fbpx

Matemática para ConcursosVocê já desistiu de um vestibular ou concurso público por causa da matemática? Ou foi reprovado nessa matéria? De fato, para a maioria das pessoas, matemática para concursos é uma disciplina infernal, que causa muita dor de cabeça antes e muita decepção depois.

Mas calma lá! Há maneiras de tornar o estudo da matemática para concursos mais simples e mais efetivo. Dessa forma, a aprovação virá sem desespero ou sofrimento.

E mais: você pode, de verdade, acabar gostando do mundo das fórmulas e cálculos.

Nesse processo, algumas dicas e ferramentas podem ser de grande ajuda. E isso é que você vai ver aqui neste post.

Vem com a gente!

https://www.youtube.com/watch?v=c86ida2t19k&t=22s


Saiba tudo sobre matemática para concursos públicos

Principais bloqueios e como resolver

Método de ensino

Aqui é preciso voltar no tempo e destacar alguns pontos lá dos ensinos Fundamental e Médio. Isso porque praticamente toda nossa abordagem em matemática vai se estabelecer a partir do que aprendemos nesses anos iniciais de estudo.

Contudo, na maioria das vezes, a abordagem dos professores não dialoga com o funcionamento do cérebro dos alunos. Afinal, as pessoas não pensam da mesma forma e assim também ocorre na matemática.

Um cálculo simples pode ser feito de diversas maneiras diferentes, o importante é ter lógica e chegar ao resultado. Mas na escola são ensinadas apenas as fórmulas padrão, que às vezes dão um verdadeiro nó na cabeça dos pequenos.

Por isso, na vida adulta, para estudar matemática, é fundamental testar métodos e desenvolver aquele no qual você tem mais fluidez, aquele que não é um sofrimento, não parece coisa de outro mundo.

Se for buscar um curso preparatório, é muito importante que se identifique com o professor, com a maneira como ele aborda os tópicos da disciplina e como passa adiante seu conhecimento. Repetir padrões apenas porque foi ensinado, lá atrás, dessa maneira, não vai lhe ajudar a desvendar sem pavor o universo dos números.

Bloqueio de capacidade

A maioria das pessoas também acredita que matemática é para alguns poucos “abençoados” ou “escolhidos”. Ou seja, acredita que nasceu sem essa capacidade. Contudo, isso não é verdade. Todo mundo tem potencial para aprender matemática, assim como tem para aprender Língua Portuguesa, ou outros idiomas, por exemplo.

Quando você acredita que não tem capacidade, seu cérebro entra nesse padrão e acaba criando mecanismos de defesa e bloqueio para esse tema.

Parece bobagem, mas é real. Então, tire da sua cabeça que não nasceu com essa habilidade ou que sua genética não é boa para as Exatas. Com o método correto e dedicação, qualquer pessoa pode ser boa em matemática.

 Claro, alguns com mais facilidade, outros com menos. Mas é possível, sim, chegar a um nível bastante satisfatório.

Resolução de questões

Um bloqueio muito comum em matemática para concursos é o bloqueio na hora da prova, quando o candidato não sabe por onde começar a resolução das questões. Certamente há um tanto de nervosismo nisso, mas pode também ser dificuldade de interpretação.

Para driblar esse problema, a sugestão é ler a questão e destacar os trechos principais. Coloque essas informações em um quadrinho no canto da prova. Vá anotando por partes e, assim, seu cérebro vai assimilando do que se trata.

Essa prática é bastante simples, mas ajuda bastante na interpretação. Isso não acontece da noite para o dia, mas gradualmente você vai perceber que a dificuldade será bem menor.

Da mesma forma, com cálculos. É preciso treino. Pense assim: matemática para concursos é como fazer musculação. No exercício físico, você começa aos poucos, com pouco peso. E vai aumentando. Quanto mais você treina, mais aumenta o peso e mais forte você fica. Assim é também com matemática, quanto mais você treinar, melhores serão os resultados. Não tem segredo!

Rotular as questões

Muitas pessoas dizem que não sabem resolver as questões na hora da prova. Mas saiba que as bancas fazem, basicamente, receitas de bolo. Ou seja, elas fazem questões muito parecidas em todos os concursos.

Assim, a sugestão é, enquanto você for estudando e resolvendo os problemas, rotule as questões, crie “etiquetas mentais” para cada modelo.

Por exemplo: a questão de porcentagem, a questão de fração, etc. Assim seu cérebro vai fazendo essas ligações na hora da prova e você, com certeza, vai lembrar mais facilmente de alguma questão muito similar que já tenha resolvido.

Tempo de resolução

tempo jornadaOutro grande temor dos candidatos em concursos públicos diz respeito ao tempo de resolução da prova. Muita gente leva tempo demais em uma questão e acaba tendo que fazer as demais na corrida, o que prejudica muito o resultado final.

