fbpx

Concurso INSS – tudo o que você precisa saber [manual do concurso]Se você também está curioso para entender melhor porque o concurso do INSS está dando tanto o que falar, não se preocupe! Pois nesse artigo vamos explicar o que está acontecendo, além de falar sobre o próximo concurso.

É grande a expectativa para a realização de uma nova seleção do órgão, cujo quadro de servidores tem um número muito alto de vacâncias.

Conforme informações do próprio INSS, o último concurso, que teve seu prazo expirado em agosto de 2018,  não foi suficiente para suprir o déficit, que somam mais de 20 mil cargos vagos.

Sendo assim, um novo concurso INSS é esperado para muito em breve e quem tem interesse em participar, deve iniciar já sua preparação!

Abaixo você verá mais informações sobre as carreiras no INSS, o concurso passado, além de diversas dicas para você passar mais rápido.

 

Últimas informações do concurso do INSS

 

 
 

Confira os últimos acontecimentos que movimentaram o universo concurseiro para quem está aguardando pela autorização do Concurso INSS:

 

Abril de 2020

 

Foi publicado hoje (30-04) o edital do chamamento público para contratação temporária de 8.230 servidores federais civis aposentados e militares inativos.

As 8.230 vagas são destinas a aposentados e militares no posto máximo de Segundo Sargento para atuação nas seguintes áreas:

  • Segurados e Apoio Administrativo: 7.400 vagas
  • Apoio Administrativo à Perícia Médica: 255 vagas
  • Apoio Administrativo à Análise de Recursos: 235 vagas
  • Análise da Legislação dos RPPS (Brasília): 30 vagas
  • Análise das Avaliações Atuariais (Brasília): 10 vagas
  • Apoio Administrativo (Brasília): 10 vagas
  • Análise de Processos de Benefícios (Brasília): 280 vagas
  • Orientação e Supervisão no Acervo: 10 vagas

 

As inscrições deverão ser realizadas no período de 04 a 10 de maio através do site www.inss.gov.br/temporários/ .

Concurso INSS

 

Os profissionais militares irão atuar nas agências, quando essas forem reabertas ao público. Já os servidores aposentados irão realizar as atividades no regime home office.

A expectativa é de que a fila de espera seja regularizada em seis meses. Atualmente o órgão conta com 1,3 milhão de pedidos em espera.

 

Acesse o edital:

 

  Edital Chamamento Público INSS

 

Foi publicado no dia 28 de abril o decreto autorizando o chamamento público.

 

Confira a publicação na íntegra:

Portaria 10.736 – Chamamento Público INSS

 

 

Fevereiro de 2020

 

Foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro a Medida Provisória que permite a contratação de servidores aposentados e militares da reserva para atuarem no INSS.

Ainda não há quantitativo de vagas definido, mas a previsão é de 7.000 contratações. O edital de convocação voluntária deve ser publicado logo após a publicação em Diário Oficial da Medida Provisória.

Janeiro de 2020

Para cumprimento das medidas exigidas na Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Federal, o governo anunciou que irá contratar 7 mil militares da reserva para atuarem nos postos de atendimento do INSS. Os militares que se voluntariarem terão um acréscimo de 30% em seus salários.

Esses profissionais passarão por treinamento nos meses de fevereiro e março, iniciando as atividades no INSS no mês de abril.

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, assinou no dia 24 de janeiro o decreto que regulamenta a contratação dos militares. O chamamento passará pela aprovação dos ministérios da Defesa e da Economia.

No dia 29 de janeiro mais uma medida foi anunciada pelo governo, serão contratados ex-servidores do órgão para ajudar na redução da espera. 

Para validar a contratação, é necessário que seja editada uma Medida Provisória.

Atualmente há 1,3 milhões de pessoas na fila aguardando concessão de benefícios. A previsão é que até setembro o estoque de benefícios em processamento caia para 285 mil.

Quanto a realização de novo concurso, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, anunciou após reunião com o Ministro Paulo Guedes que a situação do INSS esbarra em questões orçamentárias e operacionais.

