fbpx

 

Concurso ESAO Concurso da Escola de Sargentos das Armas (Concurso ESA) está ofertando 1.100 vagas distribuídas entre diversas especialidades.

O edital do concurso foi retificado e a aplicação das provas (Exame Intelectual) teve sua data alterada em consequência das medidas de enfrentamento ao coronavírus. A nova data prevista é dia 30 de agosto.

Confira todas as alterações no link: 

 

 

Edital retificado Concurso ESA

 

Edital de Abertura Concurso ESA

 

Você sonha em ingressar na Escola de Sargentos das Armas?

Veja abaixo todas as informações sobre o Concurso ESA 2020.

Vamos lá?

 

Quantas são as vagas?

 

Estão sendo ofertadas:

 

  • 1000 vagas para a área Geral/Aviação, sendo 900 vagas para candidatos do sexo masculino e 100 vagas para candidatas do sexo feminino, para as seguintes especialidades:
    • Infataria
    • Cavalaria
    • Artilharia
    • Engenharia
    • Comunicações
    • Material Bélico – Manutenção de Viatura Auto
    • Material Bélico – Manutenção de Armamento
    • Material Bélico – Mecânico Operador
    • Material Bélico – Manutenção de Viatura Blindada
    • Manutenção de Comunicações
    • Topografia
    • Intendência
    • Aviação-Manutenção

 

  • 55 vagas para a Área de Saúde

 

  • 45 vagas para a Área de Música, para os seguintes instrumentos:
    • Clarineta em MIB/Clarineta em SIB  (11 vagas)
    • Flauta em Dó/Flautim em Dó (2 vagas)
    • Saxhorne Barítono em SIB/Saxhorne Baixo em SIB -(6 vagas)
    • Saxofone em MIB/Saxofone em SIB (4 vagas)
    • Tímpanos, Bombo, Pratos, Tarol e Caixa Surda (2 vagas)
    • Trombone Tenor em SIB (de vara)/Trombone Baixo em SIB (de vara) (7 vagas)
    • Trompa em Fá (1 vaga)
    • Trompete em MIB/SIB – Cornetim em SIB / Flueglhorne em SIB (10 vagas)
    • Tuba em MIB/Tuba em SIB (2 vagas)

 

Qual o nível de formação exigido?

 

Os candidatos às vagas na área da Saúde devem ter formação de Nível Técnico em Enfermagem.

Os demais devem ter formação de Nível Médio.

 

Quais as demais exigências?

 

Entre outros requisitos especificados em edital, para candidatar-se é necessário:

 

  • Ser brasileiro
  • Ter concluído o Ensino Médio, ou estar no último ano do Ensino Médio
  • Ter entre 17 e 24 anos (área Aviação/Geral/Saúde) e entre 17 e 26 anos (área Música)
  • Ter altura mpnina de 1,60 mo (homens) e 1,55 m (mulheres).
  • Estar em dia com suas obrigações perante o serviço militar e a Justiça Eleitoral

 

 

Qual o salário?

 

Durante o Curso de Formação o aluno receberá ajuda de custo para moradia e alimentação, além de assistência médica, odontológica e psicológica.

Depois da formatura, no entanto, o sargento receberá o salário de R$ 3.825,00

 

Qual a lotação?

 

Durante o primeiro ano do curso de formação, ao aprovados no concurso ESA serão lotados em uma das Unidades Tecnológicas do Exército (UETE), nas seguintes cidades:

 

A partir do segundo ano, os alunos do curso de formação passam a ter aulas no modelo internato em uma das seguintes unidades, conforme especialidade escolhida:

 

Como foi a concorrência do último concurso?

 

O concurso ESA 2019 teve aproximadamente 118.615 inscritos para as 1.100 vagas ofertadas, distribuídos da seguinte maneira:

  • Geral/Aviação: 85.587 homens/22.335 mulheres;
  • Música: 2.654 homens/535 mulheres;
  • Saúde: 1.748 homens/7.504 mulheres.

 

Como são as provas?

