%

Atenção concurseiros de Minas Gerais…

 

Foi confirmado pelo Secretário de Segurança dos Estado de Minas Gerais, general Mario Araújo, em Sessão na Assembleia Legislativa do Estado, que os preparativos para o Concurso Polícia Penal MG estão “extremamente avançados”.

O projeto básico do Concurso da Polícia Penal do Estado de Minas Gerais (Concurso Polícia Penal MG) está sendo elaborado pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP) e pela Secretaria de Estado e Planejamento e em breve será publicado!

A comissão organizadora do concurso foi definida em maio desse ano.

Estão previstas 3.117 vagas distribuídas entre os seguintes cargos:

 

  • Agente Penitenciário – 2.420 vagas
  • Agente Socioeducativo – 270 vagas
  • Assistente Executivo de Defesa Social – 427 vagas

 

É hora de turbinar a preparação, não é mesmo?

 

Então fique de olho nas nossas dicas de estudos e o que já podemos adiantar sobre o concurso:

 

Principais informações sobre o Concurso Polícia Penal MG

 

Quais as carreiras e atribuições?

 

Em dezembro de 2019 foi publicada a emenda constitucional 104 que dispõe sobre a criação das carreiras de Polícias Penais Federais, Estaduais e Distrital.

Com a alteração, as carreiras de AGEPEN (Agente Penitenciário), ASP (Agente de Segurança Prisional) de diversos Estados do Brasil e os VPT (Vigilante Penitenciário Temporário) passam a ser Policial Penal.

 

Confira as atribuições dos cargos previstos:

 

Agente Penitenciário (Polícia Penal)

 

  • Adotar as medidas necessárias ao cumprimento dos alvarás de soltura, obedecidas as normas próprias;
  • Conduzir presos à presença de autoridades;
  • Entregar medicamentos aos presos, observada a prescrição médica;
  • Executar operações de transporte escolta e custódia de presos em movimentações externas, bem como de transferências interestaduais ou entre unidades no interior do Estado;
  • Exercer atividades de escolta e custódia de presos;
  • Exercer outras atividades que vierem a ser incorporadas ao cargo por força de dispositivos legais.
  • Garantir a ordem e a segurança no interior dos estabelecimentos prisionais, desempenhando ações de vigilância externa e interna dos estabelecimentos prisionais, inclusive muralhas e guaritas, bem como em órgãos e locais vinculados ou de interesse do sistema prisional.
  • Informar ao preso sobre seus direitos e deveres de conformidade com o Regulamento e Normas de Procedimentos do Sistema Prisional
    de Minas Gerais – ReNP e demais normas vigentes;
  • Participar de comissões de classificação e de disciplina, quando designado;
  • Preencher formulários, redigir e digitar relatórios e comunicações internas;
  • Prestar assistência em situações de emergência: primeiros socorros, incêndios, transporte de enfermos, rebeliões, fugas e outras assemelhadas;
  • Prestar segurança a profissionais diversos que fazem atendimentos especializados aos presos nas unidades prisionais;
  • Realizar buscas periódicas nas celas;
  • Realizar revistas nos familiares e visitantes dos presos;
  • Verificar sobre a necessidade de encaminhar presos a atendimentos especializados.

 

Agente de Segurança Socioeducativo

 

  • Assegurar o cumprimento das medidas socioeducativas;atuar como orientador no processo de reinserção social do adolescente em conflito com a Lei;
  • Exercer atividades de vigilância e escolta nos espaços intramuros e extramuros nos estabelecimentos da Superintendência de Atendimento às Medidas Socioeducativas, zelando pela integridade física, mental e emocional dos adolescentes em regime de internação e semiliberdade;
  • Garantir a integridade do patrimônio e a segurança dos servidores em exercício nas unidades de atendimento.

