Todo concurseiro está sempre atrás de técnicas que otimizem o aprendizado. E você, já ouviu falar do Método SQ3R? É provável que sim, mas sabe exatamente como utilizá-lo?  Neste artigo vamos ensinar como tirar o máximo proveito da prática.

 

O Método SQ3R não é recente. Na verdade, ele foi elaborado em 1946 pelo psicólogo educacional Francis P. Robinson no livro intitulado Effective Study (ou Estudo Efetivo, na tradução livre do inglês).

 

No entanto, ganhou mais visibilidade em todo o mundo nos últimos anos ao se tornar uma das técnicas de aprendizado acelerado mais populares entre os universitários norte-americanos.

 

No entanto, o método pode ser utilizado para qualquer tipo de estudante: dos ensinos Fundamental e Médio até os que se preparam para um concurso público ou a prova da OAB, por exemplo. Ou seja, é simples e democrático.

 

Pronto para saber mais sobre o Método SQ3R e turbinar seus estudos? Vamos lá!

 

O que é o Método SQ3R?

 

O Método SQ3R é uma técnica que, quando bem aplicada, pode otimizar seu tempo de estudo e potencializar a fixação do conteúdo. Ele propõe uma nova dinâmica de leitura, mais ativa e focada. E pode ser utilizado para textos longos e complexos com bastante eficiência.

 

O acrônimo SQ3R deriva das letras iniciais das palavras (em inglês) que correspondem às 5 fases do método.

 

S – Survey – Pesquisar

Q – Question – Questionar

R – Read – Ler

R – Recite – Recitar

R – Review – Revisar

 

Neste artigo, vamos falar sobre cada uma das fases do método, explicando como ajudam o estudante a obter melhores resultados e como funcionam passo a passo.

 

#1 – S de Survey (pesquisar)

 

Na fase de pesquisa, você vai fazer uma análise de todo o material que precisa estudar. A ideia é ter uma visão geral do conteúdo. Essa etapa não deve tomar muito do seu tempo, não é esse o objetivo.

 

Aqui você não se aprofundará em nenhum ponto. Mas, compreenderá melhor a estrutura do texto, como ele foi formulado e está dividido.

 

Você deve observar:

 

  • Títulos
  • Capítulos
  • Exercícios
  • Figuras
  • Legendas
  • Gráficos
  • Termos destacados
  • Primeiro e último parágrafos

 

Com isso, você vai preparando seu cérebro para o que está por vir, para as próximas etapas, aguçando sua curiosidade sobre o assunto.

 

Algumas pessoas gostam de, nessa etapa, anotar e hierarquizar algumas informações. Não há problema, desde que isso não acabe tomando tempo demais no processo e desregulando todo o seu cronograma.

 

# 2 – Q de Question (questionar)

 

Em um segundo momento, após ter uma visão geral do conteúdo a ser estudado, é hora de começar a fazer questionamentos. Esse momento é de total estímulo a sua mente, no qual você vai criar metas claras de estudo.

 

Para tanto, você precisa formular perguntas a partir dos pontos que destacou na fase anterior. Podem ser perguntas bem amplas, baseadas nas possibilidades pensadas ao ler o primeiro parágrafo da obra, os títulos, etc.

 

Por exemplo:

 

  • Qual a principal ideia do texto?
  • O que eu já sei sobre o assunto?
  • Quais conceitos são importantes?
  • Que relações podem ser feitas?
  • Eu concordo com isso?
  • O que? Como? Quem? Quando? Onde?

 

São perguntas que trazem um leque de possibilidades, e vão abrindo caminho para a fixação do conteúdo. Lembre-se que a ideia central é tornar o estudo mais ativo, participativo.

Com esse estímulo, quando as respostas aparecerem, seu cérebro vai estar automaticamente condicionado a entendê-las como importantes.

 

Nessa etapa, da mesma forma, você pode tomar notas escritas ou apenas mentais. Fica a seu critério decidir se os questionamentos devem ir para o papel ou não há necessidade. É importante que você descubra como melhor funciona no desenrolar da atividade. Entretanto, é fundamental não gastar muito tempo.

