Atenção dentista! Se você está em busca de um novo desafio profissional, que tal apostar suas fichas nos concursos de Odontologia? Afinal, há boas oportunidades para a área também no serviço público.

Neste artigo reunimos todas as informações que você precisa: salários, benefícios, lotações, chances de crescimento, conteúdos programáticos, bancas examinadoras, as melhores dicas e muito mais.

Se sua área de atuação é a Odontologia e você sonha com estabilidade e salários atraentes, é hora de deixar as dúvidas e inseguranças de lado e encarar a preparação para um processo seletivo público.

Confira todos os detalhes!

 

 

Concursos de Odontologia – Quais os requisitos básicos?

 

Para ser candidato a um cargo na área é preciso ter diploma de Nível Superior do curso de Odontologia em instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, é exigido registro no respectivo Conselho de Classe (com todas as obrigações em dia).

 

Concursos de Odontologia – Quais as carreiras?

 

De modo geral, como dentista, o aprovado em concursos de Odontologia pode atuar em diversas especialidades da área (desde que comprove habilitação). Entre as carreiras no serviço público estão:

  • Especialista em Dentística.
  • Especialista em Cirurgia Buco Maxilo Facial.
  • Especialista em Periodontia.
  • Especialista em Prótese Dental.
  • Especialista em Ortodontia.
  • Especialista em Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais.
  • Especialista em Estomatologia/Patologia Oral.
  • Especialista em Gestão em Saúde.
  • Especialista em Endodontia.
  • Especialista em Radiologia e Imaginologia.
  • Especialista em Odontopediatria.
  • Especialista em Disfunção Têmporo Mandibular e Dor Orofacial.
  • Especialista em Odontologia Coletiva/Social.
  • Especialista em Implantodontia.
  • Especialista em Odontologia Legal (Perito).
  • Especialista em Odontologia do Trabalho.

 

Concursos de Odontologia – Como é o trabalho?

 

O trabalho de um dentista no serviço público não é muito diferente da iniciativa privada. Pois, normalmente, suas atividades são desempenhadas em um consultório odontológico convencional. É uma função interna, que costuma não envolver grandes problemas ou riscos, até mesmo em órgãos militares.

As principais atribuições de um dentista na carreira pública são o acompanhamento e a execução de atendimentos, procedimentos e exames odontológicos, de maneira eletiva ou em urgências. Além disso, pode ficar a cargo da elaboração de campanhas, ações e materiais educativos referentes à saúde bucal. No caso de concursos de Odontologia do Exército, Marinha ou Forças Armadas, o aprovado precisará também cumprir deveres militares.

 

Concursos de Odontologia – Quais as chances de crescimento na carreira?

 

A maior parte dos concursos de Odontologia não tem um plano de carreira definido. No entanto, quem pretende participar das provas de Odontologia para Exército, Marinha ou Forças Armadas, pode contar com boas chances de crescimento profissional e salários bastante altos.

Isso porque na carreira militar você pode avançar cargos – de tenente oficial, por exemplo, para capitão, e depois para outros postos hierárquicos ainda mais altos. Para isso, é preciso muita dedicação, disciplina e, claro, aperfeiçoamento contínuo com os cursos propostos no regimento.

 

Concursos de Odontologia – Qual o salário e os benefícios?

 

Os salários de dentistas concursados variam bastante, de acordo com o órgão empregador, a especialidade do profissional ou seu tempo de serviço. No entanto, podemos dizer que as remunerações iniciais mensais giram entre R$ 6 e R$ 10 mil. No geral, os benefícios incluem auxílio-alimentação, plano de saúde, auxílio-creche, além de bônus e gratificações.

 

Concursos de Odontologia – Quais as lotações?

 

Sobre locais de lotação, tudo vai depender do concurso que você escolher. Em processos seletivos menores, para prefeituras em municípios do interior, por exemplo, os aprovados costumam ser alocados na cidade que abriu o edital. Em concursos de órgãos maiores é mais comum que o aprovado seja alocado em outras cidades e regiões, onde houver demanda.