 

Assistente Executivo de Defesa Social

 

Desenvolver atividades na área administrativa e de secretariado, dentro dos centros socioeducativos de internação e internação provisória, tais como:

  • Redigir memorandos e ofícios;
  • Organizar a documentação da instituição;
  • Fazer a gestão dos materiais de consumo e permanente, da alimentação, dos veículos, da documentação dos adolescentes, de recursos humanos, dentre outros, bem como operar equipamentos diversos.

 

 

Quantas são as vagas?

 

Estão previstas 3.117 vagas distribuídas entre os seguintes cargos:

 

  • Agente Penitenciário – 2.420 vagas
  • Agente de Segurança Socioeducativo – 270 vagas
  • Assistente Executivo de Defesa Social – 427 vagas

 

Qual o nível de formação exigido?

 

nivel formaçao concurso publico

 

Para se candidatar a uma vaga no concurso Polícia Penal MG é preciso ter formação de Nível Médio ou curso profissionalizante equivalente ao Ensino Médio.

 

Quais as demais exigências?

 

Além da formação, há outros pré-requisitos que precisam ser observados pelos candidatos no concurso Polícia Penal MG. São eles:

 

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado e no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo de direitos políticos, na forma do art. 13 do Decreto Federal Nº. 70.436, de 18 de abril de 1972; 
  • Gozar dos direitos políticos;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais; 
  • Estar quite com as obrigações do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino; 
  • Ter 18 anos completos na data da posse na forma do art. 11, inciso III, do Decreto 42.899 de 17.09.2002; 
  • Ter, à data do ato de posse, comprovante de conclusão do nível médio de escolaridade exigido para o cargo, nos termos do art. 9º, § 2º, alínea “d”, da Lei nº 14.695/2003;
  • Não ter sido demitido a bem do serviço público, conforme art. 250 da Lei 869/52 e não ter sido demitido das Instituições Militares ou Forças Congêneres; 
  • Não ter registro de antecedentes criminais nos últimos cinco anos, ficando impedido o ingresso nos casos em que houver ação penal com sentença condenatória transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos, garantido o contraditório e a ampla defesa. 
  • Não ter acúmulo de cargos na forma da legislação vigente.

 

Qual o salário?

 

 

A remuneração inicial para os cargos de Agente de Segurança Socioeducativo e Policial Penal é de R$ 4.631,25, podendo chegar a R$ 8.875,16. Para o cargo de Assistente Executivo de Defesa Social o salário inicial é de R$ 1.312,56, podendo chegar a R$ 3.793,99 com a progressão de carreira.

 

Qual a lotação?

 

Os servidores da Polícia Penal MG serão lotados conforme disponibilidade de vagas em municípios indicados previamente no edital.

 

Qual a jornada de trabalho?

 

Os servidores da Polícia Penal MG têm jornada de trabalho de 40 horas semanais.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

 

O último Concurso Polícia Penal MG foi realizado em 2018, quando ofertou 4.000 vagas temporárias para Agente Penitenciário para formação de cadastro reserva. Na ocasião, houve um total de 20.200 incritos. Ou seja, uma média de apenas 5 candidatos por vaga. 

 

Como são as provas?

 

Confira como foram estruturadas as provas do último concurso Polícia Penal MG:

 

Prova objetiva

 

Agente Penitenciário
A prova objetiva para o cargo de Agente Penitenciário foi composta de 50 questões nas seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa  – 10 questões;
  • Direito Humanos  – 10 questões;
  • Código de Ética e Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais  – 10 questões;
  • Conhecimentos Específicos  – 20 questões.

