Concurso TJDFTAinda sem previsão de edital, o concurso TJDFT tem sido muito aguardado. A última seleção do órgão foi realizada em 2015 e sua validade expirou em abril deste ano. Atualmente, há um processo administrativo interno aberto para avaliar a possibilidade de lançamento de um edital.

A expectativa é de que, no máximo, até o fim do primeiro semestre de 2019 haja notícias sobre um concurso com oportunidades para analistas e técnico judiciários, que exigem Nível Superior e Nível Médio, respectivamente.

Ficou interessado no concurso do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios?

Neste artigo você vai encontrar tudo sobre o órgão, as carreiras, salários, benefícios, chances de crescimento, conteúdo das provas, dicas de estudo e muito mais.

Leia já e saia na frente da concorrência!

 

Principais informações sobre o Concurso TJDFT

 

 

Quais as carreiras e atribuições?

O concurso TJDFT deve ofertar vagas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário em diversas áreas de atuação (ainda não se sabe quais serão).

As principais funções de cada uma das carreiras são as seguintes:

 

Analista Judiciário (área Judiciária)

Desenvolver atividades relacionadas ao suporte técnico às funções dos magistrados, à elaboração de relatórios, de pesquisas e de pareceres de natureza jurídica, preparo e execução de atos referentes a processos judiciais, bem como assessoramento às áreas jurídicas.

 

Analista Judiciário (apoio especializado)

Desenvolver atividades de Nível Superior, referentes à supervisão, à coordenação e à execução de trabalhos afins à área de atuação.

 

Técnico Judiciário (área Administrativa)

Desenvolver atividades que consistem na execução de tarefas relacionadas à redação de expedientes simples e(ou) padronizados, operação de microcomputador, atendimento ao público, ações relativas ao andamento dos processos judiciais e administrativos, bem como transportes de processos e documentos em geral.

 

Técnico Judiciário (apoio especializado)

Desenvolver atividades de nível intermediário, de natureza pouco repetitiva, envolvendo trabalho afim da área de atuação em grau auxiliar.

 

Qual o nível de formação exigido?

Para concorrer a uma vaga de Analista Judiciário da área Judiciária é preciso ter diploma de Nível Superior em Direito fornecido por instituição de reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para os demais cargos de Analista, é preciso ter formação de Nível Superior na área de atuação solicitada.

Para a disputa de uma vaga de Técnico Judiciário é exigido certificado de conclusão de curso de Ensino Médio ou curso técnico equivalente expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Qual o período de inscrição e valor da taxa?

Ainda não há informações consolidadas sobre datas e valores no concurso TJDFT.

 

Qual o salário?

De acordo com a tabela para 2019 do TJDFT, um Analista Judiciário do TJDFT deve receber R$ 12.455,30, sendo R$ 5.189,71 a remuneração base acrescida de R$ 7.265,59 de Gratificação por Atividade Judiciária.

Um Técnico Judiciário deve receber R$ 7.591,39, sendo R$ 3.163,07 a remuneração base acrescida de R$ 4.428,29 de Gratificação por Atividade Judiciária.

 

Quais os benefícios?

O servidor do TJDFT tem direito a uma série de benefícios, como auxílio-alimentação, auxílio-saúde, auxílio-natalidade (para quem tem filhos), convênio médico e serviço médico e odontológico interno.

 

Qual a lotação?

Os aprovados no concurso TJDFT serão lotados em Brasília (DF).

 

Qual a jornada de trabalho?

A jornada de trabalho do servidor do TJDFT é de 40 horas semanais.

 

Quais as chances de crescimento na carreira?

Os servidores do TJDFT podem se desenvolver na carreira por meio de classes (A, B e C) e padrões (do 1 ao 13). A mudança ocorre em progressão funcional ou promoção.

A progressão é a passagem do servidor para o padrão de vencimento imediatamente superior dentro de uma mesma classe. Já a promoção é a passagem do servidor do último padrão de uma classe para o primeiro padrão da classe imediatamente superior.

Ambas as movimentações precisam respeitar critérios pré-estabelecidos, como tempo de serviço, qualificação e avaliação de desempenho.

 

Quantas são as vagas?

Ainda não há informações consolidadas sobre o número de vagas no concurso TJDFT.