 

Concursos de Odontologia – Quais estão previstos?

 

Quem está esperando por boas oportunidades e remunerações atraentes deve conferir com frequência nossa seção especial com a previsão de concursos de Odontologia para os próximos meses em todo o país. É a chance de começar a se preparar e se destacar da concorrência!

 

Concursos de Odontologia – Qual a análise de vagas?

 

Não é comum que os concursos de Odontologia tenham muitas vagas — o que os tornam muito disputados. Por isso, é preciso investir tempo em um estudo direcionado, focado nas matérias mais cobradas durante as provas específicas.

Além disso, tenha em mente que apenas 10% de seus concorrentes estudam para a prova. Ou seja, mesmo com o número baixo de vagas, é muito fácil se destacar da concorrência.

Uma dica é começar a fazer concursos de Odontologia menos concorridos, para prefeituras do interior. Dessa maneira, você ganha alguma experiência e mais confiança na hora de encarar desafios maiores.

 

Concursos de Odontologia – Como são as provas?

 

Os concursos de Odontologia, de maneira geral, realizam provas objetivas de múltipla escolha (cinco alternativas, apenas uma correta), de Conhecimentos Gerais e Específicos.

Em Conhecimentos Gerais, as provas são divididas em:

Já em Conhecimentos Específicos, você deve estudar:

  • Periodontia.
  • Farmacologia e Anestesiologia.
  • Reabilitação Oral e Oclusão.
  • Radiologia Odontológica e Imaginologia.
  • Dentística e Materiais Dentários.
  • Estomatologia e Semiologia Oral.
  • Legislação Aplicada ao SUS.
  • Endodontia.
  • Microbiologia Oral e Cariologia.
  • Odontopediatria.
  • Cirurgia Oral.
  • Saúde Pública e Epidemiologia.
  • Anatomia de Cabeça e Pescoço.

Concursos de órgãos militares, por exemplo, exigem também a realização do TAF (Teste de Aptidão Física), com corrida, exercícios de solo e barra (em alguns casos, natação).

 

Concursos de Odontologia – Quais as bancas examinadoras?

 

Cada banca examinadora tem suas particularidades – e até armadilhas! Por isso, é muito importante conhecer a banca responsável pela prova do concurso que você vai participar a fim de direcionar melhor seus estudos e torná-los mais eficientes.

Reunimos aqui um resumo sobre as bancas examinadoras mais importantes, que normalmente estão a cargo dos maiores e mais disputados concursos do país.

Vale lembrar que concursos para prefeituras do interior costumam ter bancas examinadoras menores. Dessa forma, é interessante também conhecê-las, buscar suas provas anteriores e se preparar de acordo.

 

Idecan

 

Concursos como os do EBSERH e do Ministério da Saúde já foram organizados pela banca do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan). A principal característica dessa banca é seu estilo direto de desenvolver a prova, com enunciados curtos e respostas mais elaboradas, que pedem muito cuidado com os mínimos detalhes.

 

Vunesp

 

A banca Vunesp realiza todos os anos um grande número de processos seletivos em todo o país, especialmente para Polícia Militar, Polícia Civil, Ministério Público, Detran, prefeituras e tribunais. Tem fama de ser uma banca acessível, mas que vem evoluindo em conteúdo e grau de exigência nos últimos anos.

Como é originalmente uma entidade que organiza vestibulares, a Vunesp tem provas de múltipla escolha, com cinco alternativas. E é comum o enunciado solicitar que o candidato marque a resposta correta ou a incorreta entre as opções. Ou seja, é preciso ter muito cuidado com essas pegadinhas.

Saiba mais no post sobre o Perfil da banca examinadora Vunesp, que traz todos os detalhes do modelo de prova da instituição.