 

O cargo de Agente Penitenciário contou, ainda com avaliação de títulos, etapa na qual foram contabilizados:   

  • Tempo de serviço prestado no exercício de cargo, emprego ou função pública, relativo à função semelhante que concorre, em órgãos ou entidades da Administração Pública Direta ou Indireta Municipal, Estadual, Federal ou em empresa privada;
  • Tempo de serviço prestado, na função de Agente de Segurança Socioeducativo e/ou Penitenciário;
  • Conclusão de cursos de formação nas Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica), Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e Bombeiro Civil; 
  • Conclusão de curso de Extensão de Vigilantes: A (Básico) B (Transporte de Valores), C (Segurança Pessoal Privada), D (Escolta Armada) e/ou E (Supervisor de Segurança), curso de Reciclagem de Formação de Vigilante; 
  • Conclusão de cursos complementares na área de segurança: resgate, brigadista e primeiros socorros, adestramento de cães. Carga horária mínima de 3 horas. 

 

Agente de Segurança Socioeducativo

Já a prova objetiva para o cargo de Agente de Segurança Socioeducativo foi composta por 50 questões nas seguintes disciplinas:

  • Português – 10 questões;
  • Raciocínio Lógico Quantitativo – 5 questões;
  • Noções de Direito – 15 questões.
  • Conhecimentos Específicos – 20 questões.

 

O cargo de Agente de Segurança Socioeducativo contou, ainda com redação, constituída de  um texto dissertativo, entre 20 e 30 linhas, com base em temas formulados pela banca examinadora.  

 

Assistente Executivo de Defesa Social

A prova objetiva para o cargo de Assistente Executivo de Defesa Social foi composta por 50 questões nas seguintes disciplinas:

  • Português – 15 questões;
  • Raciocínio Lógico – 5 questões;
  •  Noções Informática – 5 questões; 
  • Gestão Pública, Noções de Direito e Código de Ética e Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais – 25 questões.

 

O cargo de Assistente Executivo de Defesa Social contou, ainda com redação, constituída de  um texto dissertativo, entre 15 e 30 linhas, com base em temas formulados pela banca examinadora.  

 

Teste de Aptidão Física

 

Os candidatos passam também por Teste de Aptidão Física (TAF), com os seguintes exercícios:

 

  • Exercício debarra (somente para o sexo masculino);
  • Flexão de braços (somente para o sexo feminino);
  • Força muscular de Abdômen: flexão abdominal (para ambos os sexos);
  • Resistência aeróbica: corrida de 12 minutos (para ambos os sexos).

 

Para auxiliar nos estudos, acesse as provas e o editais do concursos anteriores:

 

Provas Concurso Polícia Penal MG

 

Edital Concurso Polícia Penal MG 2018

 

Edital Concurso Polícia Penal MG 2013 – Agente de Segurança Penitenciário

 

Edital Concurso Polícia Penal MG 2013 – Agente de Segurança Socioeducativo

 

Qual o contéudo programático:

 

Confira os conteúdos solicitados no último concurso Polícia Penal MG:

 

Agente Penitenciário

 

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Compreensão e interpretação de textos. 2. Tipologia textual. 3. Ortografia. 4. Acentuação. 5. Morfologia. 6. Uso do sinal de crase. 7. Sintaxe. 8. Pontuação. 9. Concordância nominal e verbal.

DIREITOS HUMANOS

1. Grupos vulneráveis e o sistema prisional. 2. Regras Mínimas das Nações Unidas para o Tratamento dos Presos. 3. Teoria Geral dos Direitos Humanos. 4. Direitos Humanos na Constituição Federal. 5. Declaração Universal dos Direitos Humanos. 6. Convenção Americana de Direitos Humanos. 7. Protocolo das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional Relativo à Prevenção, Repressão e Punição do Tráfico de Pessoas, em Especial Mulheres e Crianças. 8. Convenção Contra a Tortura e outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes.

CÓDIGO DE ÉTICA E ESTATUTO

Código de Ética e Estatuto do Servidor Público do Estado de Minas Gerais. 1. Lei Estadual nº 869/1952 e suas alterações posteriores (Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais). 2. Decreto nº 46.644/2014 (Dispõe sobre o Código de Conduta Ética do Agente Público e da Alta Administração Estadual). 3. Decreto Estadual nº 46.060/2012 (regulamenta a Lei Estadual Complementar nº 116/2011, que dispõe sobre a prevenção e a punição do assédio moral na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual).

