Concursos policiais estão no seu radar? Então este artigo é para você!

 

Muita gente sonha em seguir carreira nas polícias, mas nem todo mundo sabe de verdade como tudo funciona em uma corporação. Por isso, é muito importante buscar antes informações de fontes seguras para não acabar se decepcionando e perdendo tempo.

 

Neste artigo você vai conhecer as carreiras que fazem parte da área policial e as atribuições de cada uma delas.

 

Vai aprender como se preparar para as provas escritas, quais os conteúdos mais solicitados e o estilo das avaliações — inclusive do teste físico, que é temido por muitos candidatos.

 

Além disso, vai saber quais os principais concursos policiais previstos em todo o país.

 

Vale lembrar que a área da segurança pública é uma das que mais realiza concursos, ofertando muitas vagas todos os anos, e costuma ter planos de carreira bem definidos. Ou seja, é um caminho atraente para quem busca a estabilidade profissional.

 

Pronto para saber tudo sobre concursos policiais?

 

Confira já!

 

Principais informações sobre concursos policiais

 

Carreiras

 

Policia Civil

 

Quem está interessado em ingressar na Polícia Civil, mas tem concluído apenas o Nível Médio, pode fazê-lo em concursos para agentes policiais. Os agentes são responsáveis pelas investigações e operações de prevenção de repressão de crimes, além do cumprimento de medidas de segurança dirigindo veículos da corporação. O salário médio de um Agente Policial é de R$ 2.700,00.

 

A Polícia Civil também abre concursos para o cargo de Delegado, Investigador, Perito e Escrivão.

 

Para ser Delegado é preciso formação de Nível Superior em Direito. É ele quem coordena a delegacia, sendo responsável pela resolução de crimes. Faz interrogatórios, toma depoimentos e repassa informações para os juízes. O salário médio de um Delegado da Polícia Civil é de R$ 8 mil.

 

O Investigador é quem busca e analisa provas e indícios que servirão de base para a resolução de crimes. Cumpre mandados de prisão, busca e apreensão.Exige formação de Nível Superior em qualquer área. A remuneração inicial fica em torno de R$ 4 mil.

 

O Perito analisa o local onde o crime foi cometido para produzir provas técnicas, coletando evidências, realizando exames laboratoriais, examinando, etc. Exige formação Superior nas seguintes áreas: Bioquímica, Ciências Biológicas, Contábeis ou da Computação, Engenharia, Farmácia, Física, Fotografia, Geologia, Odontologia ou Química. O salário inicial médio é de R$ 7.500,00.

.

O Escrivão cuida do trabalho burocrático da delegacia, acompanhando inquéritos, coletando relatos, fazendo indiciamento e prisões em flagrante, recolhendo fianças, etc. Exige formação Superior em qualquer área. O salário gira em torno de R$ 4 mil.

 

Policia Militar

 

A hierarquia da Polícia Militar envolve um grande número de postos, que vão até altas patentes, como de Tenentes e Coronéis. No entanto, o ingresso na corporação se dá como soldado (passando antes por curso de preparação), que exige apenas Nível Médio. As principais funções de um policial militar é fazer o patrulhamento ostensivo e preservar a ordem pública. O salário médio inicial para um soldado da PM é de R$ 3.100,00.

 

Policia Federal

 

As atividades de um agente da Polícia Federal são variadas, indo desde questões administrativas até a fiscalização em aeroportos e fronteiras. Há também aqueles que trabalham no setor de Inteligência, realizando investigações e pensando estratégias de combate ao crime. A exigência é de Nível Médio. O salário inicial fica em torno de R$ 12 mil.

 

A PF tem, ainda, concursos para Delegado, Perito, Papiloscopista e Escrivão — todas com exigência de formação de Nível Superior.

 

O Delegado é o responsável pelo gerenciamento de investigações, coordenando a equipe em missões e processando os dados coletados, Para ocupar o cargo, é preciso ser bacharel em Direito e o salário médio atual fica em torno de R$ 16 mil.

 

O Perito é responsável pela produção de provas materiais para investigações a partir de análises científicas. Para o cargo, a formação exigida é de Nível Superior e varia conforme a área de atuação. Os salários para o cargo podem ultrapassar os R$ 17 mil.

 

O Papiloscopista fica a cargo da coleta de vestígios em locais de crimes e a análise dos mesmos. Já o Escrivão documenta e acompanha o desenvolvimento de investigações. Para ambos os cargos é exigida formação superior em qualquer área. Ambos têm salário médio de R$ 13 mil.

 

Policia Rodoviária Federal

 

O Policial Rodoviário Federal fica a cargo do combate ao crimes nas rodovias federais do país, além de monitorar e fiscalizar o trânsito de veículos, bens e pessoas. Além disso, executa atividades administrativas variadas nos postos da PRF. Para se candidatar ao cargo é preciso ter formação de Nível Superior. O salário inicial ficam em torno de R$ 10 mil.

 

Corpo de Bombeiros

 

Os Bombeiros atuam não apenas no combate ao fogo, mas em diversas situações onde o foco seja o salvamento de vidas, como enchentes, terremotos, deslizamentos de terra, etc.  Uma das corporações mais admiradas do país, o Corpo de Bombeiros também realiza concursos públicos (para a carreira militar).

 

O candidato aprovado ingressa como soldado por meio da Polícia Militar (a quem os Bombeiros são subordinados) ou como oficial em curso de formação (que dura quatro anos). Ambos exigem apenas formação de Nível Médio. O salário inicial para um soldado é de R$ 2.500,00.

