e o vencimento básico, está em torno de R$ 6.600,00.

Por último, o salário inicial para o cargo de Auxiliar de Laboratório é em torno de R$ 5 mil, também já somando o vencimento e a gratificação.

 

Quais são os benefícios dos servidores do MAPA?

 

  • Auxílio alimentação: R$ 458,00
  • Auxílio pré-escolar: R$ 321,00
  • Assistência à saúde: R$ 145,00

 

 

Qual é a jornada de trabalho?

 

As jornadas de trabalho para quem trabalha no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento são de 40 horas semanais.

 

Lotação inicial

 

As vagas deste concurso são divididas entre os diversos estados brasileiros e áreas de lotação, sendo que no ato da inscrição o candidato deverá escolher para qual área de lotação estará concorrendo.

 

Há especificidades da carreira?

 

Para a carreira de Fiscal Federal Agropecuário é necessário ter formação em Nível Superior com curso compatível na área pretendida, além de registro no devido conselho de fiscalização profissional.

Já para os cargos de Agente de Atividades Agropecuárias e Técnico de Laboratório é preciso ter Ensino Médio/Técnico em área compatível.

Para o cargo de Agente de Inspeção Sanitária e Industrial é preciso ter apenas Ensino Médio Completo. E, por último, para o cargo de Auxiliar de Laboratório é exigido apenas Ensino Fundamental Completo.

 

Último Concurso

 

Confira as principais informações dos últimos concursos do MAPA realizados em 2017:

 

No ano de 2017 foram realizados 2 concursos, ofertando um total de 600 vagas para Auditor Fiscal Federal Agropecuário – Médico Veterinário, sendo 300 temporárias e 300 efetivas. A banca organizadora foi a ESAF.

 

Quais os requisitos exigidos nos últimos concursos?

 

Dentre outros requisitos especificados em edital, foi exigido dos candidatos nível superior completo em Medicina Veterinária, bem como registro ativo nos Conselhos Regionais ou Federal de Medicina Veterinária (CRMV ou CFMV).

 

Qual a remuneração?

 

As remunerações iniciais foram de:

 

  • Vagas temporárias (Profissionais de Inspeção Veterinária): R$ 6.710,58, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.
  • Vagas efetivas (Auditor Fiscal Federal Agropecuário – Médico Veterinário): R$ 14.584,71, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

 

 

Quais as atribuições do cargo?

 

Auditor Fiscal Federal Agropecuário – Médico Veterinário

Atuar nas áreas de auditoria e fiscalização, desde a fabricação de insumos, como vacinas, rações, sementes, fertilizantes, agrotóxicos etc., até o produto final, como sucos, refrigerantes, bebidas alcoólicas, produtos vegetais (arroz, feijão, óleos, azeites etc.), laticínios, ovos, mel e carnes.

 

Profissionais de Inspeção Veterinária – Médico Veterinário

Realização de inspeção ante e post mortem em animais das diferentes espécies de açougue e de caça, que envolvem avaliação documental, do comportamento, e do aspecto do animal e dos sintomas de doenças de interesse de saúde animal e saúde pública, podendo ainda envolver exame clínico, necropsia ou outros procedimentos visando sua destinação. Compreende, ainda, a observação, palpação, incisão e olfação de carcaças e suas partes, visando sua destinação, bem como deslocamento em plataformas altas e baixas em fluxo contínuo de produção e a necessidade de comunicação entre pares em local com alto nível de ruído. Emitir a documentação correlata exclusivamente às atividades de inspeção ante e post mortem.

 

Quais as etapas do concurso?

 

Os candidatos foram avaliados através das seguintes etapas:

  • Prova Objetiva de conhecimentos específicos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Análise de Títulos e Experiência Profissional, de caráter classificatório.

 

Qual foi a lotação?

 

As vagas foram distribuídas entre os seguintes Estados: Acre, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins e Distrito Federal.

 

Quais as matérias / disciplinas que caíram nas provas?

 

  • Assuntos Específicos

Inspeção industrial e sanitária de produtos de origem animal:

  1. Inspeção industrial e sanitária dos produtos de origem animal (Lei nº 1.283, de 18 de dezembro de 1950 e Lei nº 7.889, de 23 de novembro de 1989).
  2. Regulamentação da Lei nº 1.283, de 18 de dezembro de 1950 e Lei nº 7.889, de 23 de novembro de 1989 (Decreto nº 9.013 de 29 de março de 2017 e alteração introduzida pelo Decreto nº 9.069 de 31 de maio de 2017).
  3. Normas técnicas de instalações e equipamentos para abate e industrialização de suínos (Portaria 711 de 1° de novembro de 1995).
  4. Regulamento Técnico da Inspeção Tecnológica e Higiênico-Sanitária de Carne de Aves (Portaria n° 210 de 10 de novembro de 1998).
  5. Controle e monitoramento de Salmonella spp. nos estabelecimentos avícolas comerciais de frangos e perus de corte e nos estabelecimentos de abate de frangos, galinhas, perus de corte e reprodução, registrados no Serviço de Inspeção Federal (Instrução Normativa nº 20 de 21 de outubro de 2016).
  6. Procedimentos de Controle da Listeria monocytogenes em produtos de origem animal prontos para o consumo (Instrução Normativa nº 09, de 08 de abril de 2009).
  7. Regulamento Técnico sobre as condições Higiênico-Sanitárias e de Boas Práticas de Fabricação para Estabelecimentos Elaboradores/Industrializadores de Alimentos (Portaria nº 368, de 04 de setembro de 1997).
  8. Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle – APPCC a ser implantado, gradativamente, nas indústrias de produtos de origem animal sob o regime do Serviço de Inspeção Federal – SIF (Portaria nº 46, 10 de fevereiro de 1998).
  9. Patógenos de interesse de saúde pública implicados em surtos alimentares por consumo de produtos de origem animal.
  10. Regulamento Técnico de métodos de insensibilização para o abate humanitário de animais de açougue (Instrução Normativa n° 03, de 17 de janeiro de 2000).