Sendo assim, é preciso, mais uma vez, treinar. Cronometre o tempo que leva para resolver uma questão e, na semana seguinte, tente diminui-lo. Faça isso repetidas vezes até chegar no tempo ideal. Há diversas técnicas que ajudam nesse sentido.

Medo de errar

Esse é mais um dos medos que a matemática para concursos causa, mais do que qualquer outra disciplina. Mas, assim como outras matérias, não tem como aprender sem errar, não é mesmo?

Então procure tirar esse peso da matemática, esse estigma que só atrapalha sua evolução. Não se sinta burro, pois isso faz parte do processo. Tenha em mente que você vai errar, mas mais adiante, com treino, vai acertar.

Qual a maneira certa de aprender matemática?

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os principais problemas e traumas sobre a disciplina, é hora de falar sobre a maneira certa de aprender.

Aqui, vale reforçar que matemática para concursos segue um padrão único, não há grandes surpresas e desvios. E você não precisa se tornar um expert no assunto. Se você sabe como fazer é suficiente, não há necessidade de se aprofundar.

Porém, há alguns conteúdos que você precisa entender a teoria. Matemática financeira, por exemplo, dificilmente você vai conseguir resolver sem entender a teoria das equações de segundo grau. Números decimais, fração, multiplicação, divisão, porcentagem, tudo isso é básico.

Outro ponto importante é a tabuada, que você precisa saber de cor. Isso é primordial para conseguir ser mais ágil durante a prova.

E mais: esqueça a calculadora. A ideia aqui é que você faça cálculos mentais.

Como revisar matemática para concursos?

A teoria na matemática se aprende da mesma forma que em qualquer outra matéria: fazendo resumos, revisões, exercícios de provas anteriores, usando técnicas de memorização, etc. Não tem mistério.

Uma sugestão é fazer um quadro com as principais fórmulas da matemática para concursos e, de tempos em tempos, revisar esse material. Aqui o caminho é a decoreba mesmo. As fórmulas não mudam e você vai precisar delas em qualquer prova.

Durante a resolução de questões, separe os exercícios que errou ou aqueles que teve muita dificuldade e coloque uma explicação com a suas palavras ao lado. Volte sempre a eles para ver sua evolução.

Então, resumindo, você vai precisar, basicamente:

  1. Revisar os conceitos;
  2. Revisar as fórmulas;
  3. Refazer exercícios que errou ou tem dificuldade.

 

10 Dicas Descomplicadas que Vão te Ajudar a Estudar

1 – Acredite no seu potencial

 

É bastante comum a pessoa ter dificuldade em Matemática e simplesmente acreditar que não é capaz ou que odeia a disciplina. Nada disso! Essas barreiras mentais nos afastam dos nossos objetivos e são totalmente sem fundamento.

Com determinação e boa vontade, qualquer pessoa é perfeitamente capaz de conseguir bons resultados em cálculos, fórmulas e equações. Pode até mesmo encontrar prazer no estudo! Não que vá se tornar um expert na área, claro, mas conseguirá aprender o que precisa para se sair bem na prova de Matemática para concurso público.

 

2 – Saiba qual o conteúdo solicitado

 

Para não perder tempo com algo que não é relevante e direcionar melhor seus estudos, saiba o quanto antes qual o conteúdo programático da prova. Parece óbvio, mas muita gente não confere com atenção o edital (ou os editais anteriores) do concurso.

Veja quais os tópicos básicos comumente solicitados em Matemática para concurso público:

  • Sistema Métrico Decimal.
  • Razão.
  • Proporção.
  • Divisão proporcional.
  • Regra de três (simples e composta).
  • Porcentagem.
  • Equações do 1º Grau e Problemas.
  • Equações do 2º Grau e Problemas.
  • Produtos notáveis.
  • Fatoração algébrica.
  • Áreas de figuras planas.
  • Noção de Função.
  • Progressões Aritmética.
  • Progressão Geométrica.
  • Juros (simples e compostos).
  • Análise combinatória.
  • Probabilidade.

 

 

3 – Comece pelo básico

 

Normalmente, a dificuldade das pessoas em Matemática para concurso público está na deficiência dos ensinos Fundamental e Médio. Ou seja, na base do aprendizado. Por isso, conteúdos básicos que não foram bem assimilados precisam ser retomados e fixados. A partir disso, será possível desenvolver o aprendizado.

Soma, subtração, multiplicação e divisão com vários algarismos, equações, regra de três, frações, etc. São tópicos são fundamentais para qualquer exercício ou cálculo. E esses conhecimentos servem ainda para diversas aplicações no dia a dia.

 

 

4 – Não use calculadora

 

Durante a prova de Matemática para concurso público não é permitido o uso de calculadora. Então, é melhor já ir acostumando sua mente. Caso contrário, acabará se atrapalhando ou levando muito mais tempo para concluir os exercícios.