 

Guarda Municipal

 

O Guarda Municipal realiza policiamento administrativo ostensivo, fazendo a vigilância de bens, serviços e pessoas. Em algumas cidades, também é responsável pelo monitoramento do  trânsito. Para o cargo, a exigência é de Nível Médio e o salário fica em torno de R$ 2 mil.

 

Pré-requisitos

 

Confira os principais pré-requisitos para se candidatar a uma vaga em concursos policiais (com pequenas diferenças entre os editais):

  • Ser brasileiro.
  • Ter entre 18 e 30 anos.
  • Estar quite com as obrigações eleitorais e militares.
  • Não registrar sentença penal condenatória transitada em julgado.
  • Estar em gozo dos direitos políticos.
  • Ter capacidade física e aptidão psicológica compatíveis com o cargo pretendido.
  • Ter carteira nacional de habilitação.
  • Para cargos de Nível Superior, ter diploma expedido por instituição registrada no Ministério da Educação (MEC).

 

Como se preparar

 

A preparação para concursos policiais não é diferente de outros concursos públicos: é preciso muito dedicação e foco.

 

Não se engane achando que o conteúdo é muito simples e que não é preciso estudar com antecedência. Pelo contrário, as disciplinas costuma exigir um conteúdo bastante extenso e cheio de detalhes.

 

As provas costumam trazer questões sobre o regimento interno das corporações e legislação. As de Nível Superior solicitam, ainda, conhecimentos específicos. Para Delegado, por exemplo, há provas de diversos ramos do Direito.

 

Por isso, não espere o lançamento do edital para dar início à caminhada!

 

Com isso você terá mais tranquilidade para montar um cronograma de estudos e, quando o edital for conhecido, precisará apenas de pequenos ajustes.

 

É muito importante também buscar provas anteriores do concurso que deseja participar. Desse modo, você terá uma noção mais clara de que disciplinas e conteúdos são solicitados e do tipo de questão que cai.

 

Além disso, converse com pessoas que já participaram do concurso para trocar impressões, experiências e se manter atualizado sobre os editais. Grupos de discussão de concurseiros e redes sociais são excelentes ferramentas para isso.

 

Aproveite para conferir o post Como começar a estudar para concursos, que traz uma série de orientações e dicas que irão nortear sua preparação para concursos policiais e facilitar sua rotina.

 

Dicas para o Teste de Aptidão Física

 

Como a carreira policial envolve atividades de esforço físico, seja em missões ou patrulhamentos, os concursos da área exigem a realização do Teste de Aptidão Física (TAF). De maneira geral, ele envolve:

 

  • Exercícios em barra fixa (tempo e número de repetições variados, diferentes para homens e mulheres).
  • Exercícios de flexão abdominal  (tempo e número de repetições variados, diferentes para homens e mulheres).
  • Corrida (normalmente 12 minutos em 2.400 metros).
  • Natação (de 25 a 50 metros, em cerca de 1 minuto).

 

Apesar de simples, o TAF é o terror de muitos candidatos em concursos policiais. Vários, inclusive, desistem do sonho por não se acharem aptos a essa avaliação.

 

No entanto, não é preciso pânico!

 

Se você é totalmente sedentário, claro que não será da noite para o dia que conseguirá um bom desempenho. Por isso, é fundamental uma preparação prévia. O ideal é começar de forma gradual, no mínimo quatro meses antes, com o acompanhamento de um profissional da Educação Física.

 

Da mesma forma, é importante ficar atento à alimentação, que tem grande influência na performance durante o exercício e no condicionamento físico. Por isso, fique de olho no que coloca no prato, tome muita água e, caso sinta necessidade, procure um nutricionista esportivo, que é profissional certo para orientar sua dieta nesse período.

 

Com um pouco de esforço e disciplina, é perfeitamente possível ser aprovado no TAF de concursos policiais!

 

Para saber ainda mais sobre o assunto, acesse o post Como se preparar para o TAF – Teste de Aptidão Física.

 

Concursos policiais previstos

 

– Concursos Polícia Federal

É aguardado para o segundo semestre de 2018 o concurso da Polícia Federal. O pedido foi aceito no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para o preenchimento de mais de 500 vagas para todas as carreiras. A expectativa é de que o edital seja lançado, no máximo, até outubro.

– Concursos Polícia Rodoviária Federal

É esperada para o segundo o semestre de 2018 a autorização do concurso da Polícia Rodoviária Federal. A instituição já solicitou seleção para preenchimento de 1300 vagas e o processo também está em andamento no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O último concurso para a carreira foi realizado em 2013 e contou, então, com 1000 vagas.

– Concursos Guarda Municipal

São aguardados para o segundo semestre de 2018 concursos para Guarda Municipal nas cidades de Campo Grande (MS) , Belo Horizonte (MG) e Aracaju (SE), além de inúmeros outros municípios menores em todo o país.

 

Para não perder os editais de concursos policiais de Norte a Sul do país, acompanhe nossas seções de concursos abertos e concursos previstos. Lá você encontra todas as informações atualizadas e não fica de fora.

 

Aproveite também para acessar nossas redes sociais:   Facebook, Twitter, Instagram e Youtube. Conteúdos exclusivos, notícias quentes, manuais e análises completas, além das melhores dicas para agilizar a sua aprovação.

 

Conte com a gente!

 

Bons estudos!

[Total: 0    Média: 0/5]