 

Prova objetiva

 

A prova objetiva do concurso ESA 2020 poderá ser dividida em até seis partes, de acordo com a área escolhida:

  • 1ª parte – Prova de Matemática (12 questões para áreas Geral/Aviação e oito para as áreas Música/Saúde);
  • 2ª parte – Prova de Português (12 e oitos questões, respectivamente);
  • 3ª parte – Prova de História e Geografia do Brasil (12 e seis questões de cada disciplina para área Geral/Aviação e oito e quatro questões de cada disciplina para as áreas de Música/Saúde);
  • 4ª parte – Prova de Inglês (quatro questões para área Geral/Aviação e quatro para as áreas de Música/Saúde);
  • 5ª parte – Prova de Conhecimentos Específicos da área técnica de Enfermagem, na área de Saúde (12 questões) e Prova de Teoria Musical para a área de Música (12);
  • 6ª parte – Prova de Português (questão única discursiva/redação).

 

Os candidatos passam, ainda, pelas seguintes etapas:

  • Avaliação de títulos
  • Exame de habilitação musical (para os candidatos da área de Música)
  • Investigação social
  • Exame de aptidão física preliminar
  • Revisão médica
  • Exame de aptidão física definitivo
  • Comprovação da heteroidentificação para os candidatos pretos ou pardos.

 

Exame de habilitação musical

 

O exame de habilitação musical, consiste em um prova prática comas com as seguintes tarefas:

a) um estudo de método, que contenha ornamentos de até quatro notas, resguardando as características técnicas de utilização do naipe para o qual o candidato se inscreveu e de nível médio de dificuldade, apresentada ao candidato pela Comissão de Aplicação do EHM; e
b) execução de uma peça de confronto relativa ao naipe de inscrição do candidato, que será disponibilizada no endereço eletrônico da EsSLog na internet 90 (noventa) dias antes da data prevista para execução da prova prática.

 

Exame de aptidão física

 

Já o exame de aptidão física é constituído de:

 Provas anteriores

 

Qual a banca?

 

O concurso será realizado por banca própria da ESA.

 

Qual o conteúdo programático?

 