 

Cespe/Cebraspe

 

Famosa por organizar alguns dos principais concursos federais, a banca Cespe/Cebraspe é considerada difícil. Isso porque seu método de avaliação exige que o candidato esteja muito seguro do conteúdo estudado, já que uma resposta errada anula uma certa. Ou seja, se você acertou duas questões, mas errou duas, sua pontuação é quase nula.

Acesse agora nosso post sobre como passar no Cespe/Cebraspe: manual completo da banca.

 

AOCP

 

Considerada uma banca com grau de exigência entre baixo e moderado, com enunciados e textos mais simples. Suas provas são, em geral, de múltipla escolha (com cinco alternativas por questão). Em alguns casos, há também elaboração de textos. As questões costumam cobrar a literalidade dos conteúdos, sendo, então, mais favoráveis aos candidatos com facilidade para memorização.

Saiba mais sobre a instituição acessando o post Banca AOCP – Análise Completa do Perfil da Banca.

 

FGV

 

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) é considerada uma das bancas examinadoras mais difíceis do país, com um alto grau de exigência em todas as disciplinas. Entre os processos seletivos organizados pela FGV estão os da Polícia Civil de vários estados, do Senado Federal, Forças Armadas, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e até mesmo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Para saber mais sobre o assunto, acesse nosso post com 7 dicas para detonar a banca FGV (análise completa)

 

Cesgranrio

 

A Cesgranrio é considerada uma banca examinadora com grau de dificuldade mediano. No entanto, é preciso cuidado com suas pegadinhas. Além disso, a Cesgranrio distribui as matérias solicitadas no edital de maneira bem homogênea entre as questões. Nada fica de fora, e isso exige do candidato uma preparação bastante ampla. Entre os concursos organizados por ela destaca-se o da Petrobrás.

Para conhecer mais sobre o estilo da Cesgranrio, é só ler nosso post 7 Macetes para detonar a banca (análise completa).

 

Consulplan

 

A banca Consulplan é tida como relativamente fácil. Dizemos “relativamente” porque, embora as questões não tenham um nível muito alto de complexidade, o conteúdo é extenso e solicitado na íntegra em todas as disciplinas. Além disso, tem por hábito aplicar algumas pegadinhas. Costuma trazer enunciados simples, com perguntas objetivas, em questões de múltipla escolha (com cinco alternativas cada).

Leia mais sobre nossa avaliação no post Banca Consulplan: Perfil Completo da Banca Examinadora.

Conheça também os perfis das bancas ESAF, FCC, IADES e Fundatec.

 

Concursos de Odontologia – Como se preparar?

 

Com certeza, a preparação é a parte mais importante da jornada até a aprovação em um concurso público. São muitas horas de estudos, leituras e simulados, e é preciso disciplina e foco. Todo esforço será recompensado quando você passar para a tão almejada vaga.

Até lá, é mão na massa!

O primeiro passo, como já dissemos, é ficar por dentro de todos os detalhes do concurso (prazos, disciplinas pedidas, banca examinadora, etc). Depois disso, é preciso montar um cronograma de estudos e, claro, descobrir o que funciona melhor com você. Há pessoas que obtém ótimos resultados estudando sozinhas, outras precisam de ajuda  e optam por um curso preparatório.

 

Concursos de Odontologia  – Quais as melhores apostilas?

 

Se você optou por estudar sozinho – por funcionar melhor nesse modelo ou por não ter como investir financeiramente em um curso preparatório – as apostilas serão suas melhores amigas. Por isso, é fundamental saber quais as melhores disponíveis no mercado.

Uma das mais completas é do Estratégia Concursos, que é um dos melhores (se não o melhor!) cursos do país. A apostila do Estratégia é direcionada para concursos de Odontologia, em formato PDF, e contém toda a teoria solicitada, além de análises dos editais. E melhor: você pode testar o acesso por 30 dias! Caso não goste, recebe 100% do valor investido de volta.

