fbpx

 concurso da Secretaria do Tesouro NacionalSe você quer saber tudo sobre o concurso da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), está no lugar certo!

A STN é um órgão federal da administração pública direta, subordinado ao Ministério da Fazenda. Ela tem por finalidade a administração financeira e contábil federal, exercendo também atividades nas operações da dívida pública nacional.

Esse órgão de grande importância e destaque para os concurseiros. Isso porque oferece uma das melhores e mais estáveis carreiras públicas.

Mas, para tanto, requer muito preparo e determinação dos candidatos. Por ter direta responsabilidade com as questões econômicas e financeiras do país, a STN é extremamente rigorosa e, nos últimos concursos, vem exigindo conhecimentos específicos e de alto nível.

Neste artigo, compilamos todas as informações que você precisa para conhecer antes de se candidatar a uma vaga no concurso da Secretaria do Tesouro Nacional. Há tudo sobre vagas, rendimentos, benefícios, funções e rotina de cada um dos cargos, além de detalhes das provas. Leia com atenção e mão à obra!

Principais informações sobre o concurso da STN

 

Quais as carreiras e atribuições?

 

O principal cargo na STN é o de Auditor de Finanças e Controle (antigo Analista). Saiba mais sobre a carreira e suas principais atribuições:

Auditor de Finanças e Controle

Execução, supervisão, coordenação de trabalhos referentes à programação financeira anual e plurianual da União; modernização e informatização da administração financeira do Governo Federal.

Atribuições específicas: execução de atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, compreendendo supervisão, coordenação, direção e execução de trabalhos especializados sobre gestão orçamentária, financeira e patrimonial, análise contábil e de programas; assessoramento especializado em todos os níveis funcionais dos Sistemas de Administração Financeira Federal e de Contabilidade Federal. Orientação e supervisão de auxiliares; análise, pesquisa e perícia dos atos e fatos de administração orçamentária, financeira e patrimonial; interpretação da legislação econômico-fiscal e financeira.

Qual o nível de formação exigido?

 

Para se candidatar a uma vaga de Auditor de Finanças e Controle é preciso ter formação de Nível Superior em qualquer área de atuação.

Qual o salário?

 

A remuneração inicial para o cargo de Auditor de Finanças e Controle é de R$ 17.391,64.

 

Qual a lotação?

 

Os aprovados no concurso da STN serão lotados em Brasília (DF).

 

Qual a jornada de trabalho?

 

A jornada de trabalho dos servidores da STN é de 40 horas semanais (8 horas diárias).

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

 

crescOs servidores da Secretaria do Tesouro Nacional podem se desenvolver na carreira por meio de classes (A, B C e Especial) e padrões (I ao V). Essa movimentação se dá em progressão funcional ou promoção.

A progressão funcional é a passagem do servidor para o padrão de vencimento imediatamente superior dentro de uma mesma classe.

A promoção é a passagem do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro da classe imediatamente superior.

Ambas as movimentações devem observar requisitos e condições fixados em regulamento.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

 

concorrenciaO último concurso da Secretaria do Tesouro Nacional, realizado em 2012, trouxe 255 vagas, divididas entre 240 vagas de ampla concorrência para Auditor (antigo Analista) de Finanças e Controle (em diversos campos de atuação) e 15 vagas para candidatos com deficiência para o mesmo cargo.

No total, foram 21.808 inscritos, ou seja, 85,52 candidatos por vaga.

No entanto, é sempre importante ressaltar que mesmo o grande número de candidatos por vaga não é impedimento para o candidato bem preparado. Afinal, muitos concorrentes acabam não comparecendo ao certame ou não se preparam para adequadamente para as provas.

 

Quais as etapas do edital?

 

1ª etapa

Prova objetiva de Conhecimentos Gerais: de caráter seletivo, eliminatório e classificatório, valendo, no máximo, 100 pontos
Prova objetiva de Conhecimentos Específicos: de caráter seletivo, eliminatório e classificatório, valendo, no máximo, 150 pontos
Prova discursiva : de caráter seletivo, eliminatório e classificatório, valendo, no máximo, 120 pontos

 

2ª etapa

Curso de Formação: de caráter eliminatório, ao qual serão submetidos somente os candidatos habilitados e classificados na 1ª etapa, até o limite de vagas estabelecido no edital.

 

Como são as provas?

 

provaA última prova objetiva para o cargo de Auditor de Finanças e Controle teve 140 questões de múltipla escolha (cinco alternativas e apenas uma resposta correta) nas seguintes disciplinas:

Conhecimentos Gerais (80 questões)

  • Língua Portuguesa
  • Língua Estrangeira (Espanhol ou Inglês)
  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Raciocínio Lógico-Quantitativo
  • Estatística
  • Finanças Públicas
  • Administração Pública

Conhecimentos Específicos (60 questões)

  • De acordo com a área de atuação da vaga disponibilizada

Os candidatos passaram também por prova discursiva, que foi constituída uma dissertação entre 40 e 60 linhas, além de três questões com repostas entre 15 e 30 linhas.  O tema da dissertação e das questões versaram sobre conteúdos destacados em edital.

Provas anteriores Concurso STN

Editais anteriores Concurso STN

Qual o conteúdo programático?

 

Saiba o que foi pedido no último concurso da STN com vaga para Auditor de Finanças e Controle.

 

Conhecimentos Gerais (comum a todas as áreas)

 

LÍNGUA PORTUGUESA

1. Compreensão, interpretação e reescritura de textos. 2. Ortografia. 3. Semântica. 4. Morfologia. 5. Sintaxe. 6. Pontuação.

LÍNGUA ESTRANGEIRA (ESPANHOL OU INGLÊS)

Domínio instrumental de estruturas gramaticais e vocabulário, em sua morfologia e semântica, para a efetiva compreensão de textos jornalísticos em áreas afins ao campo de atuação profissional.

DIREITO ADMINISTRATIVO

1. Direito administrativo como direito público. Objeto do direito administrativo. 2. Conceito de administração pública sob os aspectos orgânico, formal e material. 3. Fontes do direito administrativo: doutrina e jurisprudência na formação do direito administrativo. Lei formal. Regulamentos administrativos, estatutos e regimentos; instruções; princípios gerais; tratados internacionais; costume. 4. Ausência de competência: agente de fato. 5. Hierarquia. Poder hierárquico e suas manifestações. 6. Centralização e descentralização da atividade administrativa do Estado. Administração pública direta e indireta. 7. Fatos da administração pública: atos da administração pública e fatos administrativos. Formação do ato administrativo: elementos; procedimento administrativo. 8. Ato administrativo: validade, eficácia e auto-executoriedade. Classificação. Mérito do ato administrativo: discricionariedade. 9. Teoria das nulidades no direito administrativo. Vícios do ato administrativo. Ato administrativo nulo, anulável e inexistente. Teoria dos motivos determinantes. 10. Revogação, anulação e convalidação do ato administrativo. 11. Licitações, contratos e convênios. Lei nº 8.666, de 21/06/1993 e alterações. Lei nº 10.520, de 17/07/2002 e demais disposições normativas relativas ao pregão. Decreto nº 6.170, de 25/07/2007. Portaria Interministerial nº 507, de 24/11/2011. 12. Sistema de Registro de Preços. 13. Regime de contratação afeto às microempresas e empresas de pequeno porte. 14. Poder de polícia: conceito; polícia judiciária e polícia  administrativa; liberdades públicas e poder de polícia. 15. Serviços públicos: conceito, princípios, formas de prestação, classificação; concessão, permissão e autorização. 16. Parcerias Público- Privadas. 17. Regime Diferenciado de Contratações Públicas. 18. Bens públicos: classificação e caracteres jurídicos. Natureza jurídica do domínio público. 19. Utilização dos bens públicos: autorização, permissão e concessão de uso; ocupação; aforamento; concessão de domínio pleno. 20. Controle interno e externo da administração pública. 21. Controle jurisdicional da administração pública no direito brasileiro. 22. Tribunal de Contas da União e suas atribuições. 23. Responsabilidade civil do Estado e dos prestadores de serviços públicos: evolução, conceito e teorias. Ação e omissão. Responsabilidade civil, penal e administrativa do servidor. 24. Agentes públicos: classificação; preceitos constitucionais. 25. Regime jurídico: servidor público estatutário, empregado público e ocupante de cargo em comissão. Direitos, deveres e responsabilidades dos servidores públicos civis. 26. Legislação de Pessoal Civil da União. 27. Improbidade administrativa. 28. Procedimento administrativo. Instância administrativa. Representação e reclamação administrativas. Pedido de reconsideração e recurso hierárquico próprio e impróprio. Prescrição administrativa. 29. Ética Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal.

DIREITO CONSTITUCIONAL

1. Os poderes do Estado e as respectivas funções. 2. Teoria geral da Constituição: conceito, origens, conteúdo, estrutura e classificação. 3. Supremacia da Constituição. 4. Tipos de Constituição. 5. Poder constituinte. 6. Princípios constitucionais. 7. Interpretação da Constituição e Controle de Constitucionalidade. Normas constitucionais e inconstitucionais. 8. Emenda, reforma e revisão constitucional. 9. Análise do princípio hierárquico das normas. 10. Princípios fundamentais da CF/88. 11. Direitos e garantias fundamentais. 12. Organização do Estado político-administrativo. 13. Administração Pública na CF/88 (art. 37 a 41). 14. Organização dos Poderes. O Poder Legislativo. A fiscalização contábil, financeira e orçamentária. O Controle Externo e os Sistemas de Controle Interno. O Poder Executivo e o Poder Judiciário. O Ministério Público. 15. Sistema Tributário Nacional. 16. Finanças Públicas: normas gerais e orçamento público. 17. As Políticas Públicas na CF/88.

RACIOCÍNIO LÓGICO-QUANTITATIVO

Esta prova objetiva medir a habilidade de o candidato entender a estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, coisas, ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas, e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas de conhecimento: 1. Estruturas Lógicas. 2. Lógica de Argumentação. 3. Diagramas Lógicos. 4. Álgebra e Álgebra Linear. 5. Trigonometria. 6. Análise Combinatória. 7. Geometria Básica. Conhecimentos básicos de Geometria Analítica.

ESTATÍSTICA

1. Descrição univariada: população e amostra; estatística descritiva e inferencial; classificação e caracterização de uma variável estatística; níveis de mensuração; dados em série e agrupados; distribuições de frequências; histograma e polígono de freqüências; medidas de tendência central; medidas de variabilidade absoluta e relativa; medidas de assimetria e curtose. 2. Descrição de variações: índices, fatores e taxas; índices de preços e de quantidades pelo critério de Laspeyres e Paasche; poder aquisitivo e deflacionamento. 3. Fundamentos da Teoria de Probabilidades: experimento aleatório; espaço amostra e eventos; os principais conceitos de probabilidade e os teoremas fundamentais do cálculo; probabilidade condicional; independência de eventos; teorema de Bayes. 4. Variáveis aleatórias unidimensionais discretas: conceito de variável aleatória; função de probabilidade e função de distribuição; valor esperado e desvio padrão de variável aleatória discreta; modelos probabilísticos discretos: Binomial e Poisson. 5. Variáveis aleatórias unidimensionais contínuas: função de densidade e função de distribuição; valor esperado e desvio padrão de variável aleatória contínua; modelos probabilísticos contínuos; distribuição Normal; distribuição T de Student; distribuição F de Snedecor e distribuição Qui-quadrado. 6. Variável aleatória bidimensional: independência de variáveis aleatórias; covariância e independência linear; o coeficiente de correlação de Pearson. 7. Amostragem e estimação: estimador, estimativa e distribuições amostrais; distribuição amostral da média; distribuição amostral da proporção; características de um bom estimador. 8. Intervalos de confiança: intervalo para a média populacional; intervalo para a proporção; cálculo do tamanho da amostra para os intervalos de confiança para média e proporção. 9. Testes de Hipóteses: tipos de erros; significância e potência de um teste; testes sobre a média e a proporção populacionais. 10. Análise de variância de classificação simples. 11. Modelo de Regressão Linear Simples e Múltipla: pressupostos básicos; estimadores de Mínimos Quadrados e suas propriedades; testes de significância; coeficientes de determinação; coeficiente de determinação ajustado; estimação de formas linearizáveis; predição por regressão simples e múltipla.

FINANÇAS PÚBLICAS

FINANÇAS PÚBLICAS: 1. Objetivos, metas, abrangência e definição de Finanças Públicas. 2. Visão clássica das funções do Estado. Evolução das funções do Governo. 3. Falhas de mercado, bens públicos e externalidades. O papel do Governo. 4. Os objetivos da política fiscal. Políticas alocativas, distributivas e de estabilização. 5. O financiamento dos gastos públicos – tributação e equidade. Tipos de tributos. 6. Conceito de déficit público; financiamento do déficit. 7. Classificação das Receitas e Despesas Públicas segundo o Manual Técnico do Orçamento – MTO- 2013. 8. Resultado Fiscal do Governo (Necessidade de Financiamento do Setor Público – NFSP): Resultado Primário e Resultado Nominal. 9. Lei de Responsabilidade Fiscal: princípios, objetivos e efeitos no planejamento e no processo orçamentário, regra de ouro. Anexo de Metas Fiscais. Anexo de Riscos Fiscais. Receita Corrente Líquida. Renúncia de receita. Geração da Despesa e Despesa Obrigatória de Caráter Continuado. Vedações. Instrumentos de transparência. 10. Finanças públicas no Brasil – experiências recentes a partir de 1970.

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

1. Estado, Governo e Sociedade: conceito e evolução do Estado contemporâneo; aspectos fundamentais da formação do Estado brasileiro; teorias das formas e dos sistemas de governo. 2. A Administração Pública Brasileira: processo evolutivo; reformas administrativas, seus princípios, objetivos, resultados e ensinamentos; patrimonialismo, burocracia e gerencialismo. 3. Atual conformação da Administração Pública em face dos preceitos constitucionais e legais; aspectos contemporâneos da gestão pública. 4. O Sistema de Freios e Contrapesos. 5. O processo de modernização da Administração Pública. 6. Evolução dos modelos/paradigmas de gestão: a nova gestão pública. 7. Governabilidade, governança e accountability. 8. Governo eletrônico e transparência. 9. Qualidade na Administração Pública. 10. Novas tecnologias gerenciais e organizacionais e sua aplicação na Administração Pública. 11. Gestão Pública empreendedora. 12. Ciclo de Gestão do Governo Federal. 13. Processo decisório: técnicas de análise e solução de problemas; fatores que afetam a decisão; tipos de decisões. 14. Gestão do conhecimento. Organizações como comunidades de conhecimento; processos de disseminação do conhecimento. 15. Educação Corporativa: conceitos, princípios, práticas e tendências. 16. Gestão de pessoas: estilos de liderança; gestão por competências; trabalho em equipe; motivação. 17. Empoderamento. 18. Cultura Organizacional: conceitos, elementos, influências intra e supraorganizacionais e mudança organizacional. Clima organizacional. 19. Gerenciamento de projetos e de processos. 20. Controle da Administração Pública. 21. Ética no exercício da função pública.

Qual a banca?

 

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

O concurso da STN é tradicionalmente organizado pela ESAF (Escola de Administração Fazendária).

Saiba mais sobre a ESAF acessando o post completo que fizemos sobre a banca, clicando aqui.

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

 

A preparação para um concurso costuma, de fato, ser exaustiva. Mas para facilitar um pouco a sua vida, há técnicas que potencializam o aprendizado e, assim, podem agilizar a aprovação.

Entre as técnicas conhecidas estão a pomodoro e a de ciclo de estudos. Além disso, você pode estudar com flash cards ou mapas mentais.  No entanto, de todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões.

O estudo por questões ajuda a reter a informações e revisar a matéria, tornando o processo de memorização do conteúdo mais simples e efetivo. Alguns cursos preparatórios oferecem material com questões comentadas pelos professores, o que facilita ainda mais.

Contudo, ressaltamos que o ideal é experimentar cada uma das técnicas e ver com qual você se adapta melhor. Por isso, confira também nosso post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

E se você está em busca de dicas que lhe ajudem a manter a energia em alta no período de preparação, não deixe de acessar nosso post com as 5 melhores técnicas de motivação.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. Afinal, é sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a área ou cargo pretendido.

Desse modo, veja algumas opções realmente boas:

 

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. De fato, tem material completo com videoaulas, além de professores de primeira linha. Assim, se você quer um curso com bom histórico de aprovação, e a possibilidade de estudar para mais de um concurso, o Gran Cursos certamente é uma ótima opção.

Curso Gran – Concurso STN

Estratégia ConcursosO Estratégia Concursos tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, pois conta com um material de qualidade e professores renomados. Ou seja, se você quer ter a certeza que está estudando pelo melhor material e, além disso, não se importa em pagar pela qualidade, o Estratégia Concursos é, com efeito, sua melhor opção.

Curso Estratégia – Concuro STN

 Concurso ExponencialO Exponencial é mais uma excelente alternativa. Igualmente aos demais cursos, é voltado para o aprendizado acelerado, mas oferece ainda o interessante serviço de coaching 100% especializado.

 

Check-list do candidato

Agora que você chegou ao fim do post, é hora de retomar alguns pontos e fazer uma check-list para confirmar se o concurso da STN é mesmo para você:

  • Ser esforçado e estudioso.
  • Ter dedicação e empenho.
  • Ter desejo de crescimento pessoal.
  • Desejar estabilidade financeira e profissional.
  • Estar decidido a dar um passo rumo à qualidade de vida.
  • Não ter medo de conquistar o sucesso profissional e pessoal.

Aproveite também para seguir o Próximos Concursos nas redes sociais:  Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.  Por lá você vai encontrar tudo sobre o universo concurseiro, discussões de qualidade, troca de experiências e dicas imbatíveis.

E lembre-se: conte com a gente na caminhada até a aprovação!

Bons estudos!

Material Gratuito para Concursos Públicos
Acesso a todo material gratuito para concursos públicos do Gran Cursos Online
Material Gratis: Apostilas, Ebooks, Cursos, Editais, Questões, Simulados, Provas Comentadas e Aulões.
Acessar Material Gratuito
Material Gratuito para Concursos Públicos
Acessar Material Gratuito