 

Como você deve ter notado, as fases 1 e 2 são preparatórias. Elas ajudam a direcionar seu cérebro para as etapas seguintes, que serão mais aprofundadas.

 

# 3 – R de Read (ler)

 

Agora sim é o momento de ler o texto na íntegra, da forma como você está acostumado a fazer. Você pode até mesmo aplicar outras técnicas, as quais já esteja acostumado, de leitura dinâmica. O importante é permanecer focado e imerso no material.  

 

Aqui, ao contrário da primeira etapa do método, a leitura precisa ser atenta e será mais demorada. Faça uma análise robusta e completa, fique atento aos detalhes. Como destacamos anteriormente, essa é uma fase de aprofundamento.

 

Veja como você pode tornar esta fase mais ativa:

 

  • Grife palavras-chave
  • Procure as respostas das questões pensadas na fase anterior
  • Elabore novas perguntas
  • Responda os exercícios
  • Releia legendas e estude gráficos e tabelas
  • Preste atenção em palavras em itálico, negrito ou sublinhadas
  • Leia mais de uma vez as partes mais complexas

 

Se depois dessa leitura você ainda tiver dúvidas, pode refazer todo o processo. Ou, ainda, procurar novos materiais de estudo, pedir ajuda de professores e colegas. É fundamental que o conteúdo fique claro.

 

#4 – R de Recite (recitar)

 

Nessa fase, você não precisa literalmente recitar todo o livro ou apostila. Mas vai retomar tudo que aprendeu. E isso pode ser feito da maneira que você se sentir mais confortável ou estimulado.

 

Você pode, sim, ler os trechos mais importantes em voz alta, fazendo comentários ou elaborando perguntas e respostas com suas próprias palavras (o chamado aprendizado quádruplo: ver, escrever, falar e ouvir).

 

E pode também utilizar outras ferramentas, como:

 

  • Mapas mentais
  • Resumos
  • Flash cards
  • Quadros comparativos
  • Fluxogramas

 

Todas elas vão ajudá-lo a desenvolver um raciocínio lógico sobre o assunto estudado. No entanto, procure não se estender em excesso nas respostas ou divagações para não perder o foco. Procure ser objetivo, criando um esquema visual de tudo que é importante e precisa ser memorizado.

 

Para entender mais sobre essas técnicas de aprendizado, e passar a usá-las na sua preparação, acesse os artigos:

 

Como fazer resumos para concursos

 

Flash cards: aprenda como fazer e detone nos concursos

 

Como fazer resumos para concursos

 

#5 – R de Review (revisar)

 

A etapa final do Método SQ3R é de revisão. Nela você vai rever o que foi feito até agora. Você não vai ler todo o livro ou apostila novamente, mas, sim, o material criado a partir das fases anteriores. Reveja os grifos, os mapas mentais, os resumos, etc. Aqui também é hora de testar seus conhecimentos e a efetividade do método na sua preparação.

 

Pergunte-se:

 

  • O conteúdo está claro para mim?
  • Consigo identificar os pontos-chave do assunto?
  • Consigo responder às perguntas que formulei?

 

Caso tenha esquecido de algum ponto ou as dúvidas persistirem, volte à leitura e reforce os trechos mais difíceis.

 

Avaliação geral do Método SQ3R

 

Como qualquer técnica de aceleração do aprendizado, o Método SQ3R precisa ser testado e adaptado às necessidades do aluno. Não desanime se no meio do caminho sentir alguma dificuldade. Siga seu ritmo, apenas obedecendo às regras básicas para um bom aproveitamento.

 

O Método SQ3R é melhor aplicado em textos longos e complexos. Nada impede que seja usado em materiais mais simples, mas os resultados são potencializados em conteúdos difíceis de serem assimilados.

 

Você pode aplicar técnicas de leitura dinâmica, se ficar à vontade com elas, mas é vital que não pule etapas. Na duas primeiras (pesquisar e questionar) você pode fazer destaques por escrito, especialmente nas primeiras vezes em que seguir o Método SQ3R, mas o ideal é que tente deixar esse apoio para os momentos seguintes por uma questão de agilidade.