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

 1. Lei Federal n.º 7.210/1984 (Institui a Lei de Execução Penal) e alterações posteriores. 2. Lei Federal n.º 9.455/1997 (Lei da Tortura) e alterações posteriores. 3. Lei Federal nº 4.898/1965 (Abuso de Autoridade). 4. Lei Federal nº 10.826/2003 (Estatuto do Desarmamento). 5. Lei Federal nº 12.850/2013 (Organização Criminosa). 6. Lei Estadual n.º 11.404/1994 (Contém Normas de Execução Penal). 7. Lei Estadual 21.068/2013 (Porte de arma do agente de segurança penitenciário). 8. Decreto nº 40/1991 (Convenção Contra a Tortura e Outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes). 9. Decreto nº 98.386/1989 (Convenção Interamericana para Prevenir e Punir a Tortura). 10. Decreto 47.087/2016 (Secretaria de Estado de Administração Prisional). 11. Código Penal Brasileiro (Decreto-Lei n° 2.848/40 e suas alterações posteriores: art. 21 a 40).

 

Agente de Segurança Socioeducativa

 

LÍNGUA PORTUGUESA

1 Interpretação de texto. 2 Conhecimento de língua: ortografia/acentuação gráfica; classes de palavras: substantivo: classificação, flexão e grau; adjetivo: classificação, flexão e grau; advérbio: classificação, locução adverbial e grau; pronome: classificação, emprego e colocação dos pronomes oblíquos átonos; verbo: classificação, conjugação, emprego de tempos e modos; preposição e conjunção: classificação e emprego; estrutura das palavras e seus processos de formação; estrutura da oração e do período; concordância verbal e nominal; regência verbal e nominal, crase. Pontuação; figuras de linguagem (principais); variação linguística: as diversas modalidades do uso da língua.

RACIOCÍNIO LÓGICO

1 Resolução de problemas envolvendo frações, conjuntos, porcentagens, sequências (com números, com figuras, de palavras). 2 Raciocínio lógico-matemático: proposições, conectivos, equivalência e implicação lógica, argumentos válidos.

NOÇÕES DE DIREITO

Constituição da República Federativa do Brasil, de 05 de outubro de 1988, e alterações posteriores: Título II: Dos Direitos e Garantias Fundamentais; Capítulo I: Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos; Capítulo II: Dos Direitos Sociais; Capítulo III: Da Nacionalidade; Título III: Da Organização do Estado; Capítulo I: Da Organização PolíticoAdministrativa; Capítulo VII: Da Administração Pública; Seção I: Disposições Gerais; Seção II: Dos Servidores Públicos; Título VIII: Da Ordem Social; Capítulo I: Disposição Geral; Declaração Universal dos Direitos Humanos; Lei Estadual nº 869, de 05 de julho de 1.952 e suas alterações posteriores – Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais; Código Penal Brasileiro (Decreto-Lei n° 2.848/40 e suas alterações posteriores). Parte Especial – Título XI – Dos Crimes Contra a Administração Pública, Capítulo I. Dos crimes praticados por funcionário público contra administração em geral

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

Lei Estadual nº 15.302, de 10 de agosto de 2.004, que instituiu a carreira de Agente de Segurança Socioeducativo; Decreto Estadual n°44.371, de 07 de agosto de 2006, que fixa as atribuições específicas do cargo de agente de segurança socioeducativo; Lei Federal nº 8.069 de 13 de julho de 1990, que dispõe sobre o estatuto da criança e do adolescente e dá outras providências; Lei Federal nº 12.594, de 18 de janeiro de 2012, institui o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), regulamenta a execução das medidas socioeducativas destinadas a adolescente que pratique ato infracional; Lei Federal n.º 9.455 de 07 de abril de 1.997 (Lei da Tortura) e alterações posteriores; Adolescência e puberdade: aspectos biológicos, psicológicos e sociais. Juventude e violência no Brasil. Desigualdades: classe, etnia e gênero.Sistema de garantia de direitos. Mediação, gestão de conflitos e crise.