MATEMÁTICA

1) Teoria dos Conjuntos e Conjuntos Numéricos a) representação de conjuntos, subconjuntos, operações: união, interseção, diferença e complementar. Conjunto universo e conjunto vazio; b) conjunto dos números naturais e inteiros: operações fundamentais, números primos, fatoração, número de divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum; c) conjunto dos números racionais: operações fundamentais. d) conjunto dos números reais: operações fundamentais, módulo, representação decimal, operações com intervalos reais. Razões e proporções, grandezas diretamente e indiretamente proporcionais e porcentagem; e e) números complexos: operações, módulo, conjugado de um número complexo, representações algébrica e trigonométrica. Representação no plano de Argand – Gauss, Potencialização e radiciação. Extração de raízes. Fórmulas de Moivre. Resolução de equações binomiais e trinomiais. 2) Funções a) definição, domínio, imagem, contradomínio, funções injetoras, sobrejetoras e bijetoras, funções pares e ímpares, funções periódicas; funções compostas; b) relações; c) raiz de uma função; d) função constante, função crescente, função decrescente; e) função definida por mais de uma sentença; e f) função inversa e seu gráfico. 3) Função Linear, Função Afim e Função Quadrática a) gráficos, domínio, imagem e características; b) variações de sinal; c) máximos e mínimos; e d) inequação produto e inequação quociente. 4) Função Modular: definição, gráfico, domínio e imagem da função modular; b) equações modulares; e c) inequações modulares. 5) Função Exponencial a) gráficos, domínio, imagem e características da função exponencial, logaritmos decimais; e b) equações e inequações exponenciais. 6) Função Logarítmica a) definição de logaritmo e propriedades operatórias; b) gráficos, domínio, imagem e características da função logarítmica; e c) equações e inequações logarítmicas. 7) Trigonometria a) arcos notáveis; b) trigonometria no triângulo (retângulo e qualquer); c) lei dos senos e lei dos cossenos; d) unidades de medidas de arcos e ângulos: o grau e o radiano; e) círculo trigonométrico, razões trigonométricas e redução ao 1º quadrante; f) funções trigonométricas, transformações, identidades trigonométricas fundamentais, equações e inequações trigonométricas no conjunto dos números reais; g) fórmulas de adição de arcos, arcos duplos, arco metade e transformação em produto; e h) sistemas de equações e inequações trigonométricas e resolução de triângulos. 8) Contagem e Análise Combinatória a) fatorial: definição e operações; b) princípios multiplicativo e aditivo da contagem; c) arranjos, combinações e permutações; e d) binômio de Newton: desenvolvimento, coeficientes binomiais e termo geral. 9) Probabilidade a) experimento aleatório, experimento amostral, espaço amostral e evento; b) probabilidade em espaços amostrais equiprováveis; c) probabilidade da união de dois eventos; d) probabilidade condicional; e) propriedades das probabilidades; e f) probabilidade de dois eventos sucessivos e experimentos binomiais. 10) Matrizes, Determinantes e Sistemas Lineares a) operações com matrizes (adição, multiplicação por escalar, transposição e produto); b) matriz inversa; c) determinante de uma matriz: definição e propriedades; e d) sistemas de equações lineares. 11) Sequências Numéricas e Progressões a) sequências numéricas; b) progressões aritméticas: termo geral, soma dos termos e propriedades; e c) progressões geométricas (finitas e infinitas): termo geral, soma dos termos e propriedades.  Geometria Espacial de Posição a) posições relativas entre duas retas; b) posições relativas entre dois planos; c) posições relativas entre reta e plano; d) perpendicularidade entre duas retas, entre dois planos e entre reta e plano; e e) projeção ortogonal. 13) Geometria Espacial Métrica a) prismas: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos; b) pirâmide: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos; c) cilindro: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos; d) cone: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos; e) esfera: elementos, seção da esfera, área, volumes e partes da esfera; e f) inscrição e circunscrição de sólidos. 14) Geometria Analítica Plana a) ponto: o plano cartesiano, distância entre dois pontos, ponto médio de um segmento e condição de alinhamento de três pontos; b) reta: equações geral e reduzida, interseção de retas, paralelismo e perpendicularidade, ângulo entre duas retas, distância entre ponto e reta e distância entre duas retas, bissetrizes do ângulo entre duas retas, área de um triângulo e inequações do primeiro grau com duas variáveis; c) circunferência: equações geral e reduzida, posições relativas entre ponto e circunferência, reta e circunferência e duas circunferências; problemas de tangência; e equações e inequações do segundo grau com duas variáveis; d) elipse: definição, equação, posições relativas entre ponto e elipse, posições relativas entre reta e elipse; e) hipérbole: definição, equação da hipérbole, posições relativas entre ponto e hipérbole, posições relativas entre reta e hipérbole e equações das assíntotas da hipérbole; f) parábola: definição, equação, posições relativas entre ponto e parábola, posições relativas entre reta e parábola; e g) reconhecimento de cônicas a partir de sua equação geral. 15) Geometria Plana a) Ângulo: definição, elementos e propriedades; b) Ângulos na circunferência; c) Paralelismo e perpendicularidade; d) Semelhança de triângulos; e) Pontos notáveis do triângulo; f) Relações métricas nos triângulos (retângulos e quaisquer); g) Triângulos retângulos, Teorema de Pitágoras; h) Congruência de figuras planas; i) Feixe de retas paralelas e transversais, Teorema de Tales; j) Teorema das bissetrizes internas e externas de um triângulo; k) Quadriláteros notáveis; l) Polígonos, polígonos regulares, circunferências, círculos e seus elementos; m) Perímetro e área de polígonos, polígonos regulares, circunferências, círculos e seus elementos; n) Fórmula de Heron; o) Razão entre áreas; e p) Inscrição e circunscrição. 16) Polinômios a) função polinomial, polinômio identicamente nulo, grau de um polinômio, identidade de um polinômio, raiz de um polinômio, operações com polinômios e valor numérico de um polinômio; b) divisão de polinômios, Teorema do Resto, Teorema de D’Alembert e dispositivo de BriotRuffini; e c) relação entre coeficientes e raízes. Fatoração e multiplicidade de raízes e produtos notáveis. Máximo divisor comum de polinômios. 17) Equações Polinomiais Teorema fundamental da álgebra, teorema da decomposição, raízes imaginárias, raízes racionais, relações de Girard e teorema de Bolzano. Obs.: Todos os assuntos da Matemática do Ensino Fundamental são pré-requisitos para a prova.