A Ação movida pelo Ministério Público Federal continua correndo na Justiça do Distrito Federal, e de acordo com o último prazo, será retomada para análise no mês de abril.

Medida Cautelar

O subprocurador geral do MP-TCU (Ministério Público do Tribunal de Contas da União), Lucas Furtado, ingressou com o pedido de medida cautelar solicitando a suspensão da medida do governo que visa a contratação dos militares da reserva para atuarem no INSS. O subprocurador questionou a legalidade da medida do governo, que não deveria ser direcionada apenas aos militares da reserva:

“Ao meu ver, não pode haver o direcionamento da contratação para os militares da reserva, pois, nesse caso, é nítida a reserva de mercado que o governo federal está promovendo para remediar o impasse das filas de processos pendentes de análise”, disse o subprocurador.

Lucas Furtado argumentou também que os militares não são funcionários públicos aposentados e que esses devem estar prontos a atender possíveis necessidades das Forças Armadas, enquanto a urgência do INSS é uma questão de natureza civil.

Vale lembrar que a solicitação será analisada por um ministro do TCU, cabendo ao relator atender ou não ao pedido.

Outubro de 2019

Após acordo em audiência de mediação, foi autorizada a movimentação de 319 servidores da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO) para compor a força de trabalho do INSS.

A movimentação é por tempo indeterminado, porém o retorno dos servidores poderá ocorrer a qualquer tempo, caso haja decisão do Ministério da Economia.

Os servidores só poderão exercer atividades que não desviem de suas funções na INFRAERO.

Com essa medida de movimentação, o processo fica suspenso pelo prazo de 6 meses e o INSS deverá fornecer informações mensais sobre a evolução dos trabalhos.

A autorização foi publicada em Diário Oficial no dia 09 de Outubro.

Agosto de 2019

No início do mês de agosto o Ministério Público Federal ajuizou ação civil pública contra a União e o INSS. Foi dado um prazo de 45 dias para o Instituto recrutar temporariamente agentes públicos para atender as demandas acumuladas do órgão, além de reforçar o pedido para a realização de um novo concurso público para cargos efetivos.

A boa notícia é que houve uma movimentação no processo da Ação Civil Pública, com o agendamento de uma reunião para o próximo dia 02 de outubro.

Através de nota no portal do Ministério Público Federal foi confirmada pela Procuradoria da República do Distrito Federal a contratação temporária de funcionários para suprir as demandas acumuladas há mais de 60 dias no órgão.

Junho de 2019

Chegou ao fim o prazo da recomendação que o Ministério Público Federal (MPF) havia dado ao Ministério da Economia para a autorização do Concurso INSS.

O Ministério da Economia emitiu nota à imprensa rejeitando a recomendação do MPF.

Confira a nota:

“A Atual situação fiscal do país limita a atuação da Administração Pública em ações que acarretem impactos orçamentário-financeiros tanto para este ano quanto para os exercícios subsequentes, o que impossibilita a autorização de realização de um concurso público para o INSS neste momento”. 

O MPF ainda não se manifestou sobre os próximos passos que poderão ser tomados para a autorização do concurso, porém existe a possibilidade do concurso ser autorizado através de processo judicial, devido aos problemas e transtornos gerados à população em decorrência da falta de pessoal no órgão.

Maio de 2019

Foi publicada portaria autorizando projeto-piloto de teletrabalho para os servidores do INSS, ou seja, os servidores poderão trabalhar remotamente no formato home office. Com duração de 12 meses, os servidores poderão se candidatar voluntariamente para participar do projeto e deverão cumprir algumas exigências propostas pelo órgão, sendo uma das principais a produtividade de 30% a mais do que se estivesse em trabalho presencial, já que o servidor não terá tempo gasto em deslocamento.

A implantação do projeto tem como objetivos reduzir o número de processos pendentes, além de reter servidores experientes que já estão em condições de se aposentar.