 

  • Conhecimentos Básicos

Português

1.Compreensão textual. 2. Ortografia. 3. Semântica. 4. Morfologia. 5. Sintaxe. 6. Pontuação. 7. Manual de Redação Oficial da Presidência da República.

Inglês ou Espanhol

  1. Gramática. 2. Intepretação de texto técnico de inspeção de produtos de origem animal.

 

Direito Constitucional

  1. Direitos e garantias fundamentais. 1.1. Direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, direitos de nacionalidade, direitos políticos, partidos políticos. 2. Organização político-administrativa do Estado. 2.1. Federalismo brasileiro: União, Estados, Distrito Federal, Municípios e Territórios Federais. Administração pública. 3.1. Disposições gerais, servidores públicos.4.Poder Executivo.

 

Direito Administrativo

  1. Regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais (Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990). 2. Processo administrativo no âmbito da Administração Pública Federal (Lei nº 9.784, de 29 de janeiro 1999). 3. Prazo de prescrição para o exercício de ação punitiva pela Administração Pública Federal (Lei nº 9.873, de 23 de novembro de 1999).}  Sanções aplicáveis aos agentes públicos nos casos de enriquecimento ilícito no exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional. (Lei nº 8.429, de 02 de junho de 1992). 5. Normas de conduta dos servidores públicos civis da União (Lei n° 8.027 de 12 de abril de 1990).

 

Ética Pública

  1. Código de Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal (Decreto nº 1.171 de 22 de junho de 1994).

 

Informática Básica

  1. Sistema operacional: ambientes Windows. 2. Conceitos de Internet e Intranet. 2.1. Utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet e Intranet. 3. Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de busca e pesquisa. 4. Aplicativos para edição de textos e planilhas, geração de material escrito e multimídia (BrOffice e Microsoft Office). 5. Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas.

 

 

Qual o melhor curso preparatório para o concurso do Concurso MAPA 2018?

 

Como você sabe, há inúmeros cursos preparatórios para concursos. E temos a certeza de que vários são realmente bons. No entanto, baseados em nossa experiência de mais de 15 anos na área de certames públicos, selecionamos aqueles que entendemos ser os melhores.

Os critérios que usamos foram: histórico de aprovados, qualidade dos professores, reputação e depoimento de aprovados, avaliação no Ebit e no Reclame Aqui (a análise completa você pode conferir no Ranking dos melhores cursos preparatórios para concursos).

Dessa forma, entendemos que os cursos que melhor preparam para o concurso do MAPA 2018 são:

 

Estratégia Concursos

Estrategia Concursos

Os professores são extremamente qualificados e o curso tem excelente índice da aprovação nos últimos concursos (confira aqui). Tem ótima reputação no Ebit e Reclame Aqui. Além disso, oferece 30 dias para testar (entenda como funciona – clique no topo da página) e eles oferecem várias possibilidade de descontos (saiba mais aqui).

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha. 

Como passar no concurso Mapa mais rápido?

 

Passar em um concurso não é tarefa fácil.

Conquistar a tão sonhada vaga exige disciplina, motivação, técnica e horas de estudo.

Muitos desanimam no caminho e só alguns poucos guerreiros conseguem vencer essa batalha.

Mas,

você está com certeza será um desses guerreiros vencedores, e, é possível ser aprovado de uma maneira mais rápida se você aprender as técnicas e o pensamento adequado.

Então, é importante que você saiba que se você quer passar mais rapidamente em qualquer concurso, você precisa aprender a descobrir o que estudar, quando estudar, como estudar e como fazer as provas.

Fizemos um artigo especial tratando exatamente  sobre como passar em concursos públicos, veja:

 

O concurso MAPA 2018 é para mim?

 

Não tem certeza se esse é o concurso ideal para você? Veja abaixo nosso checklist:

  • Você tem interesse em alcançar um bom salário e estabilidade profissional?
  • Você está disposto a realmente estudar e se esforçar para enfrentar a concorrência?
  • Você está interessado em seu crescimento pessoal e profissional?
  • Você está disposto a se preparar de verdade e com empenho?

E se este é o concurso certo para você, saiba que é muito importante começar a se preparar o mais rápido possível, devido à alta concorrência.

Conquistar uma vaga depende de esforço e dedicação e nós acreditamos em você!

Antes de terminar, veja um vídeo com tudo resumido:

Espero que você tenha gostado de nosso artigo, não esqueça de curtir nosso site no Face, Youtube e Twitter!

Mãos à obra e bons estudos!

Planilha de Estudos

Inscreva-se agora para baixar gratuitamente a Planilha definitiva de Estudos!

Confirme seu e-mail e baixe a planilha!

DESCONTO de 30% no Gran Cursos Online

É só CLICAR AQUI para ATIVAR SEU DESCONTO.

E se quiser receber outras dicas de concurso, é só assinar nossa newsletter abaixo:

Você acabou de se inscrever em nossa lista.