PORTUGUÊS

1) Leitura, interpretação e análise de textos Leitura, interpretação e análise dos significados presentes em um texto e o respectivo relacionamento com o universo em que o texto foi produzido. 2) Fonética, ortografia e pontuação Correta escrita das palavras da língua portuguesa, acentuação gráfica, partição silábica e pontuação. 3) Morfologia Estrutura e formação das palavras e classes de palavras. 4) Morfossintaxe Frase, oração e período, termos da oração, orações do período (desenvolvidas e reduzidas), funções sintáticas do pronome relativo, sintaxe de regência (verbal e nominal), sintaxe de concordância (verbal e nominal) e sintaxe de colocação. 5) Noções de versificação Estrutura do verso, tipos de verso, rima, estrofação e poemas de forma fixa. 6) Teoria da linguagem e semântica . História da Língua Portuguesa; linguagem, língua, discurso e estilo; níveis de linguagem, funções da linguagem; figuras de linguagem e significado das palavras. 7) Introdução à literatura A arte literária, os gêneros literários e a evolução da arte literária, em Portugal e no Brasil. 8) Literatura brasileira Contexto histórico, características, principais autores e obras do Quinhentismo, Barroco, Arcadismo, Romantismo, Realismo, Naturalismo, Impressionismo, Parnasianismo, Simbolismo, Prémodernismo e Modernismo. 9) Redação Gênero textual; textualidade e estilo (funções da linguagem; coesão e coerência textual; tipos de discurso; intertextualidade; denotação e conotação; figuras de linguagem; mecanismos de coesão; a ambiguidade; a não-contradição; paralelismos sintáticos e semânticos; continuidade e progressão textual); texto e contexto; o texto narrativo: o enredo, o tempo e o espaço; a técnica da descrição; o narrador; o texto argumentativo; o tema; a impessoalidade; a carta argumentativa; a crônica argumentativa; a argumentação e a persuasão; o texto dissertativo-argumentativo; a consistência dos argumentos; a contraargumentação; o parágrafo; a informatividade e o senso comum; formas de desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo; a introdução; e a conclusão. 10) Alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste, aprovado no Brasil pelo Decreto nº 6.583, de 29 de setembro de 2008 e alterado pelo Decreto nº 7.875, de 27 de dezembro de 2012.

HISTÓRIA E GEOGRAFIA DO BRASIL

História do Brasil a) A expansão Ultramarina Europeia dos séculos XV e XVI. b) O Sistema Colonial Português na América. Estrutura político-administrativa; estrutura socioeconômica; invasões estrangeiras; expansão territorial; interiorização e formação das fronteiras; as reformas pombalinas; rebeliões coloniais; e movimentos e tentativas emancipacionistas. c) O Período Joanino e a Independência. (1) A presença britânica no Brasil, a transferência da Corte, os tratados, as principais medidas de D. João VI no Brasil, a política joanina, os partidos políticos, as revoltas, conspirações e revoluções e a emancipação e os conflitos sociais. (2) O processo de Independência do Brasil. d) Brasil Imperial. Primeiro Reinado e Período Regencial: aspectos administrativos, militares, culturais, econômicos, sociais e territoriais; Segundo Reinado: aspectos administrativos, militares, econômicos, sociais e territoriais; e Crise da Monarquia e Proclamação da República. e) Brasil República. Aspectos administrativos, culturais, econômicos, sociais e territoriais, revoltas, crises e conflitos e a participação brasileira na II Guerra Mundial. 2) Geografia do Brasil a) O território nacional: a construção do Estado e da Nação, a obra de fronteiras, fusos horários e a federação brasileira. b) O espaço brasileiro: relevo, climas, vegetação, hidrografia e solos. c) Políticas territoriais: meio ambiente. d) Modelo econômico brasileiro: o processo de industrialização, o espaço industrial, a energia e o meio ambiente, os complexos agroindustriais e os eixos de circulação e os custos de deslocamento. e) A população brasileira: a sociedade nacional, a nova dinâmica demográfica, os trabalhadores e o mercado de trabalho, a questão agrária, pobreza e exclusão social e o espaço das cidades. f) Políticas territoriais e regionais: a Amazônia, o Nordeste, o Mercosul e a América do Sul.