Os serviços contemplados no projeto são: análise de requerimentos do salário-maternidade e aposentadoria por idade, além da verificação de possíveis irregularidades em cadastro dos beneficiários.

Ainda no mês de maio o Secretário de Governo Digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro, disse que uma das medidas para diminuir os problemas na prestação de serviços do INSS será a digitalização de 90 serviços do órgão, com previsão de início até o mês de julho.

Especialistas e sindicalistas acreditam que as medidas são paliativas, até mesmo porque muitos beneficiários não possuem acesso à internet, e que, em muitos casos o atendimento presencial é imprescindível, não podendo ser realizado a distância.

Abril de 2019

O Ministério Público Federal recomendou formalmente ao Ministério da Economia que tome as medidas necessárias para a autorização do novo Concurso INSS no prazo de 30 dias. A recomendação que também foi encaminhada à Presidência do INSS, prevê que após a autorização do Ministério da Economia o INSS deverá providenciar o cronograma do concurso, respeitando o prazo de no máximo 180 dias para a posse dos aprovados. Há também a recomendação para a definição do quantitativo de vagas para preenchimento dos cargos de Técnico, Analista e Perito do Seguro Social, além do número de vacâncias previstas para o prazo de validade do concurso.

Quer ver a Recomendação na íntegra? É só clicar no link:

 

Recomendação MPF N. 19/2019

 

Ainda em abril…

No início do mês o INSS confirmou que receberia funcionários da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) para um reforço nos trabalhos do órgão. Atualmente está sendo feito um levantamento pela INFRAERO para saber quais profissionais tem interesse em atuar no INSS, da mesma forma o INSS também está realizando levantamento para identificar quais setores tem maior necessidade para receber a força tarefa.

Outras medidas estão sendo adotadas pelo órgão para minimizar os problemas causados pela quantidade de processos represados nas agências, o que acarreta um atraso para a concessão de benefícios. Uma delas é realocar os servidores que atuam nas unidades de atendimento para trabalharem na análise de concessão de benefícios.

Segundo o Instituto, essas ações são um reforço na melhoria do atendimento, mas não resolverá todos os problemas que o déficit de servidores está causando ao órgão, portanto a autorização para a realização de um novo concurso continua sendo muito aguardada.

Janeiro de 2019

O pedido de autorização do Concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) teve novas movimentações no início de janeiro.

O processo de solicitação foi concluído na Divisão de Concursos Públicos e recebido na Assessoria Parlamentar do Gabinete do Ministro.

O Ministério da Economia absorveu a pasta do Planejamento e o processo continua em análise.

Concurso INSS

Em dezembro uma das solicitações do Concurso INSS foi negada, porém o Ministério de Desenvolvimento Social (MDS) esclareceu que a solicitação negada era para a convocação de excedentes do concurso realizado em 2015.

No dia 17 de janeiro houve uma nova movimentação no pedido de autorização do Concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (Concurso INSS 2019).

O pedido foi concluído na Coordenação Geral de Benefícios Previdenciários.

Concurso INSS 2019

Dezembro de 2018

Os trâmites do concurso do INSS tiveram um novo avanço ontem (17/12). Agora o pedido está na unidade de Demandas de Expedição na CONAD-SPG.

Concurso INSS

Setembro de 2018

O Ministério do Planejamento divulgou um ofício no dia 23, explicando os trâmites necessários para a autorização do concurso, bem como os critérios que estão sendo seguidos na análise do processo. Os critérios citados no ofício são os seguintes:

  • Necessidade do órgão demandante, confrontando-a com a de outros
  • Previsão orçamentária e financeira da Administração
  • Conveniência e oportunidade do atendimento da demanda

Segundo o Ministério, o único impedimento para a autorização do concurso é a previsão orçamentária.

Ainda no mês de Setembro aconteceu uma reunião entre a FENASPS e a presidência do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), com o intuito de discutirem sobre a realização do novo concurso, além de assuntos relacionados ao trabalho dos servidores. Após a reunião, a FENASPS decidiu recorrer ao TCU (Tribunal de Contas da União) para tentar agilizar a autorização do concurso.