Outra ótima opção é o Gran Cursos Online. Igualmente, tem material vasto para download, totalmente direcionado para a área de Odontologia, e a opção de teste por 30 dias com possibilidade de estorno integral. No Gran você ainda pode contratar um plano de assinatura que dá acesso a todos os mais de 7 mil cursos disponíveis na plataforma.

Muitas pessoas acreditam que estudar por apostila não é tão efetivo, mas as que indicamos aqui são realmente boas e, claro, tudo vai depender do quanto você se dedica aos estudos. Pode ser um desafio ainda maior, mas é possível ser aprovado estudando por apostilas!

Confira também nosso post completo sobre as melhores apostilas para concursos.

 

Concursos de Odontologia  – Quais os melhores livros?

 

Livros são excelentes materiais de apoio para concursos de Odontologia, especialmente os que trazem questões comentadas. Para lhe ajudar na escolha, montamos uma lista com as obras que consideramos mais relevantes. Todos nos títulos são da Editora Sanar, que é especialista em obras da área da Saúde.

Saiba quais são:

  • 1.000 Questões Comentadas de Provas e Concursos em Odontologia.
  • Legislação Aplicada à EBSERH – Esquematizada e Comentada.
  • Legislação do SUS Comentada e Esquematizada para Concursos e Residências.
  • Perito Odontolegista – Preparatório para Concurso.
  • 500 Questões Comentadas de Saúde Pública para Provas e Concursos

 

 

Concursos de Odontologia – Quais os melhores cursos preparatórios?

 

Com um volume expressivo de materiais para leitura e exercícios para simulados, às vezes é muito difícil saber por onde começar e o estudo vira uma grande confusão, sem efetividade. Por isso, se você tem tempo e dinheiro disponíveis para investir, um curso preparatório é a melhor opção.

O mais conhecido entre os concurseiros é o Estratégia Concursos, que tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país. Isso porque conta com um material de alta qualidade e uma equipe de professores renomados na área.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha. A Casa do Concurseiro, que faz parte do Grupo UOL, é outra ótima opção, já que mantém uma equipe de excelentes profissionais e tem valores bastante acessíveis.

Veja o ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

 

Concursos de Odontologia – Quais as melhores técnicas para estudar?

 

Há técnicas famosas, como a pomodoro e a de ciclo de estudos. Você também pode estudar com flash cards ou mapas mentais. O ideal é experimentar cada uma delas e ver com qual se adapta melhor.

No Próximos Concursos há uma aba com tudo que você precisa saber sobre sobre dicas, técnicas e cronogramas. Não deixe de acessar!

 

Concursos de Odontologia  – Como é estudar por questões?

 

De todas a técnicas, a mais utilizada pelos concurseiros é, com certeza, a de estudo por questões. Isso porque o método ajuda a reter a informações e revisar a matéria, turbinando o aprendizado e acelerando a caminhada até a aprovação. Alguns cursinhos preparatórios oferecem material com questões comentadas pelos professores, o que facilita ainda mais.

Para saber tudo sobre a técnica e começar a aplicá-la nos seus estudos, acesse o post especial que fizemos sobre o assunto aqui no Próximos Concursos.

 

Se você está pensando em participar dos concursos de Odontologia, esperamos que neste artigo tenha encontrado tudo que precisa. Para mais dicas, notícias e conteúdo de qualidade sobre o mundo dos processos seletivos, acompanhe (curta e compartilhe!) nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.

E lembre-se: foco e disciplina. A tão sonhada aprovação só depende do seu esforço!

Acreditamos em você!

Bons estudos!

 

Planilha de Estudos

Inscreva-se agora para baixar gratuitamente a Planilha definitiva de Estudos!

Confirme seu e-mail e baixe a planilha!

Desconto de 30% no Gran Cursos Online

É só CLICAR AQUI para receber o desconto

E se quiser receber outras dicas de concurso, é só assinar nossa newsletter abaixo:

Você acabou de se inscrever em nossa lista.