No entanto, segundo levantamento do próprio órgão, atualmente há 132 cargos vagos de Analista Judiciário e os 153 cargos vagos de Técnico Judiciário.

 

Como foi a concorrência do último concurso?

O último concurso do TJDFT foi realizado em 2015, quando foram ofertadas 80 vagas imediatas, mais cadastro de reserva. Na ocasião, houve um total de 71.831 inscritos. Ou seja, uma média de 897,88 candidatos por vaga.

Um número bastante alto à primeira vista. Porém, mais importante do que conhecer os supostos números da concorrência em qualquer concurso público, é estar bem preparado. Esse é o único diferencial possível!

Isso porque apenas entre 8% e 10% dos inscritos estão realmente aptos a disputar uma vaga, tendo se preparado com dedicação e focados no edital. É preciso levar em conta, ainda, os altos índices de abstenção, que podem chegar facilmente a 30% do total de inscritos.

Sendo assim, a concorrência real sempre será muito menor do que os números divulgados.

É importante lembrar também que, durante a validade do concurso, foram convocados 876 candidatos aprovados (257 analistas e 599 técnicos).

 

Quais as etapas do edital?

O edital do concurso TJDFT deve ter apenas duas etapas: provas objetivas e prova discursiva.

 

Como são as provas?

Os candidatos no último concurso TJDFT foram avaliados por meio de provas objetivas de múltipla escolha — Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos —, além de uma prova discursiva. Todas de caráter eliminatório e classificatório.

A prova de Conhecimentos Básicos para ambos os cargos contou com as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa
  • Ética no Sistema Público
  • Atualidades
  • Noções de Língua Inglesa (somente para Análise de Sistemas Suporte em T.I. e Programação de Sistemas)
  • Noções de Informática (exceto para Análise de Sistemas, Suporte em T.I. e Programação de Sistemas)

A prova discursiva consistiu na redação de um texto dissertativo de até 30 linhas a respeito de temas relacionados a conhecimentos específicos de cada cargo/área/especialidade/ramo.

Qual o conteúdo programático?

Veja quais foram os tópicos solicitados em cada uma das disciplinas de Conhecimentos Básicos no concurso TJDFT:

 

Língua Portuguesa

Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados. Reconhecimento de tipos e gêneros textuais. Domínio da ortografia oficial. Emprego das letras. Emprego da acentuação gráfica. Domínio dos mecanismos de coesão textual. Emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e outros elementos de sequenciação textual. Emprego/correlação de tempos e modos verbais. Domínio da estrutura morfossintática do período. Relações de coordenação entre orações e entre termos da oração. Relações de subordinação entre orações e entre termos da oração. Emprego dos sinais de pontuação. Concordância verbal e nominal. Emprego do sinal indicativo de crase. Colocação dos pronomes átonos. Reescritura de frases e parágrafos do texto. Substituição de palavras ou de trechos de texto. Retextualização de diferentes gêneros e níveis de formalidade.  Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República). Adequação da linguagem ao tipo de documento. Adequação do formato do texto ao gênero.

 

Ética no Serviço Público

Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Ética no setor público. Código de Ética Profissional do Serviço Público (Decreto nº 1.171/1994). Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112/1990): regime disciplinar, deveres e proibições, acumulação, responsabilidade e penalidades. Lei nº 8.429/1992, e alterações: disposições gerais; atos de improbidade administrativa.

 

Noções de Informática

Noções de sistema operacional (ambientes Windows XP e Windows 7). Redes de computadores. Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e Intranet. Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome). Programas de correio eletrônico (Microsoft Outlook, Outlook Express). Sítios de busca e pesquisa na Internet. Grupos de discussão. Redes sociais. 3 Utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos associados a Internet/Intranet. Ferramentas e aplicativos de navegação, de correio eletrônico, de grupos de discussão, de busca e pesquisa. Principais aplicativos comerciais para: edição de textos e planilhas, geração de material escrito e multimídia (Br.Office e Microsoft Office). Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Segurança da informação. Procedimentos de segurança. Noções de vírus, worms e pragas virtuais. Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, antispyware). Procedimentos de backup. Certificação digital. Conceito e funcionalidades.

 

Noções de Língua Inglesa

Compreensão de texto técnico escrito em língua inglesa. Itens gramaticais relevantes para a compreensão dos conteúdos semânticos.