TEORIA MUSICAL

Compassos em geral (simples, composto, misto e alternado). Transformação do compasso simples em composto e vice-versa. Tempos fortes e fracos. Partes fortes e fracas de tempo. Tempo meioforte e contratempo. 2) Síncopas regulares. Quiálteras. 3) Sinais de alteração: sustenidos, bemóis, dobrado sustenido, dobrado bemol e bequadro; suas finalidades. Armadura de claves e acidentes. Tons relativos, tons vizinhos e afastados. 4) Sinais de intensidade. Palavras e expressões que modificam os andamentos. 5) Tetracórdio. Reprodução das escalas maiores com sustenidos e bemóis. 6) Escalas cromáticas ascendentes e descendentes, maiores e menores, com sustenidos e bemóis. 7) Escalas diatônicas ascendentes e descendentes, maiores e menores, com sustenidos e bemóis. 8) Tons homônimos; notas comuns e diferenciais entre dois tons diferentes. 9) Intervalos em geral: intervalos superiores, suas classificações e inversões. Tom, semitons diatônicos e cromáticos; intervalos melódicos e harmônicos. 10) Intervalos consonantes e dissonantes, suas classificações e inversões. 11) Ornamentos: portamento, apogiatura superior e inferior, simples e dupla; floreio de duas notas superiores e inferiores; mordente superior e inferior; trinado; e grupeto superior e inferior. 12) Acordes de 3 (três) sons.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