Segundo o presidente do INSS, Edison Garcia e o Secretário de Administração do Sindicato, a autorização está em pauta na presidência, e que, com a realização do concurso as vagas deverão contemplar primeiramente as agências com maior déficit de servidores.

Agosto de 2018

O processo de autorização passou por mais de quatorze movimentações e atualmente está na Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento.

Julho de 2018

A  FENASPS – Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social orientou as agências do INSS a fazerem no dia 07 de julho uma paralisação em todo o país que tinha por objetivo pressionar o atendimento das demandas do órgão.Segundo a Federação: “Não é mais possível os trabalhadores ficarem reféns de experiências excludentes e paliativas que não resolvem os problemas da carreira e do INSS”. Dentre as reivindicações feitas pela FENASPS estão um novo concurso INSS, nomeações do último concurso e melhorias para os servidores.

Maio de 2018

O INSS enviou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, uma Nota Técnica, na qual é reafirmada a urgência nas contratações. O órgão solicita autorização para a realização de um novo concurso, além de 2.580 vagas excedentes do último concurso, realizado em 2015.

No dia 24 de maio foi publicada a Portaria Nº 2.178 concedendo ao Presidente do INSS a função de prover cargos efetivos através da realização de concursos públicos, bem como movimentações do quadro de pessoal comissionado dentro do órgão. A expectativa é de que essa medida consiga resolver os inúmeros problemas dos postos de trabalho e o atendimento à população.

Confira o documento na íntegra:

Portaria 2.178, de 23 de Maio de 2018

 

 

Principais informações sobre o concurso do INSS

 

Quais as carreiras e atribuições?

 

Técnico do Seguro Social

Técnico do Seguro Social

 

Realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica; coletar informações, executar pesquisas, levantamentos e controles, emitir relatórios e pareceres; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS. Atender ao público; assessorar os superiores hierárquicos em processos administrativos; realizar atividades inerentes ao reconhecimento de direitos previdenciários, direitos vinculados à Lei nº 8.742/1993 e outros sob a responsabilidade do INSS; realizar atividades inerentes à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de informações; elaborar minutas de editais, contratos, convênios e demais atos administrativos e normativos; avaliar processos administrativos, oferecendo subsídios à gestão nos aspectos preventivos e para as tomadas de decisão; participar do planejamento estratégico institucional, de comissões, grupos e equipes de trabalho e dos planos de sua unidade de lotação; atuar na gestão de contratos, quando formalmente designado; controlar dados e informações, bem como executar a atualização em sistemas; executar atividades de orientação, informação e conscientização previdenciária; realizar atividades de gestão do patrimônio do INSS; subsidiar os superiores hierárquicos com dados e informações relacionadas à sua área de atuação, atuar no acompanhamento e avaliação da eficácia das ações desenvolvidas e na identificação e proposição de soluções para o aprimoramento dos processos de trabalho desenvolvidos; e atuar em atividades de planejamento, supervisão e coordenação de projetos e programas de natureza técnica e administrativa.

Analista do Seguro Social

 

Analista do Seguro Social

 

Prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social – APS e aos seus servidores, aposentados e pensionistas; elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional; supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas; realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais; promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial; e exercer, mediante designação da autoridade competente, outras atividades relacionadas às finalidades institucionais do INSS. Atender ao público; assessorar os superiores hierárquicos em processos administrativos; realizar atividades inerentes ao reconhecimento de direitos previdenciários, direitos vinculados à Lei nº 8.742/1993 e outros sob a responsabilidade do INSS; realizar atividades inerentes à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos; realizar estudos, pesquisas e levantamentos de informações; elaborar minutas de editais, contratos, convênios e demais atos administrativos e normativos; avaliar processos administrativos, oferecendo subsídios à gestão nos aspectos preventivos e para as tomadas de decisão; participar do planejamento estratégico institucional, de comissões, grupos e equipes de trabalho e dos planos de sua unidade de lotação; atuar na gestão de contratos, quando formalmente designado; controlar dados e informações, bem como executar a atualização em sistemas; executar atividades de orientação, informação e conscientização previdenciária; realizar atividades de gestão do patrimônio do INSS; subsidiar os superiores hierárquicos com dados e informações relacionadas à sua área de atuação, atuar no acompanhamento e avaliação da eficácia das ações desenvolvidas e na identificação e proposição de soluções para o aprimoramento dos processos de trabalho desenvolvidos; e atuar em atividades de planejamento, supervisão e coordenação de projetos e programas de natureza técnica e administrativa.