 

Entre todas as técnicas auxiliares, os mapas mentais costumam ser os mais efetivos.

 

Humanas X Exatas

 

Há quem torça o nariz para o Método SQ3R, avaliando que só seja eficaz para as matérias de Humanas. Mas isso é um engano. Com pequenas adaptações, o sistema pode ser aplicado para as áreas de Exatas em concursos públicos. Isso porque a base da prática é a mesma: despertar interesse, conhecer o assunto, montar uma estrutura e revisar.

 

Nas Exatas também há muita teoria, e o Método SQ3R é feito da mesma maneira como explicamos acima. E quando falamos de cálculos, também é preciso, antes de memorizá-los, buscar compreendê-los.

 

Para tanto, em cada fase do Método SQ3R, faça pequenos ajustes. Na primeira, olhe com mais atenção para a estrutura das fórmulas. Na segunda, observe os símbolos, o que cada um representa, para que servem e como são aplicados.

 

Na fase três, não vá direto para os exercícios, antes leia todo o conteúdo. A fase quatro serve para revisar as anteriores. E na última fase você vai, de fato, começar a desenvolver os exercícios. Sempre que errar uma resolução, tente entender em que parte do processo você ficou com dúvidas ou se confundiu.

 

Os melhores cursos preparatórios

 

O Método SQ3R é um parceiro e tanto na preparação para o concurso público. Porém, nem sempre a pessoa se sente segura o suficiente para encarar os estudos sozinha, mesmo com acesso à boas técnicas de aprendizado. Nesse sentido, investir em um curso preparatório é o ideal. Dessa forma, você terá ajuda para nortear suas leituras e práticas.

 

A partir da nossa experiência de mais de 15 anos na área de concursos, indicamos o Estratégia Concursos como uma excelente opção. Isso porque o curso tem ótimos índices de aprovação nos principais concursos do país, conta com um material de qualidade e professores renomados.

O Gran Cursos Online também está muito bem avaliado. Da mesma forma, tem material completo, com videoaulas, e professores de primeira linha. A Casa do Concurseiro, que faz parte do Grupo UOL, é outra ótima opção, já que mantém uma equipe de excelentes profissionais e tem valores bastante acessíveis.

Se quiser saber mais sobre o assunto, e conhecer ainda outras opções disponíveis, aproveite para conferir nosso ranking completo com os melhores cursos preparatórios para concursos.

 

Conclusões finais

 

À primeira vista pode parecer que o Método SQ3R absorve muito mais tempo da preparação para o concurso, mas os ganhos em entendimento do conteúdo serão efetivamente superiores e vão compensar qualquer sensação de atraso.

 

O Método SQ3R é esquematizado com foco em aprofundamento e fixação do conteúdo. Durante as cinco fases da prática, você revê a informação em abordagens diferentes — o que ajuda a tornar uma leitura complexa mais simples e, por vezes, até prazerosa.

 

Lembre-se: o Método SQ3R não é milagroso!  Tenha em mente que a primeira tentativa pode não ser um sucesso completo, mas é preciso ir testando a fórmula e se adaptando. O ideal é que o método acabe se tornando um hábito.

 

Da mesma forma, você não vai observar ganhos em produtividade do dia para a noite ou passar a amar um assunto que hoje detesta. Mas, se manter o foco e seguir as orientações, em um curto espaço de tempo terá mais facilidade em ler e fixar o conteúdo.

 

Teste o Método SQ3R e compartilhe com a gente nos comentários o que achou e quais foram os resultados!

 

Aproveite também para seguir o Próximos Concursos nas redes sociais:  Facebook, Twitter, Instagram e Youtube.  Por lá você vai encontrar tudo sobre o universo concurseiro, discussões de qualidade, troca de experiências e dicas imbatíveis.

 

Já sabe: conte com a gente na caminhada até a aprovação!

 

Bons estudos!

 

[Total: 0    Média: 0/5]