 

5 – Memorize fórmulas

 

A memorização é vital para se sair bem em Matemática para concurso público. Isso porque são muitas as fórmulas utilizadas na disciplina e você vai precisar voltar a elas diversas vezes durante a prova. Por isso, reescreva as fórmulas todas as vezes que fizer exercícios para ajudar sua mente a fixar de forma natural o conteúdo.

Confira também nosso post especial com técnicas de memorização. Um apanhado completo que vai lhe ajudar a arrasar na prova de Matemática para concurso público sem sofrimento.

 

6 – Faça muitos exercícios

 

A teoria é muito importante para compreender aonde a Matemática pode nos levar. No entanto, somente a prática vai fazer você alcançar um entendimento global da disciplina e internalizar o conteúdo. Então, pratique muito!

Busque as provas anteriores do concurso e refaça centenas de vezes os exercícios. Aproveite para acessar nosso post sobre Como Acelerar sua Aprovação Estudando por Questões, que explica tudo sobre a técnica e como você pode começar a aplicá-la em sua preparação.

 

7 –  Coloque a Matemática em prática

 

Você já se deu conta de que usamos muito a Matemática no nosso dia a dia? Em tarefas simples, como ir ao mercado, dividir uma conta, preparar uma receita. Em quase tudo utilizamos cálculos e quantidades. Ou seja, os exercícios de Matemática não se limitam às apostilas e simulados, mas também podem ser feitos no cotidiano.

Preste atenção nas situações ao seu redor e comece a associá-las ao que vem estudando.

Afinal, ao aplicar a teoria no seu cotidiano, ficará mais fácil compreender e reter o conteúdo.

 

8 – Tenha um bom material de apoio

 

Livros são ótimos materiais de apoio no estudo de Matemática para concurso. Há diversas obras direcionadas justamente para processos seletivos e que podem turbinar seu aprendizado. Algumas boas opções são:

  • Matemática Básica – Teoria e Treinamento Prático – Série Concursos Públicos, de Bruno Villar.
  • Matemática para Vestibulares e Concursos – Fórmulas e Propriedades, de Jorge Krug.
  • Matemática Para Concursos – Série Teoria e Questões, de Flávio Alcântara.
  • Matemática Para Concursos – Teorias e Questões, de Paulo Quilelli.

 

9 – Conheça o estilo da banca

 

Conhecer o perfil da banca examinadora do concurso é um passo vital na preparação, pois cada instituição tem suas particularidades. Com informações sobre o estilo da prova, modelo de questões e até pegadinhas recorrentes, será possível direcionar melhor seus estudos e eles serão ainda mais efetivos.

Aqui no Próximos Concursos temos uma série completa com perfis das principais bancas examinadoras do país, como  FGV, Cesgranrio, Cespe/Cebraspe, Vunesp e muitas outras. Confira!

 

10 – Invista em um curso preparatório

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades.

É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação. Veja algumas opções realmente boas:

 

Gran Cursos online

O Gran Cursos Online está muito bem avaliado.

Tem material completo com videoaulas, além de professores de primeira linha.

Se você quer um curso com bom histórico de aprovação, além da possibilidade de estudar para mais de um concurso, o Gran Cursos certamente é uma ótima opção.

 

Concursos Estratégia

O Estratégia Concursos tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

Se você quer ter a certeza que está estudando pelo melhor material e não se importa em pagar pela qualidade, o Estratégia Concursos é certamente sua melhor opção.

 

 

Concurso Exponencial

 

O Exponencial é mais uma excelente opção. O curso é voltado para o aprendizado acelerado e também oferece serviço de coaching 100% especializado.

 

 

Quer conhecer outras opções? Confira no link a seguir:

 

Melhores Cursos Online para Agilizar sua Aprovação!

 

 

10 dicas para estudar Matemática para concurso público

 

  1. Acredite no seu potencial
  2. Saiba qual o conteúdo solicitado
  3. Comece pelo básico
  4. Não use calculadora
  5. Memorize fórmulas
  6. Faça muitos exercícios
  7. Coloque a Matemática em prática
  8. Tenha um bom material de apoio
  9. Conheça o estilo da banca
  10. Invista em um curso preparatório

 

Mesmo que você não tenha muita afinidade com os números, seguindo essas dicas temos certeza que vai fazer bonito na prova de Matemática para concurso público.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com amigos e contatos nas redes sociais! Estamos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube. Por lá você encontra ainda muito mais dicas, notícias e manuais para detonar no concurso.

Conte sempre com a gente e bons estudos!

Planilha de Estudos

Planilha de Estudos

Com essa planilha você vai poder calcular automaticamente seu tempo ideal de estudos.

Ela foi criada com base no Método PQF para calcular o quanto você tem que estudar, levando em conta o peso de cada matéria, quantidade de horas necessárias e facilidade que você tem sobre cada uma.

Abra seu e-mail e baixe agora mesmo sua planilha (não esqueça de procurar no SPAM).