 

Assistente Executivo de Defesa Social

 

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Interpretação de texto. 2. Conhecimento de língua: ortografia/acentuação gráfica; classes de palavras: substantivo: classificação, flexão e grau; adjetivo: classificação, flexão e grau; advérbio: classificação, locução adverbial e grau; pronome: classificação, emprego e colocação dos pronomes oblíquos átonos; verbo: classificação, conjugação, emprego de tempos e modos; preposição e conjunção: classificação e emprego; estrutura das palavras e seus processos de formação; estrutura da oração e do período; concordância verbal e nominal; regência verbal e nominal, crase. Pontuação; figuras de linguagem (principais); variação linguística: as diversas modalidades do usoda língua.

RACIOCÍNIO LÓGICO

1. Raciocínio lógico: resolução de problemas envolvendo frações, conjuntos, porcentagens, sequencias (com números, com figuras, de palavras). 2. Raciocínio lógico-matemático: proposições, conectivos, equivalência e implicação lógica, argumentos válidos.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA

Considerar versão em Português do Sistema Operacional Windows 7 e Ferramentas. 1. Conhecimento de operação com arquivos em ambiente Windows 7. Conhecimento de arquivo e pastas (diretórios) Windows. Utilização do Windows Explorer: criar, copiar, mover arquivos. 2. Conhecimento de Microsoft Word (pacote Microsoft Office 7). Estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, e tabelas, impressão, controle de quebras, numeração de páginas. 3. Conhecimentos do Microsoft Excel (pacote Microsoft Office 7). Referências a células, fórmulas de soma e de condição, gráficos, impressão. 4. Conhecimentos de INTERNET. Correio Eletrônico: receber e enviar mensagens; anexos; catálogos de endereço; organização das mensagens.

GESTÃO PÚBLICA

1. Administração Pública: princípios, competências, servidores públicos, administração direta e indireta. Órgãos colegiados. 2. Novas tendências da gestão pública: governança, democratização e participação. 3. Instrumentos de planejamento de médio/longo prazos no Estado de Minas Gerais: Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI 2011/2030) e Plano Plurianual de Ação Governamental – (PPAG 2012/2015). Lei de Diretrizes Orçamentárias e Lei Orçamentária Anual. 4. Lei da Transparência (Portal da Transparência). 5. Lei de Responsabilidade Fiscal: princípios, objetivos, efeitos no planejamento e no processo orçamentário. 6. Instrumentos gerenciais contemporâneos: avaliação de desempenho, gestão orientada para resultados, flexibilidade organizacional, trabalho em equipe, cultura da responsabilidade e mecanismos de rede informacional.

NOÇÕES DE DIREITO

Direito Constitucional e Administrativo: 1. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 (com as alterações introduzidas pelas Emendas Constitucionais). Dos Princípios Fundamentais (art. 1º a 4º). Dos Direitos e Garantias Fundamentais (art. 5º a 17). Da Organização político-administrativa da República Federativa do Brasil (art.18 e 19). Da Administração Pública (art. 37 a 41). Do Poder Executivo (art. 76 a 83). 2. Constituição do Estado de Minas Gerais de 1989 (com as alterações introduzidas pelas Emendas Constitucionais). Dos Servidores Públicos (art. 20 a 37). Do Poder Executivo (art. 83 a 94). 3. Noções de licitação Lei Federal nº 8.666/93: conceito, finalidades, princípios e objeto, obrigatoriedade dispensa, inexigibilidade e vedação; modalidades; procedimento, revogação e anulação. Direitos Humanos: 1. Resolução nº 217 da 3ª Assembleia Geral da ONU, de 10 de dezembro de 1948 (Declaração Universal dos Direitos Humanos). 2. Estatuto da Criança e do adolescente (Lei Federal nº. 8.069/90).

