Embora usados muitas vezes como sinônimos, concurso público e processo seletivo são coisas diferentes no universo concurseiro. E a principal diferença está, justamente, em algo que a maioria dos profissionais busca ao decidir entrar no serviço público: a estabilidade no emprego.

 

Para não acabar se decepcionando mais tarde, é melhor saber todos os detalhes da modalidade de edital que está participando. Por isso, neste artigo vamos esclarecer o que são concurso público e processo seletivo, seus principais requisitos e regras.

 

Acompanhe!

 

O que é um concurso público?

 

Um concurso público tem como objetivo preencher cargos públicos de maneira efetiva (cargos que ficaram vagos por conta de aposentadorias, falecimentos e afastamentos definitivos de servidores). Ou seja, os aprovados têm a estabilidade empregatícia após o cumprimento de estágio probatório — normalmente um período de experiência de até 36 meses.

 

Os concursados só podem ser desligados do órgão ou instituição em casos de desvios graves, que ocasionam demissão por justa causa.

 

Em um concurso público, o candidato poderá ocupar um cargo apenas após passar em uma prova escrita eliminatória. Na maioria dos concursos há também provas oral, prática, de títulos e até mesmo Teste de Aptidão Física (TAF).

 

Todas as particularidades de um concurso público estão dispostas no artigo 37, inciso II da Constituição Federal

 

O que é um processo seletivo?

 

Um processo seletivo (ou seleção simplificada pública) busca preencher vagas temporárias ou de urgência. Essas vagas surgem de acordo com demandas internas do órgão ou instituição por conta de licenças, férias, novas atividades desempenhadas, etc. O funcionário não tem estabilidade no emprego, sendo contratado por um período determinado de tempo (não mais que dois anos). Ele pode, ainda, ser desligado do cargo a qualquer momento.

 

Em um processo seletivo, o candidato não precisa, necessariamente, passar por prova escrita ou qualquer outro tipo de teste. A contratação pode ser de maneira simplificada, por meio apenas de análise de currículo, por exemplo. Por isso, o processo seletivo também é mais rápido que um concurso público.

 

Todos os detalhes de um processo seletivo público constam do artigo 37, inciso IX da Constituição Federal

Concurso público e processo seletivo: qual o melhor?

 

Como podemos ver, as diferenças entre concurso público e processo seletivo são várias. Mas, a principal delas segue sendo a questão da estabilidade. Para quem busca se firmar no serviço público, um concurso é a melhor escolha. E para quem não tem bem certeza da decisão, mas gostaria de ver de perto como as coisas funcionam, talvez um processo seletivo seja uma boa opção.

 

É importante lembrar que um mesmo órgão ou instituição pode lançar editais tanto para concursos públicos quanto para processos seletivos, conforme suas necessidades.

 

Está se preparando para encarar um concurso público? Para ficar por dentro dos lançamentos e previsões de editais em todo o país, visite nossas seções especiais de concursos abertos e concursos previstos.

 

Aproveite também para acessar nossas redes sociais e acompanhar conteúdos exclusivos, notícias e as melhores dicas de estudos. Estamos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

 

Conte sempre com a gente e bons estudos!

 

[Total: 3    Média: 2.3/5]
Quer receber as melhores dicas de estudos no seu Whatsapp? Clique aqui!
Holler Box