TST 2018 – Tudo o que você precisa saber!

 

A boa notícia da vez é para quem está se preparando para as carreiras de Técnico e Analista Judiciário e, dessa vez, as oportunidades são para o Tribunal Superior do Trabalho.

E não é a toa que essas carreiras estão entre as mais almejadas do país, pois elas oferecem ótimos salários, diversos benefícios, além da possibilidade de exercer funções comissionadas.

Mas isso não é tudo!

Pois nos últimos concursos do TST foram convocados mais de 800 candidatos! Como você pode perceber, são muitas oportunidades!

Embora ainda não se saiba sobre a quantidade de vagas, já foram definidas as áreas e especialidades do próximo concurso.

Ficou curioso?

Continue lendo este artigo para descobrir tudo sobre o concurso TST 2018.

Carreiras de Técnico e Analista Judiciário do TST

 

Abaixo você pode conferir quais são as informações mais importantes sobre as carreiras de Analista e Técnico Judiciário do Tribunal Superior do Trabalho.

Qual o salário dos cargos ofertados?

 

A remuneração inicial para os aprovados no concurso para o cargo de Analista Judiciário será de R$ 11.007 e para o cargo de Técnico de  R$ 6.709, já com a gratificação judiciária (GAJ).

 

Quais são os benefícios de se trabalhar no Tribunal Superior do Trabalho?

 

Os benefícios para as carreiras do Tribunal Superior do Trabalho também são bastante atrativos!

Veja abaixo quais são eles:

A remuneração inicial, somada aos auxílios saúde e alimentação chega a quase R$ 12.000 para o cargo de Analista e a quase R$ 8.000 para o cargo de Técnico. Além disso, os servidores também tem direito à auxílio-natalidade, no valor de R$ 700.

Depois do aumento que já está sendo escalonado, no ano de 2019, no topo das carreiras, os salários chegarão a, aproximadamente, R$ 11.400 e R$ 18.700, respectivamente para os Técnicos e Analistas.

Além de tudo isso, também existe a possibilidade de ocupar uma das 2.238 funções comissionadas ou cargos comissionados disponíveis no Tribunal, que também contam com aumento de salário.

 

Há outros benefícios da carreira de Técnico e Analista Judiciário?

 

Outra boa notícia é que o salário para essas carreiras aumenta anualmente.

Ao ingressar no TST, os servidores terão remuneração correspondente à classe A, padrão 1, sendo que a cada ano de serviço, o servidor sobe de padrão.

São, no total, 3 classes (A,B e C) e 13 padrões, sendo 5 em cada uma das classes A e B e 3 na classe C. Depois de completar todos os padrões de uma classe, o servidor passa à classe seguinte.

A cada uma dessas movimentações, o servidor receberá uma porcentagem de aumento de seu salário.

Para saber exatamente esses valores, você pode consultar a tabela com a estrutura remuneratória diretamente no site do TST.

Qual é a jornada de trabalho?

 

A jornada de trabalho no TST, segundo o edital, é de 40 horas. No entanto, o servidor também pode optar por trabalhar apenas 35 horas semanais, ao trabalhar 7 horas corridas, sem horário de almoço.

 

Local de trabalho

 

As vagas para esse concurso são especificamente para Brasília, o que é bom para quem já mora no estado, mas também não é um impedimento para quem não mora.

Já que devido ao salário e aos benefícios oferecidos, além do alto número de convocações, este concurso é uma boa oportunidade para todo concurseiro.

 

Provável número de vagas

 

Segundo o TST o levantamento das vagas disponíveis ainda está sendo feito. No entanto, o saldo de cargos vagos atualmente no TST é de 74 vagas.

Já se sabe que haverá vagas de Nível Médio e Nível Médio/Técnico para os cargos de Técnico Judiciário Administrativo, Técnico Judiciário de Programação e Técnico Judiciário em Segurança Judiciária, sendo que para concorrer a este último também é necessário ter carteira de habilitação nas categorias “D” ou “E”.

Já para o Nível Superior, as vagas serão para os cargos de Analista Judiciário, nas especialidades Administrativa e Taquigrafia, para candidatos com formação em qualquer curso de Nível Superior.

Já com formação em cursos específicos, haverá vagas para os cargos de Analista Judiciário nas áreas Judiciária, Contábil e Análise de Sistemas. Além disso, acredita-se que também haverá formação de cadastro reserva, como sempre ocorre.

Além de tudo isso, também é importante ressaltar que há um projeto que prevê a criação de 270 cargos para Analista Judiciário e mais 54 cargos em comissão de Assessor de Ministro.

Portanto, espera-se que o número de vagas e o número de convocados para este próximo concurso sejam bem altos.

Mas isso não é tudo!

 

Análise das vagas do último concurso

 

No último concurso, que contou com apenas 39 vagas iniciais, foram convocados um total de 838 candidatos aprovados. E, no concurso anterior, que ocorreu no ano de 2007, foram convocados mais de 1.000 candidatos.

Incrível, não é mesmo? São muitas vagas!