CÓDIGO DE ÉTICA E ESTATUTO

Código de Ética e estatuto do servidor público do estado de Minas Gerais 1. Lei Estadual nº 869, de 05 de julho de 1.952 e suas alterações posteriores – Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de Minas Gerais. 2. Decreto Estadual nº 43.885, de 04 de outubro de 2004 (Dispõe sobre o código de Conduta Ética do Servidor Público e da Alta Administração Estadual). 3. Lei Estadual Complementar 116, de 11 de janeiro de 2011 (Dispõe sobre a prevenção e a punição do assédio moral na Administração Pública Estadual). 4. Decreto Estadual nº 46.060 de 06 de outubro de 2012 (regulamenta a Lei Estadual Complementar nº 116, de 11/01/2011, que dispõe sobre a prevenção e a punição do assédio moral na Administração Pública Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual).

 

Qual a banca?

 

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

O último edital do Concurso Polícia Penal MG foi organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Contudo, ainda não se sabe qual será a banca do próximo.

Aproveite para conferir as análises completas que fizemos das mais importantes instituições do país. Clique no nome de cada uma e saiba mais:

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

 

metodo tecnica estudar

 

A preparação para um concurso costuma, de fato, ser exaustiva. Mas para facilitar um pouco a sua vida, há técnicas que potencializam o aprendizado e, assim, podem agilizar a aprovação.

Entre as técnicas conhecidas estão a pomodoro e a de ciclo de estudos. Além disso, você pode estudar com flash cards ou mapas mentais.  No entanto, de todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões.

O estudo por questões ajuda a reter a informações e revisar a matéria, tornando o processo de memorização do conteúdo mais simples e efetivo. Alguns cursos preparatórios oferecem material com questões comentadas pelos professores, o que facilita ainda mais.

Contudo, ressaltamos que o ideal é experimentar cada uma das técnicas e ver com qual você se adapta melhor. Por isso, confira também nosso post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

E se você está em busca de dicas que lhe ajudem a manter a energia em alta no período de preparação, não deixe de acessar nosso post com as 5 melhores técnicas de motivação.

 

Prefere dicas em vídeo? Acesse nossa seção com dicas de concursos, melhores cursos preparatórios, guia do primeiro concurso e muito mais!

 

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. Afinal, é sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a área ou cargo pretendido.

Desse modo, veja algumas opções realmente boas:

 

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. De fato, tem material completo com videoaulas, além de professores de primeira linha. Assim, se você quer um curso com bom histórico de aprovação, e a possibilidade de estudar para mais de um concurso, o Gran Cursos certamente é uma ótima opção.

 

Estratégia ConcursosO Estratégia Concursos tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, pois conta com um material de qualidade e professores renomados. Ou seja, se você quer ter a certeza que está estudando pelo melhor material e, além disso, não se importa em pagar pela qualidade, o Estratégia Concursos é, com efeito, sua melhor opção.

 

 

O Exponencial é mais uma excelente alternativa. Igualmente aos demais cursos, é voltado para o aprendizado acelerado, mas oferece ainda o interessante serviço de coaching 100% especializado.

 

Quer conhecer outras opções? Confira no link a seguir:

 

Melhores Cursos Online para Agilizar sua Aprovação!

 

 

Check-list do candidato

 

Agora que você chegou ao fim do post, é hora de retomar alguns pontos e fazer uma check-list para confirmar se o concurso Polícia Penal MG é mesmo para você:

 

  • Ter formação de Nível Médio/Técnico;
  • Ter afinidade com a área policial;
  • Ter dedicação e empenho;
  • Desejar estabilidade financeira e profissional.

 

Acompanhe nossas redes sociais para saber as novidades, ler análises completas e ter acesso a dicas de estudo para arrasar nas provas.

Estamos no Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Conte com a gente e bons estudos!

 

You have Successfully Subscribed!