1) Deontologia e Exercício Profissional Responsabilidade do Técnico de Enfermagem em relação ao paciente, à família e à comunidade; Sigilo profissional; Relações interpessoais, o papel do Técnico de Enfermagem na equipe de Enfermagem; Código de Deontologia de Enfermagem; Lei nº 7.498/86, do Exercício Profissional da Enfermagem: Dimensões ético-legais na Enfermagem; Remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante e terapêuticos: aspectos legais e deontológicos; Estatuto do Idoso, Estatuto da criança e do adolescente. Resolução do Cofen nº 311/2007. Resolução do Cofen nº 0554/2001. 2) Fundamentos de Enfermagem Tipos de unidades de saúde, a equipe de saúde e a equipe de Enfermagem; normatização do Sistema Único de Saúde do Brasil; necessidades básicas do paciente; Primeiros socorros; princípios básicos de Enfermagem; fundamentos de anatomia e fisiologia humanas, microbiologia, parasitologia, nutrição e higiene; princípios e métodos de desinfecção e esterilização; admissão e alta do paciente; a participação do Técnico de Enfermagem no plano de cuidados de Enfermagem; verificação de sinais vitais, peso e mensuração; alimentação, conforto, higiene e segurança do paciente, meios e métodos; Preparo e manutenção da unidade do paciente; administração e cálculo de medicamentos; noções de farmacologia; registro e anotações dos cuidados prestados ao paciente; aplicação de calor e frio; terapia intravenosa; o paciente terminal e cuidados pós-morte; oxigenioterapia e curativos. 3) Enfermagem Médico-Cirúrgica Assistência e cuidados de Enfermagem a pacientes com patologias dos aparelhos e sistemas: urinário, cardiovascular, respiratório, digestivo, endócrino, hematopoético e nervoso; procedimentos técnicos de Enfermagem para realização de exames e tratamentos: preparo do material, preparo do paciente e preparo do ambiente; posições para exames; Exames de laboratório: técnica para coleta de material (fezes, escarro, urina e sangue); necessidades do paciente cirúrgico: pré, trans e pós-operatório; papel da Enfermagem na central de material esterilizado (CME): conceitos, preparo, uso e cuidado com materiais esterilizados; atendimento de Enfermagem na unidade de recuperação anestésica e de cuidado intensivo; tipos de lesões cutâneas e curativos; Assistência e cuidados de Enfermagem em socorros de emergência em casos de queimadura, intoxicações, desidratação, choques, traumas, corpo estranho e hemorragia; acidentes ofídicos e com animais peçonhentos (ofídios, escorpiões, aracnídeos, lonomia e outras lagartas); infecção hospitalar: participação do técnico de Enfermagem na prevenção da infecção hospitalar; convulsões; reanimação cardiopulmonar; assistência de Enfermagem na profilaxia e tratamento das doenças infecciosas, parasitária e sexualmente transmissíveis: malária, Aids, hanseníase, sarampo, tuberculose, hepatites, meningite, doenças parasitárias; infecções entéricas; NPP (Nutrição Parenteral Prolongada) e NE (Nutrição Enteral): indicações, preparo e cuidados de Enfermagem para administração. Assistência e cuidados de Enfermagem a pacientes com neoplasias. 4) Enfermagem Materno-Infantil Assistência e cuidados de Enfermagem à gestante, à parturiente e à puérpera nos programas de prevenção e de tratamento; complicações e intercorrências clínicas na gestação; patologias obstétricas; métodos contraceptivos; assistência ao recém-nascido e à criança em estado normal e patológico; aleitamento materno; cuidados com a criança enferma ou hospitalizada; avaliação física pediátrica; assistência de Enfermagem nos distúrbios pediátricos: respiratórios, neurológicos, cardiovasculares, afecções auditivas e oculares, gastrointestinais e nutricionais, renais e geniturinários, endócrinos e metabólicos, oncologia pediátrica, hematológicos, imunológicos, ortopédicos e da pele; e o papel do técnico de Enfermagem na equipe materno-infantil. 5) Enfermagem em Saúde Pública O papel da Enfermagem na assistência à saúde: da mulher, da criança, do idoso, do hipertenso, do diabético, na Hanseníase, na tuberculose, nas doenças sexualmente transmissíveis e AIDS (DST-AIDS), na saúde ocupacional e na saúde mental; imunizações; doenças infecciosas virais e bacterianas; e técnicas de isolamento (precauções universais). 6) Programa Nacional de Imunização Imunização da criança, do adolescente, do adulto e idoso, da mulher e da população indígena: calendários de vacinação do Ministério da Saúde; conceitos básicos de vacinação; conservação e validade; contraindicações gerais; contraindicações específicas; adiamento de vacinação; falsas contraindicações; associação de vacinas; eventos adversos após as vacinações; vacina oral contra poliomielite (VOP); vacina tríplice DTP contra difteria, tétano e coqueluche; vacina contra Haemophilus influenzae do tipo b; vacina contra hepatite B; vacina contra difteria e tétano (dT – dupla bacteriana tipo adulto); vacina contra difteria, tétano e coqueluche (vacina tríplice DTP – Tríplice bacteriana); vacina contra sarampo; vacina tríplice viral contra sarampo, rubéola e caxumba; vacina contra rubéola e sarampo (dupla viral); vacina contra rubéola; vacina contra tuberculose; vacina contra febre amarela; vacina contra gripe (influenza); vacina contra pneumococo (antipneumocócica); e vacina contra varicela (catapora); vacina poliomielite 1, 2 e 3 (inativada) (VIP); vacina adsorvida difteria, tétano, pertussis, hepatite B (recombinante) e Haemophilus influenzae b (conjugada) (Penta); vacina BCG, vacina papilomavírus humano 6, 11, 16 e 18 (recombinante) (HPV); vacina raiva (inativada); vacina rotavírus humano G1P1[8] (atenuada) (VORH). Rede de frio. 7) Enfermagem Psiquiátrica e Saúde Mental Assistência do técnico de Enfermagem na promoção e recuperação da saúde mental; assistência de Enfermagem nas doenças mentais e nas emergências psiquiátricas: transtornos do pensamento, transtornos de ansiedade, esquizofrenia, transtornos do humor, deficiência mental, retardo e autismo, transtornos de personalidade e dependência química; confusão e demência; Doença de Alzheimer; e o papel do técnico de Enfermagem nos métodos de tratamento das doenças mentais: psicoterapia, psicofarmacoterapia e reabilitação psicossocial.

 

 

Como é o dia a dia dos alunos do ESA?

 

E se você quer saber como é o dia a dia dos aprovados neste concurso, não se preocupe, pois você poderá descobrir abaixo!

Ao longo do curso de formação, os alunos vivem em regime de internato sendo, portanto, alojados, alimentados e fardados por conta do estado.

O aluno também participa de diversas atividades, de cunho cultural, social, recreativa e esportiva.

A formação técnico-profissional se dá de forma prática, levando em consideração que o futuro sargento deve ser chefe e executante ao mesmo tempo.

As atividades relacionadas à instrução são bastante intensas, pois tem como objetivo imitar as condições de combate. E nessas atividades o aluno tem a oportunidade de aprender as ações que seriam exercidas nos corpos de tropa, mas nesse momento com a orientação de instrutores e monitores.

Ao final do período básico, que dura 34 semanas, os alunos fazem a opção pela Arma que queiram ingressar (Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações), passando a receber instruções específicas a partir daí.

 

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

 

metodo tecnica estudarA preparação para um concurso costuma, de fato, ser exaustiva. Mas para facilitar um pouco a sua vida, há técnicas que potencializam o aprendizado e, assim, podem agilizar a aprovação.

Entre as técnicas conhecidas estão a pomodoro e a de ciclo de estudos. Além disso, você pode estudar com flash cards ou mapas mentais.  No entanto, de todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões.

O estudo por questões ajuda a reter a informações e revisar a matéria, tornando o processo de memorização do conteúdo mais simples e efetivo. Alguns cursos preparatórios oferecem material com questões comentadas pelos professores, o que facilita ainda mais.

Contudo, ressaltamos que o ideal é experimentar cada uma das técnicas e ver com qual você se adapta melhor. Por isso, confira também nosso post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

E se você está em busca de dicas que lhe ajudem a manter a energia em alta no período de preparação, não deixe de acessar nosso post com as 5 melhores técnicas de motivação.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

 

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. Afinal, é sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a área ou cargo pretendido.

Desse modo, veja algumas opções realmente boas:

 

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. De fato, tem material completo com videoaulas, além de professores de primeira linha. Assim, se você quer um curso com bom histórico de aprovação, e a possibilidade de estudar para mais de um concurso, o Gran Cursos certamente é uma ótima opção.

Curso Gran Concurso ESA

Estratégia ConcursosO Estratégia Concursos tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, pois conta com um material de qualidade e professores renomados. Ou seja, se você quer ter a certeza que está estudando pelo melhor material e, além disso, não se importa em pagar pela qualidade, o Estratégia Concursos é, com efeito, sua melhor opção.

Curso Estratégia Concurso ESA

O Exponencial é mais uma excelente alternativa. Igualmente aos demais cursos, é voltado para o aprendizado acelerado, mas oferece ainda o interessante serviço de coaching 100% especializado.

 

Quer conhecer outras opções? Confira no link a seguir:

 

Melhores Cursos Online para Agilizar sua Aprovação!

 

Checklist do candidato

 

Agora que você chegou ao fim do post, é hora de retomar alguns pontos e fazer uma checklist para confirmar se o concurso ESA é mesmo para você:


v visto

  • Ter formação de Nível Médio e ou Técnico, de acordo com o cargo pretendido
  • Ter afinidade com a área militar
  • Ter dedicação e empenho
  • Desejar estabilidade financeira e profissional

 

Agora você já sabe todos os detalhes do concurso ESA 2020! Faça sua inscrição, dê aquele gás nos estudos e acompanhe todas as novidades nas nossas redes sociais.

 

Estamos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube

 

Bons estudos e boa sorte!

ASSINATURA ILIMITADA DO GRANCOM MAIS DE 80% DE DESCONTO
(pouco tempo!)

CLIQUE AQUI PARA PEGAR SEU CUPOM

Prontinho, agora você tem acesso a todo material grátis.