O que, sem dúvidas, é uma ótima notícia para quem tem intenção de prestar este concurso, já que as chances são muitas!

 

Como é a prova?

 

No último concurso a prova foi composta de etapa única.

Para os cargos de Analista Judiciário, houve prova objetiva, com 20 questões de Conhecimentos Gerais e 40 questões de Conhecimentos Específicos. Além disso, houve também prova discursiva.

Especificamente para o cargo de Analista Judiciário na área de Taquigrafia, além das provas anteriores, houve também prova prática que foi aplicada em dia diferente das outras provas e apenas para candidatos aprovados nas avaliações anteriores.

Para os cargos de Técnico Judiciário, nas diversas áreas, houve prova objetiva de Conhecimentos Gerais, com 30 questões e também 30 questões de Conhecimentos Específicos.

No entanto, houve também prova prática, sendo uma prova de digitação para a Área Administrativa; prova de aptidão física para a especialidade de Segurança Judiciária e, por último, houve prova discursiva – estudo de caso para a Área de Apoio Especializado, especialidade Programação.

 

Qual é a banca organizadora?

 

Recentemente, o Tribunal Superior do Trabalho assinou o contrato com a Fundação Carlos Chagas, que também foi a banca organizadora responsável pelo concurso passado, realizado em 2012.

Lembramos que é muito importante que você estude as provas anteriores para conhecer a banca e saber o que ela espera de você na hora da prova.

 

Concurso 2017

 

Como a validade do concurso passado já expirou em janeiro, a expectativa é de que os aprovados no concurso TST 2017 sejam convocados já neste ano.

Além disso, a previsão é de que o edital seja lançado já no mês de junho de 2017. E, com a data tão próxima é muito importante que os candidatos interessados neste concurso comecem a preparação desde já.

 

Como me preparar para esse concurso?

 

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

 

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

 

Estudar sozinho, por apostilas, é uma possibilidade, com certeza. Há muitos casos de pessoas que optaram por esse tipo de preparação e se deram muito bem! No entanto, sempre reforçamos que, se você tem tempo e dinheiro disponíveis, um curso preparatório pode turbinar seu aprendizado e agilizar a aprovação.

E se essa foi sua escolha, é muito importante conhecer os melhores cursos preparatórios disponíveis no mercado. Fique de olho no material, para saber se atende as suas necessidades, e também na equipe de professores, para saber se os profissionais têm experiência em concursos. A partir da nossa própria experiência de mais de 15 anos na área, temos confiança em indicar o Estratégia Concursos, que tem ótimos índices de aprovação nos principais processos seletivos do país. Outra excelente opção é o Gran Cursos, igualmente bem avaliado e com ótimo material de estudo.

Para saber mais sobre cada um dos cursos indicados e ainda outras boas opções, confira nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

 

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

 

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

 

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

 

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber mais, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

 

 

Como passar no concurso do TST mais rápido?

 

Passar em um concurso não é tarefa fácil.

Conquistar a tão sonhada vaga exige disciplina, motivação, técnica e horas de estudo.

Muitos desanimam no caminho e só alguns poucos guerreiros conseguem vencer essa batalha.

Mas, é importante que você saiba que se você quer passar mais rapidamente em qualquer concurso, você precisa aprender a descobrir o que estudar, quando estudar, como estudar e como fazer as provas.

Fizemos um artigo especial tratando exatamente  sobre como passar em concursos públicos, veja:

 

O concurso do TST é para mim?

 

Você ainda não tem certeza se esse é o concurso certo para você?

Veja abaixo nosso checklist e confira se você tem interesse em conquistar uma dessas vagas:

  • Você tem interesse nas carreiras de Técnico ou Analista Judiciário?
  • Você tem interesse em seu próprio crescimento pessoal e profissional?
  • Você está disposto a estudar para concorrer às vagas de um concurso disputado como este?
  • Tem interesse numa carreira que te proporcione bom salário, benefícios e possibilidade de exercer funções comissionadas?
  • Você já mora ou tem interesse em morar em Brasília?
  • Você está disposto a estudar e se preparar de verdade para conquistar sua vaga?

 

Se você se identificou com este concurso, agora é só começar a estudar! Embora o edital ainda não tenha sido divulgado, você pode começar pelas matérias que foram comuns para todos os cargos no último concurso.

Assim, você sai na frente de muitos outros concurseiros!

Aproveite também para seguir o Próximos Concursos nas redes sociais:  Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.  Por lá você vai encontrar tudo sobre o universo concurseiro, discussões de qualidade, troca de experiências e dicas imbatíveis.

E lembre-se: conte com a gente na caminhada até a aprovação!

 

Bons estudos!

Gostou do artigo?
[Total: 0 Average: 0]

Planilha de Estudos

Inscreva-se agora para baixar gratuitamente a Planilha definitiva de Estudos!

Confirme seu e-mail e baixe a planilha!

Desconto de 30% no Gran Cursos Online

É só CLICAR AQUI para receber o desconto

E se quiser receber outras dicas de concurso, é só assinar nossa newsletter abaixo:

Você acabou de se inscrever em nossa lista.