Perito Médico

 

Perito Médico

 

Exercer, privativamente, no âmbito do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Ministério da Previdência Social (MPS), as atividades Médico-Periciais inerentes ao Regime Geral da Previdência Social de que tratam as Leis nº 8.212, de 24 de julho de 1991, e nº 8.213, de 24 de julho de 1991, e à Lei nº 8.742, de 7 de dezembro de 1993, e, em especial a: I – emissão de parecer conclusivo quanto à capacidade laboral para fins previdenciários; II – inspeção de ambientes de trabalho para fins previdenciários; III – caracterização da invalidez para benefícios previdenciários e assistenciais; e IV – execução das demais atividades definidas em regulamento. Os ocupantes do cargo de Perito Médico Previdenciário poderão executar, ainda, nos termos do regulamento, as atividades Médico-Periciais relativas à aplicação da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990.

Confira as leis que tratam do Regime Geral da Previdência Social:

Lei 8121: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8212cons.htm

Lei 8213: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L8213cons.htm

Lei 8742: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8742.htm

 

 

 

Quantas são as vagas?

 

A previsão é de que sejam ofertadas pelo menos 7.580 vagas na abertura do próximo concurso INSS, distribuídas entre os seguintes cargos:

Técnico do Seguro Social 3.941
Analista do Seguro Social (diversas formações) 1.493
Perito Médico 2.146

 

 

Qual o nível de formação exigido?

 

Veja qual a formação exigida para concorrer a cada um dos cargos no concurso INSS:

 

Técnico do Seguro Social Ensino Médio
Analista do Seguro Social Superior completo em Serviço Social
Perito Médico Superior em Medicina e Registro no Conselho Regional de Classe

 

 

Qual o salário?

 

Os salários iniciais para os cargos previstos no concurso INSS são:

 

Técnico do Seguro Social R$ 5.344,87
Analista do Seguro Social R$ 7.954,09
Perito Médico R$ 10.616,14

 

 

Quais os benefícios?

 

Além da remuneração mensal, os servidores do INSS têm direito a uma série de benefícios, entre eles auxílio-alimentação, no valor de R$ 458,00 e auxílio-saúde, no valor de R$ 210,00.

 

Qual a lotação?

 

Por se tratar de um concurso de nível federal, as possíveis lotações abrangem todos os estados. Portanto, para se saber em que estados e cidades haverá vagas é preciso esperar a liberação do edital.

O processo de lotação ocorre da seguinte forma: no ato da inscrição os candidatos deverão escolher a Gerência-Executiva em que pretendem ser lotados. Sendo que ao ser convocado o candidato deverá escolher uma Agência da Previdência Social que faça parte da Gerência-Executiva escolhida.

 

Qual a jornada de trabalho?

 

tempo jornada

A jornada de trabalho dos servidores do INSS é de 40 horas semanais (8 horas diárias).

 

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

 

cresc

Os servidores de Nível Médio e Superior do INSS podem se desenvolver na carreira por cinco classes (A, B, C , D e Especial) e quatro padrões (I, II, III e IV) — para cargos de Auxiliar são apenas uma classe e três padrões.

O crescimento ocorre por meio da progressão funcional ou promoção.

A progressão funcional é é a passagem do servidor para o padrão de vencimento imediatamente superior dentro de uma mesma classe. Já a promoção é a passagem do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe imediatamente superior.

Essa mudança é realizada mediante alguns critérios pré-estabelecidos, como tempo mínimo de permanência em cada uma das classes ou padrões, avaliação de desempenho e capacitações.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

 

No último concurso INSS, em 2015, foram abertas 800 vagas para o cargo de Técnico do Serviço Social e 150 vagas para o cargo de Analista do Serviço Social.

Foram inscritos 43.982 candidatos para o cargo de Analista e 1.043.807 candidatos para o cargo de Técnico.

Para conferir a relação completa de vagas e inscritos para cada Gerência-Executiva, você pode clicar aqui:

 

Inscritos INSS 2014

 

O concurso anterior do INSS, em 2011, contou com 375 vagas para o cargo de Perito Médico e 1.500 vagas para o cargo de Técnico do Seguro Social.

O número de inscritos para o cargo de Perito Médico foi de 11.760, já para o cargo de Técnico foi de 903.515 candidatos.

No entanto, é preciso destacar que o número de inscritos para cada Agência da Previdência Social variou bastante.

Para conferir a quantidade de inscritos em cada uma delas, basta clicar aqui:

 

Inscritos INSS 2012

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

 

A preparação para um concurso costuma, de fato, ser exaustiva. Mas para facilitar um pouco a sua vida, há técnicas que potencializam o aprendizado e, assim, podem agilizar a aprovação.

Entre as técnicas conhecidas estão a pomodoro e a de ciclo de estudos. Além disso, você pode estudar com flash cards ou mapas mentais.  No entanto, de todas a técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões.

O estudo por questões ajuda a reter a informações e revisar a matéria, tornando o processo de memorização do conteúdo mais simples e efetivo. Alguns cursos preparatórios oferecem material com questões comentadas pelos professores, o que facilita ainda mais.

Contudo, ressaltamos que o ideal é experimentar cada uma das técnicas e ver com qual você se adapta melhor. Por isso, confira também nosso post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

E se você está em busca de dicas que lhe ajudem a manter a energia em alta no período de preparação, não deixe de acessar nosso post com as 5 melhores técnicas de motivação.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. Afinal, é sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a área ou cargo pretendido.

 

Desse modo, veja algumas opções realmente boas:O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. De fato, tem material completo com videoaulas, além de professores de primeira linha. Assim, se você quer um curso com bom histórico de aprovação, e a possibilidade de estudar para mais de um concurso, o Gran Cursos certamente é uma ótima opção.

Curso Gran – Concurso INSS

 

Estratégia ConcursosO Estratégia Concursos tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, pois conta com um material de qualidade e professores renomados. Ou seja, se você quer ter a certeza que está estudando pelo melhor material e, além disso, não se importa em pagar pela qualidade, o Estratégia Concursos é, com efeito, sua melhor opção.

 Curso Estratégia – Concurso INSS

 

O Exponencial é mais uma excelente alternativa. Igualmente aos demais cursos, é voltado para o aprendizado acelerado, mas oferece ainda o interessante serviço de coaching 100% especializado.

Curso  Exponencial – Concurso INSS

 

Checklist do candidato

 

Agora que você chegou ao fim do post, é hora de retomar alguns pontos e fazer uma checklist para confirmar se o concurso do INSS é mesmo para você:

v visto

  • Ter formação de Nível Médio ou Superior.
  • Ter disponibilidade para mudar de cidade.
  • Ter afinidade com a área da Previdência.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

Está aguardando novidade do concurso do INSS? Aproveite para acompanhar nossas redes sociais e não perder uma informação sequer!

Estamos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Bons estudos e boa sorte!

 

Planilha de Estudos

Planilha de Estudos

Com essa planilha você vai poder calcular automaticamente seu tempo ideal de estudos.

Ela foi criada com base no Método PQF para calcular o quanto você tem que estudar, levando em conta o peso de cada matéria, quantidade de horas necessárias e facilidade que você tem sobre cada uma.

Abra seu e-mail e baixe agora mesmo sua planilha (não esqueça de procurar no SPAM).