 

Atualidades

Tópicos atuais no Brasil e no mundo relativos a economia, política, saúde, sociedade, meio ambiente, desenvolvimento sustentável, educação, energia, ciência e tecnologia.  

 

Qual a data da prova objetiva?

Ainda não há informações consolidadas sobre datas de provas no concurso TJDFT.

 

Qual a banca?

Um dos passos mais importantes para o candidato durante a preparação é conhecer o perfil da banca examinadora. Isso porque não são todas iguais e cada uma tem suas particularidades. Estando por dentro do estilo da banca responsável pela prova do concurso que você vai participar é possível direcionar melhor seus estudos e torná-los mais efetivos.

No último concurso TJDFT, a banca responsável foi a Cespe/Cebraspe, Saiba mais sobre ela e outras importantes instituições de todo o país:

Clique no nome da instituição e saiba mais:

 

Como se preparar?

A preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. É preciso ter em mente que são horas e mais horas de estudos, leituras, exercícios e revisão. Para obter bons resultados, só com muita disciplina e foco.

O primeiro passo, é obter todas as informações sobre o concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc) lendo com muita atenção o edital. Depois, é fundamental planejar seus estudos da forma que melhor funcione com você.

Para lhe ajudar nesse caminho, temos o post como montar um cronograma de estudos perfeito para sua rotina.

 

Quais as melhores apostilas?

Há pessoas que obtêm ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda e investem em um curso preparatório. Se você optou por um voo solo, saiba que as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as mais conceituadas disponíveis no mercado. Se forem específicas para o concurso pretendido, tanto melhor!

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é também um dos melhores cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para o concurso TJDFT, com todos os conteúdos solicitados em todas as disciplinas.

Outra ótima opção é o Gran Cursos Online. Igualmente, tem material vasto para download, totalmente direcionado para o concurso TJDFT. No Gran você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas. No entanto, claro, tudo vai depender do quanto você se dedicar aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Quais os melhores cursos preparatórios?

Se você tem como investir tempo e dinheiro em curso preparatório, é preciso pensar bem antes para escolher um que seja adequado às suas necessidades. É sempre um diferencial apostar em um módulo específico para a sua área de atuação.

O  Estratégia Concursos, por exemplo, tem um curso direcionado para o concurso TJDFT. Além disso, o Estratégia tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha.

Ainda tem dúvidas? Aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

Curso Gran concurso TJDFTCurso Exponencial concurso TJDFT

 

Quais as melhores técnicas para estudar?

Há diversas técnicas que podem potencializar seu aprendizado, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

Para lhe ajudar na escolha, reunimos todas as informações no post com as 16 melhores técnicas e métodos de estudos para concursos públicos.

 

Como estudar por questões?

De todas as técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. O método ajuda revisar a matéria e fixar o conteúdo. Com isso, também torna o estudo mais efetivo e acelera a aprovação!

Para saber como funciona a técnica e aplicá-la na sua preparação, acesse o post completo que fizemos sobre o assunto.

Provas anteriores concurso TJDFTEdital anterior concurso TJDFTEdital anterior concurso TJDFT

 

Qual a previsão de próximo concurso?

Para acompanhar a evolução do edital do concurso TJDFT, acesse nossa seção de concursos previstos. E para ler as notícias sobre os principais editais do país em andamento, fique de olho na seção de concursos abertos.

Não perca sua chance!

 

Checklist do candidato

Para saber se você tem mesmo o perfil do candidato para o concurso TJDFT, faça uma rápida checklist:

  • Ter formação de Nível Médio ou Superior.
  • Ter afinidade com a área Jurídica.
  • Ter empenho e determinação.
  • Buscar estabilidade financeira e profissional.

 

O concurso TJDFT ainda não tem previsão de lançamento de edital, mas você já pode ir se preparando. por aqui você encontra as melhores dicas e técnicas de estudo que vão agilizar sua aprovação. E para mais conteúdo de qualidade acompanhe também as nossas redes scoiais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

Conte com a gente e bons estudos!

Planilha de Estudos

Planilha de Estudos

Com essa planilha você vai poder calcular automaticamente seu tempo ideal de estudos.

Ela foi criada com base no Método PQF para calcular o quanto você tem que estudar, levando em conta o peso de cada matéria, quantidade de horas necessárias e facilidade que você tem sobre cada uma.

Parabéns! agora você tem acesso a